Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Tripulante do voo da Chapecoense diz que sobreviveu graças à posição fetal

Da Rádio França Internacional

Começa hoje (30) a difícil tarefa de identificação dos corpos das 71 pessoas que morreram no acidente aéreo com a equipe da Chapecoense, na noite de segunda-feira (28),a 17 quilômetros (km) do aeroporto internacional de Rionegro, no Noroeste da Colômbia.

Nesse mesmo aeroporto tem chegado nas últimas horas, procedentes do Brasil, os familiares das vítimas para ajudar na identificação dos corpos.

O estado de saúde dos seis sobreviventes ainda é delicado, especialmente dos três jogadores. O lateral Alan Ruschel sofreu traumatismo na coluna e já passou por uma cirurgia bem-sucedida. O goleiro Jackson Follman teve uma perna amputada, após ter dado autorização aos médicos para o procedimento. O estado de saúde do zagueiro Hélio Neto, que sofreu um traumatismo craniano, é o mais grave.

O jornalista Rafael Henzel, a comissária de bordo Ximena Suárez e o técnico da aeronave Erwin Tumiri estão em condições mais estáveis, porém com ferimentos graves. Tumiri contou à equipe de resgate que conseguiu salvar a própria vida seguindo os procedimentos de segurança indicados. Ele disse que ficou em posição fetal com uma mala entre as pernas, mas que muitos passageiros, com o nervosismo do momento, haviam ficado em pé.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.