Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Merendeiras que prestam serviço de alimentação para a Prefeitura do Recife ameaçam fazer protesto na próxima segunda - feira (15)

Categoria não recebeu pagamento do salário previsto no quinto dia útil do mês

Cerca de 480 merendeiras que prestam serviço de alimentação em colégios e creches da Prefeitura do Recife ameaçam fazer protesto em frente à PCR na próxima segunda - feira (15). As trabalhadoras reclamam da falta do pagamento do salário do mês de maio, que deveria ser pago até o quinto dia útil deste mês.

A empresa terceirizada ERJ, que faz parte do grupo CBA - Soluções em Benefício Alimentação, alega que há três meses não recebe o valor de repasse da Prefeitura. O Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Refeições Coletivas de PE (Sintercope), filiado à Força Sindical de PE, se reuniu com representantes da empresa terceirizada e definiu um prazo de 72h para que o pagamento do salário possa ser feito. Além do salário atrasado, a empresa não concedeu o auxílio de cestas básicas este mês.

De acordo com o presidente do Sintercope, Paulo da Silva, o sindicato já acionou o Ministério do Trabalho e aguarda uma posição da Prefeitura do Recife e da empresa. "Espero que a empresa tome uma atitude junto com a Prefeitura. O trabalho foi feito, as merendeiras precisam receber o que é de direito delas", explicou Paulo.

SDSCJ na campanha de combate ao trabalho infantil

A data será lembrada com atividades de sensibilização abordagem social.
Ações de conscientização acontecem durante o mês de junho em Pernambuco
 
 
 
 
 
“Não ao Trabalho Infantil. Sim à Educação de Qualidade”. Esse é o tema da
campanha nacional de combate ao trabalho infantil. Em Pernambuco, as ações
estão sendo coordenadas pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança
e Juventude (SDSCJ), por meio do Programa de Erradicação ao Trabalho
Infantil (Peti). Para marcar o compromisso do Governo do Estado com a
temática, a SDSCJ realiza, na próxima sexta-feira (12), Dia Mundial de
Combate ao Trabalho Infantil, ações de sensibilização em três estações do
metrô. As atividades incluem ações de sensibilização da população. O
secretário da SDSCJ, Isaltino Nascimento, irá participar de uma das
atividades, que acontece na Estação Central de Metrô do Recife, a partir
das 9h.
 
 
 
No dia 12 de junho, as equipes da coordenação do Peti do Estado e do Centro
de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) Regional estarão
nas estações do metrô do Recife, de Joana Bezerra e de Afogados
desenvolvendo trabalho de abordagem social. Essa atividade consiste em
sensibilizar os passageiros que circulam nas estações sobre a campanha
contra o trabalho infantil. Além disso, haverá a buscativa para identificar
casos de trabalho infantil nestes lugares. Caso seja comprovada alguma
situação irregular, a equipe do CREAS encaminhará a criança ou o
adolescente para os serviços socioassistenciais do município ou Conselho
Tutelar, onde serão tomadas as medidas necessárias.
 
 
 
A mobilização contra o trabalho infantil é realizada desde o início deste
mês e conta com uma programação bem diversificada. São oficinas de
artesanato, blitze educativas e cinema sobre a temática, palestras
abordando o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, além de
panfletagem nos principais pontos de cada município. No Grande Recife, elas
iniciaram no dia 5 e vão até o dia 28 de junho. Já nas zonas da Mata Norte
e Sul, no Agreste e no Sertão, a programação está mais extensa. As ações
iniciaram no dia 1º e seguem até o dia 29 deste mês.
 
 
 
*NÚMEROS* – Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD)
divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em
2014, no Brasil, estima-se que 3,1 milhões de pessoas, na faixa etária de 5
a 17 anos, estejam submetidos ao trabalho infantil e 486 mil são menores de
13 anos. Em Pernambuco, existem aproximadamente 146 mil crianças e
adolescentes, entre 5 a 17 anos nesta situação.
 
 
 
*Serviço:*
 
Evento: Campanha “Não Trabalho Infantil. Sim à Educação de Qualidade”
 
Local: Estação Central de Metrô do Recife (as ações também acontecem nas
estações de Joana Bezerra e Afogados)
 
Data: 12 de junho
 
Horário: 9h às 12h

Prefeitura do Paulista é premiada por programa de estágio


A Prefeitura do Paulista conquistou o prêmio Melhor Programa de Estágio 2014, promovido pelo Centro de Integração Empresa Escola de Pernambuco (CIEE). Nesta quarta-feira (10.06), o prefeito Junior Matuto, participou da solenidade de premiação, em um restaurante no bairro do Derby, no Recife. O evento também contou com a presença do secretário de Administração, Lúcio Genú.

            Após receber o prêmio, Junior Matuto relembrou o passado e destacou a importância social do estágio para os estudantes. “Comecei minha vida profissional estagiando no Instituto de Previdência Social dos Servidores de Pernambuco (IPSEP), onde tive a oportunidade de adquiri conhecimento pra vida toda. Fico feliz que a prefeitura esteja ajudando na formação desses jovens e receba esse reconhecimento”, disse.


            Além da Prefeitura do Paulista, única gestão municipal, outras empresas e instituições públicas foram premiadas no evento, entre elas a Celpe, a Companhia de Trens Urbanos (CBTU) e a Secretaria de Defesa Social.

Oposição quer contribuir para diálogo entre servidores e Governo do Estado



Recife - O líder da Bancada da Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado estadual Silvio Costa Filho (PTB), participou nesta quarta-feira (10) de um ato promovido pelos servidores públicos do Estado em protesto à falta de diálogo e esclarecimentos da gestão estadual em relação à pauta de reivindicações dos trabalhadores, especialmente o calendário 2015 de negociação salarial.

Falando aos servidores presentes ao ato, no centro do Recife, o parlamentar sugeriu a criação de uma comissão, composta por deputados estaduais, servidores e sindicatos, para que as conversas com o Governo do Estado possam avançar. “A Bancada de Oposição quer se incorporar a este processo de negociação, ajudando a restabelecer o diálogo entre servidores e Poder Executivo”, se comprometeu.

Costa Filho disse que o Governo do Estado não pode, sob a justificativa de crise financeira, sacrificar os servidores públicos, não apontando sequer para uma perspectiva de negociação. “Até agora não estamos vendo uma agenda de valorização do servidor.  A gestão também não apresentou quais serão os caminhos que poderá tomar para sair do Limite Prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal”, reforçou.

Além da falta de diálogo e de perspectivas para o reajuste salarial, o deputado citou como exemplo de desatenção do governo a situação do Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado (Sassepe). “Mesmo contribuindo mensalmente por este plano de assistência à saú