Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Agendamento para o Passe Livre começa nesta segunda-feira

Serão beneficiados 260 mil alunos de 399 escolas, além de 1,5 mil cotistas da UPE

Começa nesta segunda-feira (25) o agendamento do Passe livre para estudantes dos ensinos Fundamental, Médio e Técnico, além de cotistas da Universidade de Pernambuco (UPE). O benefício é válido somente para que mora e estuda exclusivamente em escolas da Região Metropolitana do Recife.

Arthur Mota/Arquivo Folha
Atendimento pode ser agendado por telefone ou site

O agendamento pode ser feito através do site www.atendimentovem.com.br ou pelo telefone 3125.7575, de segunda a sábado, das 7h às 19. Ao todo, 260 mil alunos de 399 escolas e 1,5 mil cotistas da UPE serão beneficiados com o Passe Livre. O benefício do Passe Livre irá garantir passagem gratuita a estudantes da Rede Pública Estadual de Ensino da Região Metropolitana do Recife a partir do primeiro dia letivo do segundo semestre de 2015.
Retirada do cartão
A retirada do cartão começará a ser realizada no dia 8 de junho, no posto do VEM, localizado na Rua da Soledade, nº259, no bairro da Boa Vista. Os cartões são impressos na hora. No dia do atendimento, os estudantes devem levar documentos originais com foto, CPF e comprovante de residência.

O passe será carregado com 44 créditos por mês, concedidos pelo Governo do Estado, válidos de segunda a sexta, durante o período letivo. Além disso, o estudante permanecerá com o benefício da meia passagem, podendo carregar até 26 créditos, totalizando 70 passagens por mês.

Mais informações podem ser obtidas na Central de Atendimento ao Cliente, no 0800 081 0158.

http://www.folhape.com.br/cms/opencms/folhape/pt/cotidiano/educacao/arqs/2015/05/0009.html

ENTREGA DE CERTIFICADOS PRONATEC‏


Cerca de 70 mulheres, com idade entre 18 e 59 anos, residentes no município do Paulista participaram na tarde sexta-feira (22.05) de mais uma cerimônia para entrega dos certificados dos cursos de qualificação profissional – IFPE 2015. A solenidade, que aconteceu na Faculdade de Saúde do Paulista (FASUP), foi coordenada pela Secretaria Municipal de Políticas Sociais Esportes e Juventude, em parceria com o Programa Pronatec – Milhares Mil.

Na ocasião, as participantes receberam a homenagem simbólica pela formação concluída nos cursos de auxiliar administrativo e recepcionista.  De acordo com Simone Maria da Conceição, 42, ter participado das aulas foi à melhor coisa que ela poderia ter escolhido fazer. “Estou realizada em ter concluído o curso de recepcionista. Mal me formei e já recebi propostas de emprego. Minha expectativa de entrar no mercado de trabalho só aumentou”, ressaltou.

“Capacitamos para ingressar no mercado de trabalho, mulheres que se encontravam em situação de vulnerabilidade social. Hoje, depois de formadas, a auto-estima e a expectativa de crescimento profissional delas é notável”, concluiu a gerente de qualificação profissional do Paulista, Anna Cristina Santana.

Everaldo Cabral propõe atualização da Lei de Prevenção e Proteção contra Incêndios

Atento com o que ocorre Estado a fora, o deputado estadual Everaldo Cabral (PP) apresentou uma proposição para atualização da Lei nº 15.232/2014, também de sua autoria, que dispõe sobre normas de prevenção e proteção contra incêndios.

O Projeto de Lei nº 213/2015 foi motivado após a notícia de que no Rio de Janeiro, o fotógrafo João Pedro Januário havia sido gravemente atingido por um canhão de papel picado e acabou perdendo a visão do olho esquerdo no acidente. O caso ganhou notoriedade na imprensa pelo fato do jovem ser genro da apresentadora Regina Casé. Na mesma semana outro acidente foi registrado em São Paulo.

De acordo com a proposição apresentada, “os artefatos de efeito visual como canhões de papéis picados e assemelhados, deverão ser operados por pessoas treinadas para o equipamento, não direcionando, sob nenhuma hipótese, esses artefatos ao público, e que estejam instalados ou posicionados em área que não ofereça nenhum risco aos espectadores e ainda as pessoas - direta e indiretamente - envolvidas com a realização do evento”.

