Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Paulista segue se preparando para os Jogos Solidários da Pessoa Idosa

Para um o bom funcionamento do corpo é necessário ter um estilo de vida saudável. Praticar atividade física e manter uma boa alimentação trazem inúmeros benefícios à saúde. Essas recomendações são fundamentais para quem quer chegar bem à terceira idade. Sabendo disso, os idosos do Paulista, que cumprem à risca esse modelo de vida, estão se preparando para uma maratona de atividades. No mês de outubro, eles participam da 19º edição dos Jogos Solidários da Pessoa Idosa (JSPI).

Entre as atividades de preparação para o evento esportivo estão os ensaios para a abertura do evento, que leva o tema “Pernambuco Multicultural. Nosso amor pelo idoso é imortal, imortal”, contará com uma apresentação dos idosos de Paulista e Olinda onde dançarão músicas que retratam o ciclo carnavalesco. 

Para participar dos jogos todos os idosos passaram por exames clínicos, e receberam atestados de aptidão física. Uma das participantes, Maria José da Silva, 70 anos, é membro da instituição Luz Divina. Ela ressalta os benefícios que teve com as atividades. “Minha vida mudou para melhor, sou mais disposta e saudável. Desde que comecei a participar do grupo não sei mais o que é ociosidade”, disse. 

A aposentada Severina Ramos, 64 anos, encontrou solidariedade, amigos e uma família. “Somos unidas, temos nosso modo de viver. É uma reunião maravilhosa”. “Ser idoso não quer dizer se isolar e ficar esperando a morte chegar, tem que participar, viver, curtir a vida, ser idoso é ser feliz” completou.


O próximo ensaio será quarta-feira (23.08) às 9h, no Clube Municipal do Paulista (Rua do Nobre, s/n – Nobre) e seguem até a abertura dos jogos que será no dia 30 de setembro às 10h no Centro Comunitário da Paz (Compaz) Escritor Ariano Suassuna (Avenida Abdias de Carvalho, s/n – Cordeiro).

Convite

Nesta quinta-feira (17), às 17h, mais uma Ordem de Serviço será assinada. Desta vez, a boa notícia vai para os moradores da rua Maria Glória Berenguer, em Cruz de Rebouças. A O.S vai beneficiar mais de 30 famílias , melhorando a mobilidade em 900 m² de extensão. 
Contamos com vocês.


Prefeitura recupera calçamento de via na Vila Torres Galvão


Obras de recuperação de ruas calçadas estão sendo realizadas em diversas vias da cidade. Na Rua Almirante Barroso, no bairro da Vila Torres Galvão, o trabalho está a todo vapor. Atendendo a solicitação de moradores, a Secretaria Executiva de Serviços Públicos iniciou uma operação para reconstruir o pavimento de paralelepípedo danificado.

“O trabalho prioriza as vias mais desgastadas pelo tempo, que passam a ganham uma nova cara a partir desta ação. Vamos percorrer diversas localidades para promover melhorias nas vias públicas, garantindo mais mobilidade e segurança para quem trafega pelo local”, destacou o secretário-executivo de Serviços Públicos, Jaime Domingos. 

Paulo Câmara: “São os jovens que vão transformar o futuro de Pernambuco através da educação”

Muito esforço, prática e dedicação. Foi através dessa conduta que 844 alunos pernambucanos da Rede Estadual de Ensino foram premiados na 12ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), referente ao ano de 2016. Nesta edição, o empenho dos jovens resultou em 75 medalhas para o Estado, entre ouro, prata e bronze. A solenidade de premiação regional, realizada, nesta terça-feira (15.08), no Centro de Convenções de Pernambuco, contou com a presença do governador Paulo Câmara, de familiares dos participantes e da comunidade escolar. A OBMEP contempla as unidades municipais, estaduais e federais com matrícula de estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e dos três anos do Ensino Médio. 
“A gente tem certeza de que Pernambuco já avançou muito na educação, e que ainda tem muito o que melhorar. Mas eventos como este e motivação como esta ajudam a valorizar o empenho desses jovens e a motivá-los a querer sempre mais. São os jovens que vão transformar o futuro de Pernambuco através da educação. Eu tenho muita esperança nas novas gerações, nesses jovens pernambucanos e brasileiros que vão fazer, através do seu esforço e dedicação, a diferença pra um Brasil melhor para todos”, ressaltou o governador. Paulo também fez questão de parabenizar cada um dos premiados: “Todos estão de parabéns. Continuem estudando, acreditando nos seus sonhos. E nos ajudem a transformar a nosso País", conclamou.

Também são premiados pela Olimpíada professores, escolas e secretarias de educação de municípios que se destacam em virtude do desempenho dos alunos. Em Pernambuco, 16 estudantes foram agraciados com medalha de ouro (três da rede estadual), 47 receberam medalha de prata (14 da rede estadual) e 114 foram premiados com medalha de bronze (58 da rede estadual). Outros 1.219 estudantes receberam menção honrosa, sendo 769 estudantes de escolas estaduais. Foram homenageados, ainda, 24 professores, 29 escolas e dois municípios pernambucanos (Quixaba e Brejinho). 
Para incentivar a participação, a OBMEP produz e distribui material didático, oferece bolsas de iniciação científica aos estudantes e reconhecimento aos educadores, escolas e secretarias. A disputa nacional foi idealizada pelo ex-ministro de Ciência e Tecnologia e ex-governador do Estado Eduardo Campos, em 2005. Desde a primeira edição da Olimpíada, os estudantes da rede estadual de educação vêm se destacando na competição. Em 2005, foram 22 medalhistas pernambucanos.  

