Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Obras de mobilidade continuam sem data para conclusão


O Governo do Estado continua sem um cronograma definido para a entrega das obras de mobilidade prometidas para a Copa do Mundo de 2014. Os corredores Norte-Sul e Leste-Oeste do BRT e o projeto de Navegabilidade do Rio Capibaribe continuam sem nenhuma definição em relação à data em que estarão disponíveis para a população. O cenário foi apresentado hoje, pelos representantes do Governo do Estado, durante debate realizado no Plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

Segundo o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Bancada de Oposição na Alepe e autor do pedido da sessão especial que discutiu a Mobilidade Urbana na Região Metropolitana do Recife, preocupa o fato de em Pernambuco ainda de discutir obras da Copa enquanto as principais cidades do País já começam a traçar planos para o futuro. “Saímos daqui ainda com a agenda do passado e sem nenhuma agenda para o futuro na questão da mobilidade”, avaliou.
Apesar de se mostrar otimista ao anunciar a retomada da licitação para a construção de três terminais do Projeto de Navegabilidade do Capibaribe (BR-101, Santana e Torre), a secretária executiva de Articulação Institucional da Secretaria das Cidades, Ana Suassuna, confessou que o Estado trabalha com a perspectiva de concluir, apenas, o trecho entre a BR-101 e o Derby. Esta última estação ainda vai precisar passar por uma revisão do projeto. O custo estimado para as obras são de R$ 47 milhões, entre a BR-101 e a Torre, e mais R$ 16 milhões para chegar até o Derby.

A continuidade do corredor fluvial até o centro ainda depende da retirada das palafitas nas margens do rio nos Coelhos, como revelou a secretária. Hoje, a relocação dessas famílias depende da construção dos habitacionais Vila Brasil e Sérgio Loreto, sob responsabilidade da Prefeitura do Recife, que apesar de estar diretamente envolvida com o projeto, não enviou representantes para o encontro.

Sobre o BRT, o secretário executivo de Mobilidade Urbana da Secretaria das Cidades, Leonardo Cabral, destacou que o corredor Leste-Oeste é o mais complicado, com três terminais inconclusos, quatro estações não entregues, além de uma série de intervenções viárias  e do Ramal da Copa, que foi abandonado. Sobre a perspectiva de entregar dessas obras, Cabral afirmou que está se fazendo um levantamento do que foi deteriorado e perdido por causa do abandono das obras. “Temos obras nunca executadas, obras inacabadas e obras danificadas. Estamos fazendo todo esse levantamento para poder apresentar um cronograma”, explicou, afirmando que a Secretaria trabalha com a expectativa de lançar a licitação de dois terminais (3ª e 4ª Perimetral) e uma estação até o fim do ano, ficando todo o restante, inclusive o Ramal da Copa, a ser executado a partir do próximo ano.

Ao final do encontro, Silvio questionou o motivo da demora na retomada das obras. Se estariam faltando recursos do Governo Federal, sendo informado que os recursos estão garantidos e que a retomada dos trabalhos dependem, hoje, muito mais da revisão dos projetos. “Há quase dois anos que a Copa acabou e ainda estamos discutindo falhas e a não revisão dos projetos. Um exemplo é a requalificação da área urbana da BR-101, que depois de passar três anos com a Secretaria das Cidades foi transferida para a Secretaria de Transportes  para se tentar concluir. É um exemplo da falta de coordenação e planejamento do Estado”, avaliou.

Documentário mostra os bastidores da turnê de André Rio em Portugal

Às vésperas de comemorar 15 anos, o cantor André Rio lança um documentário onde mostra os bastidores da turnê em Portugal. No filme, disponibilizado no canal oficial do Youtube do cantor,  é contada a história da turnê Viva Pernambuco a partir de duas apresentações feitas em 2015, nas cidades de Lisboa e Porto. O vídeo estará disponível a partir do meio-dia. 
Um espetáculo com todos os sabores de Pernambuco, este é o tom da turnê itinerante VIVA PERNAMBUCO que desde o ano 2000 leva os rítmos pernambucanos e a cultura nordestina para diversos países do mundo. O capitão deste navio é André Rio, que lidera a tripulação cheia de maracatus, frevos e forrós para esta grande aventura musical por fora do país. Além de passar por paises como Italia, Inglaterra e Suíça, onde participaram pela décima vez do Festival de Jazz de Montreux, o grupo passou por duas cidade em Portugal, onde foi gravado o documentario "Turnê Viva Pernambuco em Portugal", com direção do jornalista Dewis Caldas. O filme está sendo lançado tanto no Brasil como em Portugal. 
De acordo com o diretor do documentário, a turnê Viva Pernambuco é um dos mais bem sucedidos projetos de formação de público da música nordestina em todo o mundo. "A grande prova disso é a participação deste espetáculo no Festival de Montreaux na Suíça por dez anos, um recorde absoluto de shows de um artista no maior e mais importante festival de jazz do mundo. E gravar um documentário sobre esta turnê é como fazer um filme sobre a percepção da música brasileira fora dos limites do país", conta Dewis, que é sócio da Maranhas Filmes, uma produtora especializada em documentários etnográficos.

Em tempo, André Rio embarca para a Europa em julho para celebrar os 15 anos da turnê. Em breve, anunciaremos os convidados.

Principal via do Fragoso começa a ser asfaltada pela prefeitura


Para a satisfação dos moradores do bairro do Fragoso, em Paulista, às obras de pavimentação da Avenida Benjamim, principal via de acesso da localidade, entrou numa das etapas mais importantes nesta quinta-feira (02.06). Os operários responsáveis pelo serviço começaram a aplicar o asfalto na pista num trecho de aproximadamente 200 metros. Assim que ficar pronta, a via vai contribuir com a mobilidade urbana na área, ligando a rodovia PE-15 ao bairro de Rio Doce, em Olinda.

Após algumas interrupções na execução, ocasionadas por obras de saneamento e abastecimento de água na localidade, o trabalho da Secretaria Municipal de Infraestrutura foi retomado no final do mês de abril, com a construção de galerias do sistema de drenagem e calçadas com rampa de acessibilidade. Ao longo dos últimos dias foram realizadas as etapas de imprimação e agora as máquinas realizam a colocação do piche.

A pavimentação da Avenida Benjamim faz parte de uma parceria entre a Prefeitura do Paulista e o Governo do Estado de Pernambuco. O investimento público no serviço alcança a cifra de R$ 1,6 milhão. A verba é oriunda do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM).

Um dos moradores satisfeitos com a obra é o comerciante José Alves, que reside há mais de vinte anos na Avenida Benjamim. Ele fez questão de salientar que a pavimentação era um pleito antigo da comunidade. “Há mais de duas décadas lutamos e agora estamos conseguindo através da Prefeitura do Paulista. É um trabalho muito importante para nós, que é a ligação da PE-15 ao terminal de Rio Doce”, ressaltou Alves.