Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Senador Fernando Bezerra vai ao ministro da Saúde pedir ajuda para Imip e Hospital Dom Malan


Brasília, 06/04/16 – O senador Fernando Bezerra (PSB-PE) – acompanhado de Gilliat Falbo, presidente do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), que administra o Hospital Dom Malan, em Petrolina (PE) – tiveram audiência com o ministro da Saúde, Marcelo Castro, para pedir ajuda financeira ao instituto. “Que, a exemplo do país, enfrenta uma severa crise econômica”, alerta o senador.

A audiência ocorreu no final da tarde desta terça-feira (5). Além do aporte orçamentário para que que o Imip seja classificado como “100% SUS”, a pauta de demandas ao ministro também incluiu a concessão do certificado de acreditação do instituto como Centro de Reabilitação. Na audiência, Gilliat Falbo observou à Marcelo Castro que o Dom Malan é a principal unidade de saúde do Sertão do São Francisco e, atualmente, referência nacional no tratamento dos efeitos da microcefalia.

O hospital também realiza, pelo Sistema Único de Saúde, cirurgias de média e alta complexidade, atendimento ambulatorial, assistência médico-social e atividades de ensino, pesquisa e extensão comunitária. O ministro Marcelo Castro solicitou ao secretário nacional de Atenção à Saúde, Alberto Beltrame, que sejam feitos os cálculos sobre o valor do aporte financeiro que o governo federal poderá garantir ao Imip.

A triste doença de Parkinson

11 de abril é o Dia Mundial de Conscientização da Doença de Parkinson
O mal de Parkinson é uma doença neurológica que causa tremor, rigidez, lentidão dos movimentos e alteração do equilíbrio. De acordo com o neurocirurgião Ronaldo Menezes, do Hospital Jayme da Fonte, o Parkinson é uma doença neurológica que acontece quando há a degeneração de neurônios que contém dopamina (substância química responsável por transmitir mensagens entre as células nervosas e realizar os movimentos). A doença se desenvolve, geralmente, entre os 55 e 65 anos de idade, mas também pode ocorrer em adultos jovens.

Sem tratamento, o mal de Parkinson se agrava com o tempo. O neurocirurgião explica que ainda não existe cura para a doença, mas é possível controlar os sintomas com devido o tratamento. “O tratamento é variável de acordo com o paciente e pode ser feito com medicamentos que aumentam os níveis de dopamina no cérebro; fisioterapia; fonoaudiologia; terapia ocupacional; apoio psicológico ou até mesmo com intervenção cirúrgica”, afirma Dr. Ronaldo.

O paciente deve incluir em sua rotina a prática de atividades físicas que trabalhem a resistência, a flexibilidade e o equilíbrio. Incluir exercícios cardiorespiratórios também é indicado, além de seguir uma dieta equilibrada e saudável. A cirurgia é uma opção para pacientes que apresentam um quadro não responsivo ao tratamento medicamentoso. “Existem dois tipos de cirurgia: cirurgias ablativas (Palidotomia), que consiste em fazer uma pequena lesão cerebral, minimamente invasiva, que alivia os sintomas da doença; e a estimulação cerebral profunda (DBS), um procedimento que introduz eletrodos que emitem sinais elétricos para a região cerebral responsável pelo controle dos sintomas motores e fica acoplado a um gerador de pulsos implantado sob a pele, tal como um marcapasso cardíaco" explica o neurocirurgião.

Os sintomas da doença de Parkinson são suaves no início e incluem movimentos diminuídos, posição inclinada, tremores nos membros em repouso ou ao erguer braço e perna, dificuldade para começar ou continuar um movimento, tremores que desaparecem durante o movimento, falta de equilíbrio, dores musculares, entre outros que se agravam sem o tratamento. É importante procurar o médico ao perceber os primeiros sinais da doença. O Ministério da Saúde disponibiliza, através do SUS (Sistema Único de Saúde), os medicamentos necessários e, eventualmente, o tratamento cirúrgico, para o tratamento da Doença de Parkinson.

