Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Ministério Público pede que rodoviários voltem às atividades




O Ministério Público de Pernambuco expediu uma recomendação para que os motoristas, cobradores e fiscais de ônibus voltem às atividades nesta sexta-feira. O movimento paredista foi articulado pela categoria em adesão ao Dia Nacional de Paralisação contra o Projeto de Lei 4.330. Ainda durante a manhã, o promotor Humberto da Silva Graça, da Defesa da Cidadania da Capital, entrou em contato com o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Pernambuco para solicitar o respeito à lei.

No documento, que atende a uma solicitação do Grande Recife Consórcio de Transportes, o promotor pediu que fossem adotadas as providências necessárias para restabelecer o funcionamento do sistema de transporte coletivo, ainda que nos padrões mínimos exigidos por lei para os serviços de natureza essencial (30%). No despacho, considerou que o sindicato paralisou o serviço sem atendimento às formalidades e exigências legais, causando prejuízos a toda a sociedade.

A categoria paralisou as atividades contra a proposta, em votação no Senado, que prevê a ampliação da terceirização. O protesto também é relativo a medidas provisórias que alteram aposentadorias e mexem no seguro-desemprego e pensões previdenciárias. As MPs também tramitam no Congresso. A mobilização nacional foi convocada por centrais sindicais.


Do Diário de Pernambuco

Novo Banner e serviços de manutenção da iluminação do Cemitério Campo Santo São José








Secretaria de Serviços Públicos e diretoria de Necrópoles colocam nova placa e a diretoria de iluminação atendendo a solicitação do diretor José Carlos Alves, está trocando toda a fiação, tomadas, disjuntores e quadro elétrico do Cemitério Campo Santo São José - Paulista.

Faz mais de trinta anos que não é feita essa manutenção.

FG sedia encontro da Unesco sobre Educação e Cidades da Aprendizagem

Workshop abordará políticas públicas para redução de vulnerabilidades sociais e o uso da Educação como ferramenta de inclusão social. Encontro será terça e quarta (02 e 03/06) e reunirá representantes do Brasil e do exterior

A Faculdade dos Guararapes (FG) – integrante da rede internacional de universidades Laureate - sedia terça (02/06) e quarta (03/06) o I Workshop Internacional sobre o Desenvolvimento das Cidades da Aprendizagem no Brasil. o evento - que é destinado a prefeitos e gestores da área de educação e acontece na unidade da FG em Piedade - é realizado pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). São esperados mais de 150 representantes do Brasil e do exterior.

A intenção do encontro é debater a Educação como ferramenta de inclusão social e permitir a trocar experiências de ações exitosas na área, além de incentivar a implementação de políticas públicas para a Educação, baseadas na redução de vulnerabilidades sociais e no combate às desigualdades. Os debates darão base para a II Conferência Internacional de Educação, que será realizada na Cidade do México, no segundo semestre deste ano.

A programação envolve debates, palestras, estudos de casos, paineis, lançamento de livro e apresentações culturais. Entre os nomes confirmados estão Inês Miskalo, do Instituto Ayrton Senna; Dania Pilz, representante da Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI); Murilo Pedrosa, representante da Presidência da República e Raúl Valdés Cotera, Senior programme specialist do Institute for Lifelong Learning (UIL – Unesco).

Também estão confirmados o governador de Pernambuco, Paulo Câmara; o prefeito de Jaboatão dos Guararapes e vice-presidente da Frente Nacional de Prefeitos para Políticas Sociais, Elias Gomes; o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota.


RESSOCIALIZAÇÃOA importância do uso da Educação como ferramenta para ressocialização será exemplificada na primeira noite do encontro, com o lançamento do livro Uma história de vida, uma história de esperança. O livro foi escrito por J.S.S., um jovem de 15 anos egresso do Centro de Atendimento Socieducativo (Case) de Jaboatão Centro. Ele tomou a iniciativa de contar a sua trajetória de vida a partir de um trabalho desenvolvido por oficinas oferecidas pelo Case de Jaboatão, que em 2014 recebeu o prêmio Innovare, pela execução de práticas exitosas no espaço de privação de liberdade.


CIDADES DA APRENDIZAGEM
Em 2012, o Instituto da Unesco para a Aprendizagem ao Longo da Vida (UIL) estabeleceu a Rede Mundial de Cidades da Aprendizagem da Unesco. O resultado desta iniciativa foi a primeira Conferência Internacional, realizada em 2013, em Beijing, China. Participaram mais de 500 prefeitos, distrib