Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Projeto Atletas da Cidadania chega ao município do Paulista

Cerca de 100 alunos da rede municipal do Paulista lotaram a Praça Emílio Russel, em Maranguape I, na tarde desta quarta-feira (20.04). Na ocasião, os estudantes participaram do lançamento do Projeto Atletas da Cidadania, coordenado pela Secretaria Municipal de Segurança Cidadã e Defesa Civil. O projeto, que é mais uma novidade no município, tem o intuito de tornar os jovens da cidade protagonistas na política municipal de prevenção à violência e ao uso de drogas.

Segundo o secretário de Segurança Cidadã e Defesa Civil, Manoel Alencar, a iniciativa tem duas vertentes: elaborar o Plano Municipal de Prevenção Contra a Violência de Crianças e Adolescentes, e junto a isso, ativar a implantação do Projeto Atletas da Cidadania no município. “Nosso foco são os jovens, que atualmente, são as maiores vítimas de violência em todo o país. Queremos ocupar esses adolescentes e tira-los do ócio, através da prática de esportes e de atividades que fortaleçam e estimulem o crescimento pessoal de cada um”, explicou.

Quem também compareceu ao evento e estava bastante animado com a chegada do “Atletas da Cidadania” foi o aluno Washington Luiz, 18 anos de idade. “Através dessa ação vamos incentivar os nossos jovens a seguirem o caminho do bem. Eu, assim como todos os alunos, estamos ansiosos para que comecem logo as aulas. Só temos a agradecer ao prefeito por nos presentear com esse projeto”, completou.

O vice-prefeito Jorge Carreiro, que também esteve no local, falou porque o bairro de Maranguape I foi o escolhido para dar inicio a ação. “Escolhemos essa comunidade por se tratar de um local que abriga um grande número de escolas municipais e conseqüentemente um maior número de adolescentes. Estamos começando de forma pioneira aqui, mas nosso objetivo é levar a ação por todos os bairros do Paulista”, disse.

Jorge Carreiro ressaltou ainda a importância do projeto para o município. "Essa iniciativa é de uma importância sem igual para Paulista, pois além do nosso intuito de conscientizar os jovens sobre as conseqüências que o uso das drogas e da violência trazem, vamos formar cidadãos responsáveis por construir o futuro da nossa cidade”, finalizou.

Os interessados em participar do programa devem comparecer ao Campo da Aviação, localizado no bairro de Maranguape I, nesta segunda-feira (25.04), a partir das 14h, para realizar a inscrição. A iniciativa tem o apoio do governo do estado e do Ministério da Justiça.

Sobre o projeto - Com uma proposta socioeducativa a ação vai beneficiar 90 adolescentes, alunos da rede municipal do Paulista, com idades entre 12 e 19 anos. Os jovens participarão de aulas práticas de futebol e de palestras sobre temas importantes como prevenção às drogas, sexualidade, gênero, ética e cidadania, além de cursos de inglês e espanhol. As aulas vão acontecer quatro vezes na semana, sendo dois dias destinados às aulas práticas e os outros dois voltados às palestras. A iniciativa também disponibilizará aos alunos, os materiais didáticos e esportivos e os uniformes para as atividades.

Após serviço da Compesa, Prefeitura retoma obra de pavimentação da principal via do Fragoso

 
A Prefeitura do Paulista retomou nesta quarta-feira (20.04) a obra de pavimentação da Avenida Benjamin, no bairro do Fragoso. O serviço, que teve de ser interrompido por conta de duas intervenções da Compesa, será entregue à população no segundo semestre deste ano, beneficiando muitos moradores e comerciantes da comunidade. O recurso investido na execução – na ordem de R$ 1,6 milhão – faz parte de uma parceria com o Governo do Estado, por meio do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM).

Ao longo da via, que possui 1.549 metros de extensão, a Secretaria Municipal de Infraestrutura está construindo caixas de galeria do sistema de drenagem e calçadas com rampas de acessibilidade. Os operários concentram esforços na recuperação das linhas d’água e na implantação de meios-fios. A via também está sendo nivelada por uma máquina do tipo Patrol, facilitando a aplicação do material da base, que antecede o revestimento asfáltico.

O comerciante Agnaldo Ferreira, 53 anos, ficou animado com a retomada da obra. “Desde que a Compesa começou o serviço aqui na avenida gente ficou na dúvida se a prefeitura iria retomar a obra. Mas, graças ao nosso prefeito, já está sendo possível ver o pessoal trabalhando. Estamos felizes por isso”, revelou o morador do Fragoso há mais de uma década.
Assim que estiver pronta, a Avenida Benjamin vai contribuir também com a mobilidade urbana. A pista será capaz de encurtar distância entre a rodovia estadual PE-15 e o bairro de Rio Doce, em Olinda. Os condutores poderão usar a via como rota alternativa para fugir dos congestionamentos.

