Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Prefeitura de Igarassu tem FPM bloqueado por falta de pagamento da Previdência

A Prefeitura de Igarassu, região metropolitana do Recife, teve o seu FPM ( Fundo de Participação dos Municípios ) retido em razão do não-pagamento da Previdência de funcionários contratados e comissionados. O valor da cota-parte bloqueada pela Receita Federal é de $ 983, 981, 58 ( novecentos e oitenta e três mil, novecentos e oitenta e um reais e 58 centavos ). O extrato demonstrativo de arrecadação do município foi publicado no site da Receita no último dia 10 deste mês.

Saiba como fazer uma horta suspensa com material reciclável




Os moradores do Conjunto Dom Hélder Câmara, no bairro do Janga, descobriram nesta quarta-feira (22.06) como se faz uma horta suspensa com garrafa PET. As orientações foram repassadas por uma equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Para montar, além do material reciclável, é necessário ter arame galvanizado, adubo e a semente de algum tipo de hortaliça. O processo é bem simples. 
 
            Com uma faca, corte o centro da garrafa, permitindo que o espaço aberto seja suficiente para receber o adubo e as sementes. Com ela deitada, fure as extremidades para dar acesso ao arame. Deixe um espaço entre as garrafas e unas as pontas do arame, permitindo que ele possa ser pendurado em algum local. Assim, a estrutura estará pronta.
            Depois de colocar o adubo e as sementes no interior da garrafa, pendure a horta, deixando ela exposta ao sol, pelo menos, quatro horas por dia. Não se esqueça de aguar. Desta forma, o vegetal vai crescer de forma saudável. Vale lembrar que ele leva, em média, de 30 a 45 dias para poder ser colhido. 

“A preferência deve ser para as espécies de ciclo rápido, como o cebolinho, agrião, alface, salsa, entre outros. Essas espécies não exigem o replantio, uma vez que apenas a folha pode ser retirada para consumo”, explicou o diretor de Unidades de Conservação e Biodiversidade, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Paulista.
As técnicas ensinadas aos moradores vão permitir que eles possam consumir alimentos saudáveis, livres de agrotóxicos e sem gastar muito dinheiro, além de contribuir para o meio ambiente, já que trabalha dentro do aspecto do reaproveitando material reciclável, como garrafa PET, por exemplo.

Esse trabalho de orientação de como se pode fazer uma horta suspensa também já aconteceu em algumas escolas da rede municipal de ensino.

Oposição lamenta falecimento da ex-deputada Isabel Cristina

Parlamentar morreu em consequência de um câncer na manhã desta segunda-feira (22)

A Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) lamenta o falecimento da ex-deputada estadual Isabel Cristina de Oliveira, 62 anos, ocorrido na manhã desta quarta-feira (22), em Petrolina, no Sertão do São Francisco, onde residia. A petista, dona de um entusiasmo contagiante, faleceu em decorrência do câncer de mama contra o qual lutou bravamente nos últimos oito anos.

Nascida em Sorocaba (SP), Isabel Cristina construiu no interior pernambucano uma carreira de sucesso como educadora e parlamentar, reconhecida pelo compromisso com as causas sociais e os movimentos populares. Foi uma das fundadoras do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintepe), contribuindo ainda para a criação da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

A parlamentar atuou como professora de Física na rede privada de ensino e na Universidade de Pernambuco e esteve à frente da superintendência da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf). Seu currículo trazia ainda dois mandatos como vereadora e um de vice-prefeita de Petrolina, além das duas passagens pela Alepe, como deputada estadual.

“Educador por formação, encontrei em Isabel Cristina um grande exemplo de profissional, sempre buscando melhorias para a qualidade de vida da população. Ela foi a primeira mulher eleita pelo Sertão para ocupar uma cadeira na Alepe, em 2007, e desde então tornou-se a nossa eterna professora, alguém que muito nos ensinou na Casa Joaquim Nabuco. Uma pessoa solidária, que fez política com muita dignidade, seriedade e respeito ao povo do Estado, acima de tudo trazendo o Sertão no coração”, comentou o líder da Oposição, Silvio Costa Filho (PRB).

A parlamentar Teresa Leitão (PT) também demonstrou tristeza com o falecimento da companheira de luta. “Meus melhores anos como deputada foram junto de Isabel Cristina. Sua ausência deixará um vácuo, mesmo com as lideranças que ela, com generosidade e compromisso, ajudou a formar. Ela nunca deixou seu bom humor sucumbir à doença e sempre foi uma pessoa leve e otimista”, completou.