O secretário estadual de Educação, Fred Amâncio, destacou o papel fundamental dos professores no estímulo ao estudo da matemática e, principalmente, para bom desempenho escolar desses estudantes. “É muito importante esse trabalho que estimula o estudante a se desenvolver, a gostar da escola. E isso não diz respeito a apenas passar o conteúdo. Educar é muito mais que isso; é preparar os estudantes e estimulá-los para novos desafios. E eu acho que um trabalho como esse cumpre esse papel de não apenas desenvolver o estudo da matemática, mas de estimulá-los a desenvolver o aprendizado como um todo. E dessa forma, estamos contribuindo também para a melhoria da educação do nosso Estado", disse.


Entre os premiados, estava o aluno Bruno Henrique, de 14 anos. Matriculado no 8° ano da Escola Dr. Adilson Bezerra de Souza, localizada em Santa Cruz do Capibaribe, ele exibia com orgulho o certificado da medalha dourada. “Eu sempre gostei de matemática, e quando se gosta é mais fácil aprender. Eu me sinto muito feliz com esse prêmio, estudei e me dediquei muito. E minha família também ficou bastante orgulhosa”, declarou. Bruno e os outros 15 medalhistas de ouro vão receber a medalha em solenidade no Rio de Janeiro, a ser agendada.
 
Para o diretor geral do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Marcelo Viana, a competição tem especial contribuição no desenvolvimento social e educacional do País. “Estamos aqui, hoje, para reconhecer a superação e o mérito de cada aluno, professor e escola pelo trabalho realizado nesta edição. A OBMEP serve para descobrir talentos, estimular o gosto pela matemática e o desempenho educacional e pessoal de todos os alunos. E também para levar a mensagem de que a matemática é divertida e prazerosa de se estudar”, pontuou.  
EDIÇÃO 2017 - Na 13° edição da OBMEP, as escolas privadas também estão inseridas na disputa. Realizada em duas fases, a primeira ocorreu no último dia 06 de junho, nas próprias escolas. A segunda está marcada para 16 de setembro de 2017, com questões dissertativas, aplicadas em locais definidos pela coordenação da Olimpíada e corrigidas por professores indicados pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). No dia 30 de novembro, os resultados serão divulgados na página da OBMEP na Internet. Os medalhistas terão oportunidade de participar do Programa de Iniciação Científica Júnior (PICOBMEP), que será realizado em 2018.  
Participaram da solenidade também o deputado federal Danilo Cabral; o representante da Sociedade Brasileira de Educação, Paulo Figueirêdo; o coordenador regional da OBMEP, Vicente de Souza Neto; e o reitor da Universidade Católica de Pernambuco, o padre Pedro Rubens.

DETRAN-PE e UNIFAVIP visam parceria em prol dos candidatos à CNH, em Caruaru

Um conjunto com alunos voluntários da instituição, prestarão atendimento aos candidatos com atividades de relaxamento e preparo emocional, com o objetivo de elevar o índice de aprovação. 
Caruaru, no Agreste do Estado, é atualmente o 2º maior emissor de CNH em Pernambuco, ficando atrás apenas do Recife, responsável pelas CNHs da Região Metropolitana e à frente de Petrolina, que faz a emissão na região do Sertão. Diante desse cenário, surge a possibilidade de criação de um convênio entre a instituição de ensino superior UNIFAVIP, de Caruaru e a Circunscrição Regional do Trânsito – Ciretran daquele município.   


Em reunião realizada ontem (14) entre o coordenador de Articulação Municipal, Lazaro Medeiros - representando o diretor presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, Charles Ribeiro -, a diretora jurídica do Órgão, Ana Tereza e da gerente de Psicomédica, Juliana Guimarães, quando foi apresentado, pelo coordenador da Ciretran de Caruaru, Raffiê Dellon, uma proposta de criação de um plantão psicológico naquela Circunscrição para atender os usuários que irão fazer os exames teóricos ou práticos para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação – CNH.
Trata-se de um projeto piloto, a ser coordenado pelas psicólogas formadas pela UNIFAVIP Rayana Laurentino e Paula Rayanne, onde nesse espaço, em conjunto com alunos voluntários da instituição, prestarão atendimento aos candidatos com atividades de relaxamento e preparo emocional, com o objetivo de elevar o índice de aprovação.
"Cumprindo determinação do governador Paulo Câmara estamos sempre em busca de parcerias que visem melhorar o atendimento aos cidadãos pernambucanos e ampliar a segurança no trânsito, a exemplo dessa proposta que deverá ser implantada em Caruaru”, enfatizou Medeiros.
Entre março e agosto, período que passou a ser emitida a nova CNH com o QR-Code, foram impressas 98.845, 27.546 e 19.613 unidades, respectivamente em Recife, Caruaru e Petrolina.
Estiveram acompanhando ainda na reunião a chefe da Unidade de Contratos e Convênios da Diretoria Jurídica do DETRAN-PE, Socorro Tavares e o chefe Administrativo da Ciretran Caruaru, Carlos Alberto.

Secretaria de Justiça promove encontro com instituições de Goiana

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), por meio da Gerência de Penas Alternativas e Integração Social (GEPAIS), realizou na manhã desta segunda-feira (14), um encontro com instituições que fazem parte da Rede Social Parceira na cidade de Goiana. A reunião de integração aconteceu no fórum do município e teve o objetivo de fortalecer os canais de diálogo entre as organizações e a Central de Apoio às Medidas e Penas Alternativas (Ceapa).

