Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

8° CURTA TAQUARY ENCERRA COM SUCESSO DE PÚBLICO E PREMIAÇÕES


Festival encerrou na última sexta-feira (27), após cinco dias de exibições de filmes, homenagens, seminários, oficinas e entrega de prêmios

Taquaritinga do Norte, no agreste pernambucano, foi a capital do cinema durante cinco dias. Entre os dias 23 e 27 de novembro, a cidade sediou uma das principais vitrines de curtas-metragens do Brasil. O 8° Curta Taquary, que chegou ao fim na última sexta-feira (27), exibiu 165 filmes de 17 estados brasileiros e 25 países e contou com as mostras competitivas: Mostra Dália da Serra, Mostra Nacional e Mostra Primeiros Passos, além de 12 mostras paralelas, entre elas, Olhar Feminino, Curtas Fantásticos e Diversidade. Na edição de 2015, as sessões ocorreram na Praça Otto Sailer e em escolas públicas, e foram entregues mais de 35 trofeus Taquary. Os grandes vencedores foram Gangarras, dos Alunos do Educandário Coração de Jesus, na Mostra Dália da Serra, Uma Família Ilustre, de Beth Formaggini, na Mostra Competitiva Nacional, e Contínuo, de Odécio Antonio e Carlos Ebert (PB).

Idealizado por Alexandre Soares, diretor e curador do festival, o Curta Taquary teve início em 2005. Reúne artistas, ativistas e amantes da sétima arte com a proposta de apresentar uma grande diversidade de curtas-metragens nacionais e internacionais ao público da região. “A gente encontrou o formato do festival nesta edição, que é promover encontros e reencontros para discutir e refletir sobre cinema, além de inserir a comunidade nesses encontros. O festival cresceu muito, no sentido também de formar plateia”, ressaltou o realizador do festival.

A oitava edição homenageou o diretor e roteirista pernambucano Camilo Cavalcante e a atriz e produtora paulista Gilda Nomacce. Além da exibição de filmes, a coordenação do festival organizou uma programação com debates, seminários e oficinas, sempre com entrada franca, sobre o fomento do audiovisual e suas diretrizes.

Confira os premiados da 8ª edição do Curta Taquary:

Mostra Competitiva Dália da Serra:
Melhor Roteiro: O Bicho do Buraco (ES) 
Melhor Fotografia: Gangarras (PE)
Melhor Edição: Alguma Coisa na Vida (BA)
Melhor Ator: Everton Dias, pelo filme De Ponta Cabeça (PE)
Melhor atriz:  Camila Gomes, pelo filme Ausência
Melhor Direção: Gangarras (PE), dos Alunos do Educandário Coração de Jesus
Melhor Filme: Gangarras (PE)
Menção Honrosa: Do lado de Fora (PE), Sobre Duas Rodas (PE) e O Meu Recomeço (RN)

Mostra Competitiva Nacional
Melhor Roteiro: André Novais, pelo filme Quintal (MG)
Melhor Direção de Fotografia:  Fernando de Mello, pelo filme Atotô (RJ)
Melhor Montagem: Marcelo Coutinho, pelo filme Cumieira (PB)
Melhor Ator:  Norberto Novais, pela atuação no filme Quintal (MG)
Melhor atriz:  Maria José Novais, pela atuação no filme Quintal (MG)
Melhor Direção de ArteTarântula, de Aly Muritiba e Marja Calafange (PR)
Melhor Som: Lortolin, pelo filme Command Action, de João Paulo Miranda (SP)
Melhor Trilha SonoraJoão Heleno dos Brito, de Neco Tabosa (PE)
Melhor Diretor: André Novais, pelo filme Quintal (MG)
Melhor FilmeUma Família Ilustre, de Beth Formaggini (RJ)

Mostra Competitiva Primeiros Passos 
Melhor Som: Alexandre Rogoski, pelo filme Tereza (PR)
Melhor Trilha SonoraÀ Festa. À Guerra (RJ)
Melhor Edição: Mauricio Baggio, pelo filme Tereza (PR)
Melhor Direção de Arte: Lais Araujo, pelo filme Tempo é Morfina (SP)
Melhor Direção de Fotografia: Ayrton Moraes e Hugo Ramos, pelo filme Íncubo (PE)
Melhor Roteiro: Maurico Baggio e João Marcelo Gomes, pelo filme Tereza (PR)
Melhor Ator: Odécio Antonio, pelo filme Contínuo (PB)
Melhor Atriz: Louise de Lemos, pelo filme A Hora Azul (RJ)
Melhor Direção: Humberto Carrão, pelo filme À Festa. À Guerra (RJ)
Melhor Curta MetragemContínuo, de Odécio Antonio e Carlos Ebert (PB)
Menção Honrosa: Me, de Rafael Dayon (PE)

