Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

SENAI abre vagas para a contratação de seis profissionais

O SENAI Pernambuco está selecionando seis novos profissionais para contratação imediata, por tempo indeterminado, sendo uma vaga para Paulista, Uma para Jaboatão e as outras quatro para Recife.  As vagas são para Analista de Administração, Analista de Laboratório, Consultor de Empresas (área de Construção Civil), além das reservadas para Desenvolvedores de Inovação e Tecnologia (com três perfis profissionais diferentes). Os interessados têm até esta sexta (04) para fazer o cadastro de intenção no banco de talentos do SENAI PE (no http://www.pe.senai.br/trabalhe-conosco/).

Podem se candidatar à vaga de Analista de Administração profissionais com formação superior completa em Administração, Ciências Contábeis ou Economia. Os candidatos devem possuir experiência mínima comprovada de 06 meses na área e disponibilidade para viagem (1 vaga – Recife).

Para a vaga de Analista de Laboratório é preciso ter formação superior em completa em Química, Engenharia Química e/ou Biologia. É necessário ter experiência mínima comprovada de 06 meses no cargo ou similar, assim como disponibilidade para viagem (1 vaga – Paulista).

Os interessados em concorrer à vaga de Consultor de Empresas (área: Construção Civil) deverá ter formação superior completa em Engenharia Civil e também ter experiência mínima comprovada de 06 meses na área de implementação e manutenção de sistema de gestão da qualidade em laboratórios de ensaios de materiais da construção civil baseado na Norma ABNT: NBR ISO/IEC 17.025; e em Engenharia Civil, com ênfase em materiais e componentes de construção. Disponibilidade para viagem (1 vaga – Jaboatão).

Já para as vagas de Desenvolvedor de Inovação e Tecnologia os requisitos comuns aos três perfis são planejamento e gestão; lógica; ferramentas e metodologias de desenvolvimento de software; modelagem, especificação e projetos de softwares; visão sistêmica e de negócios; metodologia de desenvolvimento ágil, Scrum; uso de repositórios GIT. Como requisito é necessária experiência mínima de 06 meses na área, além de disponibilidade para viagem (3 vagas – Recife).

Os candidatos devem verificar perfil completo da vaga na área Trabalhe Conosco no site do SENAI (www.pe.senai.br) e cadastrar o currículo no link http://www.pe.senai.br/trabalhe-conosco/. As etapas do processo e os critérios de avaliação estarão presentes na programação da seleção, que será fornecida ao candidato pré-selecionado por e-mail ou telefone, de acordo com os requisitos do cargo.

As contratações serão no regime celetista, que compreende os trabalhadores cujos direitos e deveres são regulados pela Consolidação das Leis Trabalhista (CLT). Todas as vagas são extensivas para as pessoas com deficiência (conforme Decreto Nº 3.298/99 e 5.296/04).

Além do salário, os funcionários do SENAI têm direito aos benefícios de previdência privada, assistência médica, assistência odontológica, plano de desenvolvimento, ticket alimentação ou refeição, vale transporte e programa de incentivo à educação formal.

4 destinos para viajar nos feriados de novembro

Qualquer um dos feriados de novembro pode ser uma boa oportunidade para fazer aquela viagem planejada há tempos, mas que nunca saía do papel. O feriado de Finados é já na próxima quarta-feira (02). Já a Proclamação da República é comemorada no dia 15 e o Dia da Consciência Negra é celebrado no dia 20 em mil cidades do país (por força de lei em todas as cidades dos estados do Alagoas, Amazonas, Amapá, Mato Grosso e Rio de Janeiro). O Guichê Virtual - startup líder na venda de passagens de ônibus online no país - reuniu 4 destinos incríveis para quem quer conhecer as belezas do Brasil, ainda mais em uma época tão agradável quanto a primavera.
 
1) João Pessoa (PA)
Nativos da Mata Atlântica, os Ipês enfeitam praças, avenidas e canteiros centrais dos espaços públicos de João Pessoa durante essa época do ano. A Secretaria de Meio Ambiente da cidade plantou este ano mais de 1,5 mil ipês amarelos e roxos nas áreas. Há diversos espaços de contemplação das flores, que formam um tapete colorido no chão. Um desses lugares é o Jardim Botânico Benjamin Maranhão, que em novembro promove eventos, além das tradicionais visitas guiadas. Se você for viajar nos feriados de novembro, considere a capital do Paraíba e não deixe de ir ao Parque Solon de Lucena, onde há, ao menos, 68 árvores de Ipês.
 
