Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Os benefícios da meditação para o aprendizado de línguas

Saiba como meditar pode melhorar seu desempenho em idiomas

Imagem meramente ilustrativa. Divulgação.

Meditar é simples, basta sentar com a coluna ereta, deixar os olhos entre abertos e observar a respiração, os cinco sentidos e a mente.  É barato, qualquer um pode meditar em casa mesmo. E, além de aumentar a qualidade de vida, é extremamente eficiente no suporte aos estudos, em especial, na absorção de um idioma estrangeiro. A seguir, separamos as principais vantagens dada pela inclusão da meditação na rotina diária. Confira!


Maior concentração
Entre as várias modalidades de meditação a zen e transcendental, são uma das mais  praticadas. Através de ambas o praticante aprende a focar sua atenção por longos períodos de tempo. Com a visão treinada ele conseguirá reunir mais informações com grande facilidade, o que significa um notável aumento da agilidade no processo de memorização, tornando-o cada vez mais rápido. Deseja aprender uma língua estrangeira com um professor de espanhol online? Visite a plataforma Preply e amplie seus conhecimentos.


Maior disciplina
A menos que o estudante de línguas esteja imerso na cultura e cercado por nativos, ele não conseguirá progredir no idioma sem uma boa dose de esforço. Sentar-se em meditação já é um ato de disciplina que o praticante estende às demais áreas da vida, inclusive aos estudos. Talvez esse feito deva-se ao fato de que a meditação age diretamente na fonte da ansiedade, diminuindo-a e, com isso, ajudando o estudante a criar uma rotina de estudos diários. O resultado disso é o desenvolvimento gradual das habilidades de escuta, escrita e fala do novo idioma. Com o crescente progresso e o controle dos impulsos internos possibilitado através da meditação, fica muito fácil combater a preguiça e seguir aprendendo.


Maior paciência
A impaciência é muitas vezes causadas pela pressa, ansiedade, insatisfação e desejo de mudar a realidade. Com a meditação o indivíduo consegue cada vez mais identificar a fonte dessa angústia e encontra ferramentas para controlar seu atos, passando a escolher  uma ação assertiva às reações impulsivas. A partir de então, ele começa a utilizar seu tempo de forma muito mais produtiva, sem exigências desnecessárias e com muito mais paciência diante das dificuldades que possam surgir, porque essas, como tudo que existe, uma hora acabam. A paciência é por sua vez uma grande aliada para os estudantes de línguas, pois o manterá motivado ao longo de todo o processo de aprendizagem, sem que ele precise se frustrar com comparações ou expectativas. Dessa maneira, os minutos de estudos diários vão sendo apreciados, ao mesmo tempo que as habilidades se desenvolvem naturalmente, alheia a pressões internas ou externas.


Melhor organização do tempo
A meditação dá à pessoa ferramentas para organizar seu pensamento e desejo, a partir da identificação do funcionamento de sua mente e corpo. Logo, ela mesma pode determinar como, quando e por quanto tempo estudar. Para aprender um novo idioma, todavia, indica-se investir, no mínimo, 20 minutos diários.


Maior sensibilidade auditiva
Várias práticas meditativas são famosas por aguçarem os sentidos, de modo que pode ser uma ótima ideia escutar algum documentário, escutar alguma palestra ou entrevista no idioma estrangeiro logo após a sessão de meditação. Nesse momento, o cérebro estará muito mais atento para cada palavra, ajudando automaticamente à melhor compreensão do conteúdo e expansão do vocabulário. 

Polícia alerta para novo golpe nos aplicativos Uber e Easy Táxi, no Recife


Atenção usuários dos aplicativos Uber e Easy Táxi. A Polícia Civil, por meio da Delegacia do Cordeiro, alerta para um novo golpe na praça. Segundo o delegado João Gustavo Godoy, no golpe, o motorista Sérgio Diego da Silva Simões, de 23 anos, cobrava o valor da corrida mais um serviço adicional. O valor desse serviço era 15 vezes maior do que o preço da corrida.

De acordo com o delegado, uma das vítimas, que procurou a delegacia, informou que teve um prejuízo de R$ 1,220. “O celular desse motorista tinha os aplicativos do Uber e do Easy Táxi instalados, além da Cielo. Antes de iniciar a corrida, ele já multiplicava o valor final por 15. Na hora que a corrida era finalizada, ele alegava que não havia conseguido fechar a corrida pelo aplicativo e pedia para que o passageiro colocasse o cartão de crédito na máquina”, comentou o delegado. 

Ainda de acordo com o delegado, uma das vítimas visualizou, no celular do motorista, que a corrida havia totalizado R$ 7,26. “Ela viu o valor e colocou a senha na máquina. Só que o homem conseguia driblar isso porque minimizava, no celular, o valor que ele havia escolhido. Essa mulher acabou pagando R$ 1,220", comentou João Gustavo Godoy. O delegado informou que o motorista, que foi detido, confessou o crime, mas não foi autuado em flagrante porque o período havia expirado. 

