Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Fernando Bezerra destina R$ 1 milhão ao Instituto Federal Pernambucano



Brasília, 17/02/16 – O senador Fernando Bezerra (PSB-PE) recebeu nesta quarta-feira (17), em seu Gabinete em Brasília, a visita do reitor do Instituto Federal Pernambucano (IF Sertão-PE), professor Adelmo Carvalho Santana, e da reitora eleita da Instituição, professora Leopoldina Veras, que vieram solicitar o apoio do senador na obtenção de recursos para o Instituto.
Na ocasião, Fernando Bezerra informou que foram destinados, em emendas ao orçamento impositivo, o valor de um milhão de reais para a expansão e reestruturação da instituição de ensino, no exercício de 2016.

Visita dos prefeitos de São Joaquim do Monte e de Itapissuna‏

Brasília, 17/02/16 – Visita dos prefeitos dos municípios pernambucanos de São Joaquim do Monte, Joãozinho Tenório, e de Itapissuna, Cal Volia, ao Gabinete do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), em Brasília-DF. No encontro, os prefeitos solicitaram o apoio de Fernando Bezerra na busca de recursos para melhorias nos municípios e convidaram o senador a participar da inauguração de obras.

Deputado Professor Lupércio cobra conclusão de obras em Olinda

O deputado estadual Professor Lupércio aproveitou a sessão da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 17, para relatar o abandono das obras de construção do Estádio de Futebol de Rio Doce e da Reforma da Vila Olímpica, também localizada no bairro. Às vésperas do Dia do Esportista, comemorado na sexta-feira, 19, o parlamentar, que é vice-presidente da Comissão de Esportes da Alepe, criticou o atraso para a conclusão dos serviços e cobrou empenho da Prefeitura de Olinda a fim de que os trabalhos sejam finalizados.

“Nada, absolutamente nada justifica o abandono de áreas de lazer tão caras à população olindense. O abandono da Vila Olímpica e do Estádio de futebol de Rio Doce é inaceitável, anacrônico e irresponsável. Como deputado, vice-presidente da Comissão de Esportes e cidadão, peço mais empenho nas obras e serviços voltados para o esporte”, disse o parlamentar.

Inconformado com a atual situação em que os dois espaços se encontram, Lupércio foi enfático ao denunciar que eles têm sido usados para consumo de entorpecentes. “Olinda é uma cidade carente de áreas de esporte e lazer. E temos esses dois espaços abandonados, hoje, sendo utilizados como ponto de prostituição, de uso de drogas e depósito de lixo”, registrou.

“O estádio está em obras desde 2008 e, atualmente, é conhecido como o ‘Fantasmão de Rio Doce’. A Vila Olímpica já foi um dos mais importantes espaços de lazer de Olinda, mas agora está completamente abandonada. A pista de caminhada e as quadras poliesportivas foram tomadas pelo mato. A piscina também não é limpa há meses, formando um preocupante local de reprodução do Aedes aegypti. E à noite, é uma total escuridão”, finalizou.

O ESTÁDIO – Com ordem de serviço assinada ainda em 2008, as obras de construção do Estádio Grito da República, em Rio Doce, vêm se arrastando até os dias atuais. Inicialmente, o gasto para a edificação do palco esportivo seria de aproximadamente R$ 7,1 milhões. Entretanto, com a paralisação do serviço, o custo total vai ultrapassar o valor de R$ 10,5 milhões.

FUNASA mobiliza sociedade na luta contra o Aedes Aegypti

A Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) convoca comercio e moradores do bairro dos Aflitos para combater o Aedes Aegypti, transmissor daDengue, Febre Chikungunya e Zica Vírus. A ação acontece nesta quinta-feira (18/02) , às 9h, iniciando com uma Palestra/debate, contendo informações importantes sobre o envolvimento e mobilização da sociedade na atual Situação de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN), declarada pelo Ministério da Saúde. Após a palestra será feita uma demonstração prática de inspeção para localizar e combater criadouros do mosquito.

O evento é mais uma atividade educativa do Comitê de Mobilização Social da Funasa-Suest/PE. e é aberto à comunidade, tendo sido distribuídos convites a outras instituições públicas federais, a estabelecimentos comerciais, Escolas, Cursos e condomínios da área vizinha.

