Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

TIM faz diferente e dá ligação grátis no Dia das Mães

Em linha com o novo posicionamento da marca – que reforça o conceito #FazerDiferente – a TIM vai ajudar seus clientes neste Dia das Mães e, por isso, não irá cobrar pela primeira ligação feita no domingo (08).

"Evoluir é fazer diferente, essa é a nova assinatura da TIM. Queremos mostrar que, mais do que uma assinatura, se trata de uma nova atitude. Isso significa ir além da comunicação e mostrar de forma concreta o que é fazer diferente. Tivemos essa postura em relação ao bloqueio dos planos de internet fixa e, recentemente, com a liberação do SMS gratuito durante o bloqueio do WhatsApp. Essa promoção no Dia das Mães é mais um exemplo", diz Rogerio Takayanagi, diretor de Marketing da TIM Brasil.


Como funcionará:

Para que os consumidores possam falar com suas mães sem se preocupar, a primeira ligação do dia não será cobrada. A promoção é válida neste domingo (8), das 00h01 às 23h59, para chamadas de TIM para TIM local e longa distância (com uso do código 41) em todo Brasil, incluindo os planos Pré, Pós e Controle.

Clientes que possuem planos com pacote de voz não terão os minutos da primeira ligação descontados, independentemente da duração da chamada. Já aqueles que mantém planos com pacote de ligações com cobrança por dia – como TIM beta e Infinity Pré – não serão tarifados pela primeira chamada. Dessa forma, se o cliente não fizer mais nenhuma ligação no domingo, o pacote diário não será cobrado. No caso dos planos pré-pagos, só podem participar da promoção aqueles com saldo ativo (qualquer valor).

Por meio do site  http://www.tim.com.br/mg/para-voce/atendimento/perguntas-frequentes/dia-das-maes, a TIM esclarece todas as dúvidas e dá mais detalhes da oferta especial. Os clientes também serão comunicados pelas redes sociais da operadora.

Fernando Bezerra vota favorável à admissibilidade do impeachment “acreditando em novos e melhores rumos para o Brasil”


Brasília, 06/05/16 – Ao enfatizar que “robustos indícios de prática delituosa” enquadram a viabilidade do impeachment, o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) votou, nesta sexta-feira (6), pela admissibilidade do impedimento da presidente Dilma Rousseff. “Acreditando em novos e melhores rumos para o Brasil”, Fernando Bezerra, na condição de líder do Partido Socialista Brasileiro durante a nona reunião da Comissão Especial do Impeachment (CEI) no Senado, encaminhou voto favorável à continuidade do processo na Casa. “Após a análise dos argumentos contidos na denúncia e opostos pela defesa, é inevitável a conclusão de que os indícios do cometimento dos crimes de responsabilidade, de fato, existem”, afirmou o parlamentar.
Por 15 votos favoráveis e cinco contrários à admissibilidade, a CEI decidiu que a votação desta fase do processo de impeachment seguirá para votação no Plenário do Senado, o que está agendado para ocorrer na próxima quarta-feira (11). Na reunião de hoje da comissão especial, Bezerra Coelho lembrou toda a trajetória do Partido Socialista Brasileiro na relação com o governo federal desde as primeiras campanhas e eleições de candidatos do PT à Presidência da República. “Como não encontramos, no governo, qualquer receptividade às nossas ponderações e alertas, o PSB se mobilizou para colocar-se como alternativa ao Brasil, para romper a polarização PT-PSDB”, destacou.
Apesar das dificuldades de diálogo com o Executivo federal – o que, na avaliação do socialista pernambucano, “foi justamente isso que faltou ao governo nos últimos 16 meses deste mandato” – e da perda do líder Eduardo Campos, o PSB não se afastou dos compromissos históricos e programáticos. “Não fraquejamos, não desistimos do Brasil”, afirmou.
Como ressaltou Fernando Bezerra, “o governo se isolou” e perdeu apoios políticos, credibilidade e autoridade. “Na economia, os números falam por si, mostrando que nossas críticas jamais foram fruto de pessimismo ou desinformação”, disse. Na avaliação do senador, o avanço do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff pode contribuir para a superação do atual impasse político. “E tentar recolocar o país em um caminho que torne possível enfrentar o cenário de crise política, ética e econômica”, concluiu.
Confira a íntegra da fala de encaminhamento do voto de Fernando Bezerra Coelho na Comissão Especial do Impeachment no Senado:

