Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Paulista promove III Feira de Artes e Artesanato


Os artesãos da cidade do Paulista terão a oportunidade de divulgar e vender seus trabalhos, na III Feira de Artes e Artesanatos realizada pelo município. O evento, que vai acontecer entre o período de 08/09 a 13/09, na Praça João Pessoa, Centro, das 9h às 21h, é coordenado pela Secretaria de Turismo e Cultura do Paulista, em parceria com o PAPE (Programa do Artesanato de Pernambuco).
 A ação, que tem o intuito de apoiar o empreendedorismo local, contemplará cerca de 100 profissionais que fazem parte de oito associações cadastradas na Secretaria de Turismo e Cultura do Município.

Seminário: "Malunguinho 180 vivo na alma de um povo", no dia 4 de setembro, na Fundaj/Casa Forte .

Um herói negro há 180 anos atrás foi morto violentamente nas terras da antiga Maricota, hoje Abreu e Lima/PE. Foi comunicada e registrada sua morte em 18 de Setembro de 1835. Seu nome era João Batista, último líder do Quilombo do Catucá, conhecido como Malunguinho, herói do povo negro e indígena de Pernambuco.
 
Sua força, luta e valor foram tão grandes que seu povo o reconheceu, e o imortalizou na Jurema Sagrada como divindade, o Reis da Jurema, o Reis da Mata, o Reis Malunguinho, chefe mitológico dos portões sagrados desta religião de matriz indígena do Nordeste do Brasil. Ele é o único líder quilombola da história do país a ter sido deificado, certificando assim sua importância histórica na luta por liberdade dos negros(as) e indígenas na Mata Norte de Pernambuco, na primeira metade do século XIX.
 
Exú/trunqueiro, Caboclo, Mestre e Reis. Malunguinho não foi apenas um, mas sim vários líderes que por mais de 40 anos lutaram no Catucá por liberdade, direitos iguais e reforma agrária.
 
No passar de 180 anos, se assistiu a falsa “abolição da escravatura”, a luta por cidadania dos negros(as) e indígenas neste país. Vimos os movimentos negros crescerem e as lutas indígenas ocuparem gradativamente o cenário político. Assistimos o STF aprovar por unanimidade a legalidade das cotas raciais, e, antes deste fato, vivenciamos a efetivação das cotas para negros(as) e indígenas nas universidades... Também vimos o povo de terreiro de todo Brasil se levantar e partir para a luta por espaço político, se organizando em conferências nacionais de promoção de igualdade racial, cultura e direitos humanos entre outras. Muitos fatos de reversão histórica da posição desprivilegiada da população negra e indígena ainda estão em lento processo de consolidação, e Malunguinho, em seu cosmos, vivo na alma do Povo da Jurema, ajudou, e ainda ajuda estas populações a sobreviverem a todas violações de direitos humanos, racismo e intolerância religiosa que nossa sociedade ainda proporciona abertamente.
 
Nestes 180 anos, desde a morte de João Batista, o acolhimento, a defesa e a força de sua história ainda nos inspira a celebrá-lo pelos seus feitos que permeiam nossos cotidianos.
Nos últimos 11 anos o QCM – Quilombo Cultural Malunguinho, inspirado pela pesquisa do professor PhD Marcus Carvalho e, pelo sonho do extermínio do racismo, resolveu trazer a tona a figura de Malunguinho como forma de revelar heróis negros e indígenas do Brasil. Estratégia de luta e resistência para o fortalecimento da auto-estima das populações negras e indígenas e povos tradicionais de terreiro, que sofrem sem grandes referenciais heróicas. O QCM, que realiza diversas atividades entorno destes temas, mais uma vez celebra a memória de Malunguinho como nosso herói negro/indígena pernambucano, e também nosso patrono espiritual.
 
