Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Trade Turístico visita Cult Hostel Design

Profissionais do setor elogiam qualidade das instalações

O Cult Hostel Design, de José Otávio Meira Lins, foi apresentado hoje (3) ao Trade Turístico de Pernambuco. O empreendimento, que está em soft opening há um mês, é o primeiro no estilo design da capital pernambucana. Com quatro decks (dormitórios), o hostel dispõe de 66 camas e encantou os profissionais do turismo local pela qualidade oferecida nas instalações.

O secretário de Turismo e Lazer do Recife, Camilo Simões, ficou impressionado com o capricho nos detalhes do Cult Hostel. “É um grande orgulho para o Recife receber um equipamento com esse nível de acabamento. Já visitei vários países e vi poucos exemplares como este. Ficamos muito satisfeitos em ver em um momento como esse um empresário pernambucano acreditando no potencial do nosso turismo. Com certeza será um sucesso”, afirma.

O diretor executivo da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-PE), Carlos Maurício Periquito, parabenizou a direção do hostel. “É uma iniciativa ousada feita por um hoteleiro muito experiente, que mostra uma visão futurista de uma nova tendência de mercado. Destacamos a qualidade excelente e o bom gosto”, comentou.

O evento contou ainda com a participação da diretora executiva do Recife Convention Bureau, Maitê Uhlmann. “Hoje, as pessoas quando viajam buscam experiências e o Cult Hostel oferece exatamente isso ao viajante através da arte pernambucana. É o que faz toda a diferença. Vai agradar muito o público, especialmente os turistas europeus”, analisa. 

Também presente à apresentação, o diretor executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-PE), Valter Jarocki, citou o preço baixo como diferencial. “É muito bom para quem é jovem, solteiro e quer pagar mais barato, usufruindo de conforto e praticidade”, disse.

O Cult Hostel Design reúne conforto, arquitetura contemporânea, praticidade e funcionalidade. Com projeto assinado pela arquiteta Maria Meira Lins, o local ocupa a área onde antes funcionavam os salões de convenções do Cult Hotel da Rede Marolinda.
Os decks são batizados com nomes de embarcações em uma referência aos antigos salões de reuniões e à paixão do proprietário do empreendimento por navios e barcos. São 66 camas divididas em quatro decks: Saveiro, Escuna, Caravela e Arpége. Apartamentos individuais podem ser utilizados em espaço anexo ao hostel nas suítes do Cult Hotel.
O Cult Hostel foi inspirado em hostels design da Europa e Rio de Janeiro. A área de convivência é equipada com TV LCD, DVD, TV a cabo, internet office com Ipads, além de vending machines com snacks e café. Na cozinha, forno micro-ondas, forno elétrico, refrigerador/freezer, caves para vinho e cook top. Uma máquina de lavar e secar, ferro elétrico e passadeira a vapor também são disponibilizados na lavanderia.
Os hóspedes também dispõem de piscina, wi-fi free com 100MB em todo o hostel, recepção 24h, indicação de delivery 24h e para os que gostam de pedalar são oferecidas gratuitamente bicicletas com equipamento de segurança. Já os amantes das artes e cultura, podem conhecer uma galeria de arte com mais de 500 obras nos corredores e andares do Cult Hotel e uma biblioteca com mais de dois mil volumes.
Sobre a Escrita.ETC
A Escrita.etc é uma agência de comunicação que oferece assessoria de imprensa com cobertura em todo o Brasil, organização e execução de fampress, produção de conteúdo para publicações em geral e internet e desenvolvimento de projetos e eventos.

Fernando Bezerra Coelho cobra do Governo Federal ações para a fruticultura do São Francisco

O Senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) usou a tribuna do Senado nesta quarta (03) para cobrar do Governo Federal providências capazes de resolver os problemas enfrentados pelo setor da fruticultura irrigada no Vale do São Francisco. A região vem enfrentando uma grave seca e o principal reservatório, que é a barragem de Sobradinho, está operando com aproximadamente 20% da sua capacidade. Sem a água para a irrigação, toda a cadeia produtiva, que emprega mais de 60 mil pessoas, está ameaçada. Fernando lembrou que a audiência pública da Comissão de Agricultura do Senado, realizada em Petrolina no mês de abril, teve duas importantes resoluções: a redução da vazão da barragem e a contratação em caráter emergencial de um sistema de captação capaz de trazer a água do volume morto de Sobradinho.