Confira o que abre e fecha no feriado de Tiradentes

Devido ao feriado de Tiradentes (21.04), a Prefeitura do Paulista decretou ponto facultativo nesta sexta-feira (22.04). Nos dois dias serão mantidos os serviços considerados essenciais. A limpeza urbana, os mercados públicos, o Serviço Móvel de Urgência (SAMU), e a Prontoclínica Torres Galvão funcionam normalmente. O expediente nas repartições públicas da cidade retorna ao horário normal na segunda-feira (25.04), às 7h30.

Decepção amorosa e suicídio


Essa é uma estória de ficção, mas baseada em diversos relatos de clientes. Se passa num shopping, cinco horas da tarde de uma sexta-feira, começa o movimento na praça de alimentação. E lá está uma jovem de 19 anos, pensativa e arrasada pelo término do seu namoro. Era a terceira vez que acontecia em menos de dois meses. Dessa vez o namorado despejou toda a culpa das desavenças em cima dela. Apontou o quanto ela era mimada, egocêntrica e exigia demais dele, e o fez com cruel frieza. Virou as costas e a deixou só no meio de uma multidão que não vê ninguém, apenas vitrine e seus próprio interesses.

Por duas horas lembrou de quando morava numa cidade pequena do interior, onde todos se conheciam, mas nessa época ela já se sentia sozinha. Não queria ser igual aos seus pais, que tinham muitos amigos, mas eram frios entre eles e com os filhos. Nada a faltava, mas a seu ver não teve amor na sua educação e sim, muita exigência. Semanas mais tarde seus pais relatam convivência familiar muito diferente do que ela considerava ter vivido e foi confirmado pelos irmãos. Mas nessa tarde no shopping o que valia era o que considerava. Lembrou em detalhes o que viveu na sua infância e depois com o namorado, o quanto ela sentia-se acolhida e amada. Pensou que não encontraria mais ninguém como ele e sua tristeza foi tão grande que o sentimento de abandono ampliou ao infinito. O desamparo tomou conta do seu ser e a desesperança inundou sua consciência. Ela não viu mais sentido continuar viva.

Na verdade, não queria ter que explicar à ninguém que novamente tinha dado errado num namoro. Não queria escutar que agindo do seu jeito ninguém vai ficar com ela. Considera que ficou independente nos seus
posicionamentos para se defender. Para não deixar ninguém mais se aproveitar dela, como considerava que os pais lhe exploraram. Mas ao mesmo tempo mostrava uma fragilidade, tanto que ao acumular funções e não se sentir apoiada, passava a dedicar-se ao máximo, pois não aceitava o fracasso, mantinha o foco nas tarefas até esgotar. Tanto que um ano antes dessa tarde no shopping tinha entrado em depressão.

Esse namoro foi de uma aposta muito grande. Tinha expectativa que encontrou a pessoa que iria compreende-la, entenderia suas necessidades e lhe apoiaria nos seus afazeres e projetos. O término foi um golpe muito forte.

Nos últimos quinze minutos passou a lembrar e a sentir as “coisas ruins” que sentia quando em depressão. Levantou com náuseas e caminhou em silêncio até o vão central no quinto andar. Junto as lojas mais caras, ultrapassou a mureta de vidro, apoiou-se na ponta da laje e ainda segurava com as duas mãos o cano metálico da mureta quando se inclinou para frente e deu um passo se projetando para o vazio. Um pouco mais de dois segundos foi o suficiente para percorrer os vinte metros que a separavam do solo e finalizar com 19 anos de esperança e projetos para toda uma vida. O seu futuro foi encerrado no momento em que o estrondo da queda ecoou até a praça de alimentação e por um momento interrompeu o lanche de alguém que nem soube o que aconteceu. E esse tempo já não mais a pertencia.

Preste atenção em seus familiares e amigos em depressão, procure identificar desesperança nos discursos. Pois é muito mais sério que a tristeza, as dores e as lamentações que aparecem no dia-a-dia, a desesperança mata.