As entidades tiveram a oportunidade de formalizar acordos de cooperação técnica e os participantes discutiram os trabalhos desenvolvidos pela Ceapa. A assistente social Julyane Matias e a psicóloga Maria das Graças, ambas da Central, conduziram uma roda de diálogo acerca da prevenção ao uso de drogas.
“As reuniões com membros da Rede são de extrema importância, pois oportuniza dividir experiências, fortalecer o cumprimento das atribuições das instituições partícipes, bem como alinhar conhecimentos e avaliar ações que envolvem as Medidas e Penas Alternativas”, afirmou a coordenadora de área da Gepais, Letícia Costa.
Participaram também do encontro, Tito Livio Araújo, Juiz da Vara da Infância e Adolescência de Goiana; Iracema Alcântara, Rede de Saúde Mental - XII GERES Goiana; Natividade Freitas Diretora de Ensino do Município; Thalita Silva, Unidade de Saúde da Família e o Padre José Edson, Pároco da cidade.
Atualmente, Goiana possui 54 instituições cadastradas. O papel das organizações é receber os cumpridores para a prestação do serviço à comunidade em razão da pena ou medida aplicada pelo poder judiciário e de atestar a frequência e desempenho dos participantes. Em Pernambuco, 596 organizações governamentais e não governamentais integram a Rede Parceira, que atende 1.162 pessoas em cumprimento de penas e alternativas em todo o estado. São escolas, creches, postos de saúde, instituições de longa permanência, delegacias, corpo de bombeiros, entre outras.

Reunião de monitoramento avalia política de proteção a crianças e adolescentes ameaçados de morte no Estado

Avaliar a execução da política de proteção a crianças e adolescentes ameaçados de morte no Estado. Com este objetivo, uma equipe do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e do Centro Popular de Formação da Juventude esteve reunida, por dois dias consecutivos, com a coordenação, equipe técnica e entidade executora do Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte de Pernambuco (PPCAAM/PE), programa da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, gerido através da Executiva de Direitos Humanos. 
“Esse momento de conversa é algo mais pessoal, para estreitar os laços e também discutir junto com a equipe esses dados”, esclarece Juliana Carrinho, consultora PNUD e coordenadora-geral de proteção à Criança e o Adolescente Ameaçado de Morte (CGPCAAM).
Dos treze estados com PPCAAM em funcionamento, Pernambuco foi o primeiro a receber a reunião de monitoramento em 2017. Durante o encontro, os representantes da PNUD e do Centro Popular de Formação da Juventude avaliaram e discutiram com a equipe do programa pernambucano os dados e indicadores apresentados.
Ao final, Juliana Carrinho destacou uma das boas práticas do programa. “De imediato a gente percebeu a Família Solidária, que é algo que há em Pernambuco e que contribui muito para efetivação dos direitos das crianças e dos adolescentes”, elogiou. Com o projeto, famílias acolhem temporariamente crianças e adolescentes que estavam em situação de ameaça.

Pernambuco dá início à adesão ao Protocolo de Investigação de Feminicídio

Nesta segunda-feira (14), no Seminário 11 anos da Lei Maria da Penha: Da Lei ao Protocolo de Feminicídio, Pernambuco deu início à adesão do Estado às diretrizes do Modelo de Protocolo Latino-Americano de Investigação de Mortes Violentas de Mulheres por Razões  de Gênero. O evento, realizado pela Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-PE) e a Câmara Técnica de Enfrentamento da Violência de Gênero contra a Mulher do Pacto pela Vida, aconteceu no auditório do Banco do Brasil, na Avenida Rio Branco.
A representante da ONU Mulheres no Brasil, Wania Passinato, que estuda há 20 anos a violência contra as mulheres, esclarece que Feminicídio não é crime passional, ou seja, motivado por emoção. Trata-se de uma violência sexista com risco de vulnerabilidade da mulher pela sua condição de gênero. E completa: “É um fenômeno social que tem haver com a construção dos papéis sociais de homens e de mulheres”.
O protocolo é uma forma de ampliar o conhecimento dos operadores envolvidos com a violência contra a mulher, haja vista terem a formação técnica, mas não a compreensão de gênero. “É importante mudar o olhar sobre a violência contra a mulher, reconhecer as características de gênero, ampliar a aplicação da Lei Maria da Penha e construir um modelo de investigação em um contexto que apresente as características da vítima e histórico de vida da mulher sobre a violação dos seus direitos”, argumenta Wania Passinato.

A secretária da Mulher do Estado, Silvia Cordeiro, informa que durante seis meses serão discutidos conceitos e construído um plano de trabalho para seguir as diretrizes do protocolo. “Vamos fazer com que a Lei de Feminicídio seja aplicada de forma célere e eficaz para darmos um passo importante para que o Estado possa avançar e ampliar a resposta dos serviços de investigação dos crimes, além de buscar minimizar a violência e fomentar a cultura da paz”, esclarece Silvia Cordeiro.
A ideia é que durante seis meses todas as instituições comprometidas com a implementação do protocolo de investigação de feminicídio tenham acesso a formação sobre as orientações de enquadramento inicial às diretrizes do protocolo. “Ao final desse período será construído um conjunto de documentos para as instituições que vão se comprometer com a implementação do protocolo no Estado”, justifica Wania Passinato.
A secretária Silvia Cordeiro informa que se faz importante replicar as ações da capital para as 12 regiões do Estado. “Isso é possível através da reprodução de Câmaras Técnicas para o Enfrentamento da Violência Contra a Mulher, ampliação dos conselhos, centros de referência e demais entidades, promovendo o enfrentamento da violência contra a mulher nos municípios.
A secretária ressalta que foi de fundamental importância a presença maciça de juízes e juízas, desembargadores e desembargadoras, delegadas e delegados, patrulha Maria da Penha, gestoras de municípios, polícia militar, polícia científica, entre outros operadores e operadoras envolvidos no enfrentamento da violência contra a mulher no Estado. 

