Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

PAULISTA NORTH WAY SHOPPING RECEBE CIRCO MARCOS FROTA A PREÇOS POPULARES‏

O Paulista North Way Shopping recebe a turnê popular e comemorativa de 25 anos do Marcos Frota Circo Show. O espetáculo "Daqui” estreia sexta-feira dia 06 de maio, às 21 horas e segue até 3 de julho com apresentações de terça à sexta, às 20h, Sábados, Domingos e Feriados 16, 18 e 20 horas, com preços a partir de R$ 10,00.

Criado pelo ator Marcos Frota e pelo artista Pernambucano Luiz Mauricio Carvalheira, o circo percorre o país com a proposta de mesclar tradicional e o moderno e chega a Paulista com duas lonas de 2.100 metros quadrados, 1400 cadeiras acomodadas em uma sofisticada arquibancada em formato de arena, proporcionando a todo público uma melhor visibilidade do espetáculo e moderno sistema de som e iluminação.

O espetáculo “Daqui” expressa a cultura brasileira de forma alegre e contagiante, destacando o que há de melhor do país. Reunindo a música, dança, interpretação e arte circense em um só espetáculo.

SERVIÇO
O quê: Marcos Frota Circo Show 
Onde: no estacionamento do Paulista North Way Shopping
Tempo/duração Espetáculo: 1hora e 40 minutos
Quando: Terça a Sexta-feira 20hs, Sábado, Domingo e Feriado 16, 18 e 20 hs.
Quanto:
- Cadeira Setor Azul Inteira R$ 30
- Cadeira Setor Meia R$ 15 (criança de 02 a 12 anos, estudante com carteira, idoso acima de 60 anos, portador de necessidade especial, aposentado e professor). 
- Cadeira Setor Vermelho Inteira R$ 20
- Cadeira Setor Vermelha Meia R$ 10 (criança de 02 a 12 anos, estudante com carteira, idoso acima de 60 anos, portador de necessidade especial, aposentado e professor). Classificação: Recomendado para todas as idades.

OBS: Venda de ingressos antecipados nas bilheterias do Circo, de terça a domingo, a partir das 10h da manhã até o final do espetáculo. Além da compra em espécie, são aceitos cartões de Débito e Crédito (VISA, MASTERCARD, AMEX, HIPER E VALE CULTURA – Alelo).
Estacionamento no local

Sped: oito anos de avanços e desafios

Conselho Federal de Contabilidade promove workshop durante o 20.º Congresso Brasileiro de Contabilidade 

O Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) foi criado em 2007, no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento, com objetivo de modernizar as relações entre a Receita Federal e o contribuinte. Na prática, ele transfere para o ambiente digital a contabilidade antes realizada em papel. Essa alteração produziu profundas mudanças nas empresas, que precisam se adequar para fornecer as informações demandadas, e na atuação dos profissionais da contabilidade, impondo rápida atualização. Para discutir e esclarecer dúvidas sobre o tema, o Conselho Federal de Contabilidade (CFC) organiza um workshop durante o 20.º Congresso Brasileiro de Contabilidade.

O Sped é formado por 12 módulos, dos quais cinco documentos ficais e sete escriturações, que estão sendo implantados de maneira gradual. O primeiro a entrar em vigor foi a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), que começou a ser implantada em 2010. Hoje, o sistema recebe mais de 3 bilhões de NF-e por ano. Com exceção da Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída (EFD-Reinf), todos os módulos estão no ar, ainda que parcialmente. “O Sped nasceu de uma boa oportunidade. A Receita já tinha experiência em trabalhar com pacotes de dados digitais, a Emenda Constitucional 42 determinou que as administrações tributárias trabalhassem de forma integrada”, afirma o ex-coordenador do Sped Contábil Márcio Tonelli.  Tonelli esteve à frente do sistema no início do projeto.

Nenhum outro país do mundo tem um sistema de escrituração digital tão complexo quanto o brasileiro. “Outros países têm sistemas com algumas semelhanças, mas nada se compara à amplitude e capacidade de inovação do Sped. O Chile, por exemplo, iniciou a Factura Eletronica antes do Brasil, mas não avançou em outras iniciativas, e seus números são muito inferiores aos nossos”, informa o chefe da Divisão de Escrituração Digital da Receita, Clovis Peres. 

