Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

População do Paulista participa da abertura da VII Conferência Municipal de Saúde




Cerca de 150 pessoas, entre elas profissionais da saúde do Paulista, estiveram presentes na tarde desta sexta-feira na abertura da VII Conferência Municipal de Saúde, que traz o tema “Saúde Pública de Qualidade: Direito do Povo Brasileiro”. O encontro, que aconteceu no SESI de Paratibe e segue até domingo (12.07), serviu para reunir a população com os membros da Secretaria de Saúde do município, a fim de discutir e avaliar o serviço prestado pelo órgão municipal.

Na ocasião, além da abertura para a fala da plenária, também aconteceram apresentações culturais. “Esse é o maior evento de saúde do município, onde discutimos não só o que acontece sobre saúde na cidade, mas também todas as influências, como a saúde do estado e da união do Governo Federal. É um momento de avaliação e prestação de contas,” disse o secretário de saúde, Alberto Lima.

A enfermeira Agatha Félix trabalha na prefeitura há oito anos e manifestou sua satisfação em poder participar de mais uma conferência. “Essa oportunidade é de tamanha importância porque temos a abertura de poder discutir as melhorias que o governo trás para nós. O que o SUS tem para a comunidade e para os funcionários e o que podemos fazer para contribuir e melhorar o sistema de saúde,” completou.

De acordo com o prefeito Junior Matuto é importante destacar que a saúde hoje é uma das principais demandas, não só do município, mas do estado e do Brasil como um todo. Matuto falou ainda que o principal objetivo é aproximar o povo cada vez mais da gestão. “Nosso maior desafio na saúde é justamente o de humanizar a relação entre o usuário e o prestador de serviços. E nisso acredito que a conferência serve para expor nossas idéias, a intenção do governo e mais do que isso, mostrar a população tudo que vai e tem sido feito pela saúde no município”, finalizou.

Durante os três dias de evento, os participantes construirão propostas que vão ser utilizadas pela Prefeitura a fim de intensificar e ajustar os programas oferecidos pela rede municipal. As ideias ainda servirão como base para as Conferências Estadual e Nacional de Saúde. A secretária executiva do Ministério da Saúde, Ana Paula Menezes Sóter, também esteve presente no evento. 

A partir das indicações da sociedade serão elaborados os planos de âmbito estadual e nacional para a saúde. Cerca de 300 pessoas devem fazer parte da iniciativa. O SESI Paratibe fica na Rua São Pedro, 2800, em Paratibe.

Confira abaixo a programação completa do evento:

Sábado (11.07)

08 às 10h30 – Continuação do Credenciamento para os retardatários.
08h30 – Leitura e Aprovação do Regimento.
09h – Mesa 2: Perspectivas para o Fortalecimento do Sistema Único de Saúde.
09h30 – Mesa 3: A participação social como estratégia para consolidação do SUS.
10h – Abertura para falas da plenária.
11h – Grupos de Trabalho.
Grupo I – Direito à Saúde, Garantia de Acesso e Atenção de Qualidade.
Grupo II – Participação Social, Informação, Tecnologia e Inovação do SUS.
Grupo III – Valorização do Trabalho e da Educação em Saúde.
Grupo IV – Financiamento do SUS e Relação Público x Privado.
Grupo V – Gestão do SUS e Modelos de Atenção à Saúde.
14 às 16h – Grupos de Trabalho (Continuação).

Domingo (12.07)

08h30 às 13h – Plenária final para aprovação das propostas.
14 às 15h30 – Articulação para eleição dos delegados da VIII Conferência Estadual de Saúde de Pernambuco.
15h30 – Plenária Final para homologação dos Delegados para VIII Conferência Estadual de Saúde e encerramento dos trabalhos.

Pernambuco: Equipe Positronics em ritmo intenso de treinos para Olimpíada Brasileira de Robótica (ORB)‏



O time, composto por cinco equipes com 16 alunos do Colégio Santa Emília, dedica 20 horas por semana aos treinos
Vinte horas de dedicação semanal para treinar e fazer as melhorias necessárias. Esse tem sido o ritmo de preparação da premiada equipe Positronics de Robótica, do Colégio Santa Emília, para seletiva da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), competição mais disputada no Brasil, que acontece em agosto. A missão: desenvolver um robô- resgate que seja capaz de passar por diversos percursos e obstáculos, até salvar a vítima. O time que vai representar Pernambuco na ORB 2015 foi destaque em 2014 ao garantir o segundo lugar nacional em duas categorias.