MATUTO RECEBE VISITA DE DOM FERNANDO PARA TRATAR DE QUESTÕES DA IGREJA NO PAULISTA

Em visita ao prefeito do Paulista, Junior Matuto, o arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido esteve com o pároco do Paulista, Padre Adriano Chagas, para solicitar do gestor municipal um apoio na condução do Lar Santa Rita de Cássia, administrado pela paroquia, localizado entre as comunidades de Riacho da Prata e Jaguarana, que atualmente passa por sérias dificuldades, na iminência de fechar e deixar desabrigados 54 idosos.

Para Dom Saburido, o abrigo presta um importante serviço social, mas a paroquia não tem mais condições de manter o mesmo em funcionamento. “É lamentável ter que fechar as portas do abrigo, temos que juntos encontrar uma solução de continuar o importante espaço de acolhimento funcionando, por isso, viemos conversar com Junior Matuto que tem mostrado boa vontade sempre que procuramos a prefeitura. Todos os nossos ofícios são respondidos, com soluções para nossas demandas”, afirmou Dom Fernando.

Sensível à causa, Junior Matuto se colocou à disposição de buscar junto ao jurídico uma forma de viabilizar uma parceria, para manter o abrigo em funcionamento. “A burocracia do serviço público tem mostrado o quanto precisamos perseverar para fazer o bem. Vamos buscar formas de parcerias para ajudar no que for possível, mas tudo dentro dos ditames da Lei”, assegurou o prefeito, que não disfarçou a satisfação em recebera a visita do Monge Beneditino.

O encontro entre Igreja Católica e Prefeitura do Paulista aconteceu na tarde desta terça-feira (15.08), no gabinete do prefeito, onde também participaram o diácono Charles Araújo, e o Monsenhor Alessandro Corazza.

Programa de apadrinhamento acolhe crianças e adolescentes de Olinda

A Vara da Infância e Juventude de Olinda tem uma iniciativa para trazer aos jovens que vivem em casa de acolhimento a oportunidade de estabelecer laços afetivos com a sociedade. O projeto Anjos de Olinda: Programa de Apadrinhamento de Crianças e Adolescentes permite que pessoas interessadas possam conviver com meninas e meninos em períodos específicos, como nos fins de semana.

Treze crianças, de 10 a 17 anos, são cadastradas no Anjos de Olinda. Os jovens estão distribuídos em quatro casas: Casa de Passagem, Casa de Acolhimento (ambas da Prefeitura de Olinda), Casa de Meu Pai e Reaviva (de Organizações Não Governamentais). Para quem deseja participar, são três tipos de apadrinhamento (confira com mais detalhes no final da matéria).
“O objetivo do apadrinhamento é garantir o direito, tanto na Constituição, quanto no Estatuto da Criança e do Adolescente, da convivência familiar, do jovem não viver isolado em um abrigo sem receber visitas. Antigamente, em datas comemorativas, as crianças ficavam isoladas em um abrigo e, no dia de Natal, por exemplo, chegava alguém e levava o jovem. Hoje, temos o cadastro, acompanhamos o histórico familiar, condições financeiras e psicológicas, ficha de antecedência criminal, entre outros. Além disso, a criança é recebida por famílias com perfis parecidos aos dela”, explica a pedagoga da Vara da Infância e Juventude, Alexsandra Rabelo.
As formas de apadrinhamento variam. Vão de simples visitas e passeios aos finais de semana, a apoio financeiro, com ajuda em investimento em aulas de inglês, reforço ou atividades esportivas, como judô e natação. Porém, não é necessária toda a burocracia como acontece no processo de adoção.
“Muita gente confunde. É totalmente independente. Caso surja uma relação de afeto, pode acontecer de terminar em adoção, mas não tem relação com o nosso projeto”, acrescenta a juíza da Vara da Infância de Olinda, Laura Simões.
Para aderir ao apadrinhamento, os interessados devem ligar para o telefone (81) 3182-2681 ou 3182-2682 ou comparecer, das 12 às 18h, ao Departamento da Equipe Interprofissional, no Fórum Lourenço José Ribeiro, na Avenida Pan Nordestina, km 04, Vila Popular, em Olinda.
São três tipos de apadrinhamento
O padrinho/madrinha afetivo (a) é aquele que, regularmente, visita a criança ou o adolescente, o qual pode leva-lo para passar finais de semana, feriados ou férias escolares em sua companhia, proporcionando, assim, a vivência social e afetiva por meio da convivência familiar.
O padrinho/madrinha provedor (a) é aquele que dá suporte material ou financeiro à criança e/ou adolescente, à instituição ou à família acolhedora, seja com a doação de material que supra a sua necessidade; seja com o patrocínio de cursos profissionalizantes, reforço escolar, prática esportiva e até mesmo contribuição mensal em dinheiro, material de limpeza, construção, etc.
O padrinho/madrinha profissional é aquele (a) que disponibiliza seu trabalho voluntariamente para atender às necessidades de crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional. Exemplos: médicos, artistas, psicólogos, odontólogos, fonoaudiólogos, professores, cabeleireiro, músicos, entre outros profissionais.

