Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Gestor da UPAE Garanhuns debate Gestão Hospitalar com estudantes da AESGA‏‏

Aconteceu na AESGA - Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns, a Semana Integrada, com grande programação de seminários, mesas redondas e debates. Um destaque foi a mesa redonda:"Gestão nos Serviços de Saúde", na quinta-feira (15), com as presenças dos gestores Gustavo Amorim - Coordenador Geral da UPAE Garanhuns-PE, e  Alfredo Góis - Secretário de Saúde do Município. 

O encontro teve a participação da coordenação, docentes e discentes do Curso Tecnológico de Gestão Hospitalar e Serviços de Saúde. A idealização e coordenação foi dos professores Márcio Tenório e Amanda Barros.  

O Coordenador Geral da UPAE Garanhuns, Gustavo Amorim, apresentou a forma de gestão da Unidade Pernambucana de Atendimento Especializado, desde a Gestão IMIP até o cotidiano administrativo na unidade, com todos os aspectos, considerada modelo no estado. "Conversar com pessoas que estão buscando a formação e a graduação na área de Gestão Hospitalar é muito importante para nós que valorizamos esta questão, como essencial no presente e no futuro da gestão em saúde" - finalizou.


Para saber mais:
UPAE Prof. Antônio Simão dos Santos Figueira
Rodovia BR 423 km 96,8 - Magano - Garanhuns - PE
Coordenação Geral: Dr. Gustavo Amorim
Fone: (87) 3764.9000

Armando se reúne com empresários e investidores finlandeses

Brasília (20 de outubro) – A presidenta Dilma Rousseff e o ministro Armando Monteiro participaram nesta terça-feira, em Helsinque, de encontro com empresários e investidores finlandeses na sede da entidade dedicada ao estímulo à exportação do país, a Finpro. Durante o encontro, Dilma destacou as parcerias no setor naval e de exploração offshore, além do potencial de cooperação na exploração de etanol celulósico.

Os investimentos da Finlândia no Brasil ocupam papel central nas relações econômicas bilaterais. Há mais de 50 empresas finlandesas operando no Brasil, gerando, aproximadamente, 20 mil empregos. “As empresas finlandesas têm grande interesse em manter a presença no mercado brasileiro e todas manifestam o desejo de ampliar os investimentos no Brasil", disse o ministro.

O comércio entre os dois países em 2014 foi de US$ 1,029 bilhão, um aumento de 50% em relação a 2005. Os produtos mais importados pelo Brasil são maquinários, papel e produtos farmacêuticos. Já as principais exportações são café, chá, minérios, ferro e aço.

Algumas empresas estão no Brasil há mais de 50 anos, como a Valmet, que iniciou fabricação de tratores em São Paulo nos anos de 1960. A presença finlandesa se destaca nos setores de papel e celulose (Stora Enso, Pöyry, Ahlström), processamento químico (Kemira), tecnologia marítima e de offshore (Wärtsila), entre outros.

Investimentos finlandeses também têm sido bastante significativos na área de telecomunicações. Atualmente, a única fábrica de celulares da Nokia na América do Sul encontra-se em Manaus.

Durante a visita oficial, a presidenta também irá visitar o Centro de Excelência Tecnológica. Isso evidencia, segundo ela, a relevância dada pelo Brasil à ciência, tecnologia e inovação. Ela também conversou com o presidente finlandês sobre a criação de um Centro de Inovação Brasil-Finlândia, com sede em ambos os países.

Alunos do Paulista participam da 10ª Olímpiada de Matemática


Estudantes da rede de ensino do Paulista que têm um gosto especial pela matemática tiveram uma tarde proveitosa nesta terça-feira (20.10). Na ocasião alunos do 8º e 9º ano se reuniram na Escola Terezinha Camarotti, na Mirueira, para participar da segunda fase da 10ª Olímpiada de Matemática promovida pela Secretaria de Educação do município.

