Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Reutilização de resíduos na produção de tijolos ecológicos

Em constante busca pela inovação em seus processos e produtos, para manter todas as atividades realizadas cada vez mais sustentáveis, a Brasil Kirin, indústria de bebidas, implanta dois novos projetos de reutilização de resíduos em suas unidades fabris em Pernambuco. O lodo proveniente do processo fabricação da cerveja, que antes era descartado em aterros sanitários, agora é utilizado na construção civil como componente para a fabricação de tijolos. A iniciativa traz um ganho ambiental enorme já que os resíduos não são mais descartados; além de diminuir significativamente a quantidade de argila utilizada na fabricação de tijolos, aumentando a vida útil das jazidas naturais.

Após realizar inúmeros testes para identificar todas as possibilidades de reutilização dos resíduos, a equipe de Segurança, Saúde e Meio Ambiente (SSMA) da unidade fabril do Recife observou que o lodo é um resíduo classe II, sendo passível de ser reutilizado para outros fins mais sustentáveis e seguiu em busca de parcerias para viabilizar o projeto até encontrar a Cerâmica Bom Jesus (CBJ). O coordenador de SSMA, Rodrigo Trajano, explica que a parceria entre a Brasil Kirin e a CBJ foi firmada após o acompanhamento da atuação e a verificação da responsabilidade sócio ambiental da empresa. 

Hoje, a CBJ, localizada no município de Paudalho (45 km do Recife), utiliza 5% do lodo como matéria-prima na produção de cada tijolo. Na produção, os tijolos ecológicos passam pelo processo de extrusão com alto vácuo, atingindo resistência as compressões muito superiores às mínimas exigidas pelas normas técnicas vigentes no Brasil. Ainda assim, o produto final é conduzido à análise de controle de qualidade do SENAI, que emite um laudo de usabilidade do produto, acreditados pelo IMETRO e ABNT.

Marivaldo Oliveira, biólogo ambiental e técnico de segurança do trabalho da Cerâmica Bom Jesus, explica como são realizados os testes com os tijolos ecológicos: “A resistência dos blocos é avaliada no laboratório especial do SENAI. Para blocos de aplicação na horizontal a resistência deve ser de 1,5 MPa. Para blocos na aplicação vertical, a partir de 3 MPa. Isso significa que nossos blocos são submetidos, durante a análise, à uma pressão de aproximadamente 1.500kg. ” O biólogo ainda ressalta a importância do projeto que reduz o uso de recursos naturais não renováveis, como a argila, contribuindo para a sustentabilidade.

Christian Carvalho, gerente da fábrica da Brasil Kirin, explica que antes do projeto ser implantado, cerca de 12 toneladas de resíduos gerados pela fabricação de cerveja eram enviadas mensalmente para aterros sanitários. Com a implantação do projeto, o lodo proveniente da Estação de Tratamento de Dejetos Industriais (ETDI), tem um destino mais sustentável para o resíduo. “É gratificante observar o resultado desse trabalho que transforma algo visto como dejeto em matéria-prima”, reforça.

A unidade fabril da Brasil Kirin em Igarassu também mantém um projeto de reutilização de resíduos, porém de maneira um pouco diferente. Priscila Tenório, analista de meio ambiente explica que a parceria foi firmada com a Central de Tratamento de Resíduos (CTR) local, que utiliza os resíduos da fábrica de Igarassu em sua estação de tratamento. “Foram feitas diversas análises do material e foi constatado que o lodo produzido apresenta características que auxiliam nos processos de tratamento da estação. O resultado: diminuição no consumo de energia, de água e de produtos químicos”, explica o coordenador.

“Aqui, na Brasil Kirin, sustentabilidade é assunto prioritário e faz parte do planejamento estratégico da empresa. Trabalhamos com temas ligados ao desenvolvimento sustentável e temos comprometimento com a identificação e a gestão dos impactos das nossas ações, contribuindo para a evolução social, ambiental e econômica. Essas parcerias são extremamente importantes para nós por causa do ganho ambiental”, afirma o gerente de fábrica, Christian Carvalho.

Sobre a Brasil Kirin
A Brasil Kirin, uma empresa que produz bebidas que dão prazer e alegria, acredita que há muito mais num líquido do que apenas seu consumo. Por isso faz um convite a todos que acreditam e querem mais da vida: “Viva Sua Sede”. Com este slogan, a empresa abraça desafios, sonhos e desejos das pessoas para as suas vidas.

Para atender as diferentes sedes, a Brasil Kirin conta com um amplo portfólio de bebidas que inclui cervejas, refrigerantes, sucos, energéticos e águas das marcas Schin, Schin no Grau, Devassa, Baden Baden, Eisenbahn, Kirin Ichiban, Cintra, Glacial, Água Schin, Fibz, Ecco!, Energético K, Viva Schin, Schin Tônica, Itubaína, Viva Schin Mini, Viva Schin Pop, Fruthos e Skinka.

A empresa é subsidiária do grupo global Kirin Holdings Company, uma das maiores empresas de bebidas do mundo com mais de 46 mil funcionários, 270 empresas e presença em 15 países. No Brasil, conta com 13 fábricas em 11 estados e mais de 11 mil funcionários. A distribuição dos produtos é feita por 25 centros próprios e cerca de 200 revendas para 600 mil pontos de venda no País.

Atualmente, a Brasil Kirin está entre as Melhores Empresas para Trabalhar, segundo a revista Época / GPTW (GreatPlacetoWork®) 2014 e 2015, e também pelo ranking 2014 e 2015 da Revista Você S/A. Em sustentabilidade, foi considerada destaque em Governança Corporativa pelo Guia Exame 2014, além de estar entre as empresas mais sustentáveis do país desde 2013.