Saúde, violência e obras paradas são problemas da Mata Norte, afirmam deputados da Oposição

A Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) visitou, na última segunda-feira (14), oito municípios da Zona da Mata Norte do Estado, na quinta edição do Pernambuco de Verdade, que já percorreu as regiões do Agreste Meridional, Agreste Setentrional, Sertão do Pajeú, Sertão do Moxotó e Sertão do Araripe. O roteiro incluiu as cidades de Goiana, Itaquitinga, Carpina, Nazaré da Mata, Machado, Vicência, Aliança e Timbaúba.

]Uma das áreas mais críticas identificada pelos parlamentares oposicionista foi a assistência à saúde na região, na inspeção realizada em duas UPAEs, de Carpina e de Goiana;  e dois hospitais regionais, Belarmino Correia e Ermirío Coutinho, em Goiana e Nazaré da Mata. “Na UPAE de Carpina encontramos uma obra parada, apesar de anunciada desde 2014, enquanto a de Goiana, que foi construída pela Fiat como contrapartida social e entregue em 2015, não atende a população por falta de equipamentos e de pessoal”, relatou a deputado Socorro Pimentel (PSL), médica por formação.

“Sem essas UPAES, os hospitais terminam sobrecarregado pela ausência de unidades de atendimento básico e especializado”, avaliou o deputado Augusto César (PTB), também médico. Entre os hospitais visitados, o que estava em situação mais precária foi o Belarmino Correia, além da superlotação foram identificados pontos de infiltração e, das duas ambulâncias do local, nenhuma possuía maca para transporte de pacientes.

No dia da visita, pacientes como o aposentado Erivaldo dos Santos, que havia chegado às 6h, continuava sem nenhum atendimento. Até às 10h da manhã, segundo informações da direção, nenhum médico tinha comparecido ao plantão. “A situação que constatamos na visita é fruto da falta de investimentos do governo Paulo Câmara em saúde. No ano passado, foram R$ 200 milhões a menos”, reforçou o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Oposição, lembrando que nenhumas das seis UPAEs prometidas por Paulo Câmara em 2014 foi entregue.

OBRAS
O complexo prisional de Itaquitinga, que deveria estar em funcionamento já há cinco anos, continua em ritmo lento, distante de uma conclusão. O abandono da obra é perceptível já na estrada de acesso ao presídio, ainda toda no barro e com algumas estruturas de concreto, que deveriam ser pontes, abandonadas.



“A situação de abandono é comum em toda a Mata Norte. O presídio é um ícone por causa do seu tamanho, mas não faltam promessas não cumpridas, com escola técnica e estradas que sequer foram iniciadas”, detalhou o deputado José Humberto Cavalcanti (PTB), que é natural da região.
Integraram o roteiro de vistas a estrada da Borracha, que liga Vicência a Buenos Aires, prometida há dois anos; a Rodovia PE-086, ligando Machados a Orobó, anunciada em 2012, e a Escola Técnica Sixto Lourenço de Freitas, em Aliança, também prometida desde 2012, mas que até hoje continua como um terreno abandonado.

Em Nazaré da Mata, o 2º Batalhão da Polícia Militar trabalha hoje com um déficit de 300 homens em seu efetivo, segundo relatou o Ten. Cel. Lamenha, comandante do Batalhão, que recebeu a comitiva de deputados da Oposição. Vice-líder da Oposição, o deputado Joel da Harpa (PTN) explica que o efetivo hoje existente é insuficiente para cobrir a região. “Por causa do regime de escala, por dia são menos de 100 homens para fazer o patrulhamento de 14 municípios da região”, detalhou.

A programação foi encerrada com a realização de uma plenária, na Câmara Municipal de Timbaúba, que ficou lotada de lideranças populares, estudantis e representantes da sociedade civil. As próximas edições do Pernambuco de Verdade serão realizadas no Agreste Central, Sertão do São Francisco, Zona da Mata Sul e Região Metropolitana do Recife. A expectativa é fechar as agendas atém o final de setembro, quando será apresentado um amplo relatório sobre os problemas encontrados das agendas de vistas.

Slackline é aplicado para o equilíbrio do corpo e da mente de alunos de Olinda

Os estudantes do 1º ao 5º ano da Escola Municipal Maria da Glória Advíncula, em Guadalupe, Olinda, passaram a praticar aulas de treinamento funcional para melhorar a harmonia do corpo e da mente, combatendo o sedentarismo. Uma das ferramentas adotadas nas atividades esportivas é o slackline. A modalidade é uma modalidade de equilíbrio sobre uma fita elástica esticada entre duas extremidades, onde a estudantada anda e realiza manobras.
Professor da disciplina de Educação Física, Pedro Botelho vem adotando a ferramenta uma vez por semana nas aulas dentro da própria unidade de ensino. Ele instala a fita nos pilares e nas árvores do pátio a 25 centímetros do chão. Em seguida, pergunta o que os jovens sabem a respeito desse esporte. A aluna Rafaela, 13 anos, disse que já tinha visto pessoas praticando, mas nunca experimentado. “Eu nunca entendi muito bem como funcionava”, afirmou a estudante. Chega o momento que o professor faz uma demonstração e a turma fica interessada e é desafiada a testar. "Basta organizar adequadamente o espaço, cuidar da segurança e planejar de que maneira os colegas podem contribuir para que aquele estudante vença as questões de equilíbrio, como qualquer um," ensina o professor.
Ao fim de cada aula, o educador propõe uma troca de experiências. "No início, todos só diziam que era difícil se equilibrar e que tinham medo de errar", conta. Ele frisava que era necessário treinar e sugeriu que os alunos observassem os colegas e experimentassem controlar a respiração, caminhar com o olhar fixo em um ponto à frente e dissociar a coordenação visual da motora (olhar para o ponto onde os braços devem chegar antes de começar a erguê-los). 
ENTENDA O SLACKLINE – Esporte criado por alpinistas americanos, que consiste em equilibrar-se numa fita amarrada em dois pontos com pouca tensão; bem como se aceita a ideia de que o esporte surgiu da arte circense, utilizando como corda bamba. O objetivo pode ser tanto atravessar de uma ponta à outra da fita, quanto praticar manobras como saltos e cambalhotas. A falta de movimentos padronizados e a imagem de esporte radical fascinam os escolares, que, além de se divertirem ao praticar o esporte com seus colegas de classe, também melhoram suas próprias capacidades físicas. Professores podem fazer uso desta curiosidade para aprimorar habilidades físicas como coordenação e equilíbrio de seus alunos.