O delegado, no entanto, instaurou um inquérito e, à princípio, o homem vai responder em liberdade. João Gustavo informou que, no extrato da máquina do motorista, ele visualizou que o golpe já havia sido aplicado, pelo menos, 29 vezes. Duas pessoas procuraram a Delegacia do Cordeiro até o momento. 

De acordo com o delegado, ele já identificou que outro motorista pratica o mesmo crime. Até o momento, o novo motorista ainda não foi detido. A polícia acredita que, além desses dois motoristas, outras pessoas estão envolvidas nesse tipo de crime. A polícia alerta para que os passageiros fiquem atentos na hora de digitar a senha e que prestem atenção se as placas dos carros (o que solicitou no aplicativo e no que chegou para fazer a corrida) correspondem. 



Humanizar atendimento nas unidades de saúde é o desafio da Prefeitura do Paulista

Depois de reestruturar unidades de saúde; assegurar incentivos financeiros aos profissionais da rede e otimizar o trabalho dos ACSs com tablets, o grande desafio da Prefeitura do Paulista agora é humanizar a relação entre usuário e equipe de saúde. Para isso, a gestão municipal inicia nesta quarta-feira (1º.02), às 09h, na USF Loteamento Conceição/Chega Mais, um projeto inédito no município que visa garantir que todo e qualquer cidadão possa ser bem recebido e tenha a demanda solucionada nas unidades de saúde da cidade.
A iniciativa, intitulada “Humaniza Paulista”, será conduzida por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde. Eles terão a missão de visitar as unidades básicas e especializadas da rede para orientar os funcionários sobre técnicas de acolhimento e encaminhamento as solicitações dos usuários. Com o projeto, a gestão municipal espera ampliar a qualidade dos serviços prestados nas unidades da cidade e construir um novo paradigma de atendimento à população.
SERVIÇO:
O Quê – Paulista investe na formação dos profissionais da rede para humanizar relação entre usuários e equipes de saúde;
Quando – Nesta quarta-feira (1º.02), às 9h.
Onde – USF Loteamento Conceição/Chega Mais (Rua Portugal, s/n, Loteamento Conceição).

Suspensa liminar que liberava gado no Parque Nacional da Serra da Canastra

Em SUA DECISÃO, presidente do TRF-1 disse que medida tomada pelo juiz federal de Passos punha em condição de “alta vulnerabilidade” áreas do parque nacional em Minas


Brasília (31/01/2017) – O Tribunal Regional Federal da 1ª Região suspendeu a liminar da Justiça Federal de Passos, no Sul de Minas, que autorizava moradores de áreas ainda não regularizadas no interior do Parque Nacional da Serra da Canastra (MG) a criar gado, cultivar e explorar as terras comercialmente, sem a necessidade de fiscalização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), responsável pela gestão da unidade de conservação (UC).
A decisão do presidente do TRF-1, desembargador Hilton Queiroz, atendeu o pedido de suspensão formulado, conjuntamente, pelas Procuradorias Federais Especializadas (PFE) do ICMBio e do Ibama, pela Procuradoria Regional Federal da 1ª Região e pela Procuradoria Regional da União da 1ª Região, órgãos da Advocacia-Geral da União (AGU). Em sua decisão, o desembargador disse que, “ao afastar o regime protetivo da UC e seu plano de manejo e consentir a prática de atividades econômicas nas áreas particulares, sujeitando-as somente às regras do Código Florestal, a decisão questionada coloca as áreas ainda não desapropriadas do parque em condição de alta vulnerabilidade ambiental”.
O procurador-chefe da PFE do ICMBio, Daniel Ribeiro, considerou a decisão do TRF-1 paradigmática, “porque resguarda a integridade territorial do Parque Nacional da Serra da Canastra e assegura a plena competência do ICMBio para atuar na área, possibilitando, assim, a retomada das medidas de consolidação territorial e de proteção da unidade de conservação”.
Antes mesmo de o TRF-1 se pronunciar, o ICMBio já havia alertado para o fato de que a decisão do juiz federal de Passos punha em risco a conservação do parque onde fica a nascente do Rio São Francisco e abriga inúmeras espécies de animais ameaçadas de extinção, deixando-o sob “alta vulnerabilidade ambiental”.
Com a decisão do desembargador Hilton Queiroz, o ICMBio permanece exercendo o poder de fiscalização e gestão ambiental sobre toda a área do parque, que soma cerca de 200 mil hectares e faz limite com seis municípios do Sul do estado, sendo a maior parte em São Roque de Minas. A medida vale, inclusive, para os cerca de 120 mil hectares ainda não desapropriados.