Durante a iniciativa os participantes tiveram três horas e meia para resolverem 10 questões que abordaram assuntos sobre a geometria, grandezas e medidas, números e operações, entre outros. Minutos antes de começar a olímpiada a aluna Eloísa Ferreira (19) estava bastante ansiosa. “Sempre fico nervosa, mas minha paixão pela matemática já me fez participar de vários campeonatos. Me sinto realizada fazendo isso. Só o fato de poder estar no evento já é satisfatório”, ressaltou. 

“A competição é dividida em duas fases. A primeira, que foi realizada no mês de setembro, teve o intuito de promover a coletividade e a interação social entre os alunos. Os estudantes participaram de jogos educativos, além de desfiles com roupas geométricas, entre outras atividades. Já nesta segunda fase está sendo realizada a prova escrita individual onde vão sair os vencedores do campeonato”, disse a coordenadora do projeto, Marilene Rosa.

Em menos de uma hora o estudante Ruan Pablo (15) deixou a sala de aula. Feliz, ele revelou que a prova foi bastante fácil. “Estou confiante no que eu fiz. Para mim as questões foram boas e tudo estava dentro do que eu tinha estudado. Espero ficar entre os dez melhores, mas se isso não acontecer, a experiência já vai valer muito a pena”, explicou.  

A ação envolve cerca de 800 alunos e 50 professores da rede de ensino da cidade. Ao todo, 17 escolas municipais participaram da olímpiada. Os dez alunos mais bem colocados na competição serão premiados. Os três primeiros colocados e o professor do aluno melhor classificado também vão receber premiações.

SOBRE A OLÍMPIADA - É um projeto elaborado pela equipe técnica de apoio pedagógico (ETAP), que visa estimular o gosto pela matemática. Criado há 10 anos, a iniciativa tem o intuito de promover políticas públicas dentro do município, principalmente para minimizar os baixos índices nas escolas na disciplina.

AULÃO PARA O ENEM PROMOVIDO POR JOÃO EUDES TEVE REPERCUSSÃO EXTREMAMENTE POSITIVA


Cerca de 300 estudantes do município de Pesqueira, Poção, Sanharó e Zona Rural da região inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio, passaram todo o sábado (17), revisando e reforçando conhecimentos, graças ao Aulão Show promovido pelo Deputado João Eudes, no União Sport Club de Pesqueira, antigo União Peixe.

"Numa disputa tão acirrada, inclusive entre alunos que tem acesso às mais importantes instituições de ensino do país é necessário que o jovem interiorano receba algum tipo de apoio e estímulo que lhe dê maior segurança no processo. Daí a importância, segundo o deputado, do Aulão Show, onde foram revisadas disciplinas de peso no processo seletivo.
Recepcionados e saudados por João Eudes, os alunos fizeram revisão de biologia, física, química, matemática, linguagem, história e geografia. As disciplinas foram ministradas por professores altamente capacitados, que ensinam em Recife e na cidade de Arcoverde: Felipe Alecrim, Flávio Santos, Saulo Poliakoff, Diego Darlan, Sílvio Lúcio, Cristiane Pantoja e Cleiton Allan.

Fernando Bezerra defende que regra para financiamento de débitos dos Estados com INSS seja estendida aos Municípios

Brasília, 20/10/15 – Preocupado com a crise econômica e a situação fiscal dos Municípios, o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) defendeu hoje (20), na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, a alteração na forma de cálculo do financiamento das dívidas das prefeituras junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a exemplo do que já ocorre em relação aos Estados. A sugestão de Fernando Bezerra foi apresentada na forma do chamado “Voto em Separado” divergente de parecer do senador José Pimentel (PT-CE), cujo relatório era pela prejudicialidade do Projeto de Lei do Senado (PLS) nº 262/2015, que prevê a referida mudança na sistemática de parcelamento dos débitos previdenciários.