Armando celebra manutenção da Hemobrás em Pernambuco

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) comemorou, nesta terça-feira (15), a decisão do Governo Federal de manter em Pernambuco a fabricação do fator VIII recombinante, no complexo da Hemobrás em Goiana. A continuidade dos investimentos e a viabilidade da fábrica de Goiana vinha sendo ameaçada com a possível construção de outra planta no Paraná.

Para Armando, a ação articulada da bancada do Estado, que se uniu para pressionar contra a ameaça do Ministério da Saúde de esvaziar o empreendimento em Pernambuco, com a realização de diversas reuniões e audiências públicas, foi fundamental para a manutenção do projeto no Estado. "Como pernambucano, celebro essa grande conquista", destacou o petebista, no plenário do Senado.

"O Ministério da Saúde acabou de publicar uma nota garantindo que todos os investimentos na planta da Hemobrás ficarão em Pernambuco, inclusive a produção do Fator VIII recombinante, que é a parte de maior valor econômico do empreendimento. Com isso, Pernambuco responde às tentativas de esvaziar o empreendimento", afirmou Armando.

"A manutenção do projeto é fruto de uma ação solidária e articulada de toda a classe política de Pernambuco, especialmente da bancada federal, que, desde o primeiro momento, se alinhou na defesa dos interesses do Estado. A esse Pernambuco altivo e independente, a bancada pode hoje dar a sua melhor contribuição ", comemorou o senador.

Por meio de uma nota à imprensa, o Ministério da Saúde informou que fará negociações com a empresa Shire, atual parceira da Hemobrás, para iniciar a construção de uma fábrica de Fator VIII recombinante, produto de alto valor econômico e grande densidade tecnológica. De acordo com a pasta, após notificação, a Shire decidiu manter a Parceria para o Desenvolvimento Produtivo (PDP) já firmada com a Hemobrás e aumentou a proposta de investimento, saltando de US$ 30 milhões para US$ 300 milhões para o complexo de Goiana. Dessa forma, a tentativa de esvaziamento do empreendimento cai por terra e Pernambuco continuará com a fábrica de hemoderivados.

Foto: Ana Luisa Souza/Divulgação

“Annabelle 2: A Criação do Mal” chega à Cinesystem com pré-estreia especial

Entradas já podem ser adquiridas nas bilheterias dos cinemas ou pelo site www.cinesystem.com.br
Ainda mais assustadora, a boneca Annabelle volta às telonas da Cinesystem oficialmente nesta quinta-feira (17) e a Rede preparou sessões especiais de pré-estreia para que os amantes de filme de terror possam conferir todo o terror do longa já no dia 16. Quem já quiser garantir os ingressos para a pré-estreia ou para as primeiras semanas de exibição, a Rede liberou a venda antecipada nas bilheterias de todos os multiplex e através do sitewww.cinesystem.com.br.
As sessões especiais acontecem às 0h do dia 16 (quarta) para o dia 17 (quinta) de agosto, nos multiplex do Rio Anil Shopping (MA), Parque Shopping Maceió (AL), Américas Shopping (RJ), Morumbi Town Shopping (SP), Shopping Curitiba (PR), Londrina Norte Shopping (PR), Hipermercado Condor (PR), Shopping Center Iguatemi (SC) e Bourbon Shopping (RS).
A direção do filme fica por conta de David F. Sandberg, já o roteiro é de Gary Dauberman. Estão entre o elenco: Stephanie Sigman, Alicia Vela- Bailey, Miranda Otto e Anthony LaPagia.

Em “Annabelle 2: A Criação do Mal”, anos após a trágica morte de sua filha, um habilidoso artesão de bonecas e sua esposa decidem, por caridade, acolher em sua casa uma freira e dezenas de meninas desalojadas de um orfanato. Atormentado pelas lembranças traumáticas, o casal ainda precisa lidar com um amendrontador demônio do passado: Annabelle, criação do artesão.
SOBRE A CINESYSTEM
Quinta maior exibidora do país em número de salas, a Rede Cinesystem Cinemas, que em 2016 obteve registro de companhia aberta na CVM e no segmento Bovespa Mais (BM&FBovespa), está em expansão desde 2003 e opera 151 salas, distribuídas por 26 complexos em 10 estados: Pará, Maranhão, Pernambuco, Alagoas, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
Nos seus multiplex em operação, destaque para as salas “CINÉPIC” com o sistema de som Dolby Atmos®, projeção digital com tecnologias 4K e HFR, que exibem até 60 quadros por segundo, e telas gigantes de até 185m², que chegam a ser 150% maiores que as convencionais. Pioneira, foi a Cinesystem quem trouxe para o mercado exibidor brasileiro o conceito de autoatendimento, além lançar o primeiro complexo 100% digital do País.
Hoje possui também o primeiro cinema com 100% de projeção a laser da América Latina, com 9 salas e sistema de “Lobby Domination”, com monitores, caixas de som e videowalls integrados no foyer do cinema para tornar a experiência do cliente ainda mais completa.

