Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Merendeiras do Paulista renovam conhecimentos

As merendeiras da rede municipal de ensino do Paulista participam nesta terça (14) e quarta (15.07) de uma atualização sobre boas práticas alimentares. O grupo, formado por cerca de 120 profissionais, vai receber informações sobre higienização, acondicionamento e manipulação de alimentos; além de planejamento de estoque e prazo de validade. A atividade será ministrada pelo setor de Nutrição da Secretaria Municipal de Educação. O curso acontece, das 9 às 12h, no Centro de Formação de Professores Manoel Victor, na área central do município. 

Festa Ai Meu Corassaum esquenta o Burburinho no próximo sábado

A festa Ai Meu Corassaum completou um ano este mês e para comemorar, promete esquentar a cidade com uma super festa no próximo sábado (18), a partir das 22h.
próxima edição da balada Ai Meu Corassaum – Sou Feito de Açucar acontecerá no Bar Burburinho, localizado na Rua Tomazina Nº 106, Recife Antigo e como sempre, será comandada pelo DJ Mozaum que vai agitar o público com muita cumbia, pop rock, carimbó, anos 80 e outros ritimos, sempre no estilo Ai Meu Corassaum, que vai de Abba a Gretchen, David Bowie a Wando e de Cher a Sara Jane.
A noite contará ainda com a participação da DJ Lala K (Festa Sem Loção), que irá abrilhantar ainda mais o evento. 
A cenografia, que também é ponto alto da balada será assinada pelos VJs Koblitz e Radar que na ocasião irão samplear filmes e clipes ao vivo para ambientar a atmosfera retrô de festa de amigos.
Os ingressos custam R$10,00 e podem ser adquiridos através do site eventick: http://goo.gl/QnI901 ou na bilheteria no dia do evento.
 Serviço:
Ai Meu Corassaum – Sou feito de açúcar
Sábado (18), a partir das 22h, no Bar Burburinho, Rua Tomazina, 106 – Recife Antigo
Entrada: R$ 10,00
Informações: (81) 9 7100.2001 – 9 8532.6635

PERNAMBUCO DE VERDADE NA MATA NORTE

Instrumento de fiscalização da bancada de oposição na Assembleia Legislativa, o projeto Pernambuco de Verdade chega nesta terça-feira (14) à Zona da Mata Norte do Estado. Será a segunda região visitada pelos deputados estaduais em pouco mais de um mês. No dia 10 de junho, eles estiveram na Mata Sul para identificar e denunciar obras paralisadas da Operação Reconstrução, cinco anos após as enchentes. 

O líder da Bancada da Oposição, deputado estadual Silvio Costa Filho (PTB) , diz que a visita à Mata Norte tem um forte significado por conta dos novos empreendimentos na região, a exemplo da FIAT. "O Estado não tem atendido como deveria a população que já residia na Mata Norte e, também este novo contigente de trabalhadores das indústrias, que passaram a residir em municípios como Goiana e Aliança. Eles ainda não contam com o devido acesso a serviços básicos que devem ser oferecidos pelo Governo do Estado, como saúde e educação". 

No giro pela Mata Norte, os deputados estaduais vão visitar Goiana, Aliança, Condado, Carpina e Nazaré da Mata. Nos municípios, aproveitarão para fiscalizar obras e conversar com a população e lideranças locais.

"O Pernambuco de Verdade tem esse objetivo. O de mostrar a realidade de Pernambuco, não o Pernambuco das promessas e da propaganda oficial. Queremos cobrar as soluções", conclui Silvio Costa Filho, lembrando ainda o estado de precariedade das rodovias estaduais que cortam a região. 

ROTEIRO DA VISITA AOS MUNICÍPIOS DA MATA NORTE

- O primeiro compromisso da agenda será em Goiana. Às 9h15, os deputados estaduais estarão na frente da Câmara de Vereadores do município, de onde partem para o início das visitas. A imprensa poderá encontrá-los já na Câmara Municipal e acompanhar toda a agenda. De Goiana, os deputados seguem para Aliança, Condado, Carpina e Nazaré da Mata.

