Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Miguel Coelho discute situação da rede de saúde militar com comandante da PM


 Após receber diversas reclamações da corporação sobre o sistema de saúde que atende os policiais e bombeiros pernambucanos, os deputados estaduais Miguel Coelho e Joel da Harpa visitaram, nesta terça-feira (08), a sede do comando geral da Polícia Militar, no Recife. No encontro, os parlamentares discutiram a situação dos hospitais militares, além do plano de atendimento médico dos cerca de 70 mil usuários ativos e inativos da rede militar.



Entre os principais gargalos apontados pelo comando está a diminuição de recursos para subsidiar o setor por conta da queda na arrecadação no estado. A redução de receita e os ajustes no orçamento da PM têm dificultado a manutenção da rede hospitalar e o pagamento de convênios com as prestadoras de serviços e profissionais da saúde.
Durante a conversa, o deputado Miguel Coelho propôs a criação de um grupo técnico composto por oficiais, associações de cabos e soldados, parlamentares e Governo do Estado para fechar uma pauta de prioridades para melhorar o sistema. “É um momento difícil para nosso estado com essa crise econômica. Mas o militar e seus familiares precisam de um atendimento médico de qualidade para ter a tranquilidade de oferecer a segurança a todos os pernambucanos. Acredito que a criação de uma agenda de prioridades, poderá ajudar a encontrar um ponto de equilíbrio que mantenha o sistema, mas não inviabilize o orçamento do Governo”, ponderou Miguel.

Os deputados ainda visitaram o Hospital Geral da Polícia Militar e constataram alguns problemas como demora no atendimento. “O Sistema de Saúde tem uma importância gigante para o Pacto Pela Vida, porque diz respeito à saúde dos agentes de segurança pública que estão nas ruas. Iremos propor um projeto para viabilizar recursos e resolver esse gargalo”, adiantou Joel da Harpa, que preside a Frente Parlamentar de Segurança da Assembleia Legislativa.

Atualmente, o Sistema de Saúde Militar conta com três hospitais, no Recife, Caruaru e Petrolina. Segundo, o comando da PM existe a necessidade de construção de uma nova unidade em Serra Talhada para atender os policiais do Sertão central e Araripe. “Com a visita, os deputados puderam compreender melhor as dificuldades enfrentadas pela corporação, e podem nos ajudar a atender as demandas da sociedade e do nosso público interno”, explicou o coronel Pereira Neto, comandante-geral da PM.


​Fotos: Rinaldo Marques​

Ministro Armando Monteiro lidera missão comercial para o Paraguai


Comitiva reúne 59 empresas brasileiras de sete setores da economia. Agenda prevê rodadas de negócio com empresários em Assunção e Cidade do Leste

Brasília  O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, lidera um grupo com 59 empresas e 11 entidades brasileiras de sete setores em uma missão comercial ao Paraguai, nesta quarta-feira (9), com o objetivo de aumentar o comércio e os investimentos bilaterais. Também integram a comitiva o subsecretário-geral da América do Sul, Central e do Caribe do Ministério das Relações Exteriores (MRE), Antonio Simões, o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), David Barioni Neto, e o vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Olavo Machado Junior.

Os sete setores da economia confirmados para integrar a missão – autopeças; têxteis e confecções; couro e calçados; alimentos processados; produtos químicos; indústria naval; e indústria metal-mecânica – apresentam alto potencial para a integração de cadeias produtivas dos dois países. Estarão presentes empresas e entidades de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Goiás.

Agenda - O primeiro compromisso será na tarde da própria quarta, em Assunção, onde a delegação será recepcionada. Na quinta-feira (10), será iniciada a agenda oficial, quando o Ministro terá, pela manhã, audiência com o presidente paraguaio, Horacio Cartes, no Palácio do Governo, para tratar de temas como integração produtiva e aumento do comércio bilateral.

Em seguida, Monteiro fará a abertura do Seminário Empresarial Brasil - Paraguai, organizado pela Apex-Brasil, Rediex, agência de fomento às exportações e investimentos do Paraguai, e CNI. Após a abertura do seminário, Armando Monteiro e o ministro da Indústria e Comércio (MIC) paraguaio, Gustavo Leite, participam da reunião bilateral ministerial.

Logo após a reunião, às 11h20, os ministros Armando Monteiro e Gustavo Leite falam com a imprensa no local do evento.

Às 14h30, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil seguirá para Cidade do Leste, na fronteira com o Brasil, para um encontro com empresários na Governança do Alto Paraná.

Armando Monteiro avalia que a missão comercial é uma forma de aproximar os setores produtivos dos dois países e para que os empresários brasileiros conheçam as oportunidades comerciais e de investimento no país vizinho. "Trabalhamos fortemente para expandir a atuação brasileira em mercados prioritários. A América do Sul tem muito potencial e pode dar uma resposta rápida às demandas brasileiras. Há que se destacar que o Paraguai vem apresentando expressivo crescimento de sua economia, e que o PIB, em 2014, cresceu 4,4% segundo o Banco Mundial”, ressaltou.