Para facilitar o processo de implantação, a Receita firmou parceria com 20 instituições e protocolo de cooperação com 27 empresas. As empresas piloto se propõem a utilizar o programa antes que ele entre em vigor. Com isso, elas sugerem melhorias e apontam dificuldades de implantação e podem adequar seus processos antes de os módulos serem obrigatórios. “A experiência é boa em duas vias. A primeira é a proximidade que a Receita tem do contribuinte, e a segunda é que as empresas podem ser mais transparentes sem nenhum receio”, diz o contador da controladoria da Vale e responsável pela condução dos trabalhos da Escrituração Contábil Digital (ECD) na empresa, Igor Leite. Entre as vantagens para as empresas apontadas por Leite está a redução de custos com impressão e armazenamento de dados em papel, a facilidade de consultar informações quando questionados pela Receita e a transparência. “Para as empresas há um aporte significativo de recursos no início, para implantação dos leiautes, mas depois os custos são incomparavelmente menores dos que os requeridos com gráficas. Por exemplo, para cada mês de contabilidade da Vale eram impressas 48 mil páginas. Para a sociedade é uma garantia de que os dados publicados são mais fidedignos, pois estão sendo mais granulados, e é muito mais fácil fazer alterações, quando uma falha é identificada, do que na versão impressa”, completa. 

As empresas piloto, representantes da Receita e das entidades parceiras se reúnem no Fórum Sped para discutir os avanços e desafios da instalação do sistema. As reuniões ocorrem mensalmente, em geral, na sede do CFC, em Brasília. O representante da entidade no fórum, Paulo Roberto da Silva, afirma que a implantação é importante para todos os envolvidos. “Diversas questões são encaminhadas através do fórum, e tanto o governo como as empresas e profissionais da contabilidade ganham. Os profissionais, porque têm suas demandas mais bem encaminhadas, e o governo porque tem maior aceitação do sistema, visto que, dentro do possível, procuram atender às questões levantadas pelos profissionais e empresas.”  Leite também avalia que a relação entre Receita e empresas melhora com a implantação. “Não é só a reunião no fórum, porque a Receita poderia ouvir e não querer entender, mas há uma tentativa de acolher as demandas das empresas porque não é interessante exigir algo que é inexequível”, diz.   

Além das facilidades advindas da informatização dos dados, várias obrigações acessórias são descontinuadas quando um módulo entra em vigor. Logo que a ECD passou a vigorar, quatro obrigações foram eliminadas, a NF-e substituiu o modelo em papel, na Escrituração Contábil Fiscal substituiu-se a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ) e, com o eSocial funcionando plenamente, serão substituídas 13 obrigações. 

Para os profissionais da contabilidade o novo sistema é um desafio. São grandes as mudanças tecnológicas e de adequação de rotinas, mas para o vice-presidente técnico do CFC, Zulmir Breda, a mudança é positiva. “Com o Sped, a tendência é que todas as empresas se organizem mais e, com isso, passem a ver, de fato, a contabilidade como instrumento de gestão. A maior parte da reclamação dos profissionais da contabilidade é que os clientes não têm os dados exigidos pela escrituração. Depois que as instituições se organizarem para oferecer os dados necessários, o trabalho ficará mais fácil do que era anteriormente.”  Peres concorda em que a implementação do Sped valoriza a carreira do profissional da contabilidade. “Como o Sped recebe muitas informações e alimenta diferentes sistemas e processos na empresa, o contador saiu de suas posições clássicas, como auditoria e lançamentos, para participar de diferentes áreas do negócio, como recursos humanos, gestão, produção e estoque.” 

Para detalhar o funcionamento do Sped e tirar as dúvidas dos participantes do 20.º Congresso Brasileiro de Contabilidade (CBC), foi incluído na programação um workshop sobre o tema. Os palestrantes são o chefe da Divisão de Escrituração Digital da Receita, Clóvis Peres, o coordenador do Grupo Confederativo do eSocial, José Maia, e o profissional da contabilidade Hélio Donin. “O objetivo é ampliar o debate sobre o Sped, e sobretudo queremos ouvir o feedback dos profissionais e das empresas, colher sugestões que se transformem em melhorias no Sped. O sistema nasceu com as premissas da simplificação contínua e da criação colaborativa, e deve continuar assim”, afirma Peres.  O evento será realizado no dia 13 de setembro. Durante o workshop será discutida a criação de uma central em que as dúvidas possam ser coletadas. 

O 20.º Congresso Brasileiro de Contabilidade ocorre de 11 a 14 de setembro, em Fortaleza. A programação completa está disponível em cbc.cfc.org.br. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas no mesmo site. 

PREFEITO JÚNIOR MATUTO CUMPRIU AGENDA PARA ATENDER AS DEMANDAS DOS CONSELHEIROS TUTELARES DA CIDADE DO PAULISTA.