“Senhor Presidente,
Senhoras Senadoras e Senhores Senadores,
Ao longo destas duas semanas de trabalho nesta comissão, nós, do PSB, aqui representado por mim, pelo Senador Romário, pelo Senador Roberto Rocha, pelo Senador João Capiberibe e também pela presença assídua da Senadora Lúcia Vânia, ouvimos e analisamos com bastante prudência os argumentos dos denunciantes e da defesa.

Buscamos pautar nossa atuação nesta Comissão não apenas como participantes do debate político.

Antes disso, procuramos estudar e fazer uma compreensão técnica – jurídica – dos fundamentos do processo de impeachment e do enquadramento das condutas imputadas à Excelentíssima Senhora Presidente da República entre as hipóteses de crime de responsabilidade previstas na Constituição e na lei.

Nesta hora, é preciso ter coerência e sermos fiéis à nossa história para que possamos honrar o voto daqueles que têm confiado no projeto que o Partido Socialista Brasileiro defende para o país.

Desde as primeiras eleições diretas após a redemocratização, em 1989, o PSB atuou na Frente Brasil Popular, apoiando a candidatura do ex-Presidente Lula. E assim o fizemos nas eleições que se seguiram.

Nas eleições presidenciais de 2002, optamos por lançar candidatura própria, mas, no segundo turno, firmamos posição ao lado da coligação que possibilitou a eleição do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Estivemos presentes na Administração do Ex-Presidente com Roberto Amaral, com Eduardo Campos e com Sérgio Rezende.

Nas eleições de 2010, abdicamos de candidatura própria para dar continuidade ao projeto que possibilitou avanços para o Brasil, para o Nordeste e, especialmente, para o meu Estado de Pernambuco.

Com a eleição da Presidente Dilma, tive a honra de participar da administração federal como Ministro da Integração Nacional.

Mas, o nosso apoio jamais foi desprovido de senso crítico.

Já no ano de 2013, o então Presidente Eduardo Campos, alertou, em diversas oportunidades, para os erros e equívocos de uma política econômica que poderia colocar em risco os avanços obtidos até então.

Como não encontramos, no governo, qualquer receptividade às nossas ponderações e alertas, o PSB se mobilizou para se colocar como alternativa ao Brasil, para romper a polarização PT-PSDB.

Saímos do Governo Dilma em setembro de 2013; mas, não nos afastamos dos nossos compromissos históricos e programáticos.

Com coragem e determinação, idealizamos um projeto próprio e alternativo. Com a candidatura de Eduardo Campos à Presidência da República, alimentamos a esperança e o sonho de construirmos uma nova política para o Brasil.

Porém, o sonho de um Brasil diferente foi interrompido de forma abrupta, com o acidente que vitimou nosso presidente. Ainda assim, não fraquejamos, não desistimos do Brasil. Decidimos avançar e continuamos a luta com Marina e Beto Albuquerque.

E aqui vale relembrar a acidez das críticas feitas ao nosso projeto pela campanha da candidata à reeleição. Muitas foram as ironias e acusações de que éramos pessimistas e desinformados em relação ao real quadro econômico do país.

Perdemos as eleições; mas, nos mantivemos firmes em nossa opção pela mudança quando apoiamos a candidatura de Aécio Neves no segundo turno.

Dilma Rousseff ganhou a disputa presidencial falando que o Brasil não enfrentava os problemas que apontamos durante toda a campanha. Exageraram nas promessas e não tiveram a humildade de reconhecer os erros.