2) Bonito (MS) 
Bonito é paradisíaco em qualquer época do ano. Entretanto, entre novembro e março, período de chuvas, a vegetação está mais verdinha e os animais aparecem mais, pois há alimento de sobra. Além disso, o nível dos rios sobem, deixando as cachoeiras mais caudalosas e exuberantes. Para viajar nos feriados de novembro para Bonito é preciso organização e planejamento, afinal em datas especiais os hotéis e pousadas estão sempre lotados. Algumas das atrações imperdíveis de Bonito são: Gruta do Lago Azul, Flutuação no Rio Sucuri, Reserva Ecológica Baía Bonita, Abismo Anhumas e Buraco das Araras.
  
3) Curitiba (PR) 
É o lugar perfeito para os dias de primavera no Brasil. Curitiba é considerada uma cidade-jardim. Não é para pouco: são mais de 30 parques e bosques em sua região metropolitana. Segundo a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, a capital do Paraná tem um dos maiores índices de área verde do país. O passeio na cidade que não pode ficar fora da sua lista é o famoso Jardim Botânico de Curitiba. O local foi construído em 1991 e é conhecido principalmente pelos jardins de estilo francês e pelo tapete de flores na entrada de acesso à estufa. Um destino imperdível para viajar nos feriados de novembro.
 
4) Holambra (SP)
Literalmente nessa cidade tudo são flores. A pequenina Holambra fica perto de Campinas e oferece diversas atrações para quem ama a primavera. A cidade tem um clima aconchegante do interior, com suas ruas cheias de casinhas típicas holandesas. As visitas obrigatórias são ao Rancho da Cachaça e ao Sítio Estrela do Leste, locais onde são produzidas muitas das tradicionais flores e plantas da região. Os viajantes também devem garantir uma foto em frente ao Moinho Povos Unidos, inaugurado em 2008. O local é uma cópia fiel dos típicos moinhos holandeses!
 
Sobre o Guichê Virtual
A plataforma do Guichê Virtual permite que as pessoas comprem passagens de ônibus de diversas empresas para todo oBrasil. A startup foi fundada pelos empreendedores Thiago Carvalho, Rodrigo Barbosa e Halyson Valadão, trio de engenheiros do Instituto Tecnológico Aeronáutico (ITA), em São José dos Campos (SP). A empresa entrou em operação no início de 2013 com capital próprio dos sócios. Em 2016 recebeu sua primeira rodada de investimentos, liderada pela gestora de capitais Kaszek Ventures - fundo liderado por Hernan Kazah e Nicolas Szekasy, co-fundador e ex-CFO do Mercado Livre, respectivamente. Neste ano, a Guichê Virtual pretende consolidar sua liderança de mercado e superar a marca de 2 milhões de passagens vendidas.

Livro conta a história do Rio de Janeiro através dos meios de transportes

Mais de 150 fotos garimpadas dos principais acervos iconográficos cariocas, como os Arquivos Geral da Cidade e Nacional, Biblioteca Nacional, Fundação Casa de Rui Barbosa, os institutos Moreira Salles e Pereira Passos e da Rio Trilhos prometem levar o leitor a uma verdadeira viagem no tempo. Nas 280 páginas do livro também há charges e anúncios publicados em jornais de antigamente e de coleções particulares. De 1808 aos dias de hoje. Do transporte mais primitivo como cadeirinhas ou bicicletas aos modernos Metrô, Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e, de novo, as bikes. A Costura da Cidade - A Construção da Mobilidade Carioca é um livro de arte, de design arrojado, produzido pela editora Bazar do Tempo e deve se tornar objeto de desejo de quem curte a história do Rio de Janeiro, de suas culturas e da sua sociedade, costurada pela mobilidade. O lançamento será no próximo dia 27/10, às 19h, na Livraria Argumento (R. Dias Ferreira, 417 – Leblon).

O livro acompanha o desenvolvimento urbano da cidade, a abertura de suas vias, a ocupação das áreas e as transformações provocadas, no espaço público e também na vida cotidiana, a cada novo invento de transporte. Tudo de maneira muito atraente. Para isso, o autor Antônio Edmilson Martins Rodrigues, historiador, escritor e professor da PUC-Rio, mescla história e ficção, ao narrar esse percurso a partir de várias gerações de uma família fictícia, que atravessam o tempo e testemunha as mudanças na cidade.

