Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Neste domingo, passageiros de BRTs vivem momentos de terror

Diario de Pernambuco
Publicado em: 06/12/2015 22:50 Atualizado em: 07/12/2015 00:12

Passageiros que precisaram se deslocar até Igarassu através de BRTs estão amedrontados. Os ônibus não estão parando nas estações de Olinda, por exemplo, porque grupos de galeras estão tentando parar os coletivos para fazer assaltos. Em frente ao quartel da cidade olindense, há uma aglomeração de jovens, sem camisa, causando terror a quem passa. Outro ponto vulnerável fica em frente ao Atacadão e, de acordo com relatos de passageiros, alguns ônibus de BRTs foram danificados.

No bairro do Arruda, no Recife, integrantes da Inferno Coral promoveram baderna na rua onde fica a sede da organizada. Segundo relato de moradores, houve até tiros. Segundo informações do 13º, o tumulto foi controlado e teria acontecido durante uma festa promovida pela torcida organizada. Mas a equipe de reportagem do Diario foi ao local confirmar e constatou que ainda havia um ônibus com integrantes da Inferno e muitas pessoas na rua, algumas segurando pedaços de madeira. Os repórteres foram ameaçados e obrigados a sair do local sem maiores informações.

Os confrontos aconteceram após o jogo do Sport contra a Ponte Preta, que se realizou em São Paulo.

Com informações dos repórteres Max Felipe e Isabelle Barros

Vacinas contra a Zika obedece critérios da Organização Mundial de Saúde

Circula pelas redes sociais mensagens e áudios com todo o tipo de conteúdo sobre a microcefalia sem evidências científicas. Diante dos rumores na internet, as gestantes estão em dúvida sob a prevençao ideal da zika vírus. Para evitar boatos, a Secretaria Executiva de Atenção à Saúde do Governo do Estado de Pernambuco comunica que a não realização da vacina deixará o recém nascido sem os anticorpos maternos protetores, exposto ao tétano e ao coqueluche. À gestante as complicações associadas à influenza. 

De acordo com o comunicado, a distribuição é feita de forma universal para todas as regiões brasileiras desta forma não houve lotes de vacinas contaminados em Pernambuco. O controle de qualidade das vacinas utilizadas no Brasil obedece critérios padronizados da Organização Mundial de Saúde. Após a aprovação em testes de controle em laboratório, cada lote é submetido à análise no Instituto Nacional de Controle em Saúde (INCQS) do Ministério da Saúde. Desde 1983, os lotes são analisados, garantindo sua segurança, podetência e estabilidade, antes de serem utilizados na população. ​