Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Oposição: deputados e vereadores do Recife definem agenda conjunta de fiscalização e cobranças

Recife - Os deputados da bancada de oposição na Assembleia Legislativa (Alepe) e os vereadores que fazem oposição à gestão municipal na Câmara do Recife reuniram-se nesta segunda-feira (11) para tratar de uma agenda conjunta de atuação. O objetivo é dar ainda mais visibilidade ao papel de fiscalização e compartilhar as cobranças feitas aos governos do PSB no Estado e na capital pernambucana. Para os parlamentares, o modelo de gestão adotado nos últimos anos pelo PSB, tanto em âmbito estadual quanto no Recife, já apresenta sinais de esgotamento.



Realizado na Câmara Municipal do Recife, o encontro foi organizado pelos líderes da oposição na Alepe, Silvio Costa Filho, e da Câmara Municipal, Jurandir Liberal (PT), e contou com a presença dos deputados estaduais Teresa Leitão (PT), Álvaro Porto (PTB), José Humberto (PTB) e Romário Dias (PTB), e dos vereadores Marília Arraes (PSB), Isabella de Roldão (PDT), Osmar Ricardo (PT), Carlos Gueiros (PTB), Luis Eustáquio (PT), Henrique Leite (PT) e Jairo Brito (PT).



De acordo com o líder da oposição na Alepe, Silvio Costa Filho (PTB), a reunião mostrou uma grande sintonia entre o que os deputados e vereadores já têm realizado e pretendem realizar no parlamento.  “A reunião serviu para combinarmos uma atuação conjunta sobre os principais temas do Recife e também da Região Metropolitana. Queremos inclusive ampliar este contato com vereadores dos municípios da RMR para debatermos as questões que afetam a região metropolitana e que são de responsabilidade do Governo do Estado e das gestões municipais”.



Silvio Costa Filho antecipa que um dos primeiros passos do grupo é realizar um amplo diagnóstico dos principais problemas da Cidade do Recife. “Vamos realizar audiências públicas de forma conjunta, porque todos nós compreendemos que o que está em discussão é a oposição ao projeto do PSB, que já dá sinais de esgotamento em algumas políticas públicas, a exemplo da saúde, educação, transporte coletivo e mobilidade urbana, além do aumento da violência e da epidemia das drogas no Recife”, justifica o deputado estadual.



Para o vereador Jurandir Liberal (PT), este é um padrão de relação onde todos ganham, principalmente a população. “Com esta articulação fortalecemos ainda mais o papel de independência do Poder Legislativo, ampliamos nossa capacidade de atuação e o debate sobre os problemas de nossa cidade e do nosso Estado. Tenho certeza que essa parceria com a bancada de oposição na Assembleia será muito produtiva”, afirma o vereador do Recife.



Jurandir observa ainda que o primeiro contato serviu para uma troca de impressões sobre o trabalho dos dois grupos e uma avaliação das gestões Paulo Câmara e Geraldo Julio, mas que uma nova reunião já foi agendada para a próxima segunda-feira (18). “No próximo encontro vamos aprofundar a elaboração de uma agenda de iniciativas conjuntas”, informa.



Crédito da foto: Bancada de Oposição/Alepe

Miguel Coelho presta conta dos 100 dias de mandato

Com 100 dias de atuação concluídos nesta segunda-feira (11), o deputado estadual Miguel Coelho (PSB) divulgou em suas redes sociais um balanço do início do mandato na Assembleia Legislativa. Entre os destaques, a elaboração de dois projetos de lei voltados para a educação, a criação do movimento União pelo Nordeste e a realização de uma audiência pública sobre a seca em Pernambuco. 

O balanço ainda destacou a criação da comissão especial que vai fiscalizar nos próximos meses as obras do PAC, além do encaminhamento de 21 indicações ao Governo do Estado para realização de ações de infraestrutura e outras intervenções. “Há muito para se fazer, mas estamos satisfeitos com os 100 primeiros dias de mandato. Pudemos reafirmar nosso compromisso de campanha com a educação, criando o projeto de lei para destinar recursos do FEM para a rede pública de ensino e focar nossas ações na interiorização do desenvolvimento de nosso estado”, resume o socialista.

Casa do Patrimônio de Olinda promove oficina com participação da sociedade

Com a mostra ComeMorar Olinda, a Casa do Patrimônio promoverá nos dias 14 e 15 de maio, das 9h às 12h e das 14h às 18h, sua oficina de educação patrimonial. A iniciativa busca traçar, junto com a sociedade, as diretrizes para suas ações educativas e construir uma programação anual de atividades compartilhadas com outros agentes.

O encontro será coordenado por uma equipe técnica do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e contará com a presença da sociedade civil organizada, universidades e representantes de instituições públicas e privadas, a fim de construir um plano de trabalho com atividades voltadas para preservação e valorização do patrimônio e da cultura da cidade. Os envolvidos assinarão acordo de Cooperação Técnica em que cada ente assumirá um compromisso com a Casa.  

“O Iphan espera que as Casas do Patrimônio sejam articuladoras de ações educativas e de aproximação com as comunidades locais. Exercendo papel determinante na gestão compartilhada do Patrimônio Cultural. Dessa forma, amplia-se a disseminação de um novo conceito de Patrimônio Cultural, mais próximo das pessoas e de suas referências”, revelou a Coordenadora de Educa