“Precisamos garantir a segurança de quem opera o equipamento e das pessoas que participam do evento, estejam elas também trabalhando ou apenas se divertindo. Não se há notícia de que caso semelhante tenha acontecido em Pernambuco, mas como diz o ditado popular: ‘é melhor prevenir do que remediar. Diante disso estamos atualizando a legislação para evitar que algo desse tipo aconteça em nosso Estado”, justifica Everaldo Cabral.


Outros pontos do projeto preveem que os eventos devem possuir equipes de emergência treinadas para operar e manter os equipamentos de segurança e executar o plano de fuga, conforme a Legislação Federal vigente. Eventos com capacidade para até 300 pessoas deverão contar obrigatoriamente com a presença mínima de dois Bombeiros Civis, acrescendo mais um profissional a cada 200 pessoas. Para o exercício da função esses profissionais devem possuir a carteira de identificação expedida pelo Sindicato dos Bombeiros Civis de Pernambuco.

Sindileq - PE realiza debate sobre renegociação de dívidas e recuperação judicial

Meeting mensal aconteceu nesta sexta (22) com participação de Écio Costa e Charbel Maroun

O Sindicato dos Locadores de Equipamentos, Máquinas Ferramentas de Pernambuco – Sindileq - PE reuniu nesta sexta (22) associados e parceiros para debater sobre renegociação de dívidas e recuperação judicial. O Meeting mensal aconteceu no restaurante Ponteio e contou com participação do economista Écio Costa da CEDES Consultoria e Planejamento e do advogado Charbel Maroun da Farias Janguiê e Maroun Advogados.

O evento teve início com Écio Costa, que abordou as diversas formas de reorganizar a parte financeira das empresas, em detrimento à crise atual em que o País presencia. O economista destacou a situação de inadimplência no Brasil. “De 7milhões, 3,8% das empresas estão inadimplentes, ou seja, mais de 50%. A região Sudeste do País está bem pior que a região Nordeste”, afirmou o economista, baseado em uma pesquisa realizada pelo Serasa.

Ele ainda compartilhou com os associados sobre a expectativa do PIB, que atualmente conta com uma retração de 1,2%; e com o consumo em baixa, a arrecadação de impostos e contribuições federais foi de R$ 109 bilhões no mês passado, 4,62% menor. Para Écio, uma solução para sobreviver durante o período de crise é alongar a dívida e tentar uma negociação. ”Conversar com o banco, conversar com o fornecedor antes que atrase algum pagamento”, explicou ele.

Em seguida, o advogado e procurador geral do Município do Recife, Charbel Maroun, tratou com os presentes sobre recuperação judicial. Maroun apresentou um panorama sobre o capital social e dos riscos de investimentos. Para ele, a utilização da recuperação judicial se dá através de vários motivos, como dívidas em atraso (protesto); falta de capital de giro; redução ou cancelamento dos créditos (bancos, fornecedores); comprometimento do patrimônio da empresa e dos sócios. “É preciso começar a enxergar os sinais previamente para poder preparar os próximos passos”, destacou Maroun.

Ainda sobre o tema, o advogado citou as empresas da Refinaria Abreu e Lima, que atualmente atravessam esta realidade. De acordo com ele a crise é temporária e existem elementos que podem ajudar a superar o momento: Alongamento, deságio, escalotamento, carência, percentual sobre o faturamento, venda de ativos (penhora, sucessão) e outros. “Bens essenciais às empresas não podem sofrer busca e apreensão”, relatou ele. Além disso, Maroun informou que micro e pequenas empresas podem solicitar a recuperação judicial e que durante o processo, as empresas podem participar de licitações públicas.

Encerrando o encontro, Diogo Santos, do Banco Pan, falou sobre as mudanças do banco e apresentou opções de refinanciamento e solução financeira em curto prazo. Durante todo o meeting, os associados puderam participar tirando dúvidas e compartilhando sobre as rotinas vividas no dia a dia. “Diante do cenário das locadoras hoje, o alto nível de inadimplência, vários clientes em recuperação judicial, nada mais oportuno do que orientar as locadoras através de especialistas do setor”, ressaltou João Carvalho, presidente do Sindileq – PE.