Clima: aprovado Plano de Trabalho do senador Fernando Bezerra, que prevê audiência com ministra do Meio Ambiente


Brasília, 06/04/15 – A Comissão Mista sobre Mudanças Climáticas (CMMC) do Congresso Nacional aprovou, nesta quarta-feira (6), o Plano de Trabalho apresentado pelo relator da comissão, senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), e que norteará a atuação da CMMC este ano. Uma das ações planejadas é a realização de audiência pública com a participação da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, sobre a implementação da proposta brasileira apresentada durante a 21ª Conferência das Nações Unidas sobre o Clima (COP-21) – a Contribuição Nacionalmente Determinada (iNDC/Brasil).

“Queremos acompanhar a execução das políticas públicas previstas na iNDC”, afirmou Fernando Bezerra. “O Brasil foi protagonista na COP-21, comprometeu-se em colaborar com o acordo global firmado em Paris e esta atuação brasileira de destaque deverá se repetir em todas as conferências da ONU sobre mudanças climáticas”, ressaltou. Ano passado, o senador presidiu a CMMC e representou o Congresso Nacional brasileiro na conferência da ONU, realizada na capital francesa, entre os meses de novembro e dezembro. O 22º encontro das Nações Unidas (COP-22) sobre clima será realizado, no final deste ano, em Marrakesh, no Marrocos.

De acordo com o Plano de Trabalho aprovado hoje pela comissão, a audiência com a ministra Izabella Teixeira deverá ocorrer ainda neste mês de abril. Também deverão ser convidados para o debate representantes do Fundo Nacional sobre Mudança do Clima; do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe), ligado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); do Observatório do Clima; e do Centro Brasil no Clima.

“A ideia é que a CMMC realize, este ano, pelo menos oito audiências públicas sobre temas que vão desde a ampliação das energias renováveis na matriz energética nacional – principalmente, a solar, a eólica e a de biomassa – até a chamada ‘precificação real do carbono’ e a eliminação de resíduos”, explicou o relator da comissão. Em 2015, sob a presidência do senador Fernando Bezerra Coelho, a CMMC foi a que mais promoveu audiências e reuniões entre as quatro comissões mistas permanentes do Senado.

CÓDIGO FLORESTAL – Outro tema sugerido durante a reunião de hoje da Comissão Mista sobre Mudanças Climáticas, presidida pelo deputado Daniel Vilela (PMDB-GO), foi a análise das Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs) que questionam, no Supremo Tribunal Federal, dispositivos do novo Código Florestal Brasileiro, instituído pela Lei 12.651/12. Sobre esta questão, proposta pelo senador Donizeti Nogueira (PT-TO), a CMMC deverá reunir-se com o ministro Luiz Fux, relator de ADIs desta natureza que tramitam no STF. 

iNDC/BRASIL – A proposta central da iNDC/Brasil para a COP-21 foi que “o país, até o final deste século, envidará esforços para uma transição a sistemas de energia baseados em fontes renováveis e descarbonização da economia mundial, no contexto do desenvolvimento sustentável e do acesso aos meios financeiros e tecnológicos necessários para tal transição”. Entre as principais metas brasileiras, destacam-se o fim do desmatamento ilegal; a redução em 43% das emissões de gás de efeitos estufa, até 2030; o reflorestamento de 12 milhões de hectares de terra; a recuperação de 15 milhões de hectares de pastagens degradadas; e a integração de cinco milhões de hectares, entre lavouras, pastagens e florestas.

Na área de energia – que é um dos pilares de atuação da CMMC – a iNDC/Brasil propõe que a participação das energias renováveis chegue, até o ano de 2030, a 23% da matriz energética brasileira, especialmente a solar, eólica e de biomassa, sem considerar a hidrelétrica. O senador Fernando Bezerra defende que a participação das “energias limpas”, na matriz energética nacional, aumente para 25%, no referido ano (2030).

Junior Matuto visita obras de duplicação da Ponte do Janga e rodovia PE-01


Uma das obras mais aguardadas pela população das praias, a duplicação da Ponte do Janga e da rodovia PE-01, tem chamado a atenção de muitas pessoas pela agilidade. Esse ritmo acelerado tem agradado, inclusive, o prefeito Junior Matuto, que sempre tem visitado o canteiro para conversar com os responsáveis pelo serviço. 