Nem por isso, nos recusamos ao diálogo político. Mas, foi justamente isso que faltou ao governo nos 16 meses deste mandato.

O governo se isolou, perdeu apoios políticos, perdeu a credibilidade e a própria autoridade.

Na economia, os números falam por si, mostrando que nossas críticas jamais foram fruto de pessimismo ou desinformação, como a Presidente alardeou durante todo o processo eleitoral.

Pois bem. Agora, estamos a enfrentar o julgamento da admissibilidade da denúncia por crimes de responsabilidade imputados à Excelentíssima Senhora Presidente da República.

E, após a análise dos argumentos contidos na denúncia e opostos pela defesa, é inevitável a conclusão de que os indícios do cometimento dos crimes de responsabilidade, de fato, existem.

A Presidente da República, temos certeza, continuará a exercer, como fez até agora, a sua ampla defesa, numa próxima fase. Quando deverão ser apreciados os elementos de prova para configuração da prática dos crimes de responsabilidade.

Mas, neste momento tão importante da vida nacional, não temos como não nos posicionarmos pela admissibilidade da denúncia.

Não bastassem os robustos indícios da prática delituosa – que enquadram a viabilidade do impeachment sob o aspecto jurídico – é preciso também avançar para a superação do impasse político e tentar recolocar o país num caminho que torne possível enfrentar o atual cenário de crise política, ética e econômica.

Por tudo isso, o PSB encaminha voto favorável à admissibilidade da denúncia apresentada em desfavor da Presidente da República, acreditando em novos e melhores rumos para o Brasil.”

Tadeu Alencar em São José do Egito

O deputado federal Tadeu Alencar (PSB-PE) visita São José do Egito neste sábado (07). Primeiro, participa de um café-da-manhã na casa do ex-prefeito e pré-candidato Evandro Valares, companheiro de partido. Em seguida, será entrevistado pela Rádio Gazeta FM (95,3 FM), e segue para a Zona Rural da cidade, onde serão inaugurados dois sistemas simplificados de abastecimento de água pela secretaria de Agricultura de Pernambuco.
Também vão participar das agendas, o deputado estadual Ângelo Ferreira; Gilberto Rodrigues, do grupo Fênix Comunicação e ex-presidente do Instituto Xingó, além de vereadores, correligionários e lideranças locais.
Foto: Sérgio Francês/PSB.

Tema “enfrentamento às drogas” invade o universo do conhecimento dos estudantes em Paulista

O salão paroquial da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, em Paratibe, ficou lotado nesta sexta-feira (06.05) para uma importante atividade extraclasse da Escola Municipal Gêlda Amorim. Alunos da unidade de ensino participaram de uma palestra sobre drogas. O grupo teve a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o papal da família, escola e comunidade no enfrentamento ao consumo e tráfico de entorpecentes. A ação faz parte de uma parceria entre as secretarias municipais de Educação e Políticas Sociais, Esportes e Juventude.
A apresentação foi conduzida pela gestora do Centro de Referência Especializado da Assistência Social do Paulista (CREAS), Gerina Holanda. Com experiência de quase duas décadas na área social, ela exibiu alguns slides para os jovens, destacando, entre outros pontos, os riscos que as drogas podem trazer para a “destruição” de sonhos, carreiras profissionais e do bem estar pessoal. A palestrante contou com o apoio de profissionais do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).
Essa iniciativa está inserida no cronograma de ações do programa “Crack, é Possível Vencer”, que tem a coordenação da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã e Defesa Civil.

