Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Senar Brasil realizou I Seminário de Educação a Distância

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) promoveu, na quarta-feira (7), o I Seminário de Educação a Distância. O encontro abordou o tema "Inovação e Criatividade", com o intuito de fomentar estratégias para tornar a educação a distância do Senar cada vez mais atrativa ao produtor. Participaram do encontro, que aconteceu em Brasília, gestores da Rede e-TEC Brasil no Senar de 23 Administrações Regionais, que executam o Curso Técnico em Agronegócio no País.
O Seminário foi marcado pela palestra do doutor em Psicologia da Aprendizagem e do Desenvolvimento Humano, Conrado Schlochauer. Na ocasião, Pernambuco, juntamente com as Administrações Regionais de Alagoas, Roraima e Mato Grosso do Sul, apresentaram como se dá o funcionamento do curso nos respectivos Estados.


A regional de Pernambuco foi destaque ao exibir instrumento de avaliação que monitora a performance gerencial, pedagógica e tutorial do curso. Para o coordenador da Rede e-Tec no Senar Pernambuco, Adriano Pontes, a iniciativa vem para aperfeiçoar a metodologia de ensino do curso Técnico em Agronegócio, que começou a ser ofertado no Estado há apenas um ano. “Esse é um modelo de avaliação diferenciado, porque capta informações sobre o desempenho de todos os atores envolvidos no projeto (instrutores, alunos e gestores), impulsionando o avanço educativo na modalidade a distância”, esclareceu Pontes. 
No portal de Educação a Distância (www.senar.org.br/ead) do Senar são encontrados 54 cursos em várias áreas, além do Técnico em Agronegócio da Rede e-Tec Brasil, que é semipresencial em outra plataforma. Também é possível encontrar as aulas transmitidas pelo Canal do Produtor TV, conteúdo disponível tanto na programação diária do canal quanto na internet, por meio do endereço eletrônico www.canaldoprodutor.tv.br

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.