Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Aguinaldo Fenelon é escolhido procurador-geral de Justiça de PE

- G1 PE -

Além dele, ainda integrava a lista tríplice Carlos Guerra e Francisco Dirceu.
Governador escolheu em manter a gestão de Fenelon por mais um biênio
.

 
Aguinaldo Fenelon assume MPPE por mais dois anos (Foto: Reprodução/TV Globo)
Aguinaldo Fenelon assume MPPE por mais dois anos
(Foto: Reprodução/TV Globo)
O promotor Aguinaldo Fenelon foi escolhido pelo governador Eduardo Campos para o segundo mandato de procurador-geral do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) nesta quinta-feira (3). A votação de procuradores e promotores foi realizada na tarde desta quinta na sede da Procuradoria Geral de Justiça e, além de Fenelon, também havia indicado os nomes de Carlos Guerra e Francisco Dirceu para a escolha do governador.
Aguinaldo Fenelon, que é o atual procurador-geral e havia se afastado do cargo para disputar um novo mandato no biênio 2013/2015, integrou a lista tríplice com 294 votos. "A classe me deu a honra de ter quase 80% dos votos. Nós concorremos a uma eleição onde a classe entendeu a nossa mensagem. Os outros dois anos que eu trabalhei à frente do Ministério Público cumpri todas as metas do nosso planejamento estratégico e onde aproximei o Ministério Público das ruas, da sociedade. É um Ministério Público inovador, diferente", disse Fenelon.
 
saiba mais

O procurador-geral escolhido para gerir o MPPE ainda comentou sobre os plano para o mandato. "Fortalecimento do Ministério Público com o combate à criminalidade. A sociedade quer esse Ministério Público mais eficaz ainda. Ao mesmo tempo focar a cidadania. Precisamos ter foco na área de saúde, educação, meio ambiente, na criança e adolescente, são focos importantes previstos no nosso planejamento estratégico", comentou.
Os demais, Carlos Guerra e Francisco Dirceu tiveram 238 e 209 votos, respectivamente. Dos 396 procuradores e promotores de Justiça, 376 foram às urnas nesta quinta para indicar os três nomes de candidatos. Segundo o MPPE, a abstenção de 5% foi a menor registrada em toda