EDUCAÇÃO EMOCIONAL: 400 PASSOS PARA ALCANÇAR O EQUILÍBRIO NA VIDA

Livro ensina leitores a repensarem e transformarem atitudes através de comportamentos mais positivos

O que são as emoções? Seriam elas a expressão de nossos sentimentos? No livroEducação Emocional, os autores Emídio e Marislei Brasileiro fornecem um verdadeiro manual de sobrevivência para a vida ao discutirem como as emoções influem nos relacionamentos amorosos, na vida familiar, na educação dos filhos e em diversos outros contextos.
Em quatro capítulos, os autores respondem a 400 perguntas relacionadas ao uso racional e inteligente das emoções, desde aquela sentida pelos pais ao receberem a notícia da gravidez, passando pela infância, adolescência, juventude, vida adulta até a velhice. Como aprender a dizer não aos filhos? O que fazer quando eles não se interessam em estudar? Como alcançar o equilíbrio no relacionamento com o parceiro? E ainda, como lidar com sentimentos negativos como a depressão, o mau humor, a preguiça e o medo?
Existem emoções que intensificam e outras que diminuem nosso prazer em viver. Separar umas das outras é tarefa que hoje ganha um status de disciplina indispensável na vida diária: a inteligência emocional. O uso inteligente de nossas emoções é roteiro seguro para um bom desempenho no mundo dos negócios de qualquer natureza. Conhecer e educar nossas emoções, racionalizando sua expressão, é, hoje, receita importantíssima para um bom emprego, especialmente no nível profissional executivo. Não só na área profissional, mas também na área pessoal e familiar, o uso inteligente das emoções é fator de saúde.
Educação Emocional, publicado pela Boa Nova Editora, revela que é preciso que a estabilidade e a saúde do corpo sejam garantidas por relativa harmonia emocional. Esta obra fará os leitores refletirem sobre seus próprios comportamentos e aprenderem a mudar atitudes para, assim, alcançarem, finalmente, o tão sonhado equilíbrio.
Sobre os autores:
Emídio Silva Falcão Brasileiro: nasceu em Irará (Bahia). Graduou-se em Direito pela Universidade Federal de Goiás, concluiu o mestrado em Ciências da Educação pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, em Lisboa (Portugal) e fez doutorado em Direito pela Universidade Autônoma de Lisboa. Professor universitário, escritor e pesquisador em Goiânia (Goiás), cidade onde reside há mais de vinte anos, com a esposa MarisleiEspíndula Brasileiro e seus dois filhos, o casal Vinícius e Jenucy. Espírita há mais de trinta anos, Emídio é também membro da Academia Espírita de Letras do Estado de Goiás, por onde desenvolve atividades em vários centros espíritas da capital e do interior do Estado. É expositor e escritor espírita de várias obras, dentre elas: “Um Dia em Jerusalém”, “A Caminho do Deserto” e “Sexo, Problemas e Soluções”.
Marislei de Sousa Espíndula Brasileiro: escreveu seu primeiro livro intuitivo aos 12 anos: “Madeleine, Um Passado em Paris”. Aos 21 anos de idade, casou-se com o escritor Emídio Brasileiro e tiveram dois filhos: Vinícius e Jenucy. Nessa época, Marislei e Emídio escreveram juntos “Sexo, Problemas e Soluções”; “O Sexo Nosso de Cada Dia”; “A Outra Face do Sexo” e “Educação Sexual”. Graduou-se em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal de Goiás, aos 24 anos, quando escreveu “O Guardião do Templo”. Especializou-se em Educação, aos 28 anos, e publicou “Enfermagem na Saúde do Idoso” e “Cardiologia”. Fez Mestrado em Saúde na Universidade Federal de Minas Gerais aos 34 anos e lançou “Leonardo Da Vinci: A Alma de Um Gênio”. Doutora pela Universidade Federal de Goiás, é Professora da Pós-Graduação do Centro de Estudos de Enfermagem e Nutrição, Coordenadora do Curso de Enfermagem da Universidade Paulista e colaboradora da Revista Latino-Americana da USP. Estudiosa da Doutrina Espírita, Marislei realiza palestras em vários Centros Espíritas e atua como membro da Academia Espírita de Letras do Estado de Goiás.