Composto por cinco equipes e um total de 16 alunos com idade entre 11 e 18 anos, o time intensificou as horas de treino durante as férias. São 20 horas semanais para “rodar” o projeto, testar e fazer as melhorias necessárias, tudo isso sob o comando do mentor Lucas Cavalcanti, ex-aluno da escola, hoje, graduando em engenharia da competição. “Dobramos nossa carga horária porque temos menos de dois meses e muita coisa para construir”, explica.

Para desenvolver cada robô, além das longas horas de dedicação, os alunos também precisam ter conhecimentos em eletrônica, programação, lógica, física e até mesmo conceitos básicos de geometria. Para Lucas, outros pré-requisitos são importantes “É necessário ter muita força de vontade e não ter medo de falhar. Montar robôs é um processo em que precisamos aprender muito com os erros, afinal muita coisa dá errado na hora da competição”, explica.

Otimista e entusiasmado com mais uma participação na competição, Lucas Cavalcanti destaca que a ORB é também oportunidade de aprendizado. “É super importante participar de todas essas competições, elas nos trazem para a realidade e nos ensinam muito, não só assuntos técnicos, mas também muita percepção e tomada de decisão. Afinal, os robôs apresentam problemas durante o campeonato, uma situação que exige muito controle e foco para resolver.”

TÍTULOS: Pioneira em Pernambuco, a equipe de Robótica do Colégio Santa Emília já conquistou diversos títulos na área. Em 2014, a equipe participou do Mundial de Futebol de Robôs (Robocup) no Brasil, conquistando sete premiações para o Brasil, em três categorias, somando três troféus e quatro certificados. Pela primeira vez o mundial foi realizado no Brasil.  Em 2013 o mundial ocorreu na Holanda, onde os alunos trouxeram na bagagem duas premiações para o Brasil, em duas categorias: Categoria “Dance” (Prêmio de melhor performance de super team) e Categoria “Soccer” (Prêmio de melhor trabalho em equipe).

A equipe já representou o Brasil e Pernambuco nos seguintes mundiais de Robótica: (Turquia 2011, México 2012, Holanda 2013 e Brasil 2014). Na Competição Brasileira de Robótica (CBR) de 2014, eles garantiram vaga mais uma vez em um mundial, desta vez, na China. A Robocup é a principal disputa mundial da categoria, e tem como objetivo promover o crescimento e o desenvolvimento das áreas de robótica e inteligência artificial. Mais de cinco mil estudantes participaram da competição.

Em 2012, os alunos do Positronics conquistaram o 1º lugar da Olimpíada Brasileira de Robótica, em Fortaleza, no Ceará, ao criar um robô para resgatar uma "vítima". Foi a primeira vez em que uma equipe do Norte/Nordeste conquistou o título. Os alunos do Colégio Santa Emília também conquistaram o segundo lugar nas categorias RoboCup Junior Dance, nível 2, e Robocup Soccer, nível 1, o quarto lugar no Robocup Junior Dance, nível 1, e ainda foram Medalha de Mérito Internacional da Olimpíada Brasileira de Robótica.

MENTOR – Lucas Cavalcanti assumiu a mentoria da área de Robótica no Colégio Santa Emília. Graduando em engenharia da computação pela UFPE, técnico em eletrônica pelo IFPE. Já participou de vários campeonatos de robótica, nacionais e internacionais, obtendo premiações como 3º lugar no mundial da RoboCup, bi-campeão da Olímpiada Brasileira de Robótica e melhor robô de resgate na RoboCup 2014, todos pela equipe Positronics. Atualmente além de cursar a graduação, atua e pesquisa na área de Robótica pelo C.E.S.A.R. e também orienta as equipes de robótica do Colégio Santa Emília.

SDSCJ celebra os 25 anos do ECA‏

*Palestras sobre Justiça Restaurativa Juvenil e o Plano Decenal de
Atendimento Socioeducativo do Estado marcam evento, na terça-feira (14).
Arte-educadores da ação Amigos da Vida e grupo percussivo do Programa
Atitude fazem apresentação*





A Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ)
promove, nesta terça-feira (14), o Seminário dos 25 anos do Estatuto da
Criança e do Adolescente e seus Desafios. O evento tem o objetivo de
comemorar os 25 anos do ECA, criado em 13