Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Incentivo à doação de sangue na Faculdade dos Guararapes

Ação anual da instituição é aberta ao público e acontece das 8h30 às 16h, em Piedade

Com o intuito de contribuir com a sociedade, a Faculdade dos Guararapes (FG) – integrante da rede internacional de universidades Laureate – promove nesta terça (26), a ação “Doe sangue, doe vida”, em parceira com o Hemope, no centro de simulação de Saúde da instituição, em Piedade. A atividade que acontece anualmente tem início às 8h30 e segue até as 16h.

“A instituição disponibiliza o espaço juntamente com alunos voluntários, todos mobilizados por esta ação social, que tem como finalidade contribuir com a sociedade na qual estamos inseridos”, diz Raniere Rodrigues, Diretor de Extensão da Faculdade dos Guararapes.

Para ser um doador é necessário apresentar documento de identificação com foto (carteira de identidade, carteira de trabalho ou CNH), ter entre 16 e 69 anos e pesar no mínimo 50 kg. Para os doadores menores de 18 anos é necessário a presença e o acompanhamento de um dos pais ou responsável legal, durante o processo de doação. Mais informações podem ser obtidas através do site do Hemope:http://www.hemope.pe.gov.br/queroserdoador-criterios.php.

A ação é aberta ao público e é realizada pela Coordenação de Extensão, juntamente com a Escola de Saúde da instituição. O campus Piedade da FG fica na Rua Comendador José Didier, 27.

Oficinas, palestras, filmes e lançamentos em São Lourenço da Mata

Evento na Nabuco reúne temas como Brasil Holandês, homofobia, microcefalia, sustentabilidade e literatura, além de atualidades como o desastre em Mariana

A Faculdade Joaquim Nabuco realiza a Semana das Oficinas Profissionalizantes em São Lourenço da Mata, a partir desta segunda (25). A iniciativa envolve atividades abordando temas como literatura, cordel, gêneros textuais, homofobia, sustentabilidade, o desastre em Mariana (MG), escravidão, conduta profissional, microcefalia, História e redes sociais da internet.

O evento seguirá até sexta-feira (29), sempre das 19h às 22h, na unidade local, que fica na Rua Almirante Tamandaré, número 100, Centro da cidade. Estão engajados os cursos de História, Administração, Pedagogia e Logística. Estudantes universitários e toda a comunidade podem participar. Não é necessário se inscrever previamente, basta comparecer à instituição de ensino pouco antes da ação desejada. As atividades são gratuitas.

Com as temáticas elencadas, a Nabuco São Lourenço da Mata pretende “subsidiar teoricamente a reflexão sobre os conceitos e desenvolver a noção de responsabilidade, de trabalho e de empreendedorismo, fazendo com que os participantes repensem os próprios valores, o papel social e o projeto de vida”, informa a professora Déborah Callender, coordenadora da graduação de História.

História de Pernambuco
Às 19h da quinta-feira (28), haverá também lançamento de livros, com palestra e debates, tudo promovido pela parceira entre a Nabuco, o Centro Vivo Recife e a Embaixada do Reino dos Países Baixos no Brasil. Estarão à disposição as publicações da série Pernambuco Libertário (“A guerra velha contra Holanda”, “No tempo de Maurício” e “A Restauração Pernambucana”), do escritor Paulo Santos de Oliveira com o historiador José Luciano Cerqueira.

Déborah Callender informa ainda que Oliveira “falará sobre o período que vai da chegada de Duarte Coelho, em 1535, à expulsão definitiva dos holandeses, em 1654”. Também nesta parte do evento, estará disposto o livro “A Noiva da Revolução”, um romance cujo tema é a revolução de 1817, que deu ao estado a bandeira e a data magna. “Esse tema ganha relevância especial pelo fato de que, no próximo ano, a revolução completa seu bicentenário”, completa a professora.

Mostra de Orson Welles
Em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc), a Mostra Mr. Faker de Cinema exibirá filmes dirigidos por Orson Welles. Estão em cartaz “Dom Quixote”, feito a partir da obra homônima do espanhol Miguel de Cervantes; “Soberba”, baseado em livro de Booth Tarkington; e "O Processo", baseado em Franz Kafka.

