Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

URGENTE: 53 detentos escaparam na fuga em massa da Barreto Campelo em Itamaracá


Contagem oficial foi feita nesta quinta-feira

Após a contagem oficial dos presos da Penitenciária Barreto Campelo, em Itamaracá, foi constatado que 53 detentos escaparam na fuga em massa da noite dessa quarta-feira. A ousada debandada aconteceu depois que suspeitos começaram a atirar contra a guarita 6 do presídio. Durante o tiroteio, outros integrantes da quadrilha abriram um buraco abaixo da guarita 5 (que, segundo os agentes, está desativada) para que os reeducandos fugissem. 

De acordo com a Secretaria de Ressocialização, a Barreto Campelo abriga, atualmente, 2.024 reeducandos, mas só tem capacidade para 430.

Mais informações em instantes


Informações do Diario de Pernambuco

Após fuga em massa, Barreto Campelo terá obras emergenciais



Hoje de manhã, por determinação do governador Paulo Câmara, as intervenções necessárias para reforço da segurança  da Penitenciária Barreto Campelo (PPBC), em Itamaracá, serão realizadas por dispensa de licitação. Foi realizado o levantamento da população carcerária da unidade  com a contagem manual para identificação de foragidos.  Até o momento a lista com nomes dos fugitivos não foi divulgada.


Mais de cem policiais estão monitorando a Ilha de Itamaracá

A Secretaria de Defesa Social (SDS) informou que a segurança na I​lha 
de​ Itamaracá​
​ ​já está reforçada com mais de cem homens de unidades como BPChoque, CIPOMA, CIPCães, CIOE e policiais militares do Grupo de Apoio Tático Itinerante - GATI, que realizam operações na busca dos fugitivos, com ações intensificadas por bloqueios na ponte, portos e trilhas no meio do mato. A vigilância na 
​​Penitenciária Barreto Campelo também será fortalecida, em parceria com a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, porém os detalhes da operação não podem ser divulgados por uma questão de segurança. Hoje de manhã, por determinação do governador Paulo Câmara, as intervenções necessárias para reforço da segurança  da Penitenciária Barreto Campelo (PPBC), em Itamaracá, serão realizadas por dispensa de licitação. Foi realizado o levantamento da população carcerária da unidade  com a contagem manual para identificação de foragidos.  Até o momento a lista com nomes dos fugitivos não foi divulgada.

De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (SERES), o projeto de fortalecimento da estrutura de segurança na área do entorno da PPBC já estava em andamento e inclui reforço na iluminação e na muralha da unidade. Essas intervenções já estavam previstas para serem executadas desde o ano passado, mas nenhuma empresa se interessou em participar da licitação aberta pelo Governo do Estado para realização das obras. A SERES abrirá sindicância para apurar o ocorrido. Foram acionados o Grupo de Operações e Segurança (GOS/SERES), o Batalhão da Polícia de Rádio Patrulha (BPRP), a Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE) e o 17º Batalhão da Polícia Militar, além de representantes da SERES. 

Na noite da última quarta-feira, a ​Barreto Campelo, em 
Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife, sofreu um atentado e terminou com a fuga de cerca de 20 detentos. Foi registrada uma ação de resgate de detentos da unidade, através de um buraco aberto próximo à guarita 5. Na ocasião, houve troca de tiros com a Polícia Militar da guarda externa mas detentos conseguiram fugir da unidade. 

De acordo com a polícia, suspeitos ainda não identificados atiraram contra a guarita 6 da unidade enquanto outros comparsas faziam um buraco com marretas no muro da guarita 5 - que, segundo os agentes penitenciários, está desativada - para possibilitar a fuga. Desde ontem, para procurar os fugitivos,  policiais estão revistando todos os veículos que passam na ilha. Em uma dessas blitze, foram encontrados quatro suspeitos com munições calibre 44, toucas ninjas e uma granada. Todos foram detidos, mas ainda não se sabe se eles eram detentos em fuga ou se faziam parte do grupo que atirou contra a unidade. 

Dispensa de licitação
Dentre as hipóteses de contratação direta, vale ressaltar a dispensa de licitação nos casos de emergência, prevista no art. 24, IV da Lei de Licitações e Contratos Administrativos, muito utilizada no âmbito da Administração Pública das três esferas de poder.

DADOS
Sobre os dados solicitados, segue:

Há na Penitenciária Barreto Campelo 
2.024 detentos

A unidade tem capacidade para 430.​