Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Municípios do Território de Suape constroem indicadores de gestão do programa

Representantes de municípios do Cabo de Santo Agostinho, Escada, Ipojuca e Jaboatão dos Guararapes, além dos órgãos governamentais : Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco- Condepe/Fidem, CPRH e empresa Porto de Suape estiveram reunidos em oficina de trabalho visando construir os indicadores de gestão sustentável do Programa Especial de Controle urbano e Ambiental do Território de Suape. Os participantes puderam assistir à palestra ministrada pela Secretaria Executiva de Habitação, Sheila Pincovsky, sobre o tema Construindo Indicadores de Gestão Sustentável.  Também foram eleitos os componentes do Grupo de Acompanhamento Municipal que vão se reunir sistematicamente para construir as etapas seguintes deste trabalho.

Esta é uma das atividades do Programa Especial de Controle Urbano e Ambiental do Território de Suape, desenvolvido pela Agência Condepe/Fidem, em parceria com as prefeituras daquela região. O objetivo da ação é criar ferramentas para a avaliação da capacidade dos governos locais realizarem a gestão urbana e ambiental, tendo como parâmetro o desenvolvimento sustentável e a qualidade de vida da população, considerando os investimentos realizados pelo programa. Para dar suporte técnico ao trabalho, foi contratada a  consultora Instituto de Gestão – INTG.

O diretor executivo de Apoio à Gestão Regional e Metropolitana da entidade, Luciano Pinto, representou na ocasião, o presidente Flávio Figueiredo. "Esta é uma importante função finalística do programa e a construção destes índices vai nos levar a medir se os objetivos foram alcançados", explica o diretor. Em seguida, a coordenadora executiva do programa, Antonia Santamaria, apresentou a situação atual da sua execução.

Em seguida, na palestra, Sheila Piconvsky  mostrou detalhes para compor indicadores simples e compostos, ressaltando que na escolha destes deve-se levar em conta qualidade, aplicabilidade efetiva e sistema de monitoramento. Para ela, os indicadores devem ter clareza e precisão, além da facilidade de compreensão a exemplo dos indicadores do Índice de Desenvolvimento Humano , IDH, que mede a qualidade de vida da população mundial através de três dimensões : educação, longevidade  e renda.

Já o INTG destacou que os indicadores a serem construídos para o TE Suape terão a capacidade de retratar os aspectos mais relevantes da realidade sem grande complexidade de funcionamento. Eles destacaram que os indicadores devem ter as caracteristicas : relevância para as decisões; facilidade na sistematização; clareza e comparabilidade; confiabilidade da informação, entre outros.

Como próximos passos, estão previstas novas reuniões entre os representantes da Comissão de Coordenação e grupos de acompanhamento para a produção dos indicadores que deverão ser validados e a finalização do modelo em um segundo seminário. A conclusão do trabalho está prevista para setembro.

Em Igarassu, pastor Cleiton Collins declara apoio a Yves Ribeiro

Após o apoio dos deputados estaduais Guilherme Uchôa (PDT) e Professor Lupércio (SD) a Yves Ribeiro (PSB) na disputa pela Prefeitura de Igarassu, hoje foi a vez do deputado pastor Cleiton Collins (PP) tomar a mesma decisão dos seus dois colegas da Alepe. Em 2014, ele foi eleito com a maior votação de um deputado estadual na história de Pernambuco, obtendo 216.874 votos.

Líder da bancada evangélica na Assembleia legislativa, o pastor Collins está exercendo o seu quarto mandato eletivo. Segundo o pré-candidato socialista, "a adesão do pastor Cleiton Collins ao nosso projeto de melhorar a qualidade de vida do povo de Igarassu só fortalece a nossa caminhada". Yves disse ainda que ele é hoje uma das maiores lideranças da comunidade evangélica no Estado de Pernambuco e que tem uma boa atuação como parlamentar. Já o deputado Cleiton Collins fez questão de dizer que vai participar da convenção que irá confirmar o nome de Yves Ribeiro como candidato em Igarassu, no próximo dia 5 de agosto.

Emoção marca aliança de Miguel e Guilherme Coelho em defesa de Petrolina


Jonas Santos​
Depois de 30 anos caminhando em lados diferentes, os grupos liderados pelo senador Fernando Bezerra (PSB) e pelo deputado federal Guilherme Coelho (PSDB) celebraram uma reconciliação histórica em prol de um novo projeto político para a capital do São Francisco. O parlamentar tucano anunciou que apoiará a pré-candidatura de Miguel Coelho (PSB) à Prefeitura de Petrolina. O apoio foi oficializado, na manhã desta quarta-feira (20), num evento bastante prestigiado e carregado de emoção.