Gigante Gentil chega ao Recife sexta (18) no Guararapes mostrando novo momento artístico de Erasmo Carlos

Erasmo Carlos sobe ao palco do Teatro Guararapes nesta sexta-feira (dia 18), às 21h, com o seu “Gigante Gentil”, disco homônimo do artista que foi premiado em 2014 como o Melhor Álbum de Rock no Grammy Latino. Com este seu mais recente trabalho lançado pela Coqueiro Verde Records, mostra o novo momento de sua carreira com o show que já conquistou o país e chega em Pernambuco em uma apresentação especial com equipe composta por José Lourenço (maestro, teclado e voz), Billy Brandão (guitarra), Rike Frainer (bateria), Luiz Lopes (guitarra, violão e voz) e Pedro Dias (baixo e voz).


No palco, o cantor apresentará alguns das 11 faixas do disco das quais seis foram compostas pelo próprio Erasmo, um trabalho repleto de poesia que mostram a nova fase do músico que contou com algumas parcerias inéditas como a com Caetano Veloso e com algumas renovações como no caso com Nelson Motta e Arnaldo Antunes, com quem trabalhou nos discos anteriores. Assim é Gigante gentil que traz entre suas canções letras, como “Colapso”, terceira de “Gigante Gentil”, que mostram a conexão do artista com a contemporaneidade em versões na qual fica clara o atual momento da sociedade e das relações entre as pessoas: “No apogeu da calamidade. A falta de eletricidade. É um colapso nas corporações. E a impotência das nações. Desnorteados, crentes e ateus. Sem Facebook não encontram deus. Chora o planeta explode a anarquia. É a vida sem telefonia”.

Com a carreira cada vez mais revigorada com o olhar na atualidade, Erasmo enfatiza assim a sua capacidade de se reinventar e a força que o seu trabalho tem junto ao público jovem e as novas gerações da música brasileira, sendo cantado, gravado e regravado por artistas como o paranaense Bruno Morais, o mineiro Samuel Rosa do Skank e a carioca Luiza Possi. Mas, os recifenses poderão conferir ainda no show a ser apresentado no palco do Teatro Guararapes nesta sexta (18) alguns dos seus grandes sucessos: “Sentado à beira do Caminho”, “Mulher”, “Gatinha Manhosa” e outros clássicos entre os quais “Minha fama de mau” e “Festa de Arromba”. Ingressos ainda estão à venda na bilheteria do teatro e no site Compre Ingressos (http://www.compreingressos.com/espetaculos/5570-erasmo-carlos-gigante-gentil), entre R$ 50 e R$ 120.


SERVIÇO
Erasmo Carlos no Recife com o show “Gigante Gentil”
Quando: Esta sexta-feira, dia 18.
Horário: a partir das 21h
Onde: Teatro Guararapes
Endereço: Centro de Convenções de Pernambuco, Av. Prof. Andrade Bezerra, s/n, Salgadinho, Olinda
Quanto: R$ 50 (balcão/meia), R$ 60 (plateia/meia), R$ 100 (balcão) e R$ 120 (plateia).
Vendas: bilheteria do Teatro Guararapes e no site Compre Ingressos (http://www.compreingressos.com/espetaculos/5570-erasmo-carlos-gigante-gentil).
Informações na bilheteria: (81) 3182-8000

Operação Ordem nos Bairros coloca disciplina na propaganda visual e no uso das calçadas de Olinda

O fim de semana em Olinda contou com ações que tiveram o objetivo de combater à poluição visual e disciplinar o passeio público. A secretaria de Meio Ambiente Urbano e Natural, por meio da executiva de Controle Urbano, realizou a Operação Ordem nos Bairros, nas localidades de Rio Doce, Jardim Atlântico, Casa Caiada, Caixa D’Agua e na Orla, recolhendo materiais, como faixas e placas, colocados em pontos irregulares.

Outra medida realizada pelos fiscais foi a notificação de estabelecimentos comerciais. Mas, neste momento, sem nenhuma multa ou interdição apenas de forma educativa, como explica o secretário executivo de Controle Urbano, Sérgio Fentes. “Nossa intenção é, sobretudo, educar, orientar. Em alguns casos fica claro que a infração é cometida por desinformação da pessoa, por isso, se for preciso, ações punitivas poderão ser aplicadas só em outra ocasião”, frisou.


Aproximadamente 15 placas e faixas foram recolhidas na ação que ocorreu das 8h às 14h do sábado. Fentes pontua que o trabalho vai continuar e observa o olindense como principal beneficiário. “A poluição visual prejudica o trânsito, pode causar acidentes, afetar os pedestres, que também são prejudicados com placas de publicidade colocadas em locais irregulares”, explicou.

