Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Agentes de trânsito ajudam na mobilidade e garantem segurança para quem passa pelo binário da Conceição


Com o apoio de educadores e agentes de trânsito do município, o novo binário da Conceição já está colaborando com a mobilidade na região das praias em Paulista. Os servidores da prefeitura estão mobilizados para garantir fluidez ao tráfego de veículos e segurança às pessoas que passam pelo local. O trabalho, que segue nos próximos dias, conta com o envolvimento de equipes fixas e motorizadas.
O efetivo está distribuído entre a Rua Drº Benoni de Sá e na Avenida Arquiteto José Geraldo Castro Paes, que passaram a ter sentido único, encurtando distância entre as rodovias estaduais que cortam a cidade (PE-22 e PE-01 (Av. Cláudio José Gueiros Leite). Ao longo do dia, os profissionais realizam um trabalho de orientação, dirimindo dúvidas e evitando acidentes.
Além de permanecer nas entradas e saídas do novo binário, e circular com motos e viaturas pelas vias, os educadores e agentes de trânsito também estão atentos às ruas adjacentes. A iniciativa tem evitado os giros à direita e à esquerda proibidos, tornando o trânsito ainda mais livre para quem usa o sistema viário.  
Acompanhando o trabalho dos servidores de perto, o secretário-executivo de Transportes e Mobilidade, Alessandro Rodrigues, disse que a atual gestão tem se preocupado bastante com a segurança no trânsito e fluidez nas vias dos bairros. Na visão do gestor, o município tem implantando diversas ações do Plano Municipal de Mobilidade para tornar o convívio entre pedestres, ciclistas e motoristas cada vez mais harmonioso.
BINÁRIO - Com a criação do novo sistema viário, a Av. Arquiteto José Geraldo Castro Paes deixa de ser mão dupla e fica com sentido único, da Avenida Cláudio José Gueiros Leite (PE-01) até a PE-22. Já a Rua Dr. Benoni de Sá, antiga Walfrido Carneiro, passa a ter o sentido oposto, rota para quem sai da PE-22 para a PE-01. Além disso, a Av. Estados Unidos – transversal das vias do binário – foi totalmente asfaltada pelo governo municipal, ganhando calçadas com acessibilidade e sistema de drenagem de água pluvial. A avenida beneficia os moradores da Conceição e localidade vizinhas.

Policiais rodoviários solicitam apoio de Côrte Real em projeto de fortalecimento da categoria


Deputado federal mostrou-se solidário ao pleito e vai buscar abrir canal de interlocução entre os servidores e ministérios


Representantes do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais de Pernambuco (SinPRF-PE) reuniram-se, nesta quarta-feira (27), com o deputado federal Jorge Côrte Real (PTB-PE) e pediram apoio do parlamentar para a implementação do Projeto de Fortalecimento Institucional (PFI) da categoria. A iniciativa busca, entre outras medidas, ampliar o número do efetivo policial nas rodovias em todo o Brasil, melhores condições de trabalho para os servidores públicos e maior eficiência do órgão de segurança.

O deputado Jorge Côrte Real mostrou-se solidário ao pleito dos policiais rodoviários e informou que vai buscar abrir um canal de interlocução entre os ministérios da Justiça e do Planejamento e a categoria, no intuito de atender as solicitações contidas no PFI. 

“A PRF desempenha um importante trabalho de segurança cidadã, pois ao mesmo tempo em que garante a segurança dos motoristas também promove a ação de patrulhamento e monitoramento das nossas estradas. Esse projeto é de interesse não apenas de um segmento, mas de toda a sociedade. Uma polícia rodoviária fortalecida é importante para todos os cidadãos”, afirmou o petebista.

Segundo o diretor jurídico do SinPRF-PE, Paulo André, em Pernambuco, o fortalecimento da PRF poderá significar a reabertura de postos rodoviários em municípios como Moreno, Quipapá, Carpina, entre outros. Hoje, esses equipamentos encontram-se fechados por falta de efetivo. Outra medida contida no PFI seria a contratação de servidores para a área administrativa da corporação. “Dessa forma, poderemos colocar nosso efetivo que hoje realiza uma atividade burocrática para cuidar das estradas”, disse o sindicalista.

Ainda de acordo com Paulo André, em todo o Brasil há, aproximadamente, 9,3 mil policiais rodoviários para patrulhamento de milhares de quilômetros de rodovias federais. O sindicalista destacou que o Tribunal de Contas da União (TCU), recentemente, recomendou que seriam necessários mais de 20 mil homens e mulheres para cuidar das estradas brasileiras.

