Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Como evitar dores na coluna durante o trânsito?


O ortopedista do Hospital Jayme da Fonte, Alexandre Arraes, dá algumas dicas importantes
Recife tem o 3º pior trânsito do Brasil (ficando atrás do Rio de Janeiro e Salvador) e é o 8º no ranking mundial. Com lentidão em 60% de suas vias em horário de pico, o recifense acaba passando um tempo muito maior em posições inadequadas, que podem causar dores na coluna, já que as articulações ficam posicionadas em angulações que comprometem as estruturas do corpo e geram compressões em nervos e tensão na musculatura.
Segundo o ortopedista Alexandre Arraes, do Hospital Jayme da Fonte, uma postura incorreta da coluna influenciará em um mau posicionamento do quadril, joelhos e ombros. “O motorista deve se posicionar da maneira mais ereta possível, mantendo a cabeça em uma posição mais neutra e com o quadril o mais próximo do banco. O tronco deve estar a uma distância do volante de modo que os cotovelos não fiquem muito flexionados, pois assim é gerada uma tensão no pescoço”, explica o médico.
 De acordo com o ortopedista, o sistema psicológico também pode funcionar como um agravante, “Ficar preso em engarrafamentos gera ansiedade e aumenta o nível de stress, fazendo com que a musculatura fique mais rígida. Soma-se a isso o cansaço da volta do trabalho e o fato de que muitas vezes o dirigir é uma das primeiras atividades do dia”. Dr. Alexandre ainda explica que é importante buscar mecanismos que ajudem a relaxar durante os engarrafamentos, como ouvir música ou aulas de inglês, por exemplo.
 Confira algumas dicas que vão te ajudar a driblar o trânsito e ficar livre de dores nas costas:
Antes de dirigir:
- Se o encosto do carro não tiver regulagem para a coluna lombar, use uma pequena almofada para apoiar esta parte do corpo;
- Evite deixar a cabeça muito abaixada e muito para trás;
- Segure o volante com os braços levemente flexionados e relaxe os ombros;
- Apoie os calcanhares no assoalho do veículo e deixe os joelhos levemente flexionados no nível dos quadris ou acima.

Durante o engarrafamento:
- Estique e flexione os pés, para melhorar a circulação;
- Puxe o joelho em direção ao tórax, ao lado do volante, e mexa a musculatura da panturrilha, coxas e quadril;
- Eleve os braços colocando-os na parte de trás da cabeça. Alongue os ombros, cotovelos e flexione os punhos;
- Projete o corpo para frente abraçando o volante e empurre a cabeça para a direita e esquerda.

SERVIÇO:
Hospital Jayme da Fontewww.jaymedafonte.com.br 
Endereço: Rua das Pernambucanas, 167, Graças. Fone: (81) 3416.0000

Cordel do Amor sem fim se apresenta em Orobó

No próximo sábado (02/04), o grupo O Poste Soluções Luminosas encena em Orobó, na Escola Paulo Freire, às 20h, o projeto de circulação estadual do espetáculo Cordel do Amor sem fim, com incentivo do Prêmio do Governo do Estado de Pernambuco – Sistema de Incentivo a Cultura /Funcultura, A peça tem o Rio São Francisco como cenário e completa sete anos de atividade em 2016. Vencedora de vários prêmios nacionais, já participou dos principais festivais internacionais de teatro. A rota da circulação estadual é composta por cidades do Sertão do São Francisco incluindo também municípios pertencentes a outras macrorregiões do Estado de Pernambuco (Mata, Agreste e o Território de Fernando de Noronha).

Ao todo são oito apresentações e os lugares escolhidos para a circulação do espetáculo possuem características relacionadas à encenação (o rio e a geografia sertaneja).  Após cada apresentação, o grupo O Poste Soluções Luminosas fará debate com o público acerca das experiências de como o espetáculo foi criado e sobre a peça em si, levando em consideração o conceito e a apropriação antropológica de uma cultura afro brasileira, calcada nas religiões de matriz africana e suas relações com o rio São Francisco.