Começa proibição de estacionamento em praça no Centro do Paulista

Medida atende determinação do MPPE
       Agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade e Transportes do Paulista deram início nesta segunda-feira (13.07) a ação educativa que visa coibir o estacionamento no entorno e dentro da Praça João XXIII, no Centro da cidade. Durante a ação, os profissionais da prefeitura colocaram cones ao redor da área de convivência e orientaram os condutores sobre a proibição. A mudança também altera o estacionamento nas vias que dão acesso ao local. O trabalho atende a uma determinação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE).
            Com a iniciativa, os condutores ficam impedidos de deixar o veículo no pátio e junto ao meio-fio que contorna a praça. No lado oposto, ou seja, em frente aos pontos comerciais e residências da via, o estacionamento fica liberado. A medida contempla a rua que leva o mesmo nome da praça, no acesso à Junta Militar, e a Travessa Siqueira Campos, que fica em frente à Câmara de Vereadores da cidade. No caso da Rua do Sossego, também conhecida por Rua das Portas, os condutores não podem estacionar o carro em frente aos estabelecimentos comerciais no perímetro da praça.
            A ação da prefeitura visa devolver a Praça João XXIII à população da cidade, evitando que o local seja ocupado por automóveis. Após o trabalho educativo, o governo municipal vai realizar uma revitalização na área com a finalidade de oferecer um espaço ainda mais adequado aos transeuntes, trabalhadores da área e moradores. A primeira medida a ser adotada é a colocação de correntes no entrono da praça para impedir o estacionamento em definitivo.

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO – De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito (CBT) estacionar o veículo no passeio ou sobre faixa destinada a pedestre; sobre ciclovia ou ciclofaixa; bem como nas ilhas, refúgios, ao lado ou sobre canteiros centrais, divisores de pista de rolamento, marcas de canalização, gramados ou jardim público é considerada uma infração grave. A multa é de R$ 127,69. O condutor que desrespeitar a legislação de trânsito ganha cinco (5) pontos na Carteira Nacional de Habilitação, e tem o veículo removido do local. Aqui em Paulista o automóvel é levado ao depósito da Secretaria de Mobilidade e Transporte. 

Dado Villa-Lobos, um dos artistas mais importantes e influentes da história do rock nacional, apresenta “O Passo do Colapso” no Manhattan Café Theatro

Músico, que lançou recentemente o livro “Memórias de um legionário”, sobe ao palco da casa em duas noites de shows, nos dias 17 e 18 de julho, a partir das 21h.
 Músico, compositor, produtor, integrante da banda Legião Urbana e sobrinho neto de Heitor Villa-Lobos, o artista belga-brasileiro Dado Villa-Lobos traz ao Recife o show do seu segundo trabalho solo, O Passo do Colapso, quando se apresenta em duas noites no Manhattan Café Theatro, nos dias 17 e 18 de julho, a partir das 21h. Os Garçons Cantores abrem as noites.
 O álbum, que reúne 12 canções, traz sucessos como a faixa-título "O Passo do Colapso", "Brilho de gente que faz Brilhar", "O Parto", "Lucidez", "Filho" e "Overdose Coração". Dado ainda apresenta músicas das parcerias com Renato Russo e Marcelo Bonfá nas décadas de 80 e 90, com destaques para “Será”, "Pais e Filhos" e "Perdidos no Espaço". Passo do Colapso foi lançado em 2012 e contou com as participações de Nenung, Mallu Magalhães, Fausto Fawcett e do escritor uruguaio Eduardo Galeano. “O CD procura retratar o momento de incertezas pessoais e financeiras que a humanidade está vivenciando”, revela o cantor.
Dado Villa-Lobos nasceu em Bruxelas, na Bélgica, e mudou-se com a família para Brasília aos 14 anos de idade, onde tomou contato com o movimento de rock que se iniciava no final dos anos 70 e início dos 80, denominado Turma da Colina. Formou a primeira banda, Dado e o Reino Animal, em 1983. Nesse mesmo ano, assumiu a guitarra da Legião Urbana. O músico é o responsável pela produção dos últimos discos da Legião: A Tempestade (ou O Livro dos Dias), Uma Outra Estação e Como É que Se Diz Eu Te Amo. É autor das trilhas sonoras dos filmes O Homem do Ano (de José Henrique Fonseca), Bufo & Spallanzanni (de Flávio Tambellini) - pela qual recebeu o prêmio de Melhor Trilha Sonora no Festival do Cinema Brasileiro, em Miami - e Pro Dia Nascer Feliz (de João Jardim), vencedor do Kikito de Melhor Trilha Sonora no Festival de Gramado de 2006. Ainda em 2006, lançou seu primeiro disco solo, Dado Villa-Lobos e o Jardim de Cactus ao Vivo, em parceria com a MTV dentro do projeto MTV Apresenta.
             A Legião Urbana é até hoje a banda de maior sucesso na história do rock brasileiro. Foram sete álbuns de estúdio e 20 milhões de discos vendidos. E, pela primeira vez, a história do grupo é contada em livro, por um dos seus integrantes. Dados Villa-Lobos acaba de escrever o livro “Memórias de um legionário”.
            Atualmente Dado Villa-Lobos apresenta um programa chamado “Estúdio do Dado”, no canal BIS, de televisão fechada, onde recebe e recebeu grandes nomes da música brasileira, como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Arnaldo Antunes, Marina Lima e Marcelo Jeneci, fazendo uma troca de experiências musicais.

