Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Uso de acessórios de proteção radiológica agora é Lei em Pernambuco

De autoria dos deputados Beto Accioly (PSL) e Álvaro Porto, já está em vigor a Lei nº 15.888/2016, sancionada nesta sexta-feira (2) pelo governador Paulo Câmara. A matéria torna obrigatória a disponibilização do uso dos acessórios de proteção radiológica, quando solicitados pelos pacientes e acompanhantes, nos procedimentos que utilizem fontes artificiais de radiação ionizante, nas unidades públicas e privadas de saúde.

De acordo com a lei, consideram-se acessórios de proteção radiológica a vestimenta plumbífera que garanta a proteção do tronco dos pacientes e acompanhantes, incluindo tireoide e gônadas, aventais, óculos plumbíferos, luvas, protetores plumbíferos de tireoide e jaleco de manga longa para os trabalhadores. Todos esses acessórios devem observar as especificações da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT.

A exposição durante o manuseio de equipamentos de diagnóstico com radiação possui grandes riscos, cabendo aos profissionais operadores à responsabilidade de sua proteção, do usuário e de seus acompanhantes, bem como a de outros profissionais que circulam ou auxiliam nos exames.

“Nenhuma dose de radiação é inócua. Nossa lei visa evitar irradiações desnecessárias e de partes do corpo humano que não necessitam do procedimento. De modo geral, as crianças são mais afetadas, pois possuem células em formação e crescimento. Nas mulheres, a radiação pode gerar alterações genéticas nos óvulos fecundados. Já os homens, podem se tornar inférteis”, explicou Beto Accioly.

Segundo o deputado, os usuários deverão ser informados sobre a possibilidade de uso dos acessórios de proteção antes do exame, a fim de decidirem utilizá-los ou não. A lei prevê ainda a afixação de cartazes informativos e o descumprimento poderá ser penalizado com advertência, multa e suspensão do alvará de funcionamento.

Acavasf promove recebimento itinerante de embalagens vazias de defensivos agrícolas em Lagoa Grande (PE)

Pequenos produtores podem devolver suas embalagens vazias de defensivos agrícolas sem precisar percorrer longas distâncias por meio dos recebimentos itinerantes. As ações consistem na montagem de estruturas temporárias em locais distantes das centrais de recebimento espalhadas pelo Brasil como forma de facilitar a devolução do material por parte dos agricultores. A iniciativa tem o apoio do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) e é fundamental para aumentar a capilaridade do Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos).

Minicurso discute teoria e prática do RPG como método de ensino

“O RPG como método de ensino I: Aspectos teóricos e práticos” é o tema do curso que o Núcleo de Pesquisa, Extensão e Cultura do Colégio de Aplicação da UFPE promove no dia 20 deste mês, das 14h às 17h, como parte das atividades do projeto Estudos e Reflexões para Prática Docente. Voltado para licenciandos e professores da Educação Básica, o curso será ministrado pelo professor Ricardo Ribeiro do Amaral (CAp) no Anfiteatro Iracema Lima Pires Ferreira, sala 12 do Centro de Educação da UFPE.
As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até o dia 13 ou até o encerramento das vagas via formulário digital. Há 60 vagas disponíveis e os participantes receberão certificação de conclusão. O curso tem por objetivo apresentar o Role-Playing Game (RPG) como recurso para o ensino, como método potencialmente interdisciplinar e multidisciplinar que leva os alunos a um nível de aprendizado contextualizado, em que cada indivíduo tem um papel ativo em sua aprendizagem.
O curso será dividido em duas partes. Inicialmente, será apresentado o RPG e seus usos na Educação: o que é? Quais os benefícios? Como vem sendo utilizado? Num segundo momento, serão apresentados aspectos mais práticos da aplicação do RPG: como estruturar uma aventura de RPG? Que aspectos pedagógicos devem ser considerados? Como é possível aplicar uma aventura em sala de aula? Por fim, o encontro será encerrado com uma roda de conversa em que todos possam relatar suas impressões ou dificuldades com a prática do RPG na escola.
REFLEXÃO – O Estudos e Reflexões para Prática Docente compõe-se da oferta programada de cursos, minicursos, oficinas e palestras nas diversas áreas do conhecimento, cujos temas nascem das experiências acadêmicas exitosas realizadas no Colégio de Aplicação, espaço de experimentação pedagógica da UFPE, bem como das grandes questões contemporâneas que circundam os debates na área da Educação. As ações são dirigidas aos licenciandos e professores da Educação Básica.
Mais informações
Núcleo de Pesquisa, Extensão e Cultura do CAp
nupexc.cap.ufpe@gmail.com

Grupo Inciti promove evento colaborativo às margens do Rio Capibaribe

O Inciti, Grupo de Pesquisa e Inovação para as Cidades, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), promove o evento colaborativo Quintal da Capunga, amanhã (3), às margens do Rio Capibaribe, no bairro do Derby, no Recife (acesso pela Rua Engenheiro Teófilo de Freitas, ao lado da faculdade Uninassau). A ação visa a estimular a ativação das margens do rio como espaço público para lazer, contemplação da paisagem e sensibilização ambiental. O evento é gratuito.