Sensibilizado não apenas pela histórica aliança política, mas também pela união da família, Miguel agradeceu o gesto do deputado Guilherme e salientou que aumenta sua responsabilidade na condução de um novo projeto para Petrolina. “É impossível não se emocionar por conta dessa história de luta e amor por Petrolina. Serei eternamente grato pelo gesto de Guilherme. Estamos construindo uma ponte que vai gerar grandes frutos para Petrolina como deu no passado. Este não é o projeto de Miguel, Guilherme, Fernando, e sim de uma Petrolina de todos nós”, afirmou o pré-candidato a prefeito.

Acompanhado por vários familiares, amigos e lideranças políticas da capital do São Francisco, Guilherme destacou a importância de olhar para frente e definir um projeto de retomada do desenvolvimento de Petrolina. “Refleti muito para tomar essa decisão e nós todos temos um compromisso muito grande com esta cidade. Estou indo para o melhor para Petrolina. Vamos olhar para frente, levar a nossa mensagem e compromisso”, defendeu o deputado federal.

Participante decisivo de todo o processo de reaproximação dos dois núcleos políticos, o senador Fernando Bezerra também demonstrou emoção no encontro. O socialista lembrou lideranças que ajudaram a construir Petrolina e pediu para o grupo trabalhar unido e focado num novo projeto para a cidade. “Esse encontro não é apenas para reverenciar o passado. Nós temos muito orgulho do passado, pois se Petrolina deixou de ser passagem para ser o que é, foi pela luta dos que nos precederam. Essa decisão repercutirá no futuro de Petrolina e gera compromissos. Estamos celebrando um compromisso com a nova Petrolina que vamos construir juntos.”

Com a aliança, a pré-candidatura a prefeito Miguel Coelho conta com o apoio de mais duas legendas, o PSDB e o DEM. No total, o grupo une agora 14 partidos na construção da chapa que será anunciada no dia 29 de julho, em Petrolina.

Meu Reino por um Drama chega ao Paulista North Way Shopping

O musical Meu reino por um Drama é a atração desse final de semana do Teatro Experimental Roberto Costa (Paulista North Way Shopping). O espetáculo será exibido no sábado e domingo, 16h30, dentro da programação XIII Festival de Teatro para Crianças de Pernambuco (Métron Produções). Os ingressos serão comercializados nos dias das apresentações, nos horários da abertura do referido centro comercial, pelo preço promocional de R$20,00 (inteira) e R$10,00 (criança a partir de 02 anos, estudante e boa idade mediante a apresentação da carteira).

O espetáculo, do pernambucano Cícero Belmar e direção de Ruy Aguiar, é uma fábula musical que conta a história de uma Abelha Rainha em crise por achar que a sua vida é boa demais. Em busca de um drama, deixa a colmeia para tentar uma nova vida. A partir daí se depara com várias situações, como a tentativa de fazer novas amizades. Na sua busca pessoal encontra as joaninhas e as formigas, e começa a perceber que o mundo fora da colmeia parece não ser tão amigável como imaginava. A transformação vem das experiências dramáticas vividas. O humor, o drama e a música pontuam todas as situações vividas pelas personagens.

O elenco reúne atores de várias gerações do teatro pernambucano: Angélica Zenith (Abelha Avó, Joaninha e Formiga), Ana Clara Torres (Abelha Mirim), Del Vieira (Bobo da Corte), Edivane Bactista (Abelha Rainha), Fabiana Coelho reversando com Isabela Holanda (Abelhuda, Joaninha e Formiga), Luísa Aguiar (Abelha Mirim), Michelline Torres (Abelha de Fogo, Joaninha e Formiga), Nelma Barros (Abelha Madrinha, Joaninha e Formiga), Renato Parentes (Bobo da Corte) e Ruy Aguiar (Zangão Zangado e Escaravelho).

Os ingressos podem ser comprados a partir da quinta-feira, no horário das 14h às 20h, na bilheteria do Teatro Experimental Roberto Costa, no Paulista North Way Shopping.

Serviço:
13º Festival  de Teatro para Crianças de Pernambuco
Polo Paulista North Way Shopping
Sessões às 16h30
Ingressos R$ 20 reais, meia entrada R$ 10,00

PARA COMEMORAR DIA DO AMIGO, OUTBACK E BRAHMA PRESENTEIAM CLIENTES COM CHOPE

A amizade é um verdadeiro presente na vida de todos e merece ser celebrada. Então, para não deixar o Dia do Amigo passar em branco, o Outback Steakhouse e o Chopp Brahma resolveram   fazer uma ação especial: neste 20 de julho, os clientes serão presenteados com dois Chopps Brahma 340ml servidos nas tradicionais canecas congeladas.