Sobre Memórias de Um Legionário
Trinta anos após o lançamento do seu primeiro disco, a lendária banda Legião Urbana tem a sua história e seus bastidores pela primeira vez contada por um de seus integrantes, o guitarrista Dado Villa-Lobos, também compositor e produtor. 'Memórias de um legionário' é tudo aquilo que um fã ou mesmo um apreciador de biografias sonharia em encontrar em um livro. Relembrando a sua própria trajetória como o guitarrista da banda que, mesmo após 15 anos do seu final, ainda era a terceira que mais vendia discos da gravadora EMI no mundo, Dado, juntamente com os historiadores Felipe Demier e Romulo Mattos, dá detalhes instigantes. Ele, que ingressou na Legião Urbana em 1983, convidado por Renato Russo e Marcelo Bonfá, recorda, por exemplo, shows em que o público se rebelava e criava um caos, jogando pequenas bombas no palco. Para garantir a identidade e sinergia com os fãs e com a história da banda, a capa do livro foi criada pela mesma designer que produzia as capas dos discos da Legião Urbana, Maria Fernanda Villa-Lobos. Através de seu guitarrista, o livro trás a história dessa banda de trajetória intensa e genial, que, apesar de ter encerrado suas atividades em 1996, continua cultuada e venerada por fãs de diferentes gerações e é considerada a melhor banda brasileira de todos os tempos.
           O ingresso individual para os shows custa, para cada dia, a partir de R$ 100. O Manhattan fica na Rua Francisco da Cunha, 881 - Boa Viagem, Recife - PE, 51020-041. Mais informações pelo fone 3325 - 3372. 

Serviço: 
Shows de Dado Villa-Lobos - O Passo do Colapso
Local: Manhattan Café Theatro
Datas: Sexta (17) e Sábado (18)
Hora: A partir das 21h
Ingressos: A partir de R$ 100
Endereço: Rua Francisco da Cunha - 881, Boa Viagem.
Informações e reservas de mesas antecipadas: (81) 3325 3372

Hospital Regional Dom Moura e Hospital das Clínicas firmam parceria em Serviço Social‏‏

O Hospital Regional Dom Moura continua avançando na oferta de serviços
de qualidade, humanizados, e que atendam às necessidades de seus
pacientes, mesmo que estas necessidades não sejam clínicas. Buscando
ampliar este atendimento, o setor de Serviço Social do HRDM está
firmando uma parceria com o Hospital das Clínicas da Universidade
Federal de Pernambuco, objetivando a troca experiências para a
implementação de novas rotinas.

Segundo o diretor do Hospital Regional Dom Moura, Dr. Luiz Melo, a
parceria serve também de exemplo para outras iniciativas: "O Hospital
não é somente emergência, e os vários setores e departamentos estão
buscando ampliar suas atuações. Vejam a Residência Multiprofissional,
que nos trouxe um Prêmio Nacional do Ministério da Saúde. Agora o
Serviço Social com uma parceria importante com o Hospital das
Clínicas. Sabemos que precisamos avançar, e é isto que estamos
fazendo. Todos juntos" - Afirmou o gestor.

Os Assistentes Sociais do Hospital Dom Moura já estiveram no Hospital
das Clínicas, na Capital Pernambucana. No encontro entre as equipes
foram apresentadas as rotinas, organizações, dinâmicas de
funcionamento do setor e a atuação dos assistentes sociais. Na agenda,
outras visitas, inclusive a outras unidades que contem com Serviço Social.

“O Hospital das Clínicas é uma referência em Pernambuco, e por isto
foi escolhido para que pudesse servir de exemplo na reestruturação de
nosso Serviço Social. Além disso, a troca de experiências é
importante, pois temos demandas que o HC não tem, por isto precisamos
buscar novos conhecimentos e práticas, adequando-os à nossa realidade"
- Finaliza Dr. Luiz Melo.