Psicólogo Flávio Melo Ribeiro CRP12/00449 A Viver – Atividades em Psicologia desenvolveu programas psicoterapêuticos que possibilitam ser trabalhados em grupos e individual. flavioviver@gmail.com (48) 9921-8811 (48) 3223-4386 Página no Facebook: Viver – Atividades em Psicologia

NOTA DE REPÚDIO AO PRONUNCIAMENTO DO DEPUTADO FEDERAL JAIR BOLSONARO (PSC/RJ) QUE “HOMENAGEIA” CRIMINOSO DE LESA HUMANIDADE DA DITADURA

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Pernambuco vem a público repudiar veementemente as declarações feitas pelo Deputado Federal Jair Bolsonaro (PSC/RJ) em seu voto no processo de impeachment contra a Presidente Dilma Roussef, quando “homenageou” o Coronel do Exército Carlos Brilhante Ustra, falecido ano passado aos 83 anos.

O “homenageado” Coronel foi chefe do DOI-CODI do II° Exército entre 1970 e 1974. Sob sua custódia, centenas de pessoas foram submetidas a bárbaras torturas e muitas executadas extrajudicialmente, muitas com relatos de sua participação pessoal nos episódios, como no caso da atriz Bete Mendes. Somente a Arquidiocese de São Paulo reuniu mais de 500 depoimentos nesse sentido.

Em 2008, foi reconhecido oficialmente como autor de sequestro e tortura pelo Estado brasileiro através de Sentença judicial da 23ª Vara Cível da Comarca de São Paulo em Ação Declaratória movida por 5 vítimas, decisão confirmada em 2012 pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. É preciso destacar que os crimes de tortura, sequestro e execução extrajudicial associados à preservação de um regime de exceção são reconhecidos pelos tratados de direitos humanos e jurisprudência internacional como crimes de lesa humanidade, inanistiáveis e imprescritíveis.

Entendemos ser inadmissível um parlamentar fazer exaltações a criminosos e crimes de lesa humanidade, considerando o compromisso histórico da OAB com a democracia, o Estado de direito e os direitos humanos, assim como o fato de que a própria Ordem sofreu com a arbitrariedade do regime de exceção, com a perseguição contra seus membros e até mesmo com a carta-bomba endereçada ao então Presidente da OAB/RJ em 1980, que vitimou de modo fatal a Secretária daquela Seccional.

Democracia e direitos humanos são importantes conquistas civilizatórias das quais não se pode abrir mão. Crises políticas precisam ser solucionadas com mais democracia e respeito aos direitos humanos, não menos.

Recife, 20 de abril de 2016
Ordem dos Advogados do Brasil/PE

TERCEIRO DIA DE CURTA TAQUARY TERÁ HOMENAGEM A HERMILA GUEDES


Mostra internacional conta com a exibição de curtas-metragens, além de seminários, oficinas e palestras, sempre com entrada franca

​​
Uma das principais vitrines de curtas-metragens do Brasil, o Curta Taquary divulgou a programação do terceiro dia do festival internacional de cinema em 2016. O 9° Curta Taquary irá apresentar 146 filmes de 34 países durante toda a programação e, nesta quarta-feira (20), fará uma homenagem a atriz pernambucana Hermila Guedes por toda sua contribuição à sétima arte. As sessões do dia começam às 18h, na Praça Otto Sailer, com a Mostra Paralela Infantil. O enceramento será com a Mostra Paralela Documentário, com início às 22h. Outro destaque da programação é Mostra Competitiva Nacional com apresentação de filmes de São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Ceará e Paraíba. O tradicional evento cinematográfico ocorre em Taquaritinga do Norte, agreste pernambucano, e está programado para acontecer até 22 de abril.

Confira a programação completa do terceiro dia do festival:

Local: Praça Otto Sailer

18h - Mostra Paralela – Infantil
Classificação indicativa: LIVRE

A culpa é do Neymar, de João Ademir (RJ)
Hora do Lanchêêê, de Claudia Mattos (RJ)
Meu Pequeno Herói Não Sabe Voar, de Pedro Jorge (SP)
Sansão, de David de Azevedo Miranda (MG)

19h - Mostra Paralela – Animação
Classificação indicativa: LIVRE

A Chegada de Aninha, de Rosa Berardo (GO)
A Perna cabeluda, de Yoga Viana (PE)
All About Jazz, de Isabella Scovino (RJ)
Máscara de Papel, de Isabela Fernandes, Ninna Gomes e Vinícius Marques (PE)
Matiz, de Jackson Abacatu (MG)
Retirantes, de Maíra Coelho (RS)

19h30 Homenagem a atriz Hermila Guedes

19h45 - Mostra Competitiva Nacional
Classificação indicativa: 16 anos