Juntamente com o Voto em Separado, Fernando Bezerra Coelho apresentou Substitutivo ao PLS 262, com o intuito de manter o objeto da proposta, de autoria do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE). Contudo, em virtude de um pedido de vistas coletiva, o Substitutivo será apreciado em nova reunião da Comissão de Assuntos Econômicos. “Com igual intensão do projeto inicial (de Antônio Carlos Valadares), proponho que seja adotada, para o parcelamento das dívidas previdenciária municipais, a mesma regra prevista na Lei Complementar 148/2014”, explicou Fernando Bezerra. “Com tal medida, muitas prefeituras poderão melhor organizar as contas públicas e voltar a dispor de recursos para os investimentos necessários à melhoria da infraestrutura e do bem-estar da comunidade”, ressaltou o senador.

A Lei Complementar 148 estabelece as condições de cálculo para o refinanciamento de dívidas celebradas entre a União, os Estados e os Municípios. Tal legislação determina que os juros sejam calculados e debitados mensalmente à taxa nominal de 4% ao ano sobre o saldo devedor previamente atualizado. Prevê, ainda, a atualização monetária calculada mensalmente com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e limita tais encargos à Taxa Selic.
“Com o objetivo de garantir aos Municípios tratamento isonômico no cálculo das dívidas previdenciárias junto ao INSS, deve-se estender a eles o mesmo critério já aplicado aos Estados, em dívidas da mesma natureza”, destacou Bezerra Coelho.
SUBSTITUTIVO – No Substituto apresentado hoje à CAE, o senador Fernando Bezerra propõe a alteração da Lei 12.810/2013, que prevê o parcelamento dos débitos previdenciários em 240 meses e sustenta o PLS 262. De acordo com o Substitutivo, o artigo 8º da Lei 12.810 passa a determinar que, para o referido parcelamento, seja considerada a regra de cálculo prevista no artigo 2º da Lei Complementar 148.

Instituto TIM firma parceria com CNPq/MCTI e investe R$ 2,5 milhões para o desenvolvimento da ciência e tecnologia no Brasil

Primeiro edital do Instituto TIM para apoio a museus e centros de ciência e tecnologia é direcionado a projetos que tenham a criança como foco

Brasília, 20 de outubro de 2015 – O Instituto TIM – em linha com sua missão de criar e potencializar recursos e estratégias para a democratização da ciência e inovação – firmou uma parceria essencial para desenvolvimento de projetos neste segmento no Brasil. Em conjunto com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), órgão ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), foi lançado um edital para incentivo à pesquisa, que beneficiará projetos voltados para crianças de 4 a 10 anos. A verba disponível é de R$ 2,5 milhões.

“Estudos e pesquisas mostram que a divulgação e a interação com a ciência devem começar o mais cedo possível. Despertar o interesse das crianças pela inovação, sem dúvida, pode trazer resultados muito positivos para o desenvolvimento do país no longo prazo. O público-alvo do edital é uma faixa etária ainda pouco contemplada e estamos certos de que teremos um grande número de projetos inscritos”, destaca o presidente do Instituto TIM, Manoel Horacio.

A chamada pública vai selecionar propostas de atividades de divulgação, educação e desenvolvimento de produtos relacionados à LUZ, voltadas para um público de crianças entre 4 e 10 anos. Além da temática escolhida em comemoração ao Ano Internacional da Luz, celebrado em 2015, outras iniciativas que promovam a divulgação científica para essa faixa etária também poderão ser inscritas.

“O ano de 2015 está sendo de muita contenção orçamentária e esse edital é realmente um marco para a divulgação da ciência no Brasil. Estamos abrindo um novo caminho”, afirma Douglas Falcão, diretor de Popularização e Difusão de Ciência e Tecnologia do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Instituições de todo o país têm até o dia 19 de novembro para realizar a submissão de seu projeto por meio do Formulário de Propostas Online da Plataforma Carlos Chagas. Poderão participar instituições de ensino e/ou pesquisa sem fins lucrativos; institutos e centros de pesquisa e desenvolvimento sem fins lucrativos; empresas públicas que executem atividades de pesquisa em ciência, tecnologia ou inovação; e instituições sem fins lucrativos que promovam atividades de museus e exploração de lugares e prédios históricos e atrações similares, relacionadas à ciência e tecnologia. O edital já foi publicado no Diário Oficial e está disponível em www.institutotim.org.br (Iniciativas | Editais).

