Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Candidatura de Armando permite que Caruaru ganhe o primeiro senador de sua história‏



Durante sua passagem por Caruaru neste sábado (17), onde participou da sexta plenária do Projeto Pernambuco 14, com a presença de 1,5 mil pessoas, o pré-candidato a governador Armando Monteiro (PTB) anunciou que vai se licenciar do Senado “dentro de pouco tempo” para se dedicar inteiramente à campanha e, com isso, o município polo do Agreste Central passa a ter um senador, o Senador de Caruaru, visto que Douglas Cintra, o primeiro suplente de Armando, assumirá a cadeira.
“O meu suplente no Senado é de Caruaru e vai assumir o Senado porque eu estarei me licenciando dentro de pouco tempo. Então, a nossa candidatura já oferece de partida a perspectiva de que um filho desta terra assuma o Senado da República. Isso é um fato histórico”, explicou Armando, durante entrevista à Rádio Jornal.
Na opinião de Armando, a posse de Douglas Cintra como “o senador de Caruaru”, portanto, é um reconhecimento da importância que o município tem para o Estado. Principalmente depois que Caruaru acabou sendo excluída da chapa indicada pelo ex-governador Eduardo Campos, quando João Lyra Neto foi preterido e não pôde ser o candidato a governador. “Caruaru é uma cidade politizada e não há um processo sucessório em Pernambuco que não passe por Caruaru”.
Armando ressaltou que desde o primeiro momento registrou sua estranheza “com o fato de João Lyra ter sido preterido no processo sucessório”. “Era natural, era legítimo, na hora de encaminhar o processo sucessório, que o ex-governador Eduardo Campos pudesse ter olhado para aqueles companheiros que tinham currículo político próprio, experiência. E indiscutivelmente João Lyra tem currículo. Era para ele estar colocado agora como candidato, pelo currículo dele. Mas estranhamente ele acabou sendo preterido e a escolha recaiu sobre outro nome. De modo que ficou nesse processo sucessório essa percepção de que um quadro importante da política de Caruaru foi preterido”, acrescentou Armando.
Clique aqui para baixar a foto em alta resolução. (Crédito da foto: Leo Caldas/Divulgação).