Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Postos de combustíveis são vistoriados durante ação educativa em Paulista


Funcionários da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) do Paulista concluíram nesta terça-feira (13.10) um trabalho educativo em postos revendedores de combustíveis. O grupo, formado por fiscais e analistas ambientais, vistoriou 31 estabelecimentos em diversos bairros da cidade com o objetivo de identificar se os postos possuíam as documentações necessárias para o funcionamento. A ação também serviu para orientar os proprietários sobre a resolução da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP) que prevê a emissão obrigatória da licença ambiental. Até a próxima terça (20), os estabelecimentos que não tiverem essa certidão poderá ficar impedido de comprar combustíveis.
            Nesta tarde, três estabelecimentos foram visitados, sendo dois na BR-101 Norte, em Paratibe; e outro na Av. Nelson Ferreira, em Maranguape I. Todos foram notificados pela equipe da SEMA. A ideia é que os donos possam se apresentar em cinco dias úteis na sede da secretaria, na Rua Djalma Dutra, Nº 65, no Janga, para mostrar todas as documentações que possuem e obter aquelas que não estão em dia. As principais exigências para o funcionamento são: CNPJ, Alvará de funcionamento, Certidão emitida pelo Corpo de Bombeiros, Licença ambiental, entre outras.
            Atualmente, a SEMA já possui autonomia para emitir a licença ambiental. Antes esse procedimento só era realizado junto à Agência Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (CPRH). O gerente de um dos postos de combustíveis vistoriados, Ednaldo Vieira dos Santos, gostou da novidade. “Agora será ainda mais fácil obter as documentações junto à prefeitura. Tenho certeza que todos saem ganhando com isso”, comemorou.
            Durante as inspeções, a equipe aproveitou para fazer um importante levantamento de dados. As informações sobre localização, vizinhança e estrutura dos postos de combustíveis serão inseridas num cadastro da SEMA. O material servirá, entre outras coisas, para que os profissionais analisem os riscos ambientais que o estabelecimento pode provocar e estipular os valores da licença ambiental que será emitida nos próximos anos.