Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Professor Lupércio faz caminhada em Caixa D’Água e participa de debate nesta terça

O deputado estadual e candidato à Prefeitura de Olinda, Professor Lupércio (SD), vai participar nesta terça-feira, 11, de um debate na Rádio Jornal. O encontro começará às 11h. Ele também caminhará amanhã pelo bairro de Caixa D’Água e se reunirá com vereadores eleitos e suplentes e moradores dos Bultrins, respectivamente. Confira agenda:

11h – Debate na Rádio Jornal.

14h – Reunião com vereadores eleitos e suplentes. Local: Chalé Azul Recepções e Festas. Endereço: Rua Delmiro Monteiro da Purificação, 789, Jardim Atlântico.

16h – Caminhada em Caixa D’Água. Concentração na Av. Leopoldino Canuto de Melo, nas proximidades do Mercado Público do bairro.

19h – Reunião com moradores da Rua Sargento Carlos Pimentel, nos Bultrins.

*NOTA À IMPRENSA - Ninho se posiciona contra a PEC 241*


Depois de me posicionar contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241/16, perdi o direito de expressar meu voto na apreciação da matéria no plenário da Câmara Federal porque o presidente Michel Temer exonerou, por um dia, o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho (PSB), de quem sou suplente, para que o colega deputado vote a favor da proposição. A referida PEC estabelece, para os próximos 20 anos, um teto para o investimento estatal limitado à despesa do ano anterior corrigida apenas pela inflação. Dessa forma, mesmo que o Estado aumente sua arrecadação e exista dinheiro disponível, ele não poderá ampliar os investimentos nas áreas sociais. Não concordo com essa ideia porque ela vai de encontro ao princípio constitucional que vincula receitas para educação e saúde e representa drástica redução de investimento nesses setores.
Outro ponto da PEC 241 que não estou de acordo é o fato de, ao mesmo tempo em que propõe o congelamento dos investimentos sociais por duas décadas, ela garante recursos para empresas estatais não dependentes, que fazem parte de um processo cuja a finalidade é transferir dinheiro público para o setor financeiro. A proposta limita gastos com saúde e educação, mas não limita com outros gastos públicos; o governo pagará juros a banqueiros sem limite. Como é que se pode impedir que o povo adoeça ou se acidente? Como é que se pode gastar com educação só o que se gastou no ano anterior corrigido pela inflação? Não haverá ganho real por 20 anos, caso a proposição seja validada pelo plenário da Casa.
Na minha opinião, sempre será preciso investir mais na educação e, sobretudo, na saúde. Mesmo com os investimentos crescentes nessa área, como se tem hoje, pessoas ainda morrem à espera de uma UTI. Em Pernambuco, mesmo Eduardo Campos tendo construído três hospitais no Grande Recife e 14 UPAs, há carência, há dificuldade de leitos. Imagine um país 20 anos sem um investimento real na saúde. Por isso me posicionei contra.
O Brasil figura lá atrás no ranking mundial da educação; tem indicadores piores que vários países da África. Então, como que podemos aceitar que o governo sugira congelar gastos e salários com segmento por duas décadas; quando não falta dinheiro para pagar banqueiro? A crise fiscal existe só para investir em infraestrutura, em assistência social. Mas não há crise para pagar banqueiros, que custam ao país cerca de R$ 2,5 bilhões por dia. Quem realmente tem sensibilidade social não pode votar a favor de uma PEC que vai penalizar ainda mais o povo sofrido, principalmente o nordestino.      
A sugestão do meu partido, o PSB, ao Governo Federal foi de que o valor economizado com a PEC deveria ser gasto metade com os bancos e outra metade com a saúde e educação. Por exemplo, se economizassem R$ 10 bi, R$ 5 bi iriam para pagar banqueiro e R$ 5 bi para as áreas sociais. Mas isso não foi aceito. Dessa forma, sem aceitar essa emenda do PSB, muitos colegas do partido vão votar contra. Amanhã, independentemente do resultado da votação, quando reassumir o cargo de deputado federal, continuarei me posicionando contra qualquer iniciativa - seja de quem for - que limite os gastos do Estado com as áreas sociais. Não podemos aceitar esse retrocesso.
Severino Ninho (PSB-PE)

Fernando de Noronha participa da maior feira de mergulho da América Latina

A administração de Fernando de Noronha está presente na PADI Dive Festival, considerada a maior feira de mergulho da América Latina. O evento acontece entre até o dia 11 de outubro, em São Paulo. Noronha participa da feira com uma grande ação, em parceria com o trade turístico. Ao visitar o stand, o visitante poderá tirar uma foto em frente ao imenso painel com a imagem do fundo do mar, com equipamentos de mergulho disponibilizados no local, e postar no Instagram com a hashtag #NoronhaTeEspera.
A foto mais curtida, até o dia 15 de outubro, vai ganhar três diárias com acompanhante na Pousada Mar Aberto e um mergulho de cilindro para duas pessoas na empresa Águas Claras. Passagens aéreas, taxas e alimentação não estão inclusos. O vencedor vai poder utilizar a promoção entre maio e junho de 2017, exceto nos feriados. Todas as fotos, tiradas por um fotógrafo profissional, vão ser impressas e entregues aos participantes. 

