Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Melhor portal da transparência

Segundo ranking de transparência pública publicado pelo Ministério Público Federal, São Bento do Una, da gestão da prefeita Debora Almeida (PSB), é o município mais transparente do Estado de Pernambuco com uma nota 9,2. O MPF informou que dos 185 municípios avaliados no estado, 20 obtiveram nota acima de 7 e trinta ficaram com nota zero por não atenderem, segundo a assessoria, as exigências da lei.
A avaliação dos estados e municípios foi baseada em 16 itens relativos à divulgação da remuneração de servidores, despesas a pagar, receitas arrecadadas, contratos e convênios. O ranking foi realizado de acordo com o questionário desenvolvido pela Ação nº 4/2015 da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (Enccla).

Assembleia Legislativa reúne empresários para discutir movimento Compre do Pequeno Negócio

Por iniciativa do deputado estadual Miguel Coelho (PSB), a Assembleia Legislativa realiza nesta quinta-feira (09) um expediente especial para discutir as ações para incentivo aos micro e pequenos negócios. A reunião ocorre a partir das 10h no plenário da Assembleia e deve contar com representantes do Governo do Estado, Sebrae, Fiepe, Fecomércio, CDL entre outras instituições.

Segundo Miguel Coelho, o encontro ainda visa fortalecer o movimento Compre do Pequeno Negócio, que foi criado neste ano para estimular o setor. “Este segmento representa mais de 90% das empresas pernambucanas, 46% dos empregos formais e 26% do PIB do estado. É importante, dessa maneira, incentivar essa cadeia produtiva e movimentos como o Compre do Pequeno Negócio podem incrementar a economia e desenvolver Pernambuco”, justiça o deputado.

Hospital Dom Moura atualiza procedimentos para Dengue, Chikungunya e Zika Vírus‏‏


O Hospital Regional Dom Moura, através dos setores de Vigilância Epidemiológica, Residência Multiprofissional e do Núcleo de Educação Permanente, vem informando seus profissionais sobre o aumento do número de casos de microcefalia no estado, e da necessidade de vigilância desses casos. As atualização têm sido feitas com a divulgação de notas técnicas e protocolos estabelecidos pela Secretaria Estadual de Saúde.



Segundo o gestor do Hospital Dom Moura, Dr. Luiz Melo, a atualização constante das informações visam oferecer maior agilidade no repasse aos órgãos estaduais. "Buscamos fornecer aos profissionais da unidade as condições necessárias para o eficaz atendimento nos casos de dengue, chikungunya e zika vírus, cujos estudos estão mostrando a ligação com a microcefalia, e outras doenças neurológicas." afirma o gestor.

Além do repasse sistemático de informações, o HRDM iniciou encontros com os profissionais, para esclarecimentos e padronizações de atendimento, agilizando o serviço à população e o controle perante a Secretaria de Saúde de Pernambuco.

Balanço: senador Fernando Bezerra avalia que Brasil já conquistou protagonismo na COP-21


Brasília, 9/12/15 – O presidente da Comissão Mista sobre Mudanças Climáticas (CMMC) do Congresso Nacional, senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), fez hoje (9) o primeiro balanço da participação do Brasil na Conferência das Nações Unidas sobre o Clima (COP-21). Na avaliação do senador, as propostas brasileiras apresentadas durante o encontro conquistaram visibilidade e o interesse das nações que participam da Conferência.

“Estamos nos aproximando da data final (próxima sexta-feira, 11) para a celebração de um novo e grande acordo que vai dar as bases para o desenvolvimento sustentável em todo o mundo. E o Brasil está tendo um protagonismo importante na COP-21”, destacou. “Foi o país que apresentou a melhor proposta do ponto de vista da redução de emissões. E também chega à Conferência como o grande exemplo; sobretudo, na redução do desmatamento da floresta amazônica”, ressaltou Fernando Bezerra.