OAB pede inspeção judicial nos presídios de Pernambuco

A superlotação dos presídios pernambucanos, já relatada em relatório produzido pela OAB-PE, em 2014, ganha, agora, projeção internacional. A Human Rights Watch (HRW), organização não governamental com sede nos Estados Unidos e representações em vários outros países, dentre eles o Brasil, classifica o sistema penitenciário de Pernambuco como o pior do país.
“O resultado das vistorias que fizemos nas unidades prisionais do Estado, em 2014, aponta a superpopulação carcerária como a raiz de vários outros problemas”, advertiu o presidente da OAB-PE, Pedro Henrique Reynaldo Alves. “Por isto, infelizmente, não nos causa espanto o documento agora divulgado pela HRW”, enfatizou.
“Nas vistorias que realizamos, constatamos o que já era esperado: uma superpopulação média de cinco vezes mais que a capacidade instalada de reeducandos; deficiências imensas; higiene precária; um odor insuportável nos pavilhões; e presos em espaços que não dariam cinco pessoas, convivendo com 25, 30”, resumiu o presidente da OAB-PE.
"São presos que esperam julgamento há anos que, juntamente com os já apenados, se aglomeram em espaços mínimos, onde faltam condições básicas de higiene e, consequentemente, de saúde e segurança", complementou Pedro Henrique, ressaltando que outros itens analisados nas vistorias realizadas pela OAB-PE e registradas em relatório entregue ao Governo do Estado, tratam da acessibilidade à justiça e à advocacia. Ainda de acordo com ele, “os presídios descumprem regras básicas de proteção à vida da população carcerária, razão pela qual exige que seja adotada, imediatamente, uma série de medidas, incluindo planos de emergência médica”.
A OAB ajuizou Ação Civil Pública em face do Estado de Pernambuco, pugnando por reformas e medidas imediatas, como a contratação de agentes penitenciários, instalação de unidades médicas, distribuição seletiva dos encarcerados por grau de periculosidade, separação dos presos provisórios dos apensos, além da construção de novas unidades penitenciárias.
“O documento divulgado pela Human Rights Watch, que respalda o relatório da OAB-PE, nos motivou a ingressar com petição judicial nos autos da nossa ação, pugnando pela realização de inspeção judicial nas penitenciárias pernambucanas de forma a instruir definitivamente o processo para que o nosso pleito seja atendido em seu mérito", frisou o presidente Pedro Henrique. A petição foi protocalada na tarde desta terça-feira, dia 20, na 9ª Vara da Seção Judiciária do Estado de Pernambuco.
"A superlotação é um grave problema nas prisões de todo país, e em nenhum lugar ela é mais grave que em Pernambuco", disse a diretora do escritório Brasil da HRW, Maria Canil, ao divulgar o documento com o resultado da pesquisa realizada. Para a produção do relatório (HTTPS://www.hrw.org/pt-br/report/2015/10/19/282335), a instituição visitou, em este ano, quatro prisões em Pernambuco e entrevistou 40 presos e egressos do sistema prisional, assim como seus familiares e autoridades envolvidas na área. As piores condições, segundo o documento, foram encontradas no Complexo Prisional do Curado.
Vale lembrar que não é de hoje que a deficiência carcerária de Pernambuco ganha projeção internacional. Em 2011, uma coalizão de organizações do Brasil e do Exterior levou o problema ao Sistema Interamericano de Direitos Humanos. Em 2014, a Corte Interamericana de Direitos Humanos determinou que o Brasil garantisse a segurança no Complexo do Curado. E, em 28 de setembro de 2015, a coalizão pediu à Corte que emita uma nova resolução, exigindo que o estado proteja os presos da comunidade LGBT e outras minorias.

Seminário Sistema de Justiça e SUAS debate assistência social

Mais de 400 pessoas participaram do evento, que debateu a importância da atuação das instituições do Sistema de Justiça na relação com o Sistema Único de Assistência Social