Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Legião da Boa Vontade e a Ideologia do Bom Samaritano

Uma bela lição do Cristo


Falando a uma simpática plateia, no ano de 1991, em Portugal, revelei-lhe que, ainda na minha meninice, a primeira notícia pela qual tive conhecimento da Bíblia Sagrada, em particular a Boa Nova de Jesus, veio por intermédio de meu saudoso pai, Bruno Simões de Paiva (1911-2000). Ele me falou sobre uma comovente história contada ao povo pelo Cristo de Deus: a Parábola do Bom Samaritano. E a leu para mim. A passagem se encontra no Evangelho, segundo Lucas, 10:30 a 37. Disse Jesus:
“Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos de salteadores, os quais o despojaram e, espancando-o, retiraram-se, deixando-o semimorto. Descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo. E de igual modo um levita chegando àquele lugar, e, avistando o pobre homem, passou também de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, fitando-o, tomou-se de infinita compaixão; e, aproximando-se, atou-lhe as feridas, aplicando-lhes azeite e vinho; e pondo-o sobre um animal de sua propriedade, levou-o para uma estalagem e cuidou dele. No outro dia, partindo, tirou dois denários (antiga moeda romana), e deu-os ao dono da hospedaria e lhe disse: Cuida bem deste ferido, e tudo o que de mais gastares, eu te pagarei quando aqui voltar. Qual, pois, destes três — perguntou Jesus ao homem da lei — te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? Ao que o doutor da lei lhe respondeu: Claramente o que usou de misericórdia para com ele. Disse-lhe, então, calmamente Jesus: ‘Vai, pois, e faze da mesma forma’”.
Ao reler a Parábola, medito, profundamente tocado em minha Alma, sobre mais esta bela lição do Cristo Ecumênico, o Divino Estadista, Aquele que se dispõe a socorrer a qualquer necessitado em suas agruras, e que me despertou para o valor da Solidariedade, e me fez disposto, de todo o coração, ainda adolescente, a participar dessa divina empreitada (Legião da Boa Vontade) sem jamais dela desertar. Afinal, aprendemos com Jesus a persistir até o fim: “Na vossa perseverança, salvareis as vossas almas” (Evangelho de Jesus, segundo Lucas, 21:19).

Aliás, para os de Boa Vontade, ser tenaz no Caminho do Senhor deve desenrolar-se além do chamado fim humano, porque a Vida continua, pois os mortos não morrem. Nem os Irmãos ateus, entre os quais se encontram criaturas de esmerada generosidade.
Agradecimento
Meus sinceros agradecimentos a todos os que têm colaborado pelo sucesso da LBV: os seus voluntários e contribuintes. Nosso muito obrigado, também, às autoridades, religiosos, ateus, artistas, à mídia. Enfim, a todas as criaturas de Boa Vontade que nos ajudam. Aos mantenedores do Clube Cultura de Paz, meu incentivo.

José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.

Fim de ano premiado CDL - Paulista


Você empresário, ligue e faça sua adesão 3433.1255/3433.0798 Você cliente, compre nas lojas sinalizadas e concorra a esse grande prêmio!!! 
Sorteio dia 09 de Janeiro de 2016 
Não fique de fora!

PCdoB entra com ação no Supremo questionando o ato de admissão do processo de impeachment contra Dilma Rousseff



Nesta terça-feira (3/11), o Partido Comunista do Brasil ingressou junto ao Supremo Tribunal Federal com uma Arguição de Descumprimento do Preceito Fundamental (ADPF), denominação dada pelo direito brasileiro ao instrumento utilizado para evitar ou reparar lesão resultante de ato de autoridade baseado em regras de lei anteriores à promulgação da Constituição de 1988.

O PCdoB considera o ato do presidente da Câmara um golpe perpetrado em conluio com a oposição, utilizando inconstitucionalmente uma Lei de 1950 para justificá-lo.
Assim, a ação contesta o rito do impeachment adotado pelo presidente da Câmara dos Deputados, uma vez que o ato de aceitação do pedido de impeachment foi feito com em uma lei de 1950, que, por não se adequar aos princípios democráticos da Constituição, completa de lacunas, que exige nova interpretação.

O questionamento da constitucionalidade desta mesma lei de 1950 já foi feita, junto ao Supremo, quando o presidente da Câmara se arrogou o direito de estabelecer regras para um processo de impeachment. Em resposta, o Supremo suspendeu aquele ato ilegal do presidente da Câmara, determinando não poder mais o presidente decidir sobre pedidos de impeachment, até que a Suprema corte se pronunciasse sobre qual rito deverá ser seguido.
A aceitação do pedido de impeachment feito ontem é uma afrontosa desobediência à decisão do Supremo Tribunal Federal. Uma desobediência que teve por vil motivo conseguir os votos no Conselho de Ética para se livrar do processo de cassação de seu mandato de deputado.

Brasília, 03 de dezembro de 2015.

Mudanças climáticas: na COP-21, senador Fernando Bezerra participa de discussões sobre legislação ambiental

Brasília, 4/12/15 – O presidente da Comissão Mista sobre Mudanças Climáticas (CMMC) do Congresso Nacional, senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), chegou hoje (4) a Paris (França), onde acontece a Conferência Mundial das Nações Unidas sobre o Clima (COP-21). Um dos principais representantes do parlamento brasileiro no encontro, Fernando Bezerra participou, nesta tarde, do painel “Mudança Legislativa: legislando e julgando para o futuro”, com palestra proferida pelo ministro Antonio Herman Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) do Brasil. “Benjamin defendeu o permanente diálogo entre o Legislativo e o Judiciário em questões ambientais para que legislação relativa a este segmento possa ser aprimorada e, de fato, cumprida”, contou o senador.

Promovido pela Organização Global de Legisladores (Global Legislators Organisation/Globe), o painel foi realizado na Assembleia Nacional da França, sob a presidência da deputada Bärbel Höhn, com quem o senador Fernando Bezerra Coelho esteve durante a Conferência Intersolar Europe 2015, no último mês de junho, na Alemanha. Höhn é líder do Partido Verde daquele país, presidente da Comissão de Meio Ambiente da Alemanha e integrante do Grupo Parlamentar Brasil/Alemanha do Bundestag. 

Atuante em questões ambientais e mudanças climáticas, o ministro Herman Benjamin participou, em setembro, de audiência pública da CMMC. Conduzida por Fernando Bezerra, no Senado Federal, a audiência tratou da Encíclica do Papa Francisco (“Louvado Seja”) sobre as repercussões das mudanças climáticas ao planeta e também das contribuições que o Brasil apresentará durante a COP-21.

A proposta central da Contribuição Nacionalmente Determinada (iNDC) para a 21ª Conferência da ONU sobre o Clima é que “o Brasil, até o final deste século, envidará esforços para uma transição a sistemas de energia baseados em fontes renováveis e descarbonização da economia mundial, no contexto do desenvolvimento sustentável e do acesso aos meios financeiros e tecnológicos necessários para tal transição”. Entre as principais metas brasileiras, destacam-se o fim do desmatamento ilegal, o reflorest