Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Eleição do Conselho Tutelar de Paulista

Estamos vivenciando um momento importante em nossa cidade,que é a escolha do novo Conselho Tutelar, para os próximos 04 anos.
Queremos esclarecer que o Conselho Tutelar não é política partidária, e sim um direito da Criança e o Adolescente, portanto, a escolha de um Conselheiro Tutelar não pode ser vinculada a política e sim a critério estabelecido no edital do Conselho de Direito da Criança e do Adolescente.

Faça sua escolha no dia 04/outubro/2015 das 8:00 hs até as 17:00hs, contudo senhores(as) eleitores, ao votar pense nos seus filhos e netos, escolha aquele que possa garantir o direito da criança e do adolescente.


Eu, TOINHO DO RACKEL sou candidato ao conselho tutelar com o Nº 145, Educador na Cidade do Paulista há 33 anos; como Psicólogo realizo trabalho voluntário aos que necessita de apoio psicológico; atualmente sou conselho tutelar, atuado há 3 anos colocando em pratica todo conhecimento adquirido, em favor da criança e do adolescente.



Veja os locais de votação da Eleição do Conselho Tutelar de Paulista que vai ser Realizada neste Domingo dia 04 de Outubro de 2015

Regional Centro


Os Eleitores das Escolas Professor Arnaldo Carneiro Leão; Municipal Ministro Marcos Freire; Estadual Escritor Manoel de Alencar; Manoel Gonçalves da Silva; Manoel Vitior Anjos - Polinho; Historiador Perreira da costa; Espaço Criança; Colégio Soledade; Creche Tio Roberto.

Zona 146ª Votam na Escola Professor Arnaldo Carneriro Leão
Rua 126, S/N - Maranguape I - Paulista-PE

==========================================================
Os Eleitores das Escolas de Paulista; Cônego costa carvalho; Municipal Agamenon Magalhães; Municipal Jaime Gonçalves Bold; Colégio fernando Ferrari.

Zona 012º Votam na Escola de Paulista
Rua Frei Caneca , S/N , Vila Torres Galvão - Paulista-PE

==========================================================
Os Eleitores das Escola Municipal José Firmino da veiga; Municipal Presidente Kennedy; Estadual Dantas Barreto; Walfrido Advincula; Amarina Simões; Clube Municipal do Paulista.

Zona 012ª Votam na Escola Municipal José Firmino da Veiga
Avenida Floriano Peixoto, S/N - Centro - Paulista-PE

==========================================================
Os Eleitores das Escolas Dr. Luiz Cabral de Melo; Maria Alves Machado; Municipal Professora Maria Cõnçeição da Paz; Carlos Alberto da Silva; Municipal Susie Regis; Mundo Novo; Raquel de Menezes; Academia Maria Leopodina.

Zona 146ª Votam na Escola Dr. Luiz Cabral de Melo
Rua 27 , S/N - MaranguapeII - Paulista

Lançamento do PNCE em Pernambuco é adiado para dia 09 de outubro

Brasília (01 de outubro)  O lançamento do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE) em Pernambuco, previsto para esta sexta-feira, dia 02 de outubro, às 10h, na Casa da Indústria, foi adiado para a próxima sexta-feira, dia 09 de outubro, no mesmo horário e local, em virtude de mudança na agenda do Ministro Armando Monteiro, que terá compromissos amanhã em Brasília.

Serviço: Nova data do lançamento do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE)
Data: 09 de outubro, sexta-feira
Horário: 10 horas
Local: Casa da Indústria  - Av. Cruz Cabugá, 767, Santo Amaro, Recife-PE

Paulista realiza primeira formatura do Programa Mulheres Mil

Uma solenidade repleta de simbolismo e emoção aconteceu na tarde desta quarta-feira (10.01), no Clube Municipal do Nobre, em Paulista. Ao som clássico do violino e apresentações de sapateado, cerca de 180 mulheres receberam certificados de conclusão referentes a cursos profissionalizantes disponibilizados pela Secretaria Municipal de Políticas Sociais, Esportes e Juventude, em parceria com o CODAI – UFRPE, através do programa Mulheres Mil.