“Hoje, temos o skate e as bicicletas como modos de locomoção bastante contemporâneos, alternativas individuais que levam as pessoas de um lugar a outro. Na Orla Conde – muitos andam a pé entre a Praça XV e a Praça Mauá, forma bastante particular de percorrer a cidade. Destaco que é importante que a população, hoje com 6 milhões de habitantes, repense a mobilidade, principalmente pelos transportes coletivos”. Professor universitário e especialista na história do Rio de Janeiro, o autor comemora as recentes transformações na área. “Ficou mais fácil chegar e sair da Barra da Tijuca, para onde o Rio está se expandindo. Demos uma arrancada. Nossa cidade só passou a ter metrô nos anos 1970, enquanto Buenos Aires, por exemplo, dispõe desde o final do século XIX”. Ele lamenta que os trens atualmente transportem muito menos passageiros que o fazia em seu auge, nos anos 1980. “Os nove ramais da Rede Ferroviária foram fundamentais para a integrar o Centro com os subúrbios e o interior do estado”.

"A partir da história da mobilidade urbana do Rio, o livro acaba por revelar temas preciosos da cidade, como desenvolvimento urbano, costumes, cultura. A ideia foi, assim, apresentar um panorama do Rio em seu caráter essencialmente mesclado: histórias que se cruzam, territórios que se ampliam, tempos que são ecos de uma mesma trajetória. Mas a história só teria relevância se mostrasse seus efeitos na vida das pessoas. Por isso optamos por um texto que mostrasse os reflexos das mudanças em personagens da cidade e convidamos a Valda Nogueira para encarnar esse sentido do permanente movimento carioca – apresentando o contexto contemporâneo dessa história que continua em curso", sublinha Ana Cecilia Impellizieri Martins, editora do livro.

A fotógrafa Valda Nogueira produziu um ensaio exclusivo para a edição, percorrendo a cidade de ônibus, metrô, trem, moto-táxi, bicicleta, teleférico, plano inclinado, barca e a pé. Ex-moradora da Maré, ela revela em suas imagens um olhar ora do passageiro ora do pedestre, criando uma série de sobreposições que criam o que ela chama de A Terceira Cidade.

Shopping Boa Vista abre em horário especial no dia 2

Nesta quarta-feira (2), o Shopping Boa Vista irá funcionar em horário reduzido: das 11h às 19h. O Game Station funcionará das 11h às 21h e o cinema exibe grade normal de programação.

Agropalma é premiada por ações em prol do desenvolvimento sustentável na Amazônia

Destinado a empresas e projetos que buscam soluções para a região amazônica e se destacam por ações que contemplam o empreendedorismo aliado à biodiversidade e à economia sustentável, o prêmio Samuel Benchimol e Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente de 2016 acaba de conceder a honraria à Agropalma S/A na categoria “Empresa na Amazônia”.
A homenagem é concedida a empresas da região amazônica que atuam para fortalecer as cadeias produtivas dos setores que conduzem ao desenvolvimento e ao aproveitamento comercial da biodiversidade da região, ambos de forma sustentável.
Para Marcello Brito, diretor executivo da Agropalma, o prêmio vem ao encontro dos esforços da empresa de exercer, com responsabilidade, um papel ímpar na economia da região amazônica, inclusive no desenvolvimento das comunidades. “Nos sentimos prestigiados com a premiação e a recebemos com muito orgulho e contentamento.”
Há mais de 30 anos na região amazônica, mais especificamente no Pará, a Agropalma mantém 39 mil hectares de palmeiras plantadas e 64 mil hectares de reservas florestais. Ao redor das fazendas, existem 27 pequenas comunidades, onde estão localizadas as casas de muitos dos funcionários da empresa, pequenos agricultores e fornecedores.
A Agropalma atua também na capacitação de fornecedores para que possam manter negócios viáveis, de forma a assegurar o fornecimento de produtos e serviços de qualidade, atendendo às conformidades legais. Além de contribuir para o empoderamento das populações do entorno das instalações físicas da empresa, a Agropalma também adota boas práticas para o manejo sustentável da água.
A iniciativa do Prêmio recebe o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) por meio do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT); do Ministério da Integração Nacional (MI), das Federações de Indústrias da Região Amazônica e Fundações de Amparo a Pesquisa.
O nome Samuel Benchimol faz referência ao professor, escritor e pesquisador, cuja trajetória foi dedicada ao estudo da formação econômica da Amazônia, do ciclo da borracha ao processo de industrialização com a Zona Franca de Manaus.
A cerimônia de premiação, que contempla outras sete categorias – além do “Empresa na Amazônia” -, foi realizada em Belém no último dia 28 e comemora também os 400 anos da capital paraense.