Na capital francesa, cumprindo agenda na COP-21 desde a última sexta-feira (4), o presidente da CMMC participou, na manhã e tarde de hoje, de dois painéis sobre aContribuição Nacionalmente Determinada (iNDC). Realizados na Embaixada do Brasil em Paris, os painéis – “iNDC Brasileira e a redução do efeito estufa” e "Implementação da iNDC do Brasil: Florestas, Regeneração, Recomposição e Reflorestamento" – contaram com a presença da delegação de senadores e deputados brasileiros como também da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

“Minha presença aqui, como presidente da CMMC, ao lado de diferentes parlamentares, tem sido muito importante para a troca de ideias”, contou Fernando Bezerra Coelho. “Inclusive, com delegações de parlamentares da Alemanha, França, Comunidade Europeia, dos Estados Unidos e de outros países – todos eles querendo saber a posição brasileira e conscientes do enorme esforço que o Brasil vem fazendo para que, de fato, nosso país possa ser referência em termos de desenvolvimento sustentável”, completou o senador.

METAS – A proposta central da iNDC/Brasil para a COP-21 é que “o país, até o final deste século, envidará esforços para uma transição a sistemas de energia baseados em fontes renováveis e descarbonização da economia mundial, no contexto do desenvolvimento sustentável e do acesso aos meios financeiros e tecnológicos necessários para tal transição”. Entre as principais metas brasileiras, destacam-se o fim do desmatamento ilegal, o reflorestamento de 12 milhões de hectares de terra, a recuperação de 15 milhões de hectares de pastagens degradadas e a integração de cinco milhões de hectares, entre lavouras, pastagens e florestas.

Na área de energia – um dos pilares da CMMC – a iNDC propõe que a participação das energias renováveis chegue, até o ano de 2030, a 23% da matriz energética brasileira, especialmente a solar, eólica e de biomassa, sem considerar a hidrelétrica. O senador Fernando Bezerra defende que a participação das “energias limpas”, na matriz energética nacional, aumente para 25%, no referido ano (2030).
 
“É importante que este esforço brasileiro, contido nas metas do país para serem alcançadas até 2030, possa ser perseverado, possa ser realmente implementado, quando o Brasil será um dos líderes mundiais em preservação do meio ambiente e desenvolvimento sustentável”, defendeu o pessebista pernambucano. “Vamos mostrar que é possível, sim, gerar emprego e inclusão social; ao mesmo tempo, conservando os nossos biomas, especialmente, o cerrado, a floresta amazônica, a caatinga – o que é muito importante para a preservação do nosso meio ambiente e para dar qualidade de vida para toda a sociedade brasileira”, completou o senador.
 
AGENDA – Nesta quinta-feira (10), Fernando Bezerra Coelho participa do “Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas” e do painel "Perspectivas econômicas com os iNDCs ". A COP-21 começou no último dia 30 e vai até o próximo dia 11, reunindo representantes das mais de 190 nações que fazem parte da Convenção da ONU sobre o Clima. O senador Fernando Bezerra é um dos principais representantes do parlamento brasileiro nesta Conferência.

Confira, abaixo, as próximas agendas do senador na COP-21:

QUINTA-FEIRA: 10/12

ü  Manhã: “Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas”
·         Local: Le Bouget

ü  15h00 – 16h30: "Perspectivas econômicas com os iNDCs "
·         Organizado por: United States Council for International Business (USCIB), Chamber of Commerce of the United States of America, Mouvement des entreprises de France (MEDEF) e World Steel Association (Worldsteel)
·         Local: Le Bouget - Auditório 1

SEXTA-FEIRA: 11/12

ü  Manhã: “Fórum de discussões sobre os resultados da COP-21”
·         Organizado pela Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC) do Congresso Nacional brasileiro, presidida pelo senador Fernando Bezerra Coelho
·         Local e horário: a confirmar

ü  13h15 – 14h45: "A política brasileira de mudança climática pós- 2020: desafios e oportunidades "
·         Organizado por Brasil, Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social (Ethos)
·         Local: Le Bouget - Auditório 1