Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Polícia procura suspeito de assédios sexuais nos ônibus do Grande Recife

Folha de Pernambuco

Na esperança de estimular mais vítimas a romperem o silêncio e denunciarem outros casos de abuso, a Delegacia da Mulher divulgou o retrato-falado de um homem que vem assediando mulheres em ônibus. A unidade de segurança também pede que a população ajude a encontrar o suspeito por meio de denúncias. Vendedora no Shopping Tacaruna, a vítima estava em pé na linha Prefeitura/ Cabugá indo ao trabalho às 8h10 da manhã quando sentiu algo pressionando às suas costas. Olhando para trás, ela percebeu que o homem estava com o zíper abaixado. Ela tentou se mover, mas sentiu um objeto pontiagudo, como uma faca, pressionando-a do outro lado. No entanto, conseguiu descer na sua parada e fez a denúncia no mesmo dia às 16h. 

Nesses casos, a delegada da Mulher, Anal Elisa, aconselha ter calma e tentar chamar a atenção de outras pessoas para a situação. "Os agressores geralmente aproveitam de qualquer vacilo e, na maioria das vezes, acham que nada pode acontecer com eles", disse a policial civil. Segundo ela, a partir de outras denúncias, esse quadro pode ser revertido. Elas podem ser feitas pelo número 180. Para dar informações sobre o homem no retrato falado, as pessoas podem entrar em contato pelo telefone 3421.9595.


Faça sua denúncia 
Disque 180

Ou ligue: 3421.9595

Comissão de Cidadania apresenta representação contra secretário Pedro Eurico

A Comissão de Cidadania, Direitos Humanos e Participação Popular da Assembleia Legislativa de Pernambuco vai apresentar uma representação à Promotoria de Administração Pública, do Ministério Público de Pernambuco, contra o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, para apurar eventuais responsabilidades do gestor em relação às fugas ocorridas na penitenciária Barreto Campelo e do complexo prisional do Curado, há cerca de 15 dias.

Durante reunião pública realizada nesta terça-feira (2), o secretário Pedro Eurico afirmou que tem o hábito de disponibilizar seu número de celular entre os detentos e que recebe, diariamente, telefonemas de internos do sistema prisional de Pernambuco. A afirmação do secretário pegou de surpresa os participantes da audiência, que questionaram a institucionalização do uso de celulares por presos no Estado.

Para o presidente da Comissão de Cidadania, Edilson Silva (Psol), a declaração do secretário de que essa é uma realidade que existe no sistema prisional e que ‘temos que nos submeter a ela’ foi, no mínimo, infeliz. “O mesmo telefone que pode se usado para oferecer uma denúncia ao secretário, sobre uma arbitrariedade, é o mesmo que pode ser utilizado para facilitar uma fuga ou organizar crimes do lado de fora da prisão”, criticou.

De acordo com o deputado Silvio Costa Filho (PTB), a declaração do secretário Pedro Eurico é mais uma prova da situação de colapso do sistema prisional do Estado. “Não bastasse a superlotação, as condições precárias e a falta de investimentos públicos, um representante do Estado reconhece como normal presos portarem aparelhos celulares nos presídios pernambucanos”, destacou.

Os deputados cobram um posicionamento do chefe do executivo, o governador Paulo Câmara, que desde as fugas de cerca de 100 detentos não anunciou nenhuma medida concreto para reverter o grave quadro do sistema prisional pernambucano e, agora, diante de um ato ilícito de um membro de sua equipe não pode simplesmente silenciar.

Fernando Bezerra Coelho retoma agenda de trabalho no Senado Federal


Brasília, 02/02/2016 – O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) participou, na tarde desta terça-feira (2), da cerimônia de abertura dos trabalhos legislativos. O rito de inauguração da 2ª Sessão Legislativa da 55ª Legislatura do Congresso Nacional teve início às 15h, no Salão Negro, e terminou por volta de 17h, após discursos, no Plenário da Câmara dos Deputados, da presidente da República, Dilma Rousseff, e também dos presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A cerimônia contou, ainda, com a presença do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, entre outras autoridades.

Na mensagem lida aos parlamentares, a presidente Dilma Rousseff pediu “parceria” aos deputados e senadores para a aprovação de projetos defendidos pelo Executivo federal. Entre eles, o restabelecimento da CPMF. Neste momento do discurso da presidente, houve manifestações contrárias à posição de Rousseff. O senador Fernando Bezerra avalia que há alternativas à crise econômica sem a necessidade de recriação do referido imposto.
A presidente também destacou a necessidade de estabilização fiscal, controle da inflação e retomada do crescimento econômico. E defendeu o que chamou de “preservação da sustentabilidade da Previdência Social”, além do combate ostensivo aos criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da dengue, chikungunya e zika; este último, relacionado à microcefalia. Só em Pernambuco, a Secretaria Estadual de Saúde notificou mais de 1,2 mil casos da doença, entre dezembro de 2015 e janeiro deste ano.
O presidente do Senado, Renan Calheiros, também defendeu uma maior parceria entre os três Poderes. Segundo ele, o momento “exige que esqueçamos projetos pessoais e nos unamos por um Brasil melhor”.
PAUTA – Entre as matérias que constam da pauta do Senado e devem ser apreciados no início do ano há projetos relacionados às comissões especiais da Agenda Brasil e do Pacto Federativo, cujo relator (desta última) é o senador Fernando Bezerra Coelho. A primeira sessão deliberativa do Senado está marcada para amanhã (3).