De acordo com a Secretaria de Infraestrutura do município, a fase de escavação para colocação de camadas do pavimento e terraplenagem segue até a próxima sexta-feira (08.04). O trecho beneficiado contempla os dois lados da via até a altura do Bompreço. Depois disso, será a etapa da colocação do meio-fio.
Para os comerciantes, a obra está superando as expectativas. É o caso de Carlos Garcia, de 51 anos. Para ele, a intervenção já deveria ter sido feita desde outras gestões, pois o problema do trânsito no bairro é antigo. “A melhor coisa que aconteceu aqui no Janga e em Paulista foi isso. A gente está sofrendo um pouco com as obras, mas isso vai ser de benefício por toda a vida para todo mundo. Estou aqui há 20 e poucos anos e um dos maiores problemas é essa ponte. E com a duplicação e a abertura dessas abas vai ficar melhor”, disse. 
Mesmo com os transtornos temporários, a população consegue enxergar benefícios definitivos para o município. O microempresário Iomar Alves da Silva, de 56 anos, mora há mais de três décadas no Janga. Ele acredita que esse é um começo para a melhoria. 
“A via é muito estreita, e aqui a população cresceu desde uns 15, 20 anos para cá, aproximadamente três vezes. Sobre a duplicação da ponte, a necessidade é grande, porque pelo que se fala, está muito comprometida. Disso a gente precisa urgentemente”, completou Iomar.

População aprova Unidade de Saúde da Família em Conceição

Em pleno funcionamento desde a última segunda-feira (04.06), a nova Unidade de Saúde da Família Conceição II/Pau Amarelo tem agradado os usuários da comunidade. Os pacientes não economizam elogios ao atendimento e demais serviços oferecidos no local. O centro médico funciona na Rua Atenas, nº 296, próximo ao terminal de ônibus do bairro. 


Atualmente, a nova USF oferece consultas de pré-natal, atendimento com clínico, puericultura, além das visitas domiciliares. A unidade também conta com sala de vacinação, curativos, farmácia. De acordo com a enfermeira Ceça Araújo, gerente da USF, a unidade também vai cadastrar os pacientes no Remédio em Casa. “Estamos habilitando os pacientes hipertensos, diabéticos e com colesterol alto no programa para que eles possam receber as medicações necessárias para o tratamento em domicílio”, explicou. 

A doméstica Eliane Maria da Silva, de 56 anos, foi até a unidade para receber medicamento e também elogiou a nova estrutura. “Ficou mais fácil receber o medicamento, mais organizado… Gostei muito do novo atendimento. Aqui está muito melhor, pois é mais conforto para a gente”, disse.
Além dela, quem também gostou da nova USF foi a artesã Maria Marinalva de Andrade, de 65 anos. Ela mora em Pau Amarelo e disse que agora não vai precisar ir para longe de casa. “Eu agradeço, primeiramente a Deus, a assistência que a prefeitura está dando a essa comunidade, pois, era o que a gente estava precisando no momento”, ressaltou. 
Ao todo, a unidade conta com 2,9 mil famílias cadastradas, equivalente a quase 11 mil pessoas. Para o atendimento à população, a equipe é formada por uma médica, enfermeira, dentista, uma técnica em enfermagem e um total de 18 agentes de saúde, que ficam com a parte de visita domiciliar.

