Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Caso Beatriz, em Petrolina, motiva deputado a apresentar projeto para mais segurança nas escolas

O dia 10 de dezembro de 2015 ficará marcado como um dia triste na memória dos petrolinenses. Um crime chocou a cidade de Petrolina, no Sertão do São Francisco, e foi notícia na imprensa em todo País pela forma brutal como aconteceu. A vítima, Beatriz Angélica Mota, de apenas 7 anos, foi assassinada dentro de uma escola da rede privada do município, durante uma solenidade de formatura.

Atento ao fato, o deputado estadual Beto Accioly (PSL) apresentou o Projeto de Lei nº 697/2016, que obriga dos estabelecimentos privados de ensino a instalarem sistema de monitoramento de imagens em todo perímetro interno e nas áreas de acesso de pessoas e veículos.

“Antes de estar exercendo um mandato de deputado, sou pai de três crianças. O que aconteceu com a pequena Beatriz chocou toda sociedade que vem acompanhando o caso. Precisamos caminhar para uma maior atenção no quesito segurança. Esse é o objetivo da nossa proposição”, destacou Beto Accioly.

O parlamentar explicou que a sua proposta só contempla a rede privada de ensino por força dos limites constitucionais, que vedam a apresentação de matéria legislativa que crie despesas ao Poder Executivo. “Apesar dessa limitação, sugeri na justificativa da proposta que o Governo do Estado possa adotar medida semelhante nas escolas da rede pública estadual de ensino”, finalizou.

Silvio apoia ação do Governo do Estado

O Governo de Pernambuco deu, nesta quinta-feira (03), um passo importante para a população, ao anunciar a contração de 2.548 servidores para a saúde. Os profissionais, aprovados nos dois últimos concursos para a área, fortalecerão o atendimento à população em um cenário de aumento da demanda em virtude das epidemias de dengue, zika e chicungunha enfrentadas pelo Estado.

O momento, agora, no Estado, é de união de todas as forças políticas em favor da sociedade pernambucana. O combate às arboviroses e doenças secundárias, como a microcefalia e a síndrome de Guillain Barre, devem ser a prioridade do Estado, exigindo o envolvimento de todos – Poder Executivo, Legislativo, agentes de saúde e a própria população.

Como tem acontecido desde o início da atual gestão, o governador Paulo Câmara pode contar com a Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco sempre que os interesses do Estado estiverem em jogo. Foi assim na ocasião da mobilização pelo hub da TAM e está sendo agora, neste momento que exige a força de todos para enfrentar as epidemias que ameaçam os pernambucanos.

SESI promove Mobilização Nacional contra o Aedes Aegypti nesta sexta-feira (5)

Alunos do SESI e SENAI participam, nesta sexta-feira (4) e sábado (5), da Mobilização Nacional contra o Mosquito Aedes Aegypti, promovido pelo Sistema Indústria.
Simultaneamente, as escolas do SESI e SENAI dos 26 Estados e o Distrito Federal vão realizar ações para engajar os alunos, pais e responsáveis na luta contra o mosquito transmissor da dengue, a febre chikungunya e o vírus Zika.
Em Pernambuco, palestras  e esquetes teatrais, ambas com duração média de 40 minutos, estão programadas para acontecer durante toda a sexta-feira (4), a partir das 9h30, em dez escolas, da Região Metropolitana ao Sertão, com meta de atingir 18 mil pessoas. No Recife, a unidade do Vasco da Gama terá uma apresentação teatral gratuita, das 11h às 12h, e das 14h às 15h, com artistas da área de Lazer do SESI, que ensina o público a não deixar o mosquito nascer, e a reconhecer os sintomas da doença, de forma lúdica e objetiva. A iniciativa também acontece em Moreno.
A mobilização continua com palestras educativas com a equipe de saúde do SESI, em dez unidades. São elas: Cabo, Camaragibe, Ibura, Paulista e Vasco da Gama, na Região Metropolitana do Recife ; Escada, na Zona da Mata; Caruaru, no Agreste; Araripina e Petrolina, no Sertão. No SENAI, os professores vão orientar os alunos por meio de blitz nas escolas da entidade, onde eles poderão colocar em prática os conhecimentos recebidos de como eliminar os focos do mosquito.
Para Empresas – Indústrias interessadas em contratar palestras de saúde ou as esquetes teatrais do SESI, podem entrar em contato com a entidade pelo 81 3412-8330 ou relacionamento@pe.sesi.org.br.
Serviço:
Mobilização Nacional contra o Aedes Aegypti
Horários: Palestras, em quatro horários (9h30, 10h30, 14h30 e 15h30) | Esquetes teatrais, também em dois horários (11h e às 14h).
Onde: Nas 10 escolas da Rede Sesi em todo o Estado.