Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Fernando Bezerra Coelho prestigia aniversário de liderança do setor canavieiro na Mata Sul


GAMELEIRA (11/07/2015) - O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) esteve nesse sábado em Gameleira, na Mata Sul do Estado, para participar da festa de aniversário do presidente do Sindicato dos Cultivadores de Cana de Pernambuco (Sindicape) Gerson Carneiro Leão . O empresário foi um dos responsáveis pela articulação que resultou no retorno às atividades da Usina Pumaty, em Joaquim Nabuco, após quase dois anos de paralisação. Funcionando em regime de cooperativa, a Pumaty teve faturamento acima dos R$ 22 milhões, moendo mais de 240 mil toneladas de cana e gerando cerca de 5 mil empregos na região.

"Gerson foi incansável na luta  para que a usina voltasse a moer, gerando emprego e renda para toda a Mata Sul. Vimos o surgimento de um novo modelo de produção para o setor, o cooperado, que une os esforços de empresários, trabalhadores e do setor público na mesma direção", disse o senador. Ele lembrou que conheceu o aniversariante nos anos 90, quando era secretário de Agricultura do Governo Miguel Arraes. Os dois voltaram a se encontrar em 2006, durante a campanha de Eduardo Campos ao governo do Estado. Com a eleição de Eduardo, Fernando assumiu a secretária de Desenvolvimento Econômico e coordenou a Câmara Setorial da Cana de Açúcar, que discutia e buscava soluções para os problemas da cultura canavieira. "Fernando Bezerra Coelho teve um papel fundamental nesta retomada da economia sucroalcooleira. Ele sempre esteve sensível aos nossos pleitos e compreendeu a importância de uma atividade que responde por milhares de empregos e impostos valiosos para o Estado", afirmou Gerson Carneiro Leão.

Além do senador, estiveram presentes empresários, trabalhadores e lideranças políticas, como os deputados estaduais Aluisio Lessa (PSB) e Henrique Queiroz (PR) e os prefeitos socialistas João Carvalho (Joaquim Nabuco) e Geninho (Cortês).

CPI da violência contra jovens negros referenda Frente Parlamentar de Combate ao Extermínio em Pernambuco

O coordenador da Frente Parlamentar da Alepe de Combate ao Extermínio da Juventude Negra em Pernambuco, deputado Ossesio Silva (PRB) solicitou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Violência contra Jovens Negros e Pobres da Câmara dos Deputados a realização de audiência pública, no Recife, na próxima segunda-feira (13). O encontro tem por objetivo debater razões e consequências sociais e econômicas da violência e morte da juventude negra e pobre no Brasil. A reunião tem parceria da Comissão de Cidadania, Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e está marcada para às 9h, no plenário da Casa, com os trabalhos conduzidos pelo presidente da comissão, Reginaldo Lopes (PT-MG), e da relatora, Rosângela Gomes (PRB-RJ).
O Coordenador-geral do grupo, o parlamentar afirmou que o Estado está assistindo ao genocídio dessa população. O encontro tem por objetivo debater razões e consequências sociais e econômicas da violência e morte da juventude negra e pobre no Brasil. A reunião tem parceria da Comissão de Cidadania, Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e está marcada para às 9h, no plenário da Casa, com os trabalhos conduzidos pelo presidente da comissão, Reginaldo Lopes (PT-MG), e da relatora, Rosângela Gomes (PRB-RJ).

A Frente tem por objetivo reunir parlamentares no combate ao preconceito, a discriminação e a violência, para aprofundar, no âmbito da Assembleia Legislativa, as políticas de combate ao extermínio da juventude no estado. “A realização de debates, audiências públicas e eventos relacionados a temática é de suma importância para que possamos nos aprofundar no tema e identificar o que de fato ocorre para que Pernambuco esteja acima da média nacional” explicou o deputado que também apresentou um pedido de informação ao governo do estado solicitando dados e estatísticos da Secretaria estadual de Defesa Social, além das cópias digitais dos investimentos, e do plano de trabalho para o combate e a diminuição da violência contra os jovens negros e pobres no estado. 

“Pernambuco teve a segunda pior colocação no Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência e Desigualdade 2014, estando apenas atrás do estado da Paraíba. A chance de um jovem negro pernambucano ser assassinado é 11,5 vezes maior do que a de um jovem branco no mesmo Estado. Nacionalmente, esse risco é 2,5 vezes maior para os jovens negros.” afirmou o Ossesio, que  será o coordenador-geral da Frente, além de mais cinco membros, a deputada Teresa Leitão e os deputados Professor Lupércio, Eduíno Brito, Edílson Silva e Joel da Harpa.

A audiência pública tem como motivador os dados revelados, em maio passado, pelo relatório “Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência e Desigualdade Racial 2014”. Tendo 2012 como ano-base, o estudo chama a atenção para a violência cometida contra jovens negros entre 12 e 29 anos no Brasil. A CPI vem ao Recife para ouvir diversos setores da sociedade civil e representantes dos órgãos oficiais do Estado ligados ao tema. Foram convidados a participar da audiência a Secretaria de Defesa Social (SDS), a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, o Ministério Público estadual, o Gajop, o Comitê Impulsor da Marcha das Mulheres Negras de Pernambuco, a coordenadora estadual do PRB Igualdade Racial, Ilma Santos, entre outros.