Em parceria com o Professor Dr. Marcus Carvalho - UFPE e a FUNDAJ – Fundação Joaquim Nabuco, realizam o Seminário “Malunguinho – 180 anos vivo na alma de um povo”, com o objetivo de congregar os saberes acadêmicos sobre a história dos quilombos e resistência negra/indígena em Pernambuco, a discussão sobre direitos humanos e intolerância religiosa, meio ambiente, história e os saberes tradicionais do povo de terreiro.
 
Esta atividade acontecerá fortalecida pela lei estadual da Semana da Vivência e Prática da Cultura Afro Pernambucana, a Lei Malunguinho de n°. 12.635/07, fruto de toda esta luta.
Sobô Nirê Mafá!
 
Que todas as nações e povos sejam bem vindos!
 
Alexandre L’OmiL’Odò 
Coordenação Geral 
 
Seminário 
Malunguinho – 180 anos vivo na alma de um povo 
Dia 04 de Setembro de 2015
Horário: 08 às 17h
Local: FUNDAJ – Fundação Joaquim Nabuco
Av. 17 de Agosto, 2187 – Casa Forte - Auditório Calouste Gulbenkian
150 vagas
Será dado certificado
Cerimonial Ricardo de Tertuliano
Inscrições pelo e-mail:quilombo.cultural.malunguinho@gmail.com
Secretária: Maria Betânia de Sibamba – 81 99901-3736 (TIM) / 98810-5925 (Oi)
Informações gerais em: www.qcmalunguinho.blogspot.com
 
Programação 
- Programação sujeita a alterações
 
Dia 04/09 
De 08 às 09h – Credenciamento no local do evento
09h – Abertura: Ritual com sacerdotes da Jurema celebrando Malunguinho
09:20h – Mesa Institucional de Abertura com representantes religiosos, instituições e academia
09h e 40min – Conferência Magna – Malunguinho - 180 anos vivo da alma de um povo.
Conferencista: Professor PhD Marcus Carvalho – UFPE
Coordenador da Mesa: Hildo Leal da Rosa – Arquivo Público Estadual/PE
Expositores: Quilombo Cultural Malunguinho - Professor Mestrando Alexandre L’Omi L’Odò – UNICAP e Professor João Monteiro
10h e 30min – Debate
11h – Coffe Breack
11:20h – Mesa redonda: A Jurema como elemento de preservação da história
Palestrante: Professor Dr. Sandro Guimarães de Salles – UFPE
Coordenador da Mesa: Professor Dr. Sergio Sezino Douets Vasconcelos - UNICAP
12h – Debate
12:30h – Almoço - Rest. Solar do Carrapicho (dentro da FUNDAJ)
14h – Mesa Redonda – Povos indígenas em Pernambuco: afirmando suas expressões socioculturais para garantia de direitos
Palestrante: Professor Dr. Edson Silva - UFPE
Coordenador da Mesa: Rogério Onofre - Estudante de História - UFPE e representante do Povo indígena Fulni-ô.
14:40h – Debate
15h – Mesa Redonda – O Povo de Terreiro e a luta por direitos humanos no Brasil – 180 de violações
Palestrante: Professora Dra. Marga Janete Ströher – Núcleo de Pesquisa de Gênero EST/RS e RENADIR
Coordenador da Mesa: Paulo Roberto Xavier de Moraes - Secretário Executivo de Diretos Humanos da PCR (a confirmar)
15:40h – Debate
16h – Coffe Break
16:15h – Conferência de Encerramento: Racismo e luta do povo negro no Brasil
Conferencista: Professor Dr. José Jorge de Carvalho – INCTI/UnB
Coordenadora da Mesa: Professora Dra. Cibele Rodrigues - Pesquisadora da Fundaj 
16:50 – Debate
17h – Encerramento – Fumaçada dos Senhores Mestres
Instituição que apoiam o evento: Prefeitura de Abreu e Lima, Terreiro de Jurema Casa das Matas do Reis Malunguinho e Ilé Iyemojá Ògúnté.
 