"A primeira etapa está sendo atendida. A redução da vazão começa a ser efetiva a partir já deste mês de junho", disse o Senador. Quanto à obra, ele voltou a alertar o Governo para a necessidade de iniciar o projeto o mais rapidamente. O senador lembrou que já discutiu o assunto com os ministros Aloízio Mercadante (Casa Civil) e Gilberto Occhi (Integração Nacional), além da própria presidenta Dilma Rousseff. A implantação do novo sistema de captação está orçada em R$ 40 milhões.  "Se a decisão não for tomada na próxima semana, estaremos colocando em risco o setor produtivo inteiro que é a fruticultura irrigada. Quero levar o meu apelo ao Governo Federal para que tome uma providência imediata e que a Codevasf possa contratar de imediato o serviço". Mais de 90% da área irrigada no São Francisco é ocupada por pequenos agricultores, com propriedades inferiores a 20 hectares.

Prefeito do Paulista, visita a ocupação Bicho do Mato, em Jaguarana‏

O Prefeito de Paulista, Junior Matuto, foi procurado por pessoas da ocupação Jaguarana, na assinatura de uma ordem de serviço. O prefeito compareceu na ocupação nesta terça-feira 02.06, ouvindo reivindicações. A equipe da Secretaria de Habitação irá a loco na próxima quarta-feira 10.06, realizar cadastro social. Segundo a liderança do movimento tem 50 famílias morando no local. Após a realização do cadastro o prefeito voltará a ocupação “Bicho do Mato” em 30 dias para apresentar uma conclusão para o estudo!

Secretário deixa perguntas sobre situação fiscal do Estado sem respostas

A Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa (Alepe) vê com extrema preocupação a falta de uma agenda por parte do Governo do Estado para a superação do atual quadro de dificuldades econômicas de Pernambuco, que ficou evidenciado no balanço do primeiro quadrimestre fiscal de 2015.

A conclusão a que se pode chegar após a participação do secretário da Fazenda Marcio Stefanni na Comissão de Finanças, Orçamento e Tributação da Assembleia, é de que o Governo Paulo Câmara não apresenta alternativas para sair, por exemplo, do limite prudencial de gastos com a folha de pagamento, acenando inclusive para os servidores públicos do Estado que até agora estão sem perspectiva de reajuste salarial em 2015.

Os deputados da bancada oposicionista também lamentam que alguns questionamentos feitos pelos parlamentares não tenham sido respondidos de forma objetiva pelo Secretário Marcio Stefanni.

Ele não explicou, por exemplo, as razões do crescimento de 30% da dívida fiscal líquida de Pernambuco no primeiro quadrimestre de 2015 em relação ao mesmo período de 2014 (a dívida saltou de 7,49 bilhões para R$ 9,77)Outro dado preocupante é o incrível aumento na Dívida Líquida Previdenciária do Estado, que passou de R$ 42,2 bilhões em abril de 2014 para R$ 185,4 bilhões em 2015.

Estas dívidas têm severa repercussão nos gastos correntes do Estado, seja com juros e amortizações, seja com o pagamento de pensões para os servidores e em nenhum desses casos é possível utilizar recursos de outras fontes, além do caixa do Estado. Os deputados estaduais saíram da audiência sem saber quais são as medidas de curto, médio e longo prazos que estão sendo tomadas para reverter esta situação.

Por fim, a Bancada de Oposição lamenta que o secretário não tenha dado os devidos esclarecimentos em relação à queda dos investimentos nos municípios por meio do FEM (Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal).

Em 2015, foram anunciados recursos da ordem de R$ 260 milhões para a execução do programa. Até agora, nenhum centavo desse montante foi recebido pelos municípios. A situação é bem diferente do que ocorreu em 2013, com repasses de R$ 142 milhões, e em 2014 – ano eleitoral -, que teve como previsão inicial o repasse de R$ 45,6 milhões, ampliada ao longo do ano para R$ 127,8 milhões.

O conjunto da sociedade de Pernambuco espera que o Estado dê respostas firmes e efetivas ao atual quadro desfavorável de nossa economia. Cabe ao Governo do Estado apresentar não apenas o diagnóstico, mas demonstrar claramente o que está sendo feito pela administração estadual para que o Estado volte a ter capacidade de investir no seu crescimento e na qualidade dos serviços oferecidos à população.

Silvio Costa Filho
Bancada de Oposição de Pernambuco