Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Líder da Oposição cobra informações sobre programas do Estado

O deputado Silvio Costa Filho, líder da Bancada de Oposição na Alepe, está apresentando um pedido de informações sobre os programas do Governo de Pernambuco, como o Atitude, Ganhe o Mundo, Chapéu de Palha, Mãe Coruja e PE Conduz, entre outros. A preocupação, segundo o parlamentar, é que essas ações estejam sendo afetadas pelos cortes orçamentários executados pelo Estado.
A Bancada de Oposição vem alertando, já há alguns meses, para a necessidade de se preservar os serviços prestados à população, como nas áreas de saúde, segurança pública e educação. “Quando anunciou a ampliação dos cortes em mais R$ 600 milhões, há quinze dias, os representantes do Governo garantiram que as áreas essenciais para a população seriam preservadas, mas não é isso que estamos vendo no dia a dia. A paralisação do Programa Atitude (que garanteatendimento aos familiares e usuários de crack, álcool e outras drogas) por falta de recursos, denunciada esta semana pelos funcionários no Recife, é um exemplo de que a restrição de recursos está atingindo a todos, sem restrições”, avaliou Costa Filho, acrescentando que não se pode admitir a descontinuidade desses programas.

Há cerca de 15 dias, a Bancada de Oposição apresentou um requerimento para que os secretários da Fazenda, Márcio Stefani Monteiro, e de Administração, Milton Coelho,  pudessem comparecer à Alepe para prestar mais esclarecimentos sobre os cortes orçamentários.

Ministério da Defesa diz a Cintra que Aeronáutica negociará cessão de terreno para hub da TAM no Recife

Brasília - O ministro da Defesa, Jaques Wagner, assegurou nesta quarta-feira (09) ao senador Douglas Cintra (PTB-PE), em audiência no ministério, que a Aeronáutica está aberta a negociações para ceder à Infraero o terreno da Base Aérea do Recife, fator decisivo na candidatura do Aeroporto dos Guararapes para sediar o hub na capital pernambucana da Latam, associação da TAM com a chilena LAN. O centro de distribuição de voos é disputado também pelos aeroportos de Fortaleza e Natal.

Após a audiência com Wagner, Cintra esteve com o chefe do Estado Maior da Aeronáutica, brigadeiro Hélio Paes de Barros Junior, que informou estar o desfecho dessa negociação dependendo da contrapartida a ser oferecida pela Infraero à cessão da Base Aérea. Paes de Barros explicou ao senador pernambucano que o Plano Estratégico da Aeronáutica prevê a redução das 18 bases aéreas atualmente existentes, por não serem mais necessárias em tal quantidade, o que incluirá a Base do Recife.

Embora possua o maior terminal de passageiros entre os três concorrentes ao hub, com 76 mil metros quadrados, o Aeroporto dos Guararapes somente pode ser expandido para abrigar o centro de distribuição de voos se incorporar o terreno da Base Aérea.    

Impactos - Cintra é um dos três senadores pernambucanos convidados pela TAM, juntamente com o governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, para reunião no próximo dia 17, em São Paulo, entre 13h e 14h30, com a presidente da empresa, Claudia Sender. No encontro, serão apresentados os resultados do estudo da consultoria inglesa Oxford Economics, contratada pela Latam, sobre os impactos econômicos em Pernambuco da instalação do hub.

No mesmo dia 17, Sender se reunirá, separadamente, com os governadores do Ceará, Camilo Santana (PT), e do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), com o mesmo objetivo de mostrar o estudo dos impactos econômicos do hub nos Aeroportos de Fortaleza e Natal. Pela manhã, segundo informações da TAM, o estudo será apresentado à Secretaria de Aviação Civil, Infraero e Ministérios do Turismo e da Defesa.

A ferrenha disputa pela localização do hub da Latam, que inclui a mobilização de parlamentares estaduais e federais dos três estados, anúncios publicitários e campanhas em redes sociais, se justifica pelo elevado investimento do projeto, da ordem de US$ 1 bilhão, e pela perspectiva de geração de 10 mil novos empregos.  O centro de distribuição irá ampliar a atuação e a capilaridade das operações da Latam na América do Sul e no restante do mercado internacional, aumentando, principalmente, os destinos para a Europa.

Crédito da foto: Ana Luiza Sousa/Divulgação