Lei de Beto Accioly prevê mais segurança nas escolas em Pernambuco


O deputado estadual Beto Accioly (PSL) comemorou, nesta quarta-feira (27), mais uma lei (nº 15.783/2016) de sua autoria. Com prazo de 90 dias para entrar em vigor, as escolas privadas situadas em Pernambuco estarão obrigadas a instalarem redes de proteção em janelas, sacadas, mezaninos e varandas, a partir do primeiro andar.

“Não há estatísticas confiáveis sobre acidentes nesse sentido. No entanto, há inúmeros relatos com crianças que caem de janelas, atraídas pela curiosidade. As quedas representam a principal causa de internação entre os acidentes com crianças e adolescentes de até 14 anos no Brasil. Nossa lei ampliará a segurança preventiva das nossas crianças e adolescentes, além dos professores e demais funcionários da unidade de ensino”, explicou o parlamentar.

O texto prevê que o diretor da escola será solidariamente responsável pela instalação e manutenção do equipamento em conjunto com os proprietários. Em caso de descumprimento, os infratores serão advertidos e poderão pagar multa que varia de R$ 500 a R$ 5 mil, dependendo das circunstâncias da infração.

Questionado sobre o porquê das escolas públicas não fazerem parte da lei, o deputado informou que obedeceu o que determina a Constituição Estadual. “A Constituição Estadual veda a criação de despesas para o Poder Executivo. Por esse motivo não pude incluir as escolas da rede estadual de ensino. Apesar disso, dentro da justificativa do projeto apresentado sugeri ao Governo do Estado que adotasse a mesma prática no que se refere as escolas estaduais”, finalizou Beto Accioly.

Prefeitura e Sinprop próximos de fechar negociações salarias 2016


As negociações entre a gestão municipal e o Sindicato dos Professores do Paulista – Sinprop estão chegando a um consenso. Depois de fechar diversos pontos administrativos da pauta de reivindicações da campanha salarial 2016, apenas dois pontos financeiros continuam sendo debatidos para se concretizar um acordo: a questão do Plano de Cargos e Carreiras e Vencimentos – o PCCV e o reajuste do Ministério da Educação – MEC.

Na reunião desta quarta-feira, 27, que ocorreu na Secretaria de Planejamento, no Casarão da Rua 86, em Jardim Paulista Baixo, os representantes da categoria, que além dos dirigentes, também levaram quatro professoras de escolas e turnos diferentes para acompanharem o debate, apresentaram uma proposta de escalonar o índice do Plano de Cargos concedendo 3% para os professores entre os níveis 01 a 04, e 2% para os profissionais que estão entre os níveis 05 a 10.

Os secretários de Educação, Carlos Junior; Finanças, Rafael Siqueira; e o Presidente do Previ, Alessandro Correia, solicitaram do sindicato que fosse encaminhado uma proposta oficial com estes números para que sejam avaliados os impactos financeiros nas folhas de pagamentos dos professores ativos e inativos.

O Prefeito Junior Matuto, comandando a reunião, afirmou que a Prefeitura, como já vem acontecendo, faz questão de abrir todas as contas para que o sindicato conheça por dentro as dificuldades financeiras por que passa o município. “Apesar de todos os esforços e enxugamentos que fizemos nas nossas despesas para não atrasarmos salários e permitir que a cidade continue com os serviços essenciais, estamos a cada mês com mais dificuldades para fechar as contas. Nossa receita é composta de 75% de repasses federal e estadual e apenas 25% de receita própria. Mas só de royalties, nos recebíamos R$1,8 milhões, esse valor caiu para R$400 mil”.  

Alessandro Correia, presidente do Previ Paulista, também externou uma preocupação se for atender ao pleito dos professores. “Desde que a previdência municipal foi criada, no governo Junior Matuto que é deficitária, precisando que a gestão aporte em torno de R$1,5 mil/mês para pagar a folha dos aposentados. A cada ponto percentual concedido, a folha é onerada em cerca de R$21 mil, apenas no grupo orçamentário dos professores cuja folha hoje é de R$2,1 milhões. Isso é um impacto que não temos condições de bancar”.

Pontos já acordados -
Das questões administrativas que foram colocadas na mesa de negociação pelos representantes dos docentes da rede municipal, a maioria foi encaminhada, a exemplo do diário de classe que já está sendo entregue; o concurso para preencher 352 vagas de professores, que está em andamento, com as inscrições já encerradas e a próxima fase já é a aplicação das provas no dia 29 de maio do corrente ano.

Outro ponto que está sendo atendido é a gestão democrática, através da implantação dos conselhos gestores formados por representantes da comunidade escolar, pais, alunos, professores e técnicos.