Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Deputado Ossesio Silva comenta avanços conquistados com a Lei de Cotas nas universidades públicas

 
O deputado Ossesio Silva (PRB) destacou os avanços alcançados três anos após a publicação da Lei Federal n° 12.711, que estabelece cotas para alunos provenientes de escolas públicas – autodeclarados negros, pardos e indígenas – nas instituições federais de Ensino Técnico e Superior.

Em discurso na Reunião Plenária desta segunda (31), o parlamentar informou que, segundo dados do Ministério da Educação (MEC), das cerca de 170 mil vagas disponibilizadas pelas instituições federais participantes do sistema, em 2014, 40% já foram preenchidas por estudantes com esse perfil.

“Neste período, pudemos perceber o quanto políticas públicas deste tipo são fundamentais para minimizar a desigualdade social de nosso País”, afirmou Silva, que creditou esta conquista à grande mobilização dos movimentos sociais da comunidade negra.

O parlamentar comentou, ainda, que os negros já são os maiores favorecidos pelos programas Universidade para Todos (Prouni) e Fundo de Financiamento Infantil (Fies), representando 52% e 50,7% dos beneficiários das iniciativas, respectivamente. “Estas são outras ferramentas que auxiliam esses jovens a ingressarem e permanecerem no Ensino Superior privado”, concluiu.

fonte: Alepe com informações da Ascom

Faculdade dos Guararapes sedia exposição inédita da ONU





Mostra gratuita é aberta ao público e relembra o tráfico de escravos e a cultura afrodescendente.

Vídeos e 11 paineis estão expostos no campus Piedade da instituição de ensino


Em comemoração à Década Internacional dos Afrodecendentes (2015-2024), a Faculdade dos Guararapes (FG) – integrante da rede internacional de universidades Laureate – sedia, até o próximo dia 19 de setembro, a exposição inédita da Organização das Nações Unidas (ONU), intitulada como “Forever Free – Livres para sempre”. A mostra é gratuita e está disponível no hall da FG, no campus Piedade.



Ao todo são 11 painés - com informações e imagens - selecionados pelo Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), para relembrar a trágica história do tráfico transatlântico de escravos, retratando também o legado dos sobreviventes. Retrata ainda os movimentos de revolta, Zumbi dos Palmares e intolerância contra as religiões de matrizes africanas.



De acordo com o diretor de Extensão da FG, Raniere Rodrigues, a iniciativa é uma maneira de dialogar com a sociedade temas como racismo, direitos humanos, inclusão e reparação. No Brasil, a FG é o único local onde a mostra está disponível ao público. Antes de Pernambuco, a mostra passou pelo Rio de Janeiro e Bahia.

Vídeos

Além da exposição, o público também poderá conferir, até sexta-feira (04), oito vídeos que tratam a temática (www.decada-afro-onu.org/videos.shtml). Os documentários também estão sendo exibidos no hall da FG, nos três turnos. Após o fim da exposição, os painéis ficarão expostos em um mural, na própria instituição, até dezembro.



#Serviço:

O quê: Exposição Forever Free – Livres para sempre

Onde: No hall da Faculdade dos Guararapes, na Rua Comendador José Didier, 27, Piedade.

Quando: Até 19 de setembro

Quanto: Entrada gratuita
Horário: 8h às 22h