Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Professores da Rede Municipal de Ensino do Paulista decidem paralisar atividades até quarta-feira (12)

Categoria reclama de descontos indevidos em contracheques durante licenças

Os professores da Rede Municipal de Ensino do Paulista-PE, através do Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ensino do Paulista - SINPROP decidiram após assembleia nesta segunda (10) paralisar as atividades até a quarta-feira (12). A categoria reclama de descontos indevidos durante licenças-médicas, licenças-maternidade, licenças-remuneradas e reivindicam a estabilidade salarial.

Nesta segunda (10), os professores realizaram uma manifestação no centro do município e invadiram a Secretaria de Administração da cidade solicitando uma explicação por parte do governo municipal a respeito da situação. De acordo com Gilberto Sabino, presidente do Sinprop, o secretário Lúcio Genú informou que não estava ciente do ato, mesmo tendo sido comunicado oficialmente.

"Muitos professores tiveram perdas em seus salários, estando em licença, direitos salariais que foram abruptamente retirados. Se um professor hoje em Paulista precisar tirar alguma licença por motivos de saúde, gestação ou até para estudar, terá indevidamente perdas em seus salários", explicou Sabino. Uma nova assembleia acontece nesta quarta (12) às 8h, no auditório do Sindicato dos Tecelões, localizado no centro do Paulista.