Alexandre L'Omi L'Odò 
Quilombo Cultural Malunguinho 
Coordenação Geral 
Fonte: http://qcmalunguinho.blogspot.com.br/2015/07/seminario-malunguinho-180-anos-vivo-na.html

DIA DAS CRIANÇAS DA PRAIA MARIA FARINHA

É o resultado do trabalho conjunto de pessoas da comunidade preocupadas com as Crianças, que nos últimos anos passam por momentos permanentes de ociosidade e passividade de movimentos populares que envolvam a agregação social de sua gente e de sua raiz. Trata-se de uma Grande Concentração, com apresentação de Grupos artísticos. Com o propósito de desenvolver atividades sócio-educativas, voltadas, principalmente para as crianças.
 Sendo uma ferramenta de interação entre as ações da Prefeitura, Empresas Parceiras (Privadas) e a população, ao mesmo tempo em que reforçará a ocupação da Praça Comunitária, área vocacionada para receber turistas e cidadãos. No entanto o público terá com o evento, além da diversão e lazer gratuitos, outras compensações como segurança, Informações contra acidentes e funcionalidade.

LOCAL E DATA

 A programação acontecerá no dia 18/10/15, na Praça Comunitária, situada na Avenida Rui Barbosa, nº 227, na frente da Escola Municipal Irmã Assunta, no Bairro de Maria Farinha.
Local com acesso facilitado ao transporte público e estacionamento, no horário das 10h às 18h e contará com brincadeiras, espetáculos, peças teatrais, um torneio de futebol infantil.
Além disso, haverá um Concurso pela 1ª vez no Município do Paulista: A BATALHA DO PASSINHO. Aonde iremos eleger Junto com a Dupla Afala e Case (Mcs), a melhor criança que dançar o famoso “passinho”, que hoje tirou muitas crianças da criminalidade na Cidade do Rio de Janeiro.

Venha e Participe!
COMISSÃO DE MORADORES

DA PRAIA DE MARIA FARINHA

CONCURSO “DUELO DO PASSINHO”



REGULAMENTO:

1º O Concurso denominado “DUELO DO PASSINHO”, trata-se de um concurso cultural a ser realizado, dentre o evento Dia das Crianças da Comunidade de Maria Farinha, Paulista, no dia 18 de Outubro de 2015, a partir das 10:00h.

2º O candidato poderá ser Apenas Menor de Idade.  Tal idade Maxima 15 anos com autorização dos pais ou responsáveis.

3º O Candidato é responsável pela sua musica de apresentação.

4º Os vencedores, farão sessões de foto para os organizadores

5º As candidatos serão obrigados a participar de reunião e um ensaio antes do evento.


6º É obrigatório anexar a foto do candidato na ficha de inscrição, assim como a cópia do RG do seu responsável junto a autorização assinada.

   
                              Participe.

COMISSÃO DE MORADORES
DA PRAIA DE MARIA FARINHA

4ª Conferência Municipal da Juventude discute políticas públicas para o jovem de Olinda

Por Tiago Peixoto


Foto: Diego/ Prefeitura de Olinda
 

Um espaço para que a juventude pudesse expor suas ideias. Assim foi a 4ª Conferência Municipal de Juventude de Olinda, que aconteceu no dia 28 de agosto na Faccotur. Estudantes de todas as Regiões Políticos Administrativas (RPA) da cidade se fizeram presentes no evento, que foi uma oportunidade de debater temas como saúde, direto à cidade, participação política, cultura, esporte e educação, para que os jovens possam conhecer seus direitos e ajudar a construir uma sociedade melhor. Atualmente, o município possui cerca de 25% de sua população considerada jovem, com idade entre 15 e 29 anos.
O coordenador de Juventude de Olinda, Matheus Lins falou sobre o evento. “O processo reuniu centenas de jovens da cidade inteira, discutindo os rumos e futuros das políticas públicas para a juventude em Olinda. Estamos fazendo aqui um debate afirmativo, elaborando propostas para levarmos as etapas estadual e nacional, levando toda irreverência, toda combatividade e todo o pensamento de mudança. A 4ª Conferência tem o intuito de planejar que façamos nossa sociedade melhor para as gerações futuras. Que tenhamos o potencial de agregar nossos jovens, e fazer um desenvolvimento ainda maior em nossa cidade”.