Mostra Olhar Feminino
Melhor Filme: A Pedra, de Adriana Rodrigues (GO)

Mostra Curtas Fantásticos
Melhor Filme: O céu sobre os teus ombros, de Luiz Maximiano (SP)

Prêmio Diversidade
Melhor Filme: Submarino, de Rafael Aidar (SP)

Melhor Curta Metragem Júri Popular
João Heleno dos Brito, de Neco Tabosa (PE)

Prêmio Cineclubista de Mellhor Filme Para Reflexão
Uma Família Ilustre, de Beth Formaggini (RJ)

Prêmio Associação Brasileira de Documentaristas e Curtametragistas/Associação Pernambucana de Cinema (ABD/APECI)
Mostra Competitiva Nacional – Atotô, de Bruno Laet (RJ)
Mostra Competitiva Primeiros Passos – A Hora Azul, de Giovani Barros (RJ)
Mostra Competitiva Dália da Serra – Alguma Coisa Na Vida, do Coletivo audiovisual de Luís (BA)

Mais informações pelo site oficial do evento: http://curtataquary.blogspot.com.br

Festival Internacional Curta Taquary
         Idealizado por Alexandre Soares, diretor e curador do festival, o Curta Taquary teve início em 2005. Reúne artistas, ativistas e amantes da sétima arte em Taquaritinga do Norte, no agreste pernambucano, com a proposta de apresentar uma grande diversidade de curtas-metragens nacionais e internacionais ao público da região. Desde a primeira edição o festival já apresentou mais de 1000 curtas para mais de 25 mil pessoas. Neste ano, o oitavo Curta Taquary, além das mostras competitivas, terá uma programação com seminários, oficinas e palestras, sempre com entrada franca. O projeto tem incentivo/patrocínio da Funcultura, Governo do Estado de Pernambuco, Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco, Fundação do Patrimônio histórico e artístico de Pernambuco.


SERVIÇO:
Premiados
8° Curta Taquary
De 23 a 27 de novembro de 2015
Taquaritinga do Norte – Pernambuco – Brasil

Exposição inspirada na obra “O Pequeno Príncipe” na Torre Malakoff


“A Herança da Terra” traz um olhar lúdico sobre o meio ambiente e será inaugurada no dia 04 de dezembro

A Aliança Francesa, junto ao Consulado Geral da França no Recife, Secult-PE, Fundarpe e Governo do Estado de Pernambuco, em parceria com a Fundação Antoine de Saint-Exupéry para a Juventude, trazem à capital pernambucana a exposição “A Herança da Terra – Salvar o Planeta do Pequeno Príncipe”, uma abordagem sobre a ecologia aliada à fábula do Pequeno Príncipe em suas viagens a bordo de um cometa, no intuito de evidenciar a preocupação que o autor Antoine de Saint-Exupéry possuía, de maneira visionária, em relação ao meio ambiente e à sustentabilidade. A inauguração será no dia 04 de dezembro, às 19h, na Torre Malakoff, Bairro do Recife, com entrada franca.

Concebida na França pelo escritor e historiador Jean-Pierre Guéno, a exposição conta com 33 painéis, compostos por textos bilíngues (francês-português) e fotografias da Terra e do Universo, produzidas pela NASA, CNES (Centro Nacional de Estudos Espaciais do Governo francês), ESA (Agência Espacial Europeia), e também pelo renomado fotógrafo Yann Arthus-Bertrand, além de instalações montadas para as crianças interagirem. A cenografia é assinada por Dominique Berthé.

A mostra, destinada a crianças e adultos, aproxima o pensamento de Saint-Exupéry da atualidade e visa provocar uma reflexão sobre o destino do homem e do planeta. Após passar por vários estados brasileiros, “A Herança da Terra” permanecerá aberta à visitação do público pernambucano até o dia 31 de janeiro de 2016.

Sobre Saint-Exupéry
Nascido em Lyon, Antoine de Saint-Exupéry foi escritor, ilustrador e piloto. Autor de um dos clássicos mais celebrados em todo o mundo, escreveu livros e artigos sobre diversos temas, colocando o ser humano e a natureza no centro de seus trabalhos. Entre suas obras estão: “Terra dos Homens” (1939), “O Aviador” (1926), “Voo Noturno” (1931), “Piloto de Guerra” (1942) e “Correio do Sul” (1929).

SERVIÇO:
Exposição “A Herança da Terra – Salvar o Planeta do Pequeno Príncipe”
Quando: De 04 de dezembro de 2015 a 31 de janeiro de 2016
Abertura: 19h
Local: Torre Malakoff – Praça do Arsenal, Bairro do Recife
Horário de visitação: De terça a sexta-feira, das 10h às 17h; sábados, das 15h às 18h; domingos, das 15h às 19h
Entrada franca
Informações: (81) 3202.6262

Evento em defesa da Terra