Para participar, o cliente precisa acessar o site www.amigooutback.com.br, se cadastrar, responder a um quiz divertido e gerar o voucher da cortesia. Com ele em mãos, basta ir ao Outback e, ao pedir um aperitivo ou um prato principal, os dois chopes são por conta da casa. O voucher será válido somente para hoje, dia 20, em todos os restaurantes da rede no Brasil e será aceito um voucher por mesa.


Municípios do Território de Suape constroem indicadores de gestão do programa

Representantes de municípios do Cabo de Santo Agostinho, Escada, Ipojuca e Jaboatão dos Guararapes, além dos órgãos governamentais: Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco- Condepe/Fidem, CPRH e empresa Porto de Suape estiveram reunidos em oficina de trabalho visando construir os indicadores de gestão sustentável do Programa Especial de Controle urbano e Ambiental do Território de Suape. Os participantes puderam assistir à palestra ministrada pela Secretaria Executiva de Habitação, Sheila Pincovsky, sobre o tema Construindo Indicadores de Gestão Sustentável.  Também foram eleitos os componentes do Grupo de Acompanhamento Municipal que vão se reunir sistematicamente para construir as etapas seguintes deste trabalho.

Esta é uma das atividades do Programa Especial de Controle Urbano e Ambiental do Território de Suape, desenvolvido pela Agência Condepe/Fidem, em parceria com as prefeituras daquela região. O objetivo da ação é criar ferramentas para a avaliação da capacidade dos governos locais realizarem a gestão urbana e ambiental, tendo como parâmetro o desenvolvimento sustentável e a qualidade de vida da população, considerando os investimentos realizados pelo programa. Para dar suporte técnico ao trabalho, foi contratada a  consultora Instituto de Gestão – INTG.

O diretor executivo de Apoio à Gestão Regional e Metropolitana da entidade, Luciano Pinto, representou na ocasião, o presidente Flávio Figueiredo. "Esta é uma importante função finalística do programa e a construção destes índices vai nos levar a medir se os objetivos foram alcançados", explica o diretor. Em seguida, a coordenadora executiva do programa, Antonia Santamaria, apresentou a situação atual da sua execução.

Em seguida, na palestra, Sheila Piconvsky  mostrou detalhes para compor indicadores simples e compostos, ressaltando que na escolha destes deve-se levar em conta qualidade, aplicabilidade efetiva e sistema de monitoramento. Para ela, os indicadores devem ter clareza e precisão, além da facilidade de compreensão a exemplo dos indicadores do Índice de Desenvolvimento Humano, IDH, que mede a qualidade de vida da população mundial através de três dimensões : educação, longevidade  e renda.

Já o INTG destacou que os indicadores a serem construídos para o TE Suape terão a capacidade de retratar os aspectos mais relevantes da realidade sem grande complexidade de funcionamento. Eles destacaram que os indicadores devem ter as caracteristicas : relevância para as decisões; facilidade na sistematização; clareza e comparabilidade; confiabilidade da informação, entre outros.

Como próximos passos, estão previstas novas reuniões entre os representantes da Comissão de Coordenação e grupos de acompanhamento para a produção dos indicadores que deverão ser validados e a finalização do modelo em um segundo seminário. A conclusão do trabalho está prevista para setembro.

Planos de assistência garantem segurança em momento de perdas

Em tempos de aperto na economia, contar com a assistência proporcionada por um seguro é mais que bem vinda em momentos como, por exemplo, a perda de um familiar, doença grave ou acidente de carro. Dessa forma, ao invés de ter que passar pelo desgaste emocional e impacto financeiro provocado por essas situações, o segurado tem a certeza de estar protegendo tanto a si como a seus parentes a partir do pagamento de parcelas que não pesam no orçamento mensal da família.

“A razão mais importante para se planejar com antecedência é poupar a família da responsabilidade financeira e das preocupações que uma perda representa”, afirma Ranniery Cruz, supervisor comercial do Plano Sempre de Assistência Funeral, pertencente ao Grupo Vila. “Isso certamente reduz o estresse para a família e amigos em um momento já tão delicado”, completa Ranniery.

Somando 27 mil segurados no Grande Recife, o Plano Sempre tem entre os benefícios que oferece itens como remoção, traslado, velório, ornamentação, urna, capela, coroa de flores, livro de assinaturas e despachante, além de auxílio alimentação por três meses (quando do falecimento do titular). “O cliente pode pagar em carnê ou cartão de crédito. Após o falecimento do titular, o primeiro dependente assume e dá continuidade aos pagamentos”, explica Ranniery.

“As pessoas sabem da importância de pensar no futuro. A decisão de se planejar e prevenir com relação ao falecimento de um familiar, apesar de muito difícil, evitará que a família tenha de tomar essas decisões em um momento de grande estresse emocional”, finaliza o supervisor comercial do Plano Sempre de Assistência Funeral, Ranniery Cruz.