Programação

Segunda-feira (25)
- Mostra de Cinema Mr. Faker: “Soberba”
-  “A Cop 21 de Paris” - Luiz Atavio Cavalcanti
- “Educando com cordel” (primeira parte) - Edgar Diniz

Terça-feira (26)
- Mostra de Cinema Mr. Faker: "O Processo"
- “Educando com cordel” (segunda parte) - Edgar Diniz
-  “Desenvolvimento como sustentabilidade” - Luiz Otavio Cavalcanti

Quarta-feira (27)
- Mostra de Cinema Mr. Faker: “Dom Quixote”
-  “O desastre ambiental de Mariana” - Luiz Otavio Cavalcanti
-  “Literatura e escravidão: apontamentos sobre a representação dos escravos na literatura brasileira oitocentista” - Ezequiel Canário

Quinta-feira (28)
-  “O uso dos gêneros textuais nos anos iniciais” - Laura Barbosa
-  “Pernambuco libertário” - Paulo de Oliveira
-  “Entendendo o preconceito: homofobia” - André Monteiro

Sexta-feira (29)
-  “Os usos das tecnologias e das redes sociais em sala de aula” - Henrique Nelson
-  “Microcefalia: do atendimento ao acolhimento” - Patrícia Pordeus
-  “Conduta profissional” - Gilson Barbosa.

Deputado Júlio Cavalcanti destaca os números negativos do Estado

“Os números não mentem”, afirma o deputado Júlio Cavalcanti. O parlamentar se refere à frase que abre a reportagem do Estadão, publicada no último dia 23. A manchete estampa a frase ‘Pernambuco foi do boom ao caos em cinco anos’. De acordo com o deputado, que está sempre atento aos índices do Estado, não dá para desconsiderar que os números negativos são anteriores à crise política atual, portanto é equivocado desviar para a esfera Federal a responsabilidade pelo afundamento de Pernambuco.
A reportagem, publicada no dia 23 de abril e replicada por vários veículos no Brasil, atribui o declínio do Estado ao fracasso do setor de petróleo e gás; à seca (que prejudicou a agricultura e a indústria alimentícia); à epidemia de viroses transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti; ao aumento galopante da violência – que dificulta ainda mais as atividades comerciais e, por fim, à queda na arrecadação do ICMS, tributo responsável por 46% do faturamento do Estado. Como consequência, Pernambuco amarga o segundo maior índice de desemprego do País – 10,4%, percentual que dobrou nos últimos quatro anos, vertiginosa queda na indústria e no comércio e os cortes nos investimentos – inclusive em áreas prioritárias. “Que o País está em crise, isso é fato – tanto política, quanto econômica. Mas a crise em Pernambuco é algo que já vem de antes desse cenário nacional. Vem desde que Eduardo Campos era governador. Então eu me pergunto: onde está o governo que fazia mais com menos?”, questiona o petebista.
Nos últimos dois anos, em Pernambuco, os números que crescem são negativos.  “É muito fácil atribuir toda a responsabilidade ao Governo Federal. Mas isso é um claro reflexo de que não houve um planejamento adequado para os investimentos no Estado. Vejam o exemplo de Suape, que foi tratado como um poço sem fundo de trabalho e recursos. Ou os hospitais construídos, que não tem equipamentos adequados e nem gente pra trabalhar neles. Ou no plano de gratificação para os policiais que faziam parte do Pacto Pela Vida que não tinha como ser mantido, porque os cofres públicos não tinha lastro para isso. Mas era preciso mostrar à mídia que estava tudo bem. Quando, de fato, não estava, era maquiagem”, afirma o deputado. 

Oposição cobra desativação do complexo prisional do Curado

A Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), defendeu a desativação do Complexo Prisional do Curado, durante audiência pública realizada no Plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco, nesta segunda-feira (25), além da revogação das desapropriações das casas no entorno do presídio.

Segundo os parlamentares oposicionistas, o modelo adotado no complexo está ultrapassado, contribuindo para as violações aos direitos humanos ali registradas. A posição da Oposição leva em conta parecer do Ministério Público do Estado de Pernambuco, que recomenda a desativação do presídio, a exemplo do Carandiru, em São Paulo, que seguia o mesmo modelo e apresentava as mesmas falhas do complexo pernambucano.