No domingo, foi a vez da feira de Caixa D’Agua ser atendida. As secretarias de Meio Ambiente Urbano e Natural; de Transportes e Trânsito; e Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos, estiveram no local orientando os feirantes. O equipamento foi reordenado recentemente, melhorando a fluidez do trânsito, das calçadas e os serviços oferecidos aos clientes.

Governo de Pernambuco assegura que a Compesa não será privatizada

Durante audiência pública na Alepe, Roberto Tavares esclarece que a decisão do Estado é ampliar serviços de saneamento, mantendo o controle do Estado

O presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento-Compesa, Roberto Tavares,  garantiu hoje (14) durante audiência pública, na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe), que a companhia não será privatizada e que essa  decisão foi tomada pelo governador Paulo Câmara, que deseja ampliar os serviços de saneamento, mas sem abrir mão do controle da gestão por parte do Estado. Segundo Roberto Tavares, a audiência foi muito positiva para esclarecer e debater com  parlamentares, sindicalistas e sociedade civil sobre os projetos estruturadores traçados pelo Governo de Pernambuco para universalizar os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário e qual o papel  da companhia no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), lançado pelo Governo Federal e que conta com a participação de 18 estados da federação. O encontro foi promovido pela Comissão de Desenvolvimento Econômico da Alepe,  presidida pelo Deputado Aluísio Lessa.

Satisfeito com o resultado da audiência pública, Roberto Tavares afirmou que diante da escassez de recursos públicos para ampliar a cobertura dos serviços de saneamento, há necessidade real de investimentos privados e da união de forças de vários setores da sociedade para o fortalecimento do setor de saneamento. Tavares, que também é presidente da Associação das Empresas Estaduais de Saneamento-Aesbe, ressaltou que a pauta da entidade e da Compesa deve ser compartilhada com o Sindicato dos Urbanitários e Federação Regional dos Urbanitários do Nordeste-Frune, entidades presentes ao encontro. Na sua opinião, uma pauta única defendida  por todos esses agentes irá fortalecer  o setor  rumo à universalização dos serviços. Defendemos a prestação regionalizada para o saneamento, com a gestão compartilhada entre Estados e Municípios, com a manutenção do subsídio cruzado no setor, que é a regra que permite que as companhias consigam prestar os serviços para todas os municípios, independente deles serem rentáveis ou não”, afirmou. Ele disse ainda que o  setor tem uma responsabilidade social muito grande que precisa ser resguardada. O setor precisa ainda de outras iniciativas, a exemplo da centralização dos recursos para saneamento, que hoje está pulverizada em várias fontes (OGU, FGTS, BNDES, CAIXA, Ministérios das Cidades, da Saúde, do Turismo, da Integração, etc)  e  acesso às novas linhas de saneamento.


Para ressaltar essas necessidades, Tavares afirmou que a população não suporta mais esperar pelos investimentos no saneamento, pois o modelo atual já se provou ser ultrapassado, pois a realidade brasileira não é compatível com o Estado de desenvolvimento do Brasil. Mesmo assim , o presidente da Compesa enalteceu que a companhia é um exemplo de uma empresa bem gerida e  que presta relevantes serviços aos pernambucanos. “Recebemos na semana passada o título de melhor empresa de saneamento do Brasil, concedido pela Revista  Época Negócios. Apesar de toda crise econômica, política e hídrica, a companhia têm se destacado pela sua gestão e isso não foi uma casualidade. Vamos continuar a seguir nosso rumo traçado pelo Governo do Estado, fazendo mais investimentos", reforçou. Ainda de acordo com o  presidente da Compesa, o governo  deseja transformar Pernambuco em  um local de oportunidades para favorecer parcerias entre o setor privado e o setor público. “O objetivo da adesão ao PPI é viabilizar a universalização dos serviços de esgotamento sanitário, com foco no interior, tendo como modelo de negócio uma parceria público privada-PPP, nos mesmos moldes do Programa Cidade Saneada, a PPP da Região Metropolitana do Recife e Goiana, em execução pela Compesa e o seu parceiro privado, a BRK Ambiental”, argumentou Tavares. Além de um modelo de negócio para esgoto no interior, a Compesa também estuda formas para otimizar os  serviços de abastecimento de água.

Hoje, 20 estados no Brasil possuem menos do que 50% de esgotamento sanitário. Em Pernambuco, o índice de cobertura dos serviços de coleta e tratamento de esgoto é de 24%, enquanto que na Região Metropolitana do Recife chega a 33% e na  cidade do Recife, o índice é de 42%. "Isso é uma demonstração da falência do modelo vigente. Precisamos arrumar outras fontes de investimento e Pernambuco está preparado para isso, já temos vários investimentos financiados pelo Banco Mundial e Banco Interamericano, por exemplo, tendo sempre o controle do Estado. Para fazer a universalização do saneamento, precisamos ser criativos e de recursos para viabilizar um volume muito grande de obras,  uma vez que historicamente o repasse de recursos da União para os Estados sempre sofre descontinuidade e que é agravado quando ocorrem as crises na economia como a que estamos vivendo agora", informa Tavares.

No momento, estão sendo realizados os estudos técnicos, contratados pelo  Banco Nacional de  Desenvolvimento Econômico e  Social ( BNDES) e que  irão apontar o melhor modelo de parceria a ser firmada. A previsão  é que  esses estudos sejam finalizados ainda em  2017. “Defendemos um modelo regionalizado, que possa dividir todo estado em lotes equilibrados, juntando municípios rentáveis com municípios que são deficitários, para que a gente possa garantir a todo pernambucano o acesso a água potável e serviços de esgotamento sanitário", explica o presidente da Compesa.