Casamento coletivo abre inscrições gratuitas nesta quarta (6) em Paulista

Promovido pelo Sindecom, prazo se encerra no próximo dia 15; As vagas são limitadas a 30 casais

O Sindicato dos Empregados do Comércio do Litoral Norte (Sindecom) promove a 3ª edição do Casamento Coletivo neste ano. As inscrições gratuitas para participar da cerimônia começam nesta quarta (6) e seguem até o próximo dia 15 deste mês. As vagas são limitadas a 30 casais. Poderão se inscrever todos os comerciários das regiões atendidas pela categoria, filiados ou não ao sindicato.
As inscrições serão realizadas de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 17h, no Sindecom, mediante a apresentação do registro de nascimento, RG, CPF e comprovante de residência. As pessoas que forem divorciadas deverão levar a certidão de divórcio. Os noivos serão isentos das taxas de cartório, buffet e espaço para a cerimônia, além de contar com a presença de um fotógrafo para registrar o momento. Os trajes e as alianças são itens opcionais do casal. Segundo a coordenação do evento, serão disponibilizadas seis senhas por cônjuge para familiares e amigos participarem da festa.   
O Casamento Coletivo dispõe de duas cerimônias, uma ecumênica e outra religiosa, que acontecem no dia 2 de junho, às 18h. O casamento ecumênico será realizado no espaço Armazém 10, no centro de Paulista, onde também será realizada a festa de recepção, e a religiosa será na Igreja Santa Isabel, também no centro da cidade.
O programa começou em 2014 e tem como objetivo regularizar a união de trabalhadores sem recursos financeiros e ampliar as garantias de direitos patrimoniais, sucessórios e previdenciários. 
SINDECOM – Rua 53, n° 40, Jardim Paulista Baixo, em Paulista, por trás do Núcleo de Segurança. Outras informações pelo telefone (81) 3487 - 6170. 

Governador Paulo Câmara sela apoio de Guilherme Uchôa à pre-candidatura de Yves Ribeiro para prefeito de Igarassu

Em encontro realizado ontem à noite no Palácio do Campo das Princesas, o deputado Guilherme Uchôa (PDT) garantiu apoio à pre-candidatura de Yves Ribeiro(PSB) a prefeito de Igarassu. A conversa contou também com a participação do governador Paulo Câmara, do chefe da Casa Civil, Antonio Figueira e do chefe de gabinete, João Campos. Prefeito por duas vezes de Igarassu, Yves disse que o governador é o principal responsável por essa aliança. Segundo ele, essa articulação uniu a base política do Governo do Estado no município. Quanto a Uchôa, afirmou que o deputado tem identificação com a cidade e que trabalha pelos interesses da região do litoral norte do estado. "A presença dele no nosso palanque só fortalece o nosso projeto de tirar Igarassu do atoleiro em que foi metido", agregou.

Nova coleção do Club da Miçanga aposta em lenços e formas geométricas


A loja Club da Miçanga lançou, nesta terça-feira (5), a coleção Outono/ Inverno. Apostando em lenços, franjas e formas geométricas, o Club da Miçanga conta com mais de 15 mil peças entre bijuterias e acessórios. Há 11 anos com sua loja no Shopping Recife, o Club da Miçanga se tornou referência de moda no Recife, para o público feminino e, agora, também para o público masculino.
Queridinha das blogueiras do Recife, a marca criou a coleção Outono/Inverno inspiradas nas formas geométricas, choker (coleiras) e lenços, para suas seguidoras abusarem das tendências. As formas geométricas chegaram com força total à moda mundial. Os triângulo fazem uma releitura das décadas de 20 e 30 e deixam as bijoux sofisticadas e contemporâneas.

Fotos: Angélica Souza

Profissionais largam carreira para cuidar de familiares

Abandonar a carreira, a rotina e os hábitos em prol dos cuidados de alguém pode parecer uma atitude extrema para alguns, mas para outros é necessidade. Seja por uma doença terminal ou incapacitante, cuidar de um familiar nessa situação exige tempo e dedicação praticamente integral, o que na maioria das vezes prejudica as relações interpessoais e a vida profissional.

Por ser uma situação que demanda preparo psicológico do cuidador, é preciso ficar atento às reações de cada um nesse processo de mudança, pois uma pessoa que abdica de sua vida em prol do cuidado do outro pode, se não estiver emocionalmente fortificada, desenvolver depressão, estresse, angústia exacerbada e baixa autoestima. Isso ocorre porque, apesar de ser uma demonstração de afeto e compaixão pelo próximo, cuidar de um familiar pode ser emocionalmente desgastante, tendo em vista a dedicação total que a atitude exige.