Os palestrantes, Wellinton Tavares de Melo, técnico da Secretaria Estadual de Saúde Pernambuco, e Carlos Cazumbá, da Vigilância Ambiental da Prefeitura do Recife, abordarão os temas "Panorama epidemiológico da Dengue, Febre Chikungunya e Zica Vírus no Estado e principais Ações realizadas pelo Comitê Estadual de Mobilização Social para Enfrentamento das Doenças Transmitidas pelo Aedes Aegypti" e "Panorama Epidemiológico da Cidade do Recife e do Distrito III", respectivamente.

Feira de agricultura familiar é atração da festa de 25 anos da Estação Ecológica de Caetés

Durante as comemorações do aniversário de 25 anos da Estação Ecológica de Caetés (Esec), dez produtores do Paulista vão comercializar diversos tipos de produtos da agricultura familiar sem agrotóxicos e livres de adubos químicos. São frutas, verduras, legumes, polpas, entre outros, tudo com um preço abaixo do praticado no mercado. A feira acontece nesta quinta (18.02), às 08h30, na Esec, localizada na PE-18, no limite entre a cidade de Paulista e Abreu e Lima.
Os produtores, que também vão negociar artigos de artesanato durante o evento, são apoiados pela Prefeitura do Paulista, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e pelo Instituto de Agronômico de Pernambuco (IPA).
Além da feira da agricultura familiar, a programação dos 25 anos da Estação Ecológica vai conta com vivências na mata e entrega dos certificados do projeto Educadores Ambientais. A iniciativa está sendo coordenada pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH).

Fernando Bezerra defende garantia de reajuste do piso nacional do salário de professores

Brasília, 17/02/16 – Durante apreciação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 28/2015, no Plenário do Senado Federal, nesta terça-feira (16), o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) chamou a atenção sobre a possibilidade de, com a aprovação do texto nos termos atuais, o aumento periódico do piso dos professores seja prejudicado.
O objetivo da PEC é de restringir a edição de atos que possam aumentar encargos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, sem a previsão de repasses financeiros correspondentes. Nesse sentido, Fernando Bezerra elogiou a proposta de origem da Câmara dos Deputados, de autoria do deputado Mendonça Filho (DEM-PE), bem como a PEC 84/2015, da senadora Ana Amélia (PP-RS), aprovada no Senado, que trata do mesmo assunto. “Essa ação traduz um anseio manifestado durante a Marcha dos Prefeitos, no ano passado, quando foram recepcionados aqui pelo presidente da Câmara e pelo presidente do Senado”, destacou.
Porém, Bezerra Coelho se posicionou contra a supressão de um parágrafo do texto original, que previa aos entes federados a proibição de criar ou aumentar despesa que não constasse na Lei Orçamentária Anual (LOA) ou no projeto de lei orçamentária anual enviado pelo chefe do Poder Executivo. ”Lamento que nesse trâmite entre Câmara e Senado tenha havido a supressão do parágrafo 7, que amarraria melhor essa disposição de vedar a criação de programas que possam impor ônus aos demais entes federativos”, afirmou.
REGULAMENTAÇÃO - A expectativa declarada por Fernando Bezerra é de que no momento da regulamentação dessa emenda constitucional possam ser feitas adequações que melhorem o teor da matéria: “É preciso amarrar na regulamentação, de fato, parâmetros que possam vedar isso, porque continuam criando despesas adicionais aos estados e municípios sem a designação das fontes para custear esse programa”, defendeu.
Fernando Bezerra afirmou que recentemente houve um apelo por parte dos governadores, em função da crise fiscal, para que o salário dos professores pudesse ser reajustado a partir de agosto, conforme combinado com o Governo Federal. Mas o que foi verificado, na visão do senador, foi que o Governo “de forma unilateral” impôs um adicional das despesas na Educação num momento em que o Fundo de Participação do Municípios (FPM) está caindo. “Para se ter uma ideia, o FPM do mês de janeiro de 2016 foi 20% menor do que o de 2015. O FPM de janeiro de 2016 foi menor que o de 2014, e as projeções para fevereiro continuam na mesma direção“, completou.
Essa PEC deverá ser avaliada na sessão plenária do Senado Federal desta quarta-feira (17), em segundo turno, onde serão avaliadas duas emendas, e depois voltará para novo exame à Câmara dos Deputados.

Paulista oferece exames gratuitos em alusão ao Dia Mundial de Combate a Hanseníase


Em alusão ao Dia Mundial da Hanseníase, celebrado sempre no úl