Para o presidente da Apex-Brasil, David Barioni Neto, “a missão ao Paraguai traz um importante elemento para a ação de internacionalização produtiva, pois constitui-se em uma estratégia de expansão, apresentando vantagens como o aumento da competitividade das empresas e a facilidade de acesso a terceiros mercados”.

“Incentivamos os empresários brasileiros a expandir seus negócios além das fronteiras, assim a indústria nacional ganha competitividade e se fortalece para operar no Brasil”, diz o vice-presidente da CNI, Olavo Machado Junior.

Na avaliação de Antonio Simões, “além de ser sócio e aliado no Mercosul, o Paraguai oferece diversas vantagens comparativas, como a ampla oferta de energia proveniente da usina binacional de Itaipu e a proximidade estratégica das regiões Sul e Centro-Oeste do Brasil. O Paraguai é um parceiro com oportunidades muito concretas para a indústria brasileira, e o governo paraguaio vem buscando criar um ambiente de negócios que estimule a integração produtiva", disse.

Corrente de comércio - O Paraguai está entre os 32 países apontados como prioritários no Plano Nacional de Exportações, lançado em junho deste ano pelo governo federal. Entre as ações previstas no plano para 2015 com o Paraguai está a realização de reuniões periódicas para fortalecimento dos mecanismos bilaterais de comércio e investimentos.

Entre os meses de janeiro e agosto de 2015, as exportações brasileiras para o Paraguai totalizaram US$ 1,661 bilhão e as importações, US$ 603 milhões, resultando em um superávit na balança comercial brasileira de US$ 1,058 bilhão. Neste período, o Paraguai se consolidou como 20º destino das exportações brasileiras e a 36ª origem das importações. As exportações brasileiras para o Paraguai são majoritariamente de produtos manufaturados (94,3%), enquanto os básicos representaram 4,8% e os semimanufaturados, 0,9%. Ao todo, 3.755 empresas brasileiras exportaram para o Paraguai no período, 2% a mais que no mesmo período de 2014 (3.683).

Entre os principais produtos na pauta exportadora brasileira estão adubos e fertilizantes, aviões, máquinas e aparelhos agrícolas, cerveja de malte, fumo em folhas, polímero de etileno, motores, geradores e transformadores. Pelo lado da importação de produtos do Paraguai, destaque para soja em grãos, carne bovina congelada, fios e cabos para uso elétrico, arroz em grão e trigo em grão.

Serviços - Em 2014 – último dado disponível – as exportações de serviços brasileiros totalizaram US$ 66,8 milhões, enquanto as importações de serviços paraguaios somaram US$ 50,4 milhões, o que resultou em um superávit para o Brasil de US$ 16,4 milhões. Os principais serviços da pauta são transporte rodoviário e aquaviário de cargas, telefonia, armazenagem em depósitos, serviços de engenharia, projetos e programas de tecnologia da informação.

Crédito da foto: MDIC/Divulgação

Abaixo-assinado pede volta dos caixas eletrônicos nas estações de metrô

Lideranças comunitárias entregam na tarde desta terça-feira (08) um abaixo-assinado solicitando a volta dos caixas eletrônicos retirados das estações de metrô. O documento, que conta com mais de 23 mil assinaturas, será entregue ao superintendente da CBTU, Bartolomeu Carvalho, em um encontro marcado para as 16h, em frente à entrada principal da Estação Recife, no bairro de São José, Centro.
Os líderes comunitários começaram o movimento logo após os equipamentos serem desinstalados, visto que os caixas eletrônicos nas estações, por vezes, eram os únicos locais – ou os mais próximos – disponíveis para transações bancárias em determinadas comunidades. O documento também será entregue às prefeituras do Recife e Jaboatão, Governo do Estado e ao Ministério das Cidades, em Brasília.
A Multibanco, empresa que administra o contrato dos caixas eletrônicos nas estações de metrô de Pernambuco, cumpriu a exigência feita pela CBTU e retirou os equipamentos no final do mês de agosto. Com a medida, os usuários responsáveis pela média de 630 mil transações mensais deixaram de usufruir de um serviço rápido, cômodo e seguro. Durante os três anos em que os caixas eletrônicos fizeram parte do dia a dia de quem utiliza o metrô, as duas tentativas de arrombamento acontecidas no final de julho e começo de agosto, foram as únicas ocorrências registradas.
 A Multibanco reitera que os crimes foram cometidos fora do horário de funcionamento do metrô e que nada foi levado dos caixas, já que os equipamentos dispõem de um forte sistema de segurança, além de contar com monitoramento através de gravação de imagens em todas as estações. Em pesquisa realizada no ano passado, os usuários do metrô indicaram sentir mais segurança de utilizar os caixas eletrônicos dentro das estações do que em outros ambientes disponíveis nas cidades. A pesquisa também apontou que o sentimento de insegurança nas estações é devido à falta de policiamento, isentando dos caixas eletrônicos a responsabilidade das ocorrências violentas no local.