“Aqui discutimos as prioridades que são traçadas, para que possamos fortalecer as políticas públicas de juventude no município, e definir os rumos que iremos caminhar pelos próximos dois anos”, declarou o secretário executivo de Esportes, Lazer e Juventude, Luiz Neto. No evento, foram eleitos delegados para participarem da Conferência Estadual.

Conferência Nacional de Juventude – A 4ª Conferência Municipal de Juventude é uma etapa preparatória da 3ª Conferência Nacional de Juventude que acontece em Brasília, no mês de dezembro, onde suas propostas servirão de subsídio para a elaboração do Plano Nacional de Juventude. Trata-se de um amplo processo de debate e participação sobre o que a juventude quer para o Brasil. Seu tema é “As várias formas de mudar o Brasil”.
Todos podem participar, enviando sugestões pelo seu aparelho celular através do aplicativo oficial da #3ConfJuv, e que está disponível no site do evento.

Maciel Salú e Israel França iniciam turnê nacional na Escola João Pernambuco



A Escola Municipal de Arte João Pernambuco, na Várzea, presenciou, na manhã desta terça (1), a apresentação inaugural da turnê O Duelo da Rabeca com o Violino - Uma peleja de amor à música!. Englobando shows e aulas- espetáculo, o projeto tem como protagonistas o rabequeiro Maciel Salú e o violinista Israel França, que mostram as diferenças e semelhanças entre seus instrumentos e contam suas trajetórias de vida. A partir de outubro, a turnê chegará a Salvador, São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba e Belém, encerrando-se no Teatro de Santa Isabel, no Recife, em 1° de dezembro.

Herdeiro da tradição do clã Salustiano, Maciel Salú vive a cultura popular desde a infância. "É muito bom fazer a estreia do nosso show aqui na João Pernambuco, uma escola pública de arte. Tive a honra de aprender com meu pai, Mestre Salustiano, todo o rico legado cultural da rabeca, do cavalo marinho e do maracatu. A rabeca é minha parceira de vida. Um instrumento de origem árabe, trazido para cá pelos europeus, que estava esquecido até a década de 1990", explicou Salú, que já fez parte de bandas como Chão e Chinelo, Orchestra Santa Massa e hoje toca na Orquestra Contemporânea de Olinda, além de desenvolver trabalho solo.

Já o maestro Israel França nasceu no bairro de Peixinhos, na periferia de Olinda, onde começou a estudar música na escola. "Depois comecei a aprender o violino, o que mudou minha vida. Era difícil, às vezes eu tinha que ir andando de Peixinhos até a avenida Dantas Barreto, no centro do Recife. Fui para Lisboa em 1990 e depois para Espanha", conta. Um episódio de preconceito ocorrido na infância o marcou: estava correndo na rua, com seu violino, e foi preso pela polícia por suspeita de roubo. Para provar que era o verdadeiro dono do instrumento, tocou "Jesus Alegria dos Homens", do compositor Johan Sebastian Bach.

"Riqueza" - Mostrando que o "duelo" entre a rabeca e o violino é, na verdade, uma soma, Israel e Salú uniram forças para tocar músicas como "O Trenzinho Caipira", de Heitor Villa-Lobos, e "As Quatro Estações", de Vivaldi. O espetáculo teve a participação da bailarina e coreógrafa Maria Paula Costa Rêgo, do desenhista Toni Braga e do grupo de chorinho Regional Recifense, formado por alunos da João Pernambuco. "É um grande riqueza ver essa interação entre rabeca e violino, um erudito e o outro popular", comentou o diretor da escola, Abraão Marreira.

