Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Fernando Coelho Filho apresenta em Londres e Tóquio investimentos no setor energético-mineral

O ministro das Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, participou da agenda da missão para a atração de investimentos coordenada pelo Programa de Parceria em Investimentos (PPI), para Londres (Inglaterra) e Tóquio (Japão), ao lado do presidente da república Michel Temer. O ministro, nessas duas semanas, esteve presente em mais de 15 eventos, entre reuniões e apresentações, com os principais investidores, empresas e bancos da Europa e do Japão.

Na área de energia e mineração, entre as oportunidades que foram apresentadas estão as discussões das novas rodadas do pré-sal e a venda das distribuidoras de energia elétrica, além de perspectivas de reanimar o setor de mineração, com a disponibilização de áreas para pesquisa.

Em Londres, a agenda de reuniões e eventos teve início no dia 12, quando o ministro esteve com investidores e agentes do setor de infraestrutura e energia. No dia seguinte, Coelho Filho participou de reuniões com Jesse Norman, ministro de negócios, Energia e Estratégia Industrial da Inglaterra. Sobre o encontro, o ministro afirmou que o objetivo é demonstrar interesse em aprender sobre as experiências inglesas na área de armazenamento de energia, o que é fundamental para os sistemas isolados no Brasil, por exemplo, e como forma de aproveitar esse armazenamento de forma complementar à nossa geração solar e eólica no Nordeste, de forma a dar mais estabilidade. O ministro também esteve com o Secretario Especial para Assuntos Comerciais no Brasil, Mark Prisk.

Em suas apresentações, Coelho Filho reforçou que o Brasil entrou em um novo momento, onde o investimento privado será fundamental para retomar o crescimento do país. Nesse novo cenário, a retomada da confiança e a reinstitucionalização serão fundamentais, e o Ministério de Minas e Energia vem atuando para garantir a independência de empresas como a Petrobras e a Eletrobras.

Coelho Filho também destacou aos investidores que a redução do preço da gasolina e do diesel pela Petrobras, anunciada na semana passada, já indica que o Governo Federal defende a autonomia dessas instituições. "A Petrobras não é uma agência de desenvolvimento, é uma empresa de petróleo. Deve tomar decisões que façam sentido para ela e seus acionistas", afirmou Coelho Filho, em evento na London Business School.
A agenda do ministro em Londres ainda contou com encontros com investidores e operadores de infraestrutura; reunião com empresários e investidores selecionados pelos bancos JPMorgan e Banco do Brasil; Reunião com Ang Eng Seng, CIO do GIC, e Stuart Baldwin, responsável pelo fundo soberano do governo de Singapura; reunião com Anthony Julien, CEO, e Peter Weidmann, diretor, ambos do Sentient Group; reunião com Marcelo Castillo, head of Business Development for the Global Network Business da ENEL Energia; almoço com investidores de Fundos Pensão/Fundos Soberanos/Estratégicos em Infraestrutura; Palestra junto aos ministros do PPI;  e reunião com Andrew Brown, executivo da Royal Dutch Shell.

Japão
Em Tóquio, onde esteve de 17 a 20 de outubro, o ministro participou de extensa agenda com autoridades japonesas, empresários e investidores. Além de cumprir as agendas propostas dentro da missão do PPI, Fernando Coelho também acompanhou a comitiva do presidente Michel Temer em diversos eventos. A parceria de negócios entre Brasil e Japão já dura mais de 50 anos e há muitas oportunidades a serem exploradas.
Na terça-feira (18), o ministro esteve com o presidente da Japan Overseas Infrastructure Investment Corporation for Transport and Urban Development (JOIN), Hatano Takuma; com o Senior Managing Director do Japan Bank for International Cooperation (JBIC), Nobumitsu Hayashi; e com representantes da Japan International Cooperation Agency (JICA).

Os empresários destacaram ao ministro que há dificuldades em empreender no Brasil, mas ressaltaram que, mesmo com problemas, o Brasil é um mercado promissor. Os executivos afirmaram acreditar que o Brasil retomará o crescimento com os ajustes que estão sendo feitos.

No dia 18, Fernando Coelho Filho foi um dos palestrantes do Seminário Projeto Crescer – Como Investir no Brasil, na Embaixada do Brasil em Tóquio, para mais de 50 investidores. Ele reafirmou sua convicção na estabilidade das instituições brasileiras, apresentou as oportunidades de investimento e o diferencial dos projetos PPI, bem como sobre os esforços que está empreendendo para devolver a racionalidade ao setor de energia e o cumprimento de contratos, ponto fundamental da nova gestão.

No evento, o ministro destacou que o setor de mineração ganhou nova luz sobre sua gestão, que agora está focando esforços para disponibilizar à iniciativa privada áreas que podem ser pesquisadas. O ministro afirmou ainda que tem sido intenso o trabalho do governo para reanimar o setor de mineração.

Em reunião acompanhando o presidente Michel Temer, Fernando Coelho participou de encontro com altos empresários japoneses, incluindo os integrantes da delegação empresarial, na sede da Federação das Indústrias do Japão – Keidanren, com o presidente da entidade, Sadayuki Sakakibara, seguido de almoço.

Em outros eventos, o ministro esteve reunido com o CEO da Mitsui, Masami Iijima; e com o CEO da Mitsubishi, Seiji Shiraki.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.