Grupo Vila recebe certificação internacional em cremação


Diretores e gestores do Grupo Vila participaram, em São Paulo (SP), do XI Fórum de Gestão e Administração de Cemitérios e Crematórios, com o objetivo de conhecer as novidades do setor e promover intercâmbio com empresas funerárias de todo o país.

Durante o evento, eles participaram de curso ministrado pela National Funeral Directors Association (NFDA) – a Associação Nacional de Diretores Funerários sediada nos Estados Unidos, país referência na modernização do segmento. Na ocasião, o Grupo Vila recebeu uma certificação internacional em cremação, atestando o alto padrão de qualidade do serviço.

O Grupo Vila atua no Nordeste há mais de 65 anos e foi pioneiro na implantação do crematório no Rio Grande do Norte, dentro do cemitério Morada da Paz, além de oferecer o serviço também no Morada da Paz do Recife (PE).

Ipojucanos ganham Escola Integral Municipal Eduardo Campos

Moderna unidade de ensino, localizada no distrito de Nossa Senhora do Ó, acolhe o Memorial Eduardo Campos, que será inaugurado também no próximo dia 28 com a presença do Governador Paulo Câmara

A educação do Ipojuca entra definitivamente em um novo tempo com a entrega à população da moderna Escola Integral Eduardo Campos, na próxima terça-feira, 28 de junho, a partir das 15h, no distrito de Nossa Senhora do Ó (Travessa João Rufino de Souza S/N), quando acontece também a inauguração do Memorial Eduardo Campos, em homenagem ao saudoso ex-governador de Pernambuco. 

A Escola Municipal Integral Eduardo Campos começou a funcionar progressivamente com 06 (seis) turmas de primeiro ano do ensino fundamental e tem capacidade para 400 estudantes em horário integral, do 1º ao 5º ano. O moderno espaço conta com 12 salas de aulas, quadra poliesportiva coberta, biblioteca, auditório, espaços administrativos e laboratórios de ciência, matemática e informática, além de diferenciadas lousas interativas que permitem aos educadores a abordagem dos conteúdos com mapas, gráficos e ilustrações, o que contribui para uma melhor formação intelectual e promove a inclusão digital. 

As salas de aulas atendem aos padrões básicos definidos pela Secretaria Municipal de Educação, com ar condicionado, ventilador, janelas, iluminação e conforto térmico adequados; todas as dependências ganharam moderna sinalização, com piso tátil. Também possui horta irrigada, que viabilizará a implantação do Projeto Escola Orgânica. Uma extensa área de convivência com playground, possibilita diversas atividades de lazer e troca de experiências para a comunidade escolar. 

O programa de ensino para a educação integral contempla a Base Nacional Comum, com o estudos da língua portuguesa e da matemática, o conhecimento do mundo físico e natural e da realidade social e política do Brasil, bem como o ensino da arte, a Educação Física e o Ensino Religioso e a Parte Diversificada, formado por oficinas e atividades complementares como Inglês, Música, Letramento Literário, Raciocínio Lógico Matemático, Educação Ambiental, Alfabetização e Letramento Científico, Jogos e Brincadeiras, História e Cidadania, Atividades e Acompanhamento Pedagógico, de Higiene e Saúde e Cultivo de Horta Orgânica. Os estudantes permanecem 8 horas por dia durante os cinco dias da semana na escola e recebem 03 refeições diárias, bem como todo o material didático e de apoio pedagógico para o desenvolvimento das atividades escolares. 

“A implantação da Escola Integral é, antes de tudo, um compromisso de gestão com a integralidade da formação dos estudantes e uma oportunidade para a concretização de uma educação pública de qualidade social. Um compromisso real e sem trégua para melhorar a qualidade da educação do Ipojuca de hoje e do futuro. É um desejo da população que agora estamos realizando. O Memorial retrata o nosso carinho e respeito para com uma das figuras públicas mais expressivas do nosso Estado e do nosso País e que muito fez pela educação de Pernambuco", destaca o prefeito Carlos Santana.

MEMORIAL

O Memorial Eduardo Campos, instalado nas dependências da Escola, em homenagem ao ex-governador, destacando sua preocupação com o segmento da educação, mede 10m X 2,5m. Através da linha do tempo, em progressivas ilustrações, o artista Bertone Balduíno conta a história de Eduardo Henrique Accioly Campos desde o seu nascimento. Revela os tempos de menino, estudante de economia, sua convivência com o avô Miguel Arraes, Eduardo Pai, homem público, secretário da Fazenda, Deputado Estadual, Governador, candidato a presidente. 

A Secretaria Municipal de Educação já estuda um programa especial de visitação guiada para grupos, de forma que os alunos de toda a rede de ensino venham conhecer o Memorial e o funcionamento da Escola Eduardo Campos. Este programa será divulgado para toda a comunidade.

SERVIÇO 
Inauguração da Escola Integral Eduardo Campos 
Local: Travessa João Rufino de Souza S/N, Nossa Senhora do Ó, Ipojuca/PE 
Horário: 15h

Fotos: Cledjânio Fabrício/Prefeitura do Ipojuca 

Universidade de Pernambuco inaugura Núcleo de Práticas Jurídicas em Arcoverde‏‏


O Reitor da Universidade de Pernambuco, Profº Pedro Falcão, esteve em Arcoverde na última quarta-feira (22), onde inaugurou o Núcleo de Práticas Jurídicas, que servirá de campo de estágio para os estudantes do curso de Direito existente neste Campus. A solenidade foi bastante prestigiada, e marca mais um investimento necessário para a consolidação do curso e do Campus no município.