Inteligência espiritual

Meditando sobre a responsabilidade de pais e educadores na sólida formação espiritual, humana e ética dos infantes, recordei-me do que, em 1981, disse ao jornalista italiano Paulo Parisi Rappoccio, há décadas radicado no Brasil. Defendi a basilar necessidade de unir ao raciocínio intelectual a sabedoria que se origina no coração das criaturas. Sim, porque também existe a inteligência do sentimento, da emoção e, mais que isso, a espiritual, provinda do Mundo ainda invisível aos nossos olhos materiais, por questões de frequência, entre outras. Ninguém morre. Continuamos vivos pela Eternidade.

Educação com Espiritualidade Ecumênica
No Manifesto da Boa Vontade (1991), escrevi que, intuitivamente, com acerto, assevera o próprio povo, seguido por eminentes pensadores: “Enquanto há vida, há esperança”. O caminho mais acertado permanece na área da Educação com Espiritualidade Ecumênica, um passo à frente no terceiro milênio, que se aproxima.
Contudo, a insensibilidade de muitos foi a motivação deste expressivo repto do notável Martin Luther King Jr. (1929-1968): “Ao longo do caminho da História, uma das maiores tragédias do homem tem sido o seu limitado interesse pelo próximo, seja este tribo, raça, classe ou nação”.
Por isso há que se orientar os esforços mundiais, aplicando-os na tarefa de resgate da parcela desfavorecida do planeta, colocando, assim, os valores da sociedade na devida ordem e fazendo a marcha do desenvolvimento econômico dirigir-se em prol da criatura humana, porquanto o ser vivente é a geratriz do progresso, a despeito das máquinas. Do contrário, os governos poderão não estar governando para seus povos.
O velho Gandhi (1869-1948) afirmava que “uma civilização é julgada pelo tratamento que dispensa às minorias”. E aí, na indiferença de muitos para com os demais, reside a sua fraqueza, se nada fizerem para mudar o rumo dos fatos, para o que é necessário igualmente que parem de culpar a Deus e os Seus preceitos pelos tropeços que dão. Atualíssima, portanto, esta advertência de antigo aforismo do escritor latino Publilius Syrus (85 a.C.-43 a.C.): “Tolo é aquele que afunda seus navios duas vezes e continua acusando o mar de culpado”.


Atenção merecida às crianças

Para que isso não venha a ocorrer com os nossos pequeninos que se preparam para a vida, com honra inaugurei, em São Paulo/SP, em 25 de janeiro de 1986, data natalícia da colossal cidade sul-americana, a Supercreche Jesus, que integra um grande Instituto, hoje responsável pela educação diária de quase 1.500 crianças, jovens e adultos. Reflitamos acerca deste ensinamento do Profeta Muhammad (570-632) — “Que a paz e as bênçãos de Deus estejam sobre ele!”— no Corão Sagrado: “As crianças são os ornamentos da vida neste mundo”.

Delas, Jesus, no Seu Evangelho, segundo Mateus, 19:14, declara: “Deixai vir a mim os pequeninos, não os impeçais, porque deles é o Reino dos Céus”. E Salomão, em Provérbios, 22:6, aconselha: “Educa a criança no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele”.
Ao anunciar, ainda durante a inauguração da Supercreche Jesus, o advento do Conjunto Educacional Boa Vontade, que surgiria em 25 de janeiro de 1993, também na capital bandeirante, assim resumi sua filosofia de trabalho: Aqui se estuda. Formam-se Cérebro e Coração.


Combate à Exploração Sexual

Proteger a infância e a juventude consiste em providência para todas as horas. Portanto, nos antecipando ao Dezoito de Maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, ratificamos essa batalha para a qual a sociedade deve permanecer em constante vigília.

Tenhamos em nossa agenda o Disque Direitos Humanos, o Disque 100. A ligação é gratuita.


José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.

Em Paulista, usuários do CAPS Tereza Noronha caem na folia

Foto: Jorge Macrino/ Divulgação Prefeitura de Paulista 
Os usuários do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Tereza Noronha, na Vila Torres Galvão, em Paulista, entraram no clima de carnaval, na manhã desta terça-feira (02.02). Este é quinto ano do “CAPS em Folia”, que tem como objetivo promover a inclusão dos usuários na sociedade através de atividades lúdicas.
Logo cedo, um lanche reforçado foi servido para que os usuários caíssem na folia. Em seguida, cerca de 20 pessoas seguiram em direção à Praça Ayrton Senna ao som de marchinhas de carnaval e acompanhados por passistas de frevo.
Para o psicólogo do CAPS Tereza Noronha, Eduardo Jorge, as atividades temáticas ajudam no desenvolvimento psíquico dos usuários. “As festas melhoram o humor e trazem alegria aos pacientes. Os usuários conseguem interagir entre si. Também conseguimos fortalecer os valores culturais”, ressaltou.
O folião A. B. de 21 anos frequenta o CAPS Tereza Noronha há mais de um ano. “Sou apaixonado pelo carnaval. É só animação e alegria”, comemorou. 
Diariamente o CAPS Tereza Noronha atende 200 pessoas com transtornos mentais graves. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Tereza Noronha fica na Rodovia PE-15, sn, Vila Torres Galvão, próximo ao Hospital Central do Paulista.