 Ao todo, sete cursos foram oferecidos ao público feminino, entre eles: camareira, cuidador infantil e de idosos, atendente de lanchonete e trabalhador doméstico. As aulas, que duraram três meses, foram ministradas na Escola Municipal José Firmino da Veiga, no Centro; no Cavida, localizado no bairro de Pau Amarelo, e no Centro de Formação Profissional, que fica no Engenho Maranguape. As atividades aconteceram nos turnos da manhã, tarde e noite. 



Aos 55 anos, Dona Dulcinéia Gomes que trabalha há mais de 10 anos como cuidadora de idosos, revelou sua emoção em poder receber o certificado. “Eu sempre gostei de cuidar de idosos e amo a minha profissão. Assim que soube do curso me interessei em fazer, pois o meu maior desejo era receber um diploma. Hoje realizei meu sonho e posso continuar no mercado de trabalho de maneira digna”, frisou.



“É uma oportunidade imensa para nós mulheres participarmos destes cursos. Eu fiz o curso de camareira e para mim foi maravilhoso, pois eu sinto que me aperfeiçoei mais e estou ainda mais preparada para o mercado de trabalho”, destacou a dona de casa Wanderléia da Costa (48).



Emocionado, o prefeito Junior Matuto parabenizou todas as alunas contempladas, além de destacar a garra e a força daquelas que conseguiram concluir o curso, mesmo diante as dificuldades. “Eu fiz questão de está aqui hoje para falar e olhar no olho de todas vocês, que são mulheres guerreiras. Continuem na luta e correndo atrás dos seus sonhos, pois o que vocês estão fazendo aqui hoje vai servir de exemplo não só para seus familiares, como também para toda a sociedade. Nada mais gratificante do que ouvir histórias de pessoas que pensaram em desistir, mas que persistiram e hoje estão aqui recebendo seus diplomas, devidamente qualificadas”, ressaltou.

  
A iniciativa faz parte do Projeto Mulheres Mil, criado pelo Governo Federal, com o intuito de garantir a inclusão de mulheres que se encontram em situação de vulnerabilidade social no mercado de trabalho, residentes nas regiões Nordeste e Norte do país. Em Paulista, cerca de 3.000 mulheres já foram qualificadas através dos cursos oferecidos pela Secretaria de Políticas Sociais, Esportes e Juventude.

Silvio Costa Filho cobra mais explicações sobre a LOA 2016

O secretário de Planejamento do Estado, Danilo Cabral, apresentou, na manhã desta quinta-feira (1º), a Lei Orçamentária Anual do Estado (LOA) de 2016 aos integrantes da Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). A estimativa, segundo os dados, é de uma receita de R$ 32,57 bilhões, montante 3,1% inferior ao montante deste ano. Apesar de prever um orçamento menor, em cerca de R$ 1 bilhão, a projeção de investimento apresentada por Cabral é de R$ 2,5 bilhões, ante o R$ 1 bilhão da meta para este ano.
Os números, apresentados pelo secretário, deixaram alguns pontos a serem esclarecidos, como, por exemplo, a meta de investimento para o próximo ano. “Como o Estado vai arrecadar R$ 32,5 bilhões em 2016 e investir R$ 2,5 bilhões se este ano terá uma receita de R$ 33,6 bilhões e vai investir R$ 1 bilhão. Chega a ser incompreensível esse número, diante da situação financeira do Estado”, avaliou o deputado Silvio Costa Filho, líder da Bancada de Oposição na Alepe, durante a apresentação da LOA 2016. Para o parlamentar, o Governo precisa deixar claro quais serão as fontes de financiamento para se alcançar essa meta.
Outra pergunta que ficou no ar foi em relação às medidas que serão adotadas para que o Estado volte aos limites de gastos com pessoal da Lei de Responsabilidade Fiscal. A LOA 2016 prevê um crescimento de 6% nas despesas com pessoal, apesar de o Estado ter estourado o limite máximo de gastos com a folha de pagamentos previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal, segundo balanço do segundo quadrimestre do ano, publicado na última quarta-feira (30), no Diário Oficial do Estado. “Segundo o balanço do segundo quadrimestre, o comprometimento da receita do Estado com pessoal chegou a 50,3%, diante de um limite máximo de 49%, que medidas práticas serão adotadas para que se volte ao que estabelece a LRF?”, indagou Costa Filho.
A Bancada de Oposição aguarda agora o envio da lei orçamentária à Alepe para avaliar os detalhes do projeto. “Vamos analisar os números da LOA e voltar a debater o tema com o secretário Danilo Cabral, que se comprometeu a voltar ao parlamento para discutir melhor o orçamento do próximo ano com os deputados desta Casa”, destacou o líder da Oposição.