Em meio a crise politica, o gestor da Cidade do Paulista se reuniu na manhã desta segunda feira as 10:00h em seu gabinete com a categoria dos Conselheiros Tutelares eleitos no ultimo sufrágio de 2015, tiveram presente os 15 (Quinzes), que compõe as Regional Centro, Praias e Paratibe.
Na reunião o Prefeito foi direto ao ponto, pedindo aos Conselheiros Tutelares para colocar os pratos na mesa, pois tem um grande respeito e carinho pela categoria, tendo em vista que os Conselhos Tutelares são grandes ferramentas nas garantias de direito das crianças e adolescentes, logo em seguida o escolhido para representar a categoria foi o Cearense Cicero da Ong (Conselheiro Tutelar), conhecido por todos, pelo brilhante trabalho que vem desenvolvendo em prol das Crianças e Adolescentes do município.
Aguerrido, determinado, competente e corajoso, Cicero da Ong é referencia entre os colegas.
O Conselheiro Tutelar, destacou a importância das politicas sociais para garantir o cumprimento fiel do ECA, bem como  as grandes transformações que a instituição vem passando por todo Brasil, se tornando forte, ativo e participativo.
Na finalização da reunião, o gestor se comprometeu em viabilizar as demandas existentes no curto tempo de prazo, por entender que o maior beneficiário direto é a população.

Paço Alfândega abriga a Mostra DeAaZ Decor

Gratuito, evento reúne no Recife expoentes da arquitetura brasileira. Vinte ambientes são exibidos. Arquitetos Paulo Sérgio Niemeyer e Brunete Fraccaroli são atração

Reunindo expoentes da arquitetura e decoração pernambucana, começa nesta quinta-feira (5) a Mostra DeAaZ Decor. O evento transformará a Praça de Eventos do Paço Alfândega num grande palco para o talento de arquitetos e designers de interiores, que criaram 20 ambientes exclusivos. A curadoria da mostra, que segue em cartaz até 15 de maio, é de Ana Cláudia Thorpe. A abertura, no dia 5, é apenas para convidados.

Nomes consagrados de Pernambuco, como a arquiteta Maria do Loreto – homenageada pelos seus 40 anos de carreira e 30 de escritório –, unem-se a referências como Paulo Sérgio Niemeyer – bisneto de Oscar Niemeyer – e Brunete Fraccaroli, que ganhou fama nacional ao participar do reality show Mulheres Ricas.

Levar para o público o melhor da arquitetura desenvolvida em Pernambuco e no Brasil, apresentando uma síntese do morar contemporâneo hoje e como maximizar o uso dos espaços cada vez mais enxutos nas construções são as propostas da DeAaZ Decor, que promoverá palestras, lançamentos de móveis e objetos. Um serviço inédito em feiras no Estado será oferecido: consultoria gratuita com arquitetos para o público em geral. Durante todas as tardes, um espaço da mostra oferecerá profissional à disposição dos visitantes para tirar dúvidas e sugerir soluções na ambientação da residência.

Paulo Sérgio Niemeyer marca presença no evento no dia 6 (sexta), quando lança sua primeira peça de mobiliário no Brasil, a Chaise Rio, da linha Niemeyer Design. A chaise, cujas formas exploram a leveza e a suntuosidade, bem ao estilo das obras de Oscar Niemeyer, é atração do ambiente da Armazém Decor. Na ocasião da visita à mostra, o arquiteto carioca realizará, às 20h, talk show sobre “O desenvolvimento criativo em mobiliário".

A arquiteta paulista que virou sensação para o público em geral ao participar de reality show, Brunete Fraccaroli, vem ao evento também no dia 6, a convite da multinacional espanhola Consentino. Brunete desenvolveu a cor Silestone Acqua Fraccaroli, em comemoração ao aniversário da marca Silestone. Trata-se de um tom de azul esverdeado, utilizado em bancada na Cozinha Gourmet, assinada por Célia Beatriz. Foi a primeira vez que a Silestone assinou parceria com profissional de arquitetura para desenvolver nova cor.

Brunete contará como foi essa experiência num bate-papo descontraído com o público. A Mostra DeAaZ Decor presta duas importantes homenagens.

O arquiteto Rodrigo Duarte, em parceria com a Casa Oficio, prepara o ambiente chamado A Sala da Arquiteta, em homenagem à mãe, Maria do Loreto Wanderley, que atinge a marca de 40 anos dedicados à arquitetura e três décadas de seu escritório. No dia 10 (terça), Maria do Loreto receberá os parabéns (com direito a bolo e brinde com champanhe) e será lançada a nova marca do escritório.

Já Roberta Borsoi assina o ambiente Estar do Casal Janete & Acácio, num emocionado tributo aos pais, Janete Costa e Acácio Gil Borsoi. Este último projeto promete chamar a atenção por se tratar de uma caixa de vidro com acústica perfeita, criada pela New Building Esquadrias.

Em seus dez dias de evento, a Mostra DeAaZ Decor espera atingir média de 80 mil visitantes, oferecendo, diariamente, oficinas, encontros, painéis e lançamentos. Tudo gratuito, para o público em geral e profissionais e estudantes da área.

