Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

ABRAINC espera recuperação da economia com novo governo

A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC), que representa 26 das maiores empresas do setor, acompanha com bastante atenção os acontecimentos dos últimos dias e ressalta a preocupação do empresariado com a instabilidade política e seus reflexos desastrosos para a economia do país, o que afeta diretamente a vida de todos nós brasileiros.
Agora, com o novo governo Michel Temer, a ABRAINC tem esperança que haja um ambiente mais estável na política e com isso a população brasileira retome a confiança nas instituições, para que a economia volte a crescer. O setor imobiliário também espera que o novo governo mantenha o foco no setor, fundamental para o desenvolvimento do Brasil. O segmento tem papel relevante na economia nacional, tanto para reverter o déficit habitacional como na geração de emprego e renda.
Por isso, a ABRAINC espera que o novo governo gere um ambiente favorável para reversão imediata do cenário atual, bastante negativo. É urgente que as reformas estruturais necessárias sejam implementadas para o rápido restabelecimento das condições para que o Brasil retome a confiança nas suas instituições e siga seu caminho rumo ao desenvolvimento.
Sobre a ABRAINC
A ABRAINC foi constituída em 2013 com o objetivo de levar mais eficiência à gestão, qualificar e aprimorar o processo da incorporação imobiliária. Atualmente a ABRAINC reúne 26 companhias de capital aberto e/ou com presença nacional. Seu objetivo é representar essas empresas, fortalecendo o setor e contribuindo para o desenvolvimento sustentável do país e de suas cidades. A associação atua em defesa da responsabilidade socioambiental, da ética, da integridade e das conformidades técnica, fiscal e urbanística.
Entre os principais temas em debate atualmente na associação estão as questões referentes aos processos de incorporação, ao impacto dos empreendimentos nas cidades, à burocracia nas diversas fases do negócio, à produtividade do setor e à ampliação do crédito e do financiamento.
Fazem parte da ABRAINC as empresas Alphaville Urbanismo, Brookfield, Canopus, Cury, Cyrela, Direcional, Emccamp, Esser, Even, EZtec, Gafisa, Helbor, HM, JHSF, MRV, Odebrecht Realizações, Patrimar, PDG, Plano & Plano, Rodobens, Rossi, Setin, Tecnisa, Tenda, Trisul e Yuny.

Alex Hanazaki assina Praça Eliane na Casa Cor SP

Arquiteto paisagista e Eliane Revestimentos apresentam espaço e linha assinada de produtos na maior mostra de arquitetura e decoração das Américas
Envolvido pelo conceito do brutalismo sincronizado com o tropicalismo brasileiro, o arquiteto paisagista Alex Hanazaki apresenta um conceito paisagístico atemporal na criação da Praça Eliane, durante a 30ª edição da Casa Cor, realizada de 17 de maio a 10 de julho, no Jockey Club de São Paulo. O profissional harmonizou um jardim flutuante composto pelos elementos naturais água, fogo e diversas espécies de plantas, com produtos especialmente criados pelo profissional em parceria com a marca Eliane Revestimentos, como porcelanatos e seixos com aspecto fosco e o rigor estético leal às pedras naturais.
Hanazaki - considerado  um dos grandes nomes da arquitetura de paisagismo moderno no Brasil - imprime no espaço da mostra um equilíbrio entre os traços geométricos das plantações com as funcionalidades de produtos industrializados.
Conceito
Explorar as melhores formas de uso do porcelanato, em um completo equilíbrio com a natureza, foi o desafio de Hanazaki. “Minha principal preocupação foi de criar uma linha industrializada, completamente inspirada na natureza, porém oferecendo a mais perfeita estética e maior durabilidade que a matéria-prima. Essa parceria com a Eliane Revestimentos surgiu do produto até a concepção do espaço”, explica o arquiteto paisagista.

Praça Eliane por Hanazaki
Com mais de 450 m², o projeto equilibra os revestimentos com a perfeita combinação dos elementos naturais. Com uso de plantas nativas ou de baixo consumo hídrico e manutenção, Hanazaki reforça a brasilidade do espaço, tendo plantado 12 árvores do icônico Pau-Brasil - cultivado em viveiro – em toda área da Praça Eliane. “Inseri os 12 exemplares de Pau-Brasil no espaço, claro que, preservando também espécies já existentes. Achei importante enaltecer e valorizar a natureza local, fazendo relembrar a árvore símbolo do nosso país”, explica Hanazaki.
Criar surpresas ao longo do caminho foi outro grande propósito de Hanazaki. Estimulando diferentes sensações, o visitante logo entra por um túnel sentindo, de um lado, a presença da natureza em um imenso jardim vertical. Já do outro, a sutil incidência de luz natural invadindo o corredor por uma cobertura com pergolado e brises feitos com estrutura metálica e porcelanatos em diferentes tons, como: preto, cinza, bege, nude, off-white e branco. “Propositalmente, a pouca luz do corredor faz com que as retinas dos olhos do público se fechem e então estimulem um sentimento de mistério e expectativa, que ao final do percurso, logo se abra para a contemplação da área externa”, explica.
No ambiente principal, o visitante encontra duas ambientações. À direita, um grande espelho d’água, revestido de seixos negros – lançamento da Eliane Revestimentos, assinado pelo paisagista – e porcelanatos distribuídos em seu interior, propondo o conceito de um caminho sobre as águas, compostos com pequenos jardins flutuantes. Também no seu interior, uma lareira traz o contraponto entre os elementos fogo e água.
Já em outra perspectiva, o ambiente propõe a permanência e contemplação do espaço, com bancos revestidos em porcelanato e uma cascata de água, que traz movimento e atmosfera acolhedora.
Em toda a Praça Eliane, a combinação harmônica de cores nos porcelanatos propõe um “ton sur tom”, do off-white ao cinza concreto e preto. No pergolado, todos os revestimentos possuem a nanotecnologia Cleantec – exclusiva do Grupo Eliane – que surpreende pela ação autolimpante, antibacteriana e de purificação do ar, tornando os ambientes mais saudáveis e de fácil manutenção. “A alta tecnologia empregada no revestimento me chamou a atenção pelo processo ser semelhante à fotossíntese, além de eliminar gases poluentes. Como paisagista, fico muito feliz com lançamentos de produtos como esse, que efetivamente contribuem com o meio ambiente”, conclui Hanazaki.