Sobre a Agropalma
A Agropalma, braço do Conglomerado Alfa, é a maior produtora de óleo de palma da América Latina e sua atuação perfaz toda a cadeia produtiva, da produção de mudas ao óleo refinado e gorduras especiais. Sua trajetória começou em 1982, no município de Tailândia, no Pará. Naquele estado, a empresa conta com seis indústrias de extração de óleo bruto, um terminal de exportação e uma refinaria de óleo de palma e emprega cerca de 4.000 mil colaboradores. Para aproximar-se do mercado de consumo interno, a Agropalma inaugurou, em julho de 2016, uma refinaria de produção sustentável, em Limeira, São Paulo. O compromisso da empresa com o meio-ambiente é um de seus valores, o que na prática é representado por certificações ambientais, abrangendo insumos, matérias-primas e 100 % de sua produção.

MC-Bauchemie oferece ao mercado agente hidrofugante que protege e aumenta a vida útil de estruturas

A presença de umidade nos diversos tipos de estruturas é sempre um fator de risco, porque a água pode transportar agentes agressivos para o interior das estruturas, desde o dióxido de carbono, que origina a carbonatação do concreto e, consequente, a corrosão das armaduras, até aos cloretos, sulfatos e outros agentes biológicos, como fungos e bolores. Pensando nisso, a MC-Bauchemie, empresa alemã líder no desenvolvimento de produtos químicos para construção, desenvolveu o hidrofugante Emcephob W-SX.
Outro aspecto desfavorável da presença de água nas estruturas é a sensação de superfície úmida e fria ao toque. “Em regiões onde as temperaturas durante o inverno chegam a valores negativos, a presença de água nos poros do concreto resulta em microfissuração, pelo fenômeno de gelo-degelo. Sucessivos ciclos aumentam a fissuração, podendo gerar desplacamentos, o que agrava ainda mais a corrosão das armaduras”, explica Joana Miranda, engenheira e gerente de produto da MC-Bauchemie.
Assim, o Emcephob W-SX é a solução apropriada quando o resultado pretendido é repelir a água da estrutura e aumentar a durabilidade e a vida útil da mesma. “Entretanto, um tratamento destes deve ser o último passo no processo produtivo ou de recuperação de estruturas, principalmente como complemento à linha cosmética para concreto da MC”, acrescenta Joana.
O hidrofugante já vem pronto para uso e é bastante versátil, podendo ser aplicado com rolo ou com pulverizador. O efeito de repelência à água é rapidamente evidente, após a secagem do produto, sendo que a tensão superficial da água em contato com a superfície altera-se, formando semi-esferas. Outra vantagem é que, por se tratar de um produto inodoro e sem solventes, possibilita uma aplicação confortável e mais segura, sem riscos de combustão”, conclui Joana.

Sobre a MC
A MC-Bauchemie, grupo multinacional alemão privado com mais de 50 anos de atuação, é uma das maiores e mais conceituadas empresas de químicos para construção. Atualmente, está presente em cerca 40 países e conta com mais de 20 fábricas e centros de distribuição. O grupo vem estabelecendo novos padrões tecnológicos no mercado da construção e possui uma extensa linha de produtos direcionados a tecnologia do concreto, proteção, impermeabilização e restauração de estruturas. O lema “construir é cuidar” faz parte do DNA da empresa. Por isso, a MC investe fortemente em pesquisa e desenvolvimento, treinamento de seus funcionários e no atendimento de seus clientes. Hoje, mais de 2 mil pessoas trabalham com o compromisso de colocar esse pensamento em prática. No Brasil desde 2001, a MC-Bauchemie possui três fábricas localizadas estrategicamente nas regiões sudeste e nordeste. Além das soluções MC, conta também com sistemas  para impermeabilização e proteção de estruturas da Xypex Chemical Corporation, conceituada empresa canadense.    
 

Iniciam hoje inscrições para oficinas gratuitas de rádio e fotografia

Iniciam hoje (31.10) e vão até o dia 15 de novembro as inscrições para as Oficinas de Rádio e Fotografia, gratuitas, oferecidas na Ação Formativa Cena Brasil 2016, pela Oscip Diálogos, em Olinda. Os cursos acontecem em quatro dias, com aulas teóricas e práticas, numa carga horária total de 16 horas. Ao todo, estão disponíveis 40 vagas, 20 para cada treinamento. As inscrições serão realizadas pelo e-mail cenabrasilolinda@gmail.com ou na sede da Oscip, no horário das 14h às 18h, localizada na Rua Maria Lúcia Almeida de Araújo (Guaraná), n° 24, sala 01, Qd. E8, Lt. 24, Ouro Preto, Olinda (Próximo ao Centro Comercial). Os candidatos precisam ser estudantes de escolas públicas, ter idade entre 16 e 24  anos e estar cursando, no mínimo, o ensino fundamental.