Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

“Quem está com Eduardo, está com Paulo”, diz candidato socialista em evento na manhã desta segunda


Renata Campos falou sobre a importância do engajamento de todos na campanha estadual
"Eduardo, nós não vamos desistir de Pernambuco". Foi o que garantiu o candidato ao Governo Estadual Paulo Câmara (PSB), durante o encontro com lideranças e militantes dos 21 partidos da Frente Popular, na manhã desta segunda-feira (18). O ato, que reuniu cerca de cinco mil pessoas em uma casa de recepções na Benfica, serviu para mostrar que a ampla aliança construída no Estado continua unida, para garantir que o projeto iniciado pelo ex-governador Eduardo Campos (PSB), morto em um acidente de avião no último dia 13, seja vitorioso nas urnas. Viúva do socialista, a ex-primeira-dama Renata Campos, convocou a reunião junto com o postulante e fez questão de discursar sobre a importância do engajamento de todos na campanha estadual.
"Vamos pegar no serviço", uma frase típica do ex-governador, foi lembrada por Paulo Câmara, assim como por outras pessoas que discursaram. "Esta é a hora de unir a tropa, de ir às ruas. Vamos mostrar quem somos, as transformações que iniciamos e com a qual vamos avançar. Vamos fazer uma campanha bonita, defendendo o nosso legado, que vai continuar, com mais força do que nunca. Pernambuco vai saber: quem está com Eduardo, está com Paulo. Quem não está com Paulo, não está com Eduardo", afirmou o postulante.
Segundo o candidato, quando o ex-governador lhe pediu que fosse candidato à sua sucessão, alertou que a campanha eleitoral "tinha muita intriga, muita fofoca". "Acho que, de propósito, ele não me disse as coisas boas. Que, na campanha, você reúne as pessoas, ouve o povo, cria relações e percebe quem está com você. Sei quem está comigo e, acima de tudo, que o povo de Pernambuco quer que o trabalho iniciado por Eduardo continue avançando", ressaltou Paulo.
Recebida com um coro de "Renata, guerreira do povo brasileiro!", a ex-primeira-dama lembrou que o evento desta segunda já estava programado, e que seria liderado pelo próprio Eduardo Campos, como uma preparação para a nova etapa da campanha, iniciada com o guia eleitoral. Foi a própria Renata que pediu que a reunião fosse mantida "como ele queria". "Sei da vontade de Eduardo, da importância de eleger Paulo Câmara governador. Depois de tantos anos de trabalho e de conquistas, somente com essa vitória poderemos garantir que Pernambuco continue no caminho certo", convocou ela.
Afirmando que, apesar da dor da perda, vai “participar por dois” (por ela e por Eduardo) das campanhas estadual e federal, Renata fez coro ao marido, ao afirmar que também não desistirá do Brasil. "Fica tranquilo, Dudu, temos a sua coragem para mudar o Brasil", prometeu, arrancando aplausos da plateia.
Inspirado pela força de vontade tantas vezes demonstrada pelo ex-governador Eduardo Campos, o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), reforçou o compromisso da Frente Popul