PARA ALEGRAR O CORAÇÃO DAS MÃES



No Dia das Mães, livro do best-seller Max Lucado com 40 orações que prometem transmitir paz e conforto a elas, é ótima sugestão de presente para a data

Max Lucado, autor de mais de 125 milhões de livros vendidos no mundo, acaba de lançar Orações de Bolso Para Mães, obra escrita em parceria com a autora Andrea Lucado. O livro é publicado pela Thomas Nelson Brasil, editora que já alcançou a marca de três milhões de obras do autor vendidas no Brasil.
O livro de bolso promete agradar mães que sabem bem o que significa não ter tempo para nada. Nem mesmo para orar. Entre o preparo das refeições e a ajuda com as lições de casa, meditar na presença de Deus e encontrar o tão desejado descanso podem ficar fora da rotina.
Queremos orar, mas por quê? Melhor admitir logo. Orações são singulares, peculiares. Falar para o espaço. Elevar palavras ao céu. Não conseguimos sequer fazer a empresa de TV a cabo nos atender, mas Deus vai nos atender? O médico está muito ocupado, e Deus não está? Duvidamos da oração.
O livro traz 40 orações, ideais para trazer paz e descanso para a alma. Cada uma vem acompanhada de um versículo bíblico para lembrar às mães, em meio às demandas do dia a dia, que elas também têm um Pai bondoso, atento a cada necessidade e no qual podem encontrar descanso a qualquer momento.
Dividida em seis partes, a obra oferece orações para as mais variadas situações: pelo tempo e pela paz; por proteção e entrega; por orientação e clareza; pelo amor e casamento; por cura e segurança e por graça e força.
Ajuda meus filhos a fixar os olhos em ti quando sentirem medo ou ansiedade. Mostra-lhes quem tu és e aumenta a confiança deles em ti. Sou grata pelo dom da paz que temos em ti. Obrigada pelo exemplo de fé que vejo na vida dos meus filhos. Oro em teu precioso nome, amém.
Sobre o autor: Mais de 120 milhões de leitores encontraram inspiração e incentivo nos textos de Max Lucado. Ele mora com a esposa, Denalyn, e seu vira-lata travesso, Andy, em San Antonio, Texas, onde é pastor na Igreja Oak Hills. Acesse o website maxlucado.com ou siga-o no Twitter.com/maxlucado e no Facebook.com/maxlucado.
Sobre a autora: Andrea Lucado é uma escritora freelancer e uma texana que hoje mora em Nashville, Tennesse. Quando não está conduzindo entrevistas ou escrevendo, ela ri com os amigos em algum café, corre pelas colinas de Nashville ou prepara alguma comida quase comestível na cozinha. Um dia, ela irá acertar a receita. Siga-a no Twitter ou Instagram, @andrealucado, ou no blog andrealucado.com.

Campanha de arrecadação de livros na Nabuco Recife

A unidade também receberá publicações como dicionários, revistas e almanaques; impressos serão doados a bibliotecas comunitárias

Todo mundo tem aquele livro guardado que não desperta mais interesse, mas que pode ser uma ótima companhia de outros leitores. Buscando essa partilha do conhecimento, a Faculdade Joaquim Nabuco Recife realiza neste mês uma arrecadação em parceria com a organização não governamental Visão Mundial. Interessados podem doar obras em bom estado até o dia 13 deste mês.

Além de todos os tipos de livros, publicações como revistas científicas, dicionários e almanaques poderão ser doadas para a campanha, que tem como lema “Doe uma escolha” em referência a uma ação da ONG (http://www.escolhas.vc). Estudantes, professores e funcionários, bem como o público externo, poderão contribuir entregando os impressos no horário das 8h às 21h, de segunda à sexta-feira, na Assessoria Acadêmica da Nabuco (1º andar), que fica na Avenida Guararapes, 233, Bairro de Santo Antônio.

Os produtos arrecadados serão repassados para bibliotecas comunitárias de Pernambuco. “A proposta é construir conhecimento através da doação de livros. A nossa faculdade coaduna com o princípio de que a leitura engrandece o cidadão”, afirma Palmira Avelar, pedagoga do Núcleo de Apoio ao Educando da Nabuco Recife.

"Internet: três comissões do Senado realizam audiência pública conjunta para debater medidas que limitam uso de dados de banda larga"‏

Por solicitação do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) e de outros parlamentares, as comissões de Ciência e Tecnologia (CCT), de Meio Ambiente (CMA) e de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado realizam, nesta terça-feira (3), audiência pública conjunta sobre o limite para uso de dados de banda larga.

Para este debate, foram convidados 14 representantes de diferentes órgãos públicos e entidades ligadas ao setor. Entre eles, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Ministério das Comunicações, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ministério Público Federal (MPF)