Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Santa Cruz vence o Luverdense

Certamente os ambulatórios do Recife vão ficar coloridos de vermelho, preto e branco neste fim de semana. Com um gol de pênalti, aos 47 do segundo tempo, após sofrer o empate três minutos antes, o Santa Cruz venceu o Luverdense por 2 a 1 e segue vivo na briga por uma vaga à segunda fase da Série C. Dênis Marques (duas vezes) e Valdir Papel marcaram os gols do jogo, que teve três expulsões. Agonia e extâse para os 23.828 torcedores que compareceram ao Arruda. O resultado fez o Santa reencontrar o G-4 do Grupo A na Série C. Agora, o Mais Querido 'seca' o Paysandu e o Icasa para seguir entre os quatro melhores, dependendo apenas de si para se classificar à fase seguinte da competição. Já classificado, o Luverdense tinha o objetivo de recuperar a liderança do grupo, mas agora torce contra o Fortaleza, que enfrenta o Icasa, neste domingo, para ainda ter chance de recuperar o primeiro lugar na última rodada.

O Santa Cruz decide a vida na Série C fora de casa, no próximo domingo, diante do Águia, em Marabá. Já o Luverdense recebe o Treze, também no domingo.
Ficou barato
Precisando desesperadamente da vitória, bastou a saída de bola para o Santa Cruz se lançar ao ataque explorando a velocidade de Luciano Henrique, Renatinho e Leozinho. O que se viu nos primeiros minutos foi uma 'blitz' tricolor para cima do gol de Willian Alves, mas apesar da pressão, o Tricolor encontrava dificuldade de chegar ao gol. Aos nove minutos, o Santa perdeu o zagueiro Vágner, que se chocou com Fio e machucou a cabeça. Bastante tonto, o jogador foi substituído por César e posteriormente foi levado ao hospital.
Aos 11 minutos, a primeira grande chance para o Santa Cruz: Dênis Marques recebeu na direita, dominou e encheu o pé. Willian Alves defendeu com o peito e a defesa do Luverdense afastou em seguida. A pressão Coral acabou surtindo efeito aos 14 minutos. Tiago Costa foi à linha de fundo e cruzou para o artilheiro Dênis Marques que cabeceou por cobertura para abrir o placar no Arruda. Na comemoração, Dênis Marques se limitou a se ajoelhar e não fez nenhum gesto à torcida, que vinha criticando seu futebol.
 
Santa Cruz x Luverdense (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)Dênis Marques comemora timidamente o gol (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)
 
O gol do Santa Cruz 'acelerou' o jogo. Em desvantagem, o Luverdense acordou e se mandou ao ataque com a bola sempre passando pelos pés de Rubinho. O camisa 10 da equipe mato-grossense teve boas oportunidades em sua especialidade, a bola parada, mas acabou desperdiçando. Em uma delas, aos 24 minutos, os jogadores do Luverdense reclamaram pênalti de César em Prata, mas o árbitro Wagner Nascimento Magalhães marcou fora da área. Na cobrança, Rubinho bateu com estilo e Tiago Cardoso se esticou para salvar o Santa Cruz.
saiba mais
Com o Luverdense se lançando à frente, o Tricolor optou pelos contra-ataques, sempre puxados com muita velocidade. Aos 32, após bela troca de passes, Dênis Marques recebeu de Memo e mandou para fora. Cinco minutos depois, foi a vez dos jogadores d