VEREADORES DISCUTEM PROJETO DE LEI nº 42/2015 NA CÂMARA MUNICIPAL DE OLINDA

Se reuniram hoje (1), na Câmara Municipal de Olinda, os vereadores Arlindo Siqueira (PSL), Jesuíno Araújo (PSDB), Jorge Federal (PMDB), Graça Fonseca (PR), Biai (PCdoB), Mônica Ribeiro (PDT), e Marcelo Santa Cruz (PT) com os taxistas de Olinda, para debater o Projeto de Lei nº  42/2015.

De autoria do vereador Jorge Federal, o projeto de lei proíbe o UBER ou qualquer outro aplicativo de internet, para transporte clandestino de passageiros em Olinda. Esclarecendo que a ferramenta prejudica a categoria dos taxistas da cidade. A Comissão de Constituição, Justiça e Redação ouviu a categoria dos taxistas e fará o parecer técnico com vistas à votação do Projeto no Plenário da Câmara.


*O QUE É A UBER?

A Uber é uma multinacional norte-americana de transporte público com um serviço semelhante ao do táxi, mas que funciona através de uma aplicação. No fundo, é uma empresa tecnológica, que utiliza parcerias com motoristas privados para prestar o seu serviço.

Entrou em Portugal em 2014 e tem dois tipos de serviço: um mais barato (UberX) e outro de luxo (UberBlack). Centenas de portugueses já utilizam estes serviços. Muitos consideram que é o transporte mais barato e confortável. A empresa está presente em 58 países.

POLÊMICA

A resistência ao aplicativo não acontece apenas no Brasil, onde sua legalidade ainda é debatida nas cidades onde funciona. O Uber foi banido de países como Alemanha e Espanha, enquanto em Nova Iorque o número de carros superou o de táxis. Em todos os locais as discussões questionam principalmente o órgão ao qual esse sistema ficaria submetido, a categoria em que os motoristas seriam enquadrados e como manter a convivência com os táxis sem prejudicar a categoria. O debate fica ainda mais complexo diante das peculiaridades das leis de trânsito de cada país.

A empresa, no entanto, garantem que o app é apenas uma forma mais simples de encontrar um motorista particular. A empresa oferece no Brasil apenas o serviço UberBLACK (com carros pretos tipo sedã), mas ainda conta com outros sete formatos.

COMO FUNCIONA

O funcionamento é parecido com o de um aplicativo de táxis: o usuário baixa o app, faz o cadastro, informa o número do cartão de crédito e o local onde está, solicita o carro e aguarda o motorista mais próximo.

Uma das diferenças é que, além de uma tarifa base que não é fixa, são acrescidos valores por minutos e quilômetros rodados. Todos os valores variam de acordo com a cidade, saindo geralmente mais caro que o táxi comum. Para o motorista aderir à empresa, é exigida uma carteira de habilitação com autorização para exercer atividade remunerada, ficha de antecedentes criminais e carro de um modelo aceito pela empresa.