Segundo o promotor de execução Penal do MPPE, Marcellus Ugiette, o Governo do Estado deve traçar um cronograma de desativação gradual do complexo, dividindo a população carcerária em unidades menores.
Líder da Bancada de Oposição, o deputado Silvio Costa Filho (PRB) questionou a ausência do secretário de Justiça e Direitos Humanos do Estado, Pedro Eurico, de um debate dessa importância. “A ausência do secretário Pedro Eurico é um desrespeito não apenas ao Poder Legislativo, mas principalmente às mais de 70 mil pessoas que residem naquela região”, ressaltou.

Para Silvio, não são os moradores que estão no lugar errado, mas o presídio. “Como mostra o Ministério Público, não são os moradores do entorno que fazem mal ao complexo, e sim o presídio que faz mal à população. Infelizmente, o Governo insiste em desapropriar as casas da região, para viabilizar um recuo de 50 metros do muro do complexo, como se isso fosse resolver os problemas de superpopulação, violência e das condições precárias a que são submetidos os internos”, reforçou.

Ao final do encontro, ficou definida a criação de um frente parlamentar para discutir alternativas para o sistema prisional do Estado. Também ficou definida que os parlamentares vão procurar o Tribunal de Justiça de Pernambuco e o Governo do Estado para aprofundar a discussão. 

Faculdade dos Guararapes sedia a 3ª edição do Abril para gastronomia

O evento gratuito ocorre entre os dias 25 e 27, no campus Piedade e reúne profissionais da área

Movimentando o calendário da gastronomia pernambucana e trazendo novas discussões em torno deste mercado, a Faculdade dos Guararapes (FG) – integrante da rede internacional de universidades Laureate – realiza o “Abril pra Gastronomia: Sustentabilidade da terra ao prato”. O evento acontece a partir desta segunda (25) até a quarta (27), no campus Piedade da instituição, podendo participar alunos egressos da FG, estudantes e interessados no assunto.

A abertura do evento terá como convidado o chef Onildo Rocha, do restaurante Roccia Cozinha Contemporânea, da Paraíba. A noite de celebração do início do evento será na segunda-feira (25), às 19h. O tema do encontro será sobre “o cabra e a cabra”. A programação envolverá debates, oficinas, concurso gastronômico e aula show. Essa é a terceira edição do evento, que traz como tema principal a sustentabilidade da terra ao prato. “O propósito é ampliar as possibilidades da formação técnica do aluno, mostrando a ele as novidades e tendências e trabalhar o conceito de sustentabilidade, desde a terra envolvendo o Projeto FG Verde e a Horta Sustentável até chegar para degustação nos prato”, adianta a diretora do curso de Gastronomia da Faculdade dos Guararapes, Ângela Nankran.

O evento reúne chefs de peso da gastronomia nordestina, que vão apresentar novas técnicas e tendências nos serviços gastronômicos. Entre os profissionais destaques estão Cláudia Freyre, Fábio Ferrari, do Gallettorgânico, Chef Yoshi Matsumoto, Chef Leonardo Macedo, do Mister Carnes, Chef Sofia Mota, do Sofit, Chef Fabrisa Silva, do Frutteto. O encontro é gratuito e as inscrições podem ser feitas no site da instituição através do link: http://web.faculdadeguararapes.edu.br/intranet/certificados/inscricao/3090.

Segue abaixo a programação completa:

25/04
– Abertura (auditório)
- 19h: Chef Onildo Rocha, Roccia Cozinha Contemporânea PB – O cabra e a cabra

- 26/04
– Palestras (auditório)
8h: Fábio Ferrari, Gallettorgânico PE – Alimentação saudável para nós, para os outros e para o planeta
- 14h: Cine Gastrô

- Oficinas – Cozinhas
- 10h: Chef Leonardo Macedo, Mister Carnes PE – Defumação artesanal
- 10h: Chef Sofia Mota, Sofit PE – Leites vegetais e uma alimentação livre de lactose
-10h: Chef Cláudia Freyre, Cacau Cake PE – Vivendo uma confeitaria sem trigo e sem glúten
-19h: Chef Fabrisa Silva, Frutteto PE – Cozinha artesanal, natural e vegana