Paulista realiza III Feira de Artes e Artesanato

Cerca de 80 artesãos que moram no Paulista irão expor e vender seus trabalhos confeccionados à mão na III Feira de Artes e Artesanato do município. O evento começará nesta quarta-feira (09.09) e vai até o dia 20 deste mês, das 9 às 21h. A iniciativa acontecerá na Praça João Pessoa, no Centro da cidade.
A feira é resultado de uma parceria entre a Prefeitura do Paulista e o Programa de Artesanato de Pernambuco (PAPE) com o propósito de incentivar a mão de obra local. Os profissionais que irão expor os produtos no local fazem parte de oito associações de artesanato ligadas à Secretaria Municipal de Turismo. Os artigos serão comercializados por preços que variam de cinco a duzentos reais.  

Continuam abertas inscrições gratuitas para curso de Reciclador no Paulista

Recicladores ou pessoas interessadas em conseguir qualificação na área têm uma boa oportunidade. Seguem abertas as inscrições gratuitas para o curso promovido pela Prefeitura do Paulista, em parceria com o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Os interessados, que precisam morar na cidade, devem ir até os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) I e II, localizados nos bairros de Arthur Lundgren I e Jardim Paulista Baixo, respectivamente. Os espaços ficam abertos ao público de segunda a sexta-feira, das 7 às 13h.

O curso é promovido com a proposta de capacitar recicladores que atuam na cidade e transmitir para eles orientações sobre preservação ao meio ambiente. A qualificação é coordenada pela Secretaria de Políticas Sociais, Esportes e Juventude do Paulista. Confira abaixo os endereços e telefones dos CRAS:

CRAS I - Rua Carpina, nº 45, Arthur Lundgren I.
Fone: 3438.4799.

CRAS II - Av. Marcos Freire, nº 45, Jardim Paulista Baixo;
Fone: 3437.4812.

Em Paulista, contribuintes devem pagar a 6ª parcela do IPTU até a quinta-feira

A 6ª parcela do IPTU 2015 tem vencimento nesta quinta-feira (10.09). Os contribuintes que têm os carnês em mãos devem se dirigir aos pontos de pagamentos indicados. Caso esteja sem o boleto, o morador de Paulista pode obtê-lo através do link IPTU por email ou imprimi-lo diretamente no site da prefeitura www.paulista.pe.gov.br.
A outra opção é comparecer pessoalmente na sede da Secretaria de Finanças, situada à Av. Marechal Floriano Peixoto, S/N, Paulista, no Centro do município. 
Os contribuintes que optaram pelo pagamento parcelado do IPTU 2015 estão obtendo 5% de desconto em cada parcela. Aqueles que ainda não realizaram o recolhimento do tributo e desejam fazê-lo em cota única possuem 100% de desconto na multa e nos juros.

PASSEIO PÚBLICO VOLTA A FUNCIONAR DEPOIS DE MEIO SÉCULO




Depois de quase meio século ocupado por um antigo ponto comercial, o passeio público ao lado do Banco do Brasil, no Centro do Paulista, terá sua utilidade resgatada. Através de entendimentos selados pela prefeitura, Justiça e o proprietário, o velho imóvel foi demolido. Agora, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano está construindo uma calçada com 23 metros de comprimento e 2,20 metros de largura para o devido uso por parte dos pedestres que circulam no local. A estimativa é de que a obra seja concluída até o fim dessa semana.  A iniciativa faz parte da política de ordenamento desencadeada pela atual gestão municipal.

Foto: Prefeitura de Paulista.

Superendividamento do consumidor é tema de seminário na OAB-PE

A Comissão de Defesa do Consumidor da OAB-PE promove nesta terça-feira, dia 08, às 19h, seminário para debater as causas e consequências do superendividamento do consumidor, bem como propostas e alternativas para solução dos conflitos.
Aberto ao público, o evento marca os 25 anos do Código de Defesa do Consumidor - celebrados no dia 11 de setembro -, e terá espaço no auditório da OAB-PE, na Rua do Imperador Pedro II, 235, bairro de Santo Antônio. A inscrição é gratuita e deve ser feita pouco antes da abertura do evento. Será conferido certificado digital, posteriormente.
Programação
19h00 – Abertura com Dr. Pedro Henrique Reynaldo Alves (Presidente da OAB-PE)
19h10 às 20h00 – Conferência proferida pelo professor Gustavo Andrade (Procurador do Município do Recife, Coordenador do Curso de Direito da FASNE e Doutor em Direito pela UFPE)
20h00 às 20h20 – Debatedor: Dr. Diego Braz (Advogado da ADECCON - Associação de Defesa da Cidadania e do Consumidor)
20h20 às 20h40 – Debatedor: Dr. Antônio Xavier (Conselheiro Seccional da OAB-PE, Presidente da Comissão Especial de Advocacia em Estatais da OAB-PE e Advogado de instituição financeira)
20h40 às 21h00 – Debates com o público
21h10 – Encerramento com Dr. Vinicius de Negreiros Calado (Presidente da CDC da OAB-PE)

<