Paulo Câmara empossa Angelo Fernandes Gioia na SDS


O governador Paulo Câmara empossou, nesta sexta-feira (07/10),  Angelo Fernandes Gioia no comando da Secretaria de Defesa Social (SDS), durante reunião do Pacto pela Vida, na Secretaria de Planejamento e Gestão, no Recife.  Na ocasião, o novo titular da pasta conheceu detalhes do programa e se comprometeu em dar prosseguimento à política de Estado de combate à violência. "O futuro exige de nós muito trabalho, esforço e integração das polícias, instituições e do Governo. É isso que o Pacto pela Vida promove. E vamos buscar trazer, cada vez mais, a sociedade civil para junto de nós. Essa é uma construção coletiva, que eu tenho certeza que Angelo dará uma contribuição muito importante", ressaltou Paulo.

Silvio pede encontro com Paulo Câmara para discutir combate à violência

O deputado Silvio Costa Filho (PRB), em nome da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco, apresentou na manhã desta segunda-feira (10) um pedido de audiência ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara, para discutir a troca no comando da Secretaria de Defesa Social do Estado e as bases do Pacto pela Vida.
Desde 2014, a Oposição na Alepe vem chamando a atenção para o crescimento dos índices de violência no Estado, sobretudo o número de homicídios que nos últimos três anos acumula uma alta de 35% nos registros de assassinatos em todo o território pernambucano. A iniciativa faz parte de uma agenda iniciada pela Oposição com visita realizada ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Ronnie Duarte, e que deve se estender ainda ao presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Leopoldo Raposo, e ao procurador-geral de Justiça, Carlos Guerra.
“A falta de segurança em nosso estado chegou a um ponto que não dá mais para tratar desse assunto de forma retórica, como disputa de governo e oposição. Estamos nos colocando à disposição do Governo do Estado e, mais que isso, de toda a sociedade pernambucana, para participar de um amplo debate sobre o combate à criminalidade em Pernambuco. Debate esse que envolva todos os poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), prefeituras municipais, instituições como OAB e Ministério Público, além de órgãos de classe que, direta ou indiretamente, lidem com a questão da segurança, além e toda a sociedade civil organizada que esteja disposta a dar sua contribuição para tirar Pernambuco desta situação”, defendeu.
Além da audiência com o governador, Silvio deve protocolar também, esta semana, um requerimento de audiência pública para discutir com o novo secretário de Defesa Social, Angelo Fernades Gioia, seus planos de mudança para o Pacto pela Vida e a política de segurança pública do Estado.
“Estamos caminhando para fechar o terceiro ano consecutivo de alta na criminalidade, com as taxas de homicídios aumentando ano a ano. Lamentavelmente, as únicas ações adotadas pelo Governo do Estado foram a troca do comando da Polícia Militar e a troca de titulares de algumas delegacias. A sensação de insegurança atinge a todos, independentemente de coloração partidária, e já passou da hora de se tomarem medidas objetivas para mudar esse quadro”, reforçou.

Em Paulista, feriado do Dia dos Professores será comemorado no dia 17 de outubro

Neste ano, o feriado do Dia do Professor – celebrado em 15 de outubro – coincidiu com um sábado, quando não há aula nas unidades de ensino. Em função disso, a Secretaria de Educação do Paulista decidiu transformar o dia 17 deste mês (próxima segunda-feira) em ponto facultativo. Assim, os professores ficam liberados para comemorar a data, definindo se neste dia haverá alguma atividade alusiva ao tema na escola.  

Construção de ponte em Arthur Lundgren I em estágio avançado

Na comunidade do Banheiro do Soldado, no bairro de Arthur Lundgren I, em Paulista, a obra da construção da ponte já atingiu um estágio avançado. Cerca de 20 homens trabalham diariamente para a conclusão desta fase do serviço que consiste na colocação da laje de apoio na estrutura.

A ponte faz parte do pacote de obras de dragagem do rio Paratibe, que irá aprofundar o leito e alargar as margens para ampliar o fluxo de água. A medida vai acabar com os problemas durante o período chuvoso no bairro e em outras comunidades ribeirinhas.

Satisfeito com o andamento dos trabalhos, o aposentado Antônio Ferreira, de 78 anos, disse que a construção da ponte e as intervenções no rio irão melhorar a vida dos moradores. “Resido aqui há mais de 60 anos e presenciei muitas cheias no período de inverno, com as obras espero que isso acabe”.

De acordo com Secretaria Municipal de Infraestrutura do Paulista, 80% da obra já foi concluída. A próxima fase será a colocação de base, asfalto e do meio fio. Após o término da ponte o próximo passo será a requalificação da Avenida Palmares, que contará com sistema de drenagem e construção de calçadas.