Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Escritor e psicólogo faz palestra sobre adoção em Paulista



Autor de 20 livros, sendo seis sobre adoção, o psicólogo Luiz Schettini Filho realizará palestra neste sábado (30.01), das 15 às 17h, em Paulista. “Convivendo com o filho adotivo” será o tema abordado. O escritor traz na bagagem a experiência de ser pai adotivo e de lidar com a questão no consultório. O evento é coordenado pelo Grupo de Apoio à Adoção do Paulista (GAAP). A palestra será gratuita e podem participar pais adotivos, pretendentes e o público em geral. A programação acontecerá no auditório do Ministério Público de Pernambuco, na Avenida Senador Salgado Filho, s/n, Centro, Paulista.

Fernando Bezerra Coelho relembra início da carreira política ao receber título de cidadão em Santa Cruz


O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) ficou emocionado ao receber nesta terça (26/01) o título de cidadão de Santa Cruz da Venerada. Foi na cidade sertaneja, em 1978, na campanha do tio Nilo Coelho ao Senado, que Fernando falou em público pela primeira vez. Na época, com 22 anos, ele ainda era estudante universitário e acompanhava a caravana de Nilo nos comícios pelo interior.


“Meu pai, Paulo Coelho, disse para mim: ‘Você hoje vai falar’. Eu tremia como vara verde, mas enfrentei o público e assim fiz minha estreia como orador. Por isso Santa Cruz é uma cidade muito especial para, um lugar que levo para sempre na lembrança”, afirmou Fernando Bezerra, que quatro anos mais tarde, em 1982, conquistava o primeiro mandato eletivo, para o cargo de deputado estadual. O senador recebeu o título na Câmara, acompanhado pelo deputado federal Fernando Filho e o deputado estadual Miguel Coelho. A comenda foi entregue pelo autor da proposta, o vereador Carlos Frederico. Fernando Bezerra revelou que pretende acompanhar de perto as eleições municipais, participando dos debates e da campanha. “Quero dizer aos amigos e amigas de Santa Cruz que eu estou voltando e virei para cá mais vezes”, disse.

Em seguida o senador, Miguel Coelho e Fernando Filho foram a Santa Filomena, onde conversaram com o prefeito Gildevan Melo, secretários municipais e vereadores em uma reunião de trabalho. Fernando Bezerra fez um balanço do primeiro ano de mandato como senador e assegurou que está disposto a ajudar a prefeitura com a liberação de recursos para obras e ações. O senador mantém o calendário de visitas e reuniões com lideranças sociais e políticas até o final de janeiro.

PSICOLOGIA AO SEU ALCANCE - Ciúme

O ciúme aparece nas relações interpessoais de diversas formas e intensidade, o espectro vai desde algo “leve” ao patológico. Surge nas relações de amizade, amor, familiar, trabalho, entre outros. De qualquer forma, é fonte de sofrimento para si e para quem se relaciona. Com relação a gênero, é comum os homens sentirem ciúmes quando há possibilidade de a parceira relacionar-se sexualmente com outro homem. As mulheres, geralmente, sofrem ao considerar que seu parceiro possa ter um sentimento, uma paixão para com outra mulher. Esse artigo aborda o ciúme na relação amorosa.
O ciúme é uma mistura de acreditar que se tem a posse sobre o outro com a insegurança de perdê-lo. O ciumento tem dificuldade de aceitar tal situação. É costumeiro o ciumento usar as atitudes do outro como desculpa para o ciúme, dizendo que as atitudes do outro dão “motivo” para tal. É claro que há pessoas que declaradamente se insinuam aos quatro ventos, mas nesse caso não é o ciúme o problema, pois ou a pessoa aceita que o parceiro será infiel ou corta a relação. O grande problema do ciúme é quando o outro não dá motivos nem se comporta como alguém que vai trair, mas sua liberdade incomoda.
Por outro lado, o mundo das redes sociais ampliou de tal forma as possibilidades de relacionamento, tanto em encurtar as distâncias geográficas como divulgar e esconder contatos, que possibilitou mais atritos que se poderiam imaginar anos atrás. Para aprofundar esse assunto acesse “Traição On-line”. Por outro lado, a total falta de ciúmes também não é saudável para uma relação amorosa, pois aponta frieza, falta de interesse e pode, inclusive, gerar insegurança no outro. Por fim, a intensidade do ciúme
está diretamente ligada ao sofrimento que ele vai causar. Na mesma proporção, quanto maior a carência afetiva, maior a possibilidade de sentir ciúme.
Como resolver o problema do ciúme? É mudar a personalidade, alterar o ponto de vista sobre quem é o outro. Primeiramente, precisa se dar conta de que o outro não passou a existir depois que você o conheceu, que se o outro apresenta boas qualidades é porque provavelmente aprendeu nos braços e beijos de outrem. Se o outro apresenta maturidade no amor, é porque já amou, sofreu, fez sofrer e já foi feliz com outra pessoa. Mas para ver o outro dessa forma sem sofrer precisa inicialmente investir em si, se valorizar, localizar-se de quem é e o que quer. Saber que é uma pessoa criada e desenvolvida numa rede de relações e que se apaixonou por alguém que também tem uma vida, uma história e uma rede de relações. E, caso seja uma pessoa “legal”, vários amigos, amigas, parentes irão requisitá-lo para várias atividades. Mas não é fácil fazer isso sozinho, sem estar contaminado per seus próprios valores. Por isso a importância de a pessoa procurar um psicólogo para fazer uma psicoterapia. Conhecer-se e saber qual o seu projeto de vida é investir em si.

Folia e muita criatividade na primeira edição do bloco “Desejável Mundo Agora”, no Recife

Fluxico Desejável é o nome da primeira edição do bloco