*(informações sobre o aplicativo via: Jc Online)

FINAL DO CAMPEONATO DE FUTSAL NO CLUBE MUNICIPAL DO NOBRE EM PAULISTA-PE

VOCÊ NÃO PODE PERDER, NESTA SEXTA-FEIRA (02.10), A GRANDE FINAL DO CAMPEONATO NO CLUBE MUNICIPAL DO NOBRE, A PARTIR DAS 20H, DISPUTA DO TERCEIRO LUGAR: ATLÉTICO DE MARANGUAPE I X LOCOMOTIVA DO JANGA, E A DISPUTA DO PRIMEIRO LUGAR PAULISTA DE MARANGUAPE II X BADBOY DO BAIRRO DO NOBRE.

Apoio cultural‬: Prefeito Junior Matuto e Yves Ribeiro, secretário de transporte Evanil Belém, Secretário de Esportes do Paulista: Augusto Costa, diretor do clube Municipal do Nobre: Icaro, casa funerária Paulista, Felipe do Veneza, Blog Paulista Atualizado, vereador de Igarassu Edinho‬ e Vereador‬ Nildo Soldado.

Realização: Moi do Brega.

Mudanças climáticas: proposta brasileira à COP-21 é detalhada ao Congresso Nacional

Brasília, 1º/10/15 – O Congresso Nacional conheceu, nesta quinta-feira (1º), mais detalhes da proposta que o governo brasileiro apresentará na 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças no Clima (COP-21). Os objetivos fazem parte da Contribuição Nacionalmente Determinada (iNDC) do Brasil para a COP-21, explicada pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, durante audiência pública na Comissão Mista de Mudanças Climáticas (CMMC), presidida pelo senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE).

Ao elogiar a “construção democrática” da iNDC, o senador destacou os esforços do governo e a “liderança decisiva” da ministra Izabella Teixeira na coordenação do processo de construção da proposta brasileira, que contou com a colaboração de diferentes ministérios – como o do Meio Ambiente, de Relações Exteriores, da Agricultura e de Ciência e Tecnologia, entre outros – e de entidades representativas da sociedade civil. “As metas inseridas nesta iNDC representam, sem dúvida, um grande campo de oportunidade para que o nosso país marque uma posição de protagonismo e liderança durante a conferência”, afirmou Fernando Bezerra.

Entre os principais objetivos da Contribuição Nacionalmente Determinada do Brasil para a COP-21 destacam-se o compromisso de redução das emissões de gases de efeito estufa em 37%, até 2025, em comparação aos dados registrados em 2005. Outra meta é a diminuição em 43% das emissões de carbono, até 2030.

De acordo com a iNDC, o Brasil também atuará para o fim do desmatamento ilegal, o reflorestamento de 12 milhões de hectares, a recuperação de 15 milhões de hectares de pastagens degradadas e a integração de cinco milhões de hectares de lavoura, pecuária e florestas. O documento prevê, ainda, a diversificação da matriz energética nacional por meio do aumento da participação das chamadas “energias limpas”. A meta é que as fontes renováveis respondam por 45% do total da matriz. Destes, 23% corresponderão à participação das energias eólica, solar e de biomassa.

“Sou favorável a tais metas. Porém, defendo ainda mais ousadia em relação ao prazo para o alcance destes objetivos. Isto é, que eles sejam alcançados antes de 2030”, reforçou Fernando Bezerra Coelho. “Se estas metas forem colocadas na lista de prioridades do Brasil, teremos condições de nos posicionarmos, de fato, como líderes no pacto global que se pretende firmar durante a COP-21”, acrescentou o presidente da CMMC.

De acordo com a ministra Izabella Teixeira, o Brasil fará um grande esforço para reduzir as emissões de gases de efeito estufa sem comprometer o desenvolvimento do país. “Nossa maior ambição é deixarmos de ser grandes emissores e nos tornarmos uma nação sustentável”, ressaltou.

CONFERÊNCIA DE PARIS – A COP-21 será realizada em Paris (França), entre os próximos dias 30 de novembro e 11 de dezembro, reunindo representantes das mais de 190 nações que fazem parte da Convenção da ONU sobre o Clima. O senador Fernando Bezerra participará da conferência como presidente da CMMC e um dos principais representantes do Congresso Nacional brasileiro.