Convidado pelos artistas para subir ao palco e conhecer a rabeca, o estudante Felipe César, de 24 anos, aprovou a experiência. "Moro em São Lourenço da Mata e estou começando a estudar violino. Essa interação entre os dois instrumentos, um mais refinado e o outro parecendo mais rústico, foi muito boa", afirmou. "O espetáculo une música, dança e artes visuais. É um momento único para mostrar como um instrumento musical pode mudar a vida das pessoas para sempre", ressalta a idealizadora do projeto, Margot Rodrigues.

Informações da Assessoria de Imprensa da PCR.

Recife é a primeira cidade do Brasil a regulamentar seus Jardins Históricos

A cidade do Recife, de forma inédita no Brasil, adotou o mesmo conceito que o da Carta de Florença, editada pelo Conselho Internacional de Monumentos e Sítios, e pelo Comitê Internacional de Jardins e Sítios Históricos, em 1981. A iniciativa significa a transformação de 15 áreas verdes projetadas pelo paisagista brasileiro reconhecido internacionalmente Roberto Burle Marx, em patrimônio histórico e ambiental do Recife. Na tarde desta segunda-feira (31), o prefeito Geraldo Julio assinou o decreto que vai instituir os espaços como os primeiros Jardins Históricos da cidade, uma das novas categorias previstas no Sistema Municipal de Unidades Protegidas (Smup).

Após receber tratamento, tartaruga é devolvida ao mar de Porto de Galinhas

 
Uma tartaruga da espécie verde (Chelonia Mydas) encontrada na faixa de areia da praia de Maracaípe, Ipojuca, no dia 15 de julho será devolvida ao mar na manhã desta quinta-feira (03). A devolução será realizada pela equipe da ONG Eco Associados, entidade conveniada com a prefeitura, através da Secretaria de Meio Ambiente do Ipojuca. A soltura ocorrerá a partir das 11h na praia de Porto de Galinhas, em frente à antiga casa do Governador. 
 
Com 103 kg e 1,1 m de comprimento, o animal, um macho adulto com idade aproximada de 70 anos foi encontrado com sintomas de inflamação, pneumonia e apresentando rins paralisados. Após feito os primeiros socorros, a tartaruga foi levada à sede da ONG em Porto de Galinhas para os cuidados da equipe de biólogos da entidade.  Os exames laboratoriais foram realizados em uma clínica no Recife. 
 
Com idade aproximada entre 60 e 70 anos, a tartaruga será batizada através de uma enquete realizada com os alunos da Escola Municipal Manoel Uchôa, de Porto de Galinhas. Os nomes sugeridos para votação foram Michelangelo, Donatello, Rafael e Leonardo, os mesmos utilizados pelos personagens do desenho animado “ As Tartarugas Ninjas”. O resultado será conhecido nesta quinta-feira (03). 
 
A tartaruga-verde (Chelonia mydas) é uma tartaruga marinha da família Cheloniidae. A espécie é herbívora e está distribuída por todos os oceanos, nas zonas de águas tropicais e subtropicais. Seu nome deve-se à coloração esverdeada da sua gordura corporal. 

Pernambuco ganha nova fábrica de eletroportáteis



Três meses após assinatura do protocolo de intenções com o Governo do Estado, o Groupe SEB inaugurou, na última sexta-feira (28), sua nova fábrica no município de Jaboatão dos Guararapes. Líder mundial no mercado de eletroportáteis, a empresa opera no Nordeste desde 2003, a partir de sua atual fábrica no Recife. O investimento na expansão das operações é de R$ 25 milhões, com geração de 211 empregos.

A nova unidade terá capacidade de produzir 2 milhões de unidades ao ano, ampliando em 112% a produção local, o que contribuirá para o reforço na presença da marca Arno no País, especialmente no Nordeste. “O novo investimento do Groupe SEB reforça que consolidamo