Lei Complementar 140/2011 para o concurso da Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu - RJ

Em grande parte dos concursos públicos que envolvem a matéria Direito Ambiental está presente a Lei Complementar nº 140/2011.
A referida legislação determina os objetivos a serem perseguidos pelos entes federativos no cumprimento da competência ambiental administrativa comum, especialmente quanto à prioridade de harmonização de uma atuação administrativa eficiente, visando evitar a sobreposição de atuação, tal como ocorria na aplicação de sanções administrativas a um único empreendimento, decorrente da mesma infração ambiental.
Por esse motivo, as definições sobre a competência de cada ente estão bem claras na norma, de forma inequívoca. Contudo, importante destacar que embora a lei defina as competências originárias de cada ente federativo, pode haver delegações de atribuições ou ações administrativas a outro ente, desde que o ente delegado disponha de órgão capacitado para atender à demanda, com técnicos habilitados e em número suficiente e disponha ainda de Conselho de Meio Ambiente, formado por representantes da sociedade civil e do governo.
Os entes federativos podem valer-se, entre outros, dos seguintes instrumentos de cooperação institucional: consórcios públicos; convênios, acordos de cooperação técnica e outros instrumentos similares com órgãos e entidades do Poder Público; Comissão Tripartite Nacional, Comissões Tripartites Estaduais e Comissão Bipartite do Distrito Federal; fundos públicos e privados e outros instrumentos econômicos; delegação de atribuições de um ente federativo a outro e delegação da execução de ações administrativas de um ente federativo a outro, respeitados os requisitos previstos na Lei Complementar nº 140/2011.
No que tange ao licenciamento ambiental, cuja regulamentação era feita com primazia pela Resolução 237 do CONAMA, os empreendimentos e atividades utilizadores de recursos ambientais, efetiva ou potencialmente poluidores, serão submetidos à aprovação de um único órgão competente, o qual terá competência para fiscalizar e lavrar auto de infração correlatos à atividade ou empreendimento licenciado.
Com essa alteração foi alcançada maior celeridade e transparência nos processos de licenciamento, diminuindo a burocracia e demora injustificadas dos diversos órgãos, para se obter a licença ambiental, resultando em uma simplificação nos procedimentos para licenciamento de empreendimentos.
Uma outra importante inovação trazida pela lei complementar foi a competência supletiva. Assim, quando decorrido os prazos de licenciamento, sem a emissão da licença ambiental, se instaura a competência supletiva dos entes federativos.
Ainda, foi regulamentada a renovação de licença ambiental, sendo que esta deve ser requerida com antecedência mínima de 120 (cento e vinte) dias da expiração de seu prazo de validade, fixado na respectiva licença, o qual se prorroga automaticamente até a manifestação definitiva do órgão ambiental competente.
Em um contexto geral, vislumbra-se que grande objetivo da presente lei complementar é dirimir diversos conflitos de competência entre os entes federativos que implicavam a ausência de segurança jurídica aos empreendedores. A legislação traz consigo a finalidade de agilizar os processos de licenciamento ambiental, contudo, trazendo a segurança jurídica necessária a quem busca o licenciamento, sem esquecer que o objetivo maior é a preservação do meio ambiente.
Deste modo, caso tenha gostado de nosso artigo não esqueça de deixar o seu “curti”, e ainda, de acompanhar as novidades em nosso site: www.maxieduca.com.br, e comentar em nosso blog!
Boa sorte em sua caminhada rumo a aprovação em um concurso público!

Jovens de Petrolina recebem capacitação em fruticultura

Teve início nesta segunda - feira (18), em Petrolina, a primeira turma de 2016, do curso Trabalhadores Agrícolas na Fruticultura. A capacitação, gratuita, vai habilitar 30 alunos beneficiários do Programa Jovem Aprendiz do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/PE).
Com uma carga horária de 800 horas de aulas teóricas e prática, a iniciativa possibilita a formação técnico-profissional, visando a inserção de adolescentes e jovens, com idade entre 18 e 24 anos, no mercado de trabalho. As aulas acontecem de segunda-feira a sexta-feira
Para quem pensa em seguir carreira, o superintendente do Senar /PE, Adriano Moraes, orienta: “Assim que formados, os aprendizes estarão habilitados para atuar nas atividades agrícolas de produção e exportação de frutas, em especial de uva e manga, em Petrolina”.
O programa é dividido em três etapas: o Núcleo Básico, onde são trabalhadas as competências de formação geral do trabalhador; o Núcleo Específico, com o estudo das competências técnicas da área e no terceiro momento, os aprendizes têm a oportunidade de conviver, na prática, com as tarefas pertinentes à ocupação, no âmbito da empresa contratante.