Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Marco da Moda oferece minicursos em modelagem e marketing

RECIFE – O Marco Pernambucano da Moda está com uma programação com cinco minicursos com  formato ideal para profissionais e empreendedores que trabalham em confecções, em especial em modelagem e marketing. Todas as professoras possuem pós-graduação e têm pesquisa na área de atuação. Modelagem infantil, modelagem plana feminina, modelagem e montagem masculina, marketing de moda e visual merchandising são os títulos abordados.

Os minicursos de modelagem vão ensinar com detalhes todo o desenvolvimento dos moldes, para crianças, masculino e feminino. A professora Joana Areias, com formação pela Universidade Católica Portuguesa e pós-graduação na Escola de Moda ESMOD de Paris explicará como são feitos os moldes infantis. Lívia Valença responderá pelos cursos de modelagem para homens e para mulheres. Ela é mestre em gestão empresarial e pós-graduada em fashion design, pela FBV/IED.

Marketing de Moda vai apresentar as principais ferramentas para se construir uma estratégia de marketing, indicar métodos para se pesquisar o mercado e terá estudos de casos sobre posicionamento de marca. A professora será Karina Fernandes, com mestrado em Comunicação pela Universidade Fernando Pessoa, em Portugal, com especialização em cultura de moda pela Anhembi Morumbi de São Paulo.

Visual Merchandising mostrará a relação entre os consumidores e a apresentação visual dos produtos na loja, para comprovar a importância do visual na experiência de compra agradável e estimulantes, para o consumidor. O cursos vai mostrar diferentes técnicas de exposição de moda, em ênfase na instalação de vitrines. Karina Fernandes também responderá por este minicurso. 

Todos os cursos possuem 30 horas/aula, que serão ministrados em dois dias da semana, no próprio Marco da Moda, na rua da Moeda, 46, Bairro do Recife. O formato foi pensado para se moldar a baixa disponibilidade de dias da semana para realização de cursos, entre os profissionais. As inscrições e outras informações podem ser obtidas na página do FAcebook do Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções (NTCPE) ou mesmo no endereço na internet: www.ntcpe.org.br.

Professor Lupércio faz caminhada em Peixinhos nesta sexta

O deputado estadual e candidato à Prefeitura de Olinda, Professor Lupércio (SD), vai caminhar nesta sexta-feira, 14, pelo bairro de Peixinhos, local onde morou na infância. O ato começará às 17h, na Av. Nacional, nas imediações da Caixa D’Água. No mesmo dia, o postulante também concederá entrevistas para as Rádios Maranata e Globo. Os encontros acontecerão às 7h e 10h, respectivamente. 

Homenagear entes queridos ajuda a vivenciar o luto de forma saudável

Um recado em uma rede social, o compartilhamento de uma foto ou a recordação de um momento feliz do passado. Muitas são as formas de homenagear um ente querido que se foi. Em comum, elas permitem que a pessoa possa ressignificar essa saudade de uma forma saudável. “É muito gratificante para a pessoa mostrar que seu familiar não foi esquecido”, explica a psicóloga do luto do Morada da Paz Mariana Simonetti. “Essa homenagem serve para manter a memória do falecido presente, o que é bem importante para os enlutados de forma geral”, completa.
Para a psicóloga, afastar-se dessa lembrança ou fingir que nada aconteceu não é aconselhável. Por isso a importância dessas iniciativas, que ajudam a vivenciar o processo de luto. “Quando a gente escreve para alguém que se foi, isso pode ajudar a amenizar um pouco a saudade ou deixá-la menos dolorida”, afirma, ressaltando que este é um momento particular de cada pessoa. “Vai ter gente que vai preferir escrever, outras vão contar uma lembrança, mostrar fotos ou usar um objeto da pessoa que faleceu”, explica a profissional.
 Outro ponto levantado por Mariana diz respeito ao fato que as pessoas de luto acreditarem que os amigos não vão entender seu sofrimento. “Muitas vezes, os amigos do enlutado têm medo de tocar no assunto. Até para tentar proteger a pessoa enlutada”, diz. O importante, ressalta a profissional, é que as pessoas que estão passando pelo processo de luto sejam respeitadas. “É preciso respeitar para que a pessoa se coloque, fale e faça homenagens ao falecido da forma que ela se sinta melhor”, explica a psicóloga.
Pensando nisso, o Morada da Paz promove já alguns anos diversas iniciativas que buscam oferecer este espaço aos seus clientes. O Mural de homenagens, em seu site, por exemplo, recebe diariamente mensagens de carinho das famílias enlutadas direcionadas aos entes já falecidos. Outra iniciativa, são os hotsites e campanhas criados, todos os anos, nos dias das Mães, dos Pais e de Finados, entitulado pela empresa como "Dia da Lembrança". 

Para o Dia da Lembrança deste ano, o Morada da Paz lança a campanha Cada Vida Uma História, que dá às pessoas a oportunidade de compartilhar relatos sobre familiares ou amigos queridos que já partiram. Até o dia 02 de novembro, o público pode acessar o hotsite da campanha (www.grupovila.com.br/cadavidaumahistoria) e contar histórias marcantes. “Essa oportunidade que o Morada promove é uma forma de legitimar esse sentimento de luto. Ela é bem-vinda por permitir que cada pessoa escolha prestar essa homenagem da forma que quiser”, avalia a psicóloga do luto Mariana Simonetti. Ao final, os melhores relatos serão transformados em livro.

Unidade de ensino do Paulista incentiva a participação dos pais na rotina escolar dos filhos para resgatar valor da educação na família

O envolvimento dos pais com a rotina escolar dos filhos está transformando uma unidade de ensino localizada no bairro de Paratibe, em Paulista. Na Escola Municipal Gêlda Amorim, a parceria entre a direção do colégio e os responsáveis pelos estudantes tem resgatado o valor da educação na família. O resultado dessa iniciativa está ajudando a tornar o ambiente escolar cada vez mais humano e atrativo.
           Tudo começou há um ano e seis meses, quando a professora Edenilza de Souza Cabral, 43 anos, recebeu o convite para assumir a gestão da escola. Lecionando na unidade há quase nove anos, ela aceitou a “convocação” e começou a colocar em prática a metodologia de aproximar os pais dos alunos do dia a dia da escola. Além de realizar reuniões periódicas, onde são discutidos diversos temas, ela mobiliza a família dos estudantes para participar de discussões sobre o processo de formação do ser humano para o mundo.   
“A presença dos pais no ambiente escolar é muito importante porque ajuda a gestão a impor limites. Quando os responsáveis se envolvem com as atividades da escola, os estudantes se comportam de forma diferente. Aqui no Gêlda Amorim nós podemos dizer que 90% dos pais participam do dia a dia da unidade de ensino. E essa parceria é fundamental”, comemorou Edenilza de Souza.