O chamado “Protocolo de Paris” – documento que se deseja aprovar na ocasião da COP-21 – substituirá o Protocolo de Kyoto, de fevereiro de 2005. Mas, ao contrário do acordo firmado em Kyoto, que especificava metas para um conjunto de menos de 40 países, o de Paris terá características de um pacto global, já que quase 200 nações estarão representadas na conferência.

Conforme destacou a ministra Izabella Teixeira durante a audiência pública de hoje, na CMMC, a COP-21 significa, politicamente, “um novo sinal” no âmbito da Convenção da ONU sobre o Clima graças a uma convergência de posições entre diferentes nações; entre elas, o Brasil. “Nesta conferência, teremos, pela primeira vez, os países oferecendo um compromisso efetivo de redução de emissões (de gases de efeito estufa e de carbono). Ou seja, há um sinal de mudança”, destacou a ministra do Meio Ambiente.

AÇÕES DA CMMC – Durante a audiência pública de hoje, a Comissão Mista de Mudanças Climáticas aprovou requerimentos para a realização de novas audiências públicas no âmbito da CMMC. Uma delas será com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, para o debate da matriz energética brasileira e os desafios do setor em decorrência das mudanças climáticas.

Outra audiência terá o objetivo de debater a “Crise Hídrica na Região do Vale do São Francisco”; especialmente, no Perímetro Irrigado Senador Nilo Coelho. Para esta audiência pública serão convidados representantes do Ministério da Integração Nacional, do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), da Agência Nacional de Águas (ANA), da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e do Distrito de Irrigação Nilo Coelho (Dinc).

A CMMC também realizará, em conjunto com a Comissão de Meio Ambiente (CMA) do Senado, audiência pública para tratar de notícias sobre fraude em softwares nos motores de veículos da marca Volkswagen. Para este debate, serão convidados um representante da diretoria da marca, no Brasil, e a presidente do Ibama, Marilene Ramos. Nos Estados Unidos, o Departamento de Justiça abriu investigação contra a Volkswagen sob a acusação de que a montadora estaria fraudando, nos EUA, testes de emissões e poluentes.


Prefeitura lança projeto social de música para formar crianças e adolescentes em vulnerabilidade

A formação musical e cidadã de crianças e adolescente em vulnerabilidade faz parte das metas do projeto social Tambores do Paulista, lançado nesta quinta-feira (1º.10), em frente à sede da prefeitura, durante solenidade que contou com a presença do prefeito Junior Matuto e 70 meninos e meninas assistidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – antigo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti). Na ocasião, a garotada fez uma apresentação musical. O projeto vai beneficiar 300 pessoas com idades de 07 a 17 anos. A ideia é descobrir talentos, resgatar projetos de vida e oferecer também assistência às famílias dos participantes.
O trabalho com a meninada será coordenado pela da Secretaria Municipal de Políticas Sociais, Esportes e Juventude. Nos núcleos de formação musical e cidadã, os participantes terão acesso a conteúdos sobre cidadania, ética, além da história da própria música, com ênfase na percussão. Paralelamente, as crianças e adolescentes terão acesso aos instrumentos como alfaia, abê, caixa, gonguês, entre outros.
O prefeito Junior Matuto destacou que investir na formação de crianças e adolescentes em vulnerabilidade é pensar no futuro. “Um projeto como o Tambores do Paulista não é uma obra de cal e pedra, que muda a cara de um bairro ou de uma via, por exemplo, mas uma semente que plantamos no presente para que o amanhã de cada menino e menina participante seja muito melhor”, frisou o gestor municipal.
        O projeto social Tambores do Paulista visa ainda combater a evasão escolar, já que o bom rendimento em sala de aula é um dos principais critérios para fazer parte da iniciativa. O contato com os instrumentos de percussão ocorrerá no contra turno